Chicago Med 2×06: Alternative Medicine

1
672

Alternative Medicine abordou plots interessantes para a trama da série e também para o desenvolvimento dos personagens. Não vou mentir, mas quando vi a promo do episódio achei que o plot da Reese com o Danny teria um destaque maior já que iriam envolver CPD, mas não foi bem isso que aconteceu. Eu me sinto trolada pelos plots todas as vezes, mas apesar de não ter acontecido o que eu imaginava foi um episódio bem dividido, dando espaço para cada personagem aparecer e fazer seu trabalho.

Já é um fato concreto que a medicina alternativa está cada vez mais de mãos dadas com a medicina tradicional e ver a série abordar isso da maneira que foi me agradou bastante. Primeiro a começar por Dr. Latham que conseguiu ouvir um problema no coração do paciente que o Connor não ouviu. O problema de Connor em relação a Latham é que ele precisa aprender a aprender com o mais velho. Latham tinha razão e Connor ficou impressionado, mas não parando por aí Will sentiu com as mãos que o intestino de seu paciente estava morrendo e Will também estava certo. Eu posso imaginar que existam médicos que sejam desse jeito retratado na série e deve ser maravilhoso para seus aprendizes salvarem vidas com o que aprendem/aprenderam com eles. Foram duas cenas bonitas envolvendo Will e Connor. O primeiro ao visitar a professora com quem aprendeu a técnica e lhe agradecer por tê-lo ensinado. E o segundo ao mostrar sua humildade em sentar para aprender. Tenho gostado bastante do crescimento dos dois até o momento.

O plot da Natalie foi tão tocante e deu para sentir realmente a dor da médica. Foi maravilhosa a sacada de unirem os casos do Choi com o da Natalie. A abordagem das crianças unidas em um porão estudando, desenvolvendo estudos e protótipos para ajudar em tratamentos e em procedimentos da medicina foi realmente encantador, eu sei que é uma realidade nossa como sociedade mundial, as crianças estão cada vez mais engajadas em pensar fora da caixa para encontrar soluções para problemas e curas para doenças. Foi interessante ver duas gerações lado a lado no porão, fazendo experimentos e, é como o Ethan disse, a cura do câncer pode realmente sair de um laboratório de porão.

E por fim, Danny e Reese. Não nego que fiquei um pouco desapontada com o desenvolvimento porque minhas expectativas eram altas, mas o que rolou no episódio me agradou bastante. A sinceridade que Dr. Charles usou com Reese foi fundamental, mas só cabia realmente à ela a decisão de ajudar o Danny ou não. A pequena participação da Erin para esclarecer alguns pontos em relação às consequências que o Danny irá correr foram pontuais e apesar dele ter aceitado a ajuda fica claro que foi realmente o primeiro passou como bem falou o Dr. Charles. Não sei se a Sarah fez certo ao se livrar do chip daquele jeito, pra mim ela deveria ter levado até a Erin como evidência para que a Inteligência monte o caso. Espero que role muita adrenalina com esse plot porque potencial para um bom crossover ele tem.

Observações do Aurelio sobre Alternative Medicine:

Gostei muito da trama envolvendo Will e Rhodes. Acho interessante como os roteiristas estão desenvolvendo a dinâmica entre os dois, com o primeiro descobrindo o problema no PS, enquanto o segundo dá prosseguimento ao tratamento na sala de cirurgia. Além disso, gosto da maneira orgânica que o relacionamento entre eles está evoluindo.

Outro bom momento foi a retomada da trama envolvendo Reese e o rapaz que é vítima de tráfico de pessoas. Além disso, gostei de descobrir mais sobre o passado do dr. Charles, a história da sua paciente que se suicidou deu mais profundidade ao personagem.

O excesso de tramas continua comprometendo a qualidade dos episódios de Chicago Med. Em “Alternative Medicine” a trama fora do tom envolveu Choi e Nat. Achei a história da menina que engoliu um “robô” de sua criação forçada demais. Além disso, achei um absurdo o fato da mãe devolver o “robô” para a filha após ser ameaçada pela criança. Espero que os roteiristas de Chicago Med não tenham filhos, pois se tiverem não estão sabendo educá-los.

> Teorias Bizarras de Westworld!

“Inherent Bias” é o próximo episódio, dá uma olhadinha na promo:

  • ENELIR

    Neste episódio o Will me ganhou de vez sempre gostei e torci pelo personagem,mesmo quando todos chamavam ele disso e daquilo,o que dizer da cena com a professora?Simplesmente linda e mostrou ali que não foi uma visita porque ele usou o método que ela ensinou e deu certo,ele a visita regularmente.Will e Connor torcendo para que eles se tornem amigos (amando a dobradinha desde o episódio 05).