This Is Us 1×03: Kyle

8
1872

Com um episódio completamente emocionante, “Kyle” mostra que não é preciso a mesmice para dar certo. Dito isso pois os roteiristas não têm medo de se arriscar nessa produção e até agora acertaram em cheio e com esse terceiro episódio não foi diferente.

E como não se emocionar com o drama de uma mãe que perde um de seus filhos? a mãe que levou aquele ser por tanto tempo em seu ventre e que de uma hora para outra, não pode mais segura-lo em seus braços. Só uma mãe pode sentir esse vazio, algo que um pai dificilmente teria, e foi exatamente o que aconteceu.

Rebecca está em luto e Jack também, mas como o bom médico disse – que aliás só aparece para dar ótimos conselhos – ela tem um jeito diferente de lidar com isso, enquanto Jack transformou o luto em otimismo e esperança com a adoção de Randall, Rebecca sentia-se estranha quanto ao bebê e ao longo do episódio fomos desvendando essa sensação que tanto a incomodava. A ideia um tanto maluca de Jack permanecer com o nome do filho morto no adotado – por mais que fosse uma homenagem – não pareceria justo. Foi exatamente essa a sensação que tive, aquele não era o Kyle, o terceiro K e sim uma outra criança que merecia uma vida, um nome, um propósito.

E tudo se tornou tão claro quando Rebecca viu William na maternidade, como mãe o instinto falou mais alto, aquele senhor era o pai de Randall. A busca dela até o apartamento dele, o acordo que fizeram para ele não procurasse seu filho, nos deixou claro que Rebecca não teve más intenções, que tudo foi para o bem maior daquela criança. Quando assistimos o começo do episódio, ficamos muito indignados com a revelação. E é exatamente nesse ponto que quero chegar.

Os roteiristas não tem medo de revelar dentro da mesma trama o plot em questão, seja essa cena da Rebecca e William como a do Kevin e Kate – falarei adiante – . Para que arrastar um plot para dez episódios se já podemos desenvolvê-lo agora certo? e é nessa louca aventura, que faz com que a série seja aproveitada a cada minuto.

Mas Randall é um bom moço, foi educado por uma família exemplar e Rebecca sabe exatamente a sua índole, é muito engraçado ver como sua família o conhecem tão bem. Randall é extremamente transparente e qualquer sinal de mentira é facilmente detectável.

Já para Kate, Kevin e Toby as coisas estão mais complicadas. Toby é exemplo de um cara totalmente apaixonante, fazer o que ele faz para Kate é algo que até agora só vi na tv e cinema mesmo e mesmo assim Kate é capaz de trocá-lo pelo irmão. Vamos combinar, essa desculpa de “Somos gêmeos” não cola mais né. Toby tira Kate de sua zona de conforto e faz ela se apresentar para um asilo de velhinhos,  – surpresa total com a voz da Kate, maravilhosa – e pela primeira vez, Kevin ficou em segundo plano. Quando seu irmão insiste em ligar para Kate, atrapalhando-a, a sensação que dá é de que Kevin é um imprestável e incapaz de considerar que sua própria irmã merece ter uma vida que não dependa dele. Toby com certeza sentiu o mesmo, afinal, Kate tem problemas sérios com sua aparência, com sua vida e merece alguém que se dedique a ela assim como ela dedica ao seu irmão. E é exatamente no final que isso acontece. Não achei que Kevin iria se tocar tão fácil assim, o que me surpreendeu e mesmo com essa partida repentina para Nova York, senti uma certa emoção na despedida. Kate aprenderá a se conhecer mais e isso dará novo ritmo a essa família.

Então, há de se considerar que This is Us trabalha vários plots dentro de um mesmo contexto, portanto boa parte dele é resolvido no próprio episódio, isso dá uma agilidade na série que chega a ser animador, melhor ainda quando deixam para o final aquela cena suprassumo, a cereja do cupcake e que você pode ter certeza que será explicada no próximo episódio. Com certeza esse foi o melhor episódio para mim até agora e para vocês? Comentem.

  • Camila Cortez

    Estou adorando os episódios ate agora, são de uma sensibilidade incrível. Que a série continue assim

  • LUIS HEBER

    Essa série é de uma qualidade assustadora…do elenco ao roteiro é tudo perfeito.

  • Lorena

    que série boa! pra mim, tb foi o melhor ep.!
    agora… aquela história do Randall querer saber sobre a história do pai e da mãe… revelação na certa, né? ele vai citar os poemas, os poetas e tcharam! vai citar o dudley randall, poeta predileto dele. vai sacar que tem alguma coisa aí.

  • Vitória Martins Souto

    Amando essa série, quero renovação logo!

  • Priscilla Arradi Martins

    amando cada detalhe dessa série, tãoo linda

  • Jr Habnov

    Série boa é aquela em que vc não ver o tempo passar e isso eu sinto com This is Us.

  • Wagner Lutterbach

    Estou amando a série. E só vai ter 10 episódios essa temporada, né? Amei mais ainda. Ultimamente ando desistindo dessas séries que ficam na faixa dos 22-24 episódios por temporada pois, por mais que sejam boas, chega uma hora que é só enrolação.

    Parabéns pela review.

  • Ramon Vitor

    Um episódio mais lindo que o outro.