Modern Family 8×02: A Stereotypical Day

6
796

Modern Family continua fazendo o seu arroz e feijão de toda semana, apesar que preciso dizer que o episódio dessa semana foi melhor que a premier.

Na casa dos Dunphys, o melhor do episódio ficou por conta da Alex. Todo mundo quando fica doente fica um pouco mais chato, não é mesmo? Apesar que isso acaba deixando a Alex com uma imagem mais forte de ranzinza.

Por outro lado, vemos a família se aproveitando dela, cada um de um jeito um pouco egoísta, usando o fato de ela estar doente para conseguir o que queriam, e Haley tentando se livrar dela para não ser descoberta. Não gosto muito disso, sei que a família a ama, mas, tenho a impressão que só a usam quando é necessária.

Tivemos a participação de Tom (o ator-mirim transgênero Jackson Millarker), o amigo de Lily, uma pena a participação foi tão pequena, embora com uma importância bem grande.

Será que no fundo acho que todos nós temos um pouco de preconceitos?

Eu acho que sim, por mais “mente aberta” que possamos ser, no final sempre temos um pouco de dificuldade de lidar com o “diferente” no começo.

Quando Lily chamou Tom de estranho, seus pais já pensaram que estava relacionado ao fato dele ser transgênero, mas na verdade não tinha nada a ver com isso. O garoto tirou sarro do painel pintado no quarto da Lily, e ela não gostou.

As vezes as coisas não acontecem da forma que a imaginamos, as vezes os planos mudam, assim como Jay falou, ele imaginava outra vida para o Mitchell. Ele teve dificuldade para aceitar, mas no final aprendeu a lidar com a situação.

Quando ele colocou a hipótese da Lily também fazer escolhas diferentes das que os pais imaginam para ela, Mitchell disse a mesma coisa que Jay, que ficaria triste por não conseguir ver as coisas que ele sempre planejou para ela, mas depois iria apoiá-la.

Já com o Jay e os novos vizinhos, a sua preocupação em mostrar que não estava sendo preconceituoso, de tanto tentar, acaba sendo um pouco também. Sugerindo que ele seria africano por causa do nome que ele entendeu errado. “i said b y t h e w a y” Uma ótima critica.

Quando as coisas não acontecem como planejamos, tudo bem ficar triste, ou não gostar no começo, contanto que respeite as escolhas de outras pessoas. As vezes leva um tempinho a mais para entendê-las. O mundo fica mais bonito quando respeitamos o próximo, e também quando admitimos as vezes que fomos preconceituosos e nos redimimos.

Joe realmente é a nova Lily, que criança fofa, ele querer morar do lado de fora depois de assistir Mogly – o menino lobo. Quem nunca quis morar no quintal depois de ver alguma coisa assim na tv.

Manny continua chato, um plot cansativo e aleatório, e com essa nova mania de virar comunista para beijar uma garota. Mas ao mesmo tempo fica comendo escondido no lixo. Queria mais armações dele com o Luke, quem sabe melhora um pouco os personagens de ambos.

Enfim, Modern Family sabe bem como lidar com assuntos atuais e polêmicos de forma direta e suave, que nos faz olhar para nós mesmos e pensar, será que tenho sido preconceituoso e nem estou percebendo? É ótimo parar para refletir. A formula para voltar a concorrer nas grandes premiações seja talvez arriscar uma pouco mais, saindo da zona de conforto.

  • Fabi Alves

    achei o ep bem sem sal no geral , nada me fez rir .
    só o joe com a malinha descendo a escada me fez soltar um ahh qu fofo

    • João Carlos

      Essa cena foi legal mesmo.

  • Walber Lima

    Não vejo mais modern Family, mas primeiro, pontos para a série por mostrar um garoto transgênero e fazer todos enxergarem que ele é normal. Segundo, Modern Family sempre com o mesmo plot principalmente de Mitchel e Cam, eles acharem algo durante todo o episódio e no final descobrirem…

  • Wagner Lutterbach

    Já eu curti mais a premiere do que esse. Estava ansioso por causa desse lance de ter um garoto transgênero, mas ficou bem aquém das minhas expectativas.

  • O episódio fez uma crítica bem divertida aquelas pessoas que acham que não possuem preconceito, aqueles que costumam dizer, “não tenho preconceito contra______ tenho até amigos, ou, faço parte de uma minoria não posso ter preconceito contra outra minoria”.
    E não é bem assim, se nos analisarmos intimamente é bem provável que encontremos algum preconceito. Enfim, curti o plot do Jay, e assim como o dos Dunphy, Phil continua ótimo.
    É óbvio que MF está longe de seu auge, mas gostei desses dois primeiros episódios, bem melhores do que os da temporada passada.

  • João Carlos

    Pode nao ter sido o melhor episodio da serie (gostei do episodio), mas os questionamentos e reflexoes que no mostrou nesse episodio sao importantes.