The Young Pope 1×07: Chapter 7

0
244

Quase todas as grandes instituições da sociedade moderna são imbuídas de alto poder simbólico. Se um líder perde todo o seu apoio e as pessoas não o reconhecem mais como seu representante, o que resta a ele? Foi ao perceber esse processo de desidratação que Lenny Belardo tomou sua importante decisão, nesse episódio.

Se pararmos para pensar, talvez o grande motivador da decisão tenha sido justamente a recusa de Don Tommaso de continuar aceitando as suas confissões. Como seu confessor, ele era a pessoa que o pontífice podia contar suas angústias sem medo de ser julgado ou que aquilo fosse usado contra ele. Os seus problemas com seus pais, suas convicções pessoais, e mesmo os seus questionamentos sobre a existência de Deus. O que ele não contava era que o próprio padre poderia ter uma ética pessoal tão forte.

Curioso como Belardo parece ter sido abandonado por todos os seus poucos aliados. Além de Don Tommaso, o cardeal Dussolier também deu um basta naquilo, pedindo para voltar para Honduras. A história do amigo, por sinal, é marcada pela ruína, e o seu final não foi surpreendente. Fiquei com a impressão que ele nunca quis ser padre, e talvez tenha seguido esse caminho por influência do próprio Lenny. De forma geral foi um personagem que agregou pouco à trama, mas que mostra muito o lado humano dos sacerdotes. No fim das contas eles também têm desejos como todos nós.

Foi na própria conversa com Dussolier que Belardo fala sobre o motivo de os sacerdotes fazerem votos de celibato, e sua proibição de terem filhos. O problema é que o próprio pontífice “adotou” uma criança: o filho de Esther e Peter. Belardo se sente parte da concepção dessa criança, e talvez realmente tenha algo a ver, vamos aguardar.

O apoio de Lenny termina quando a própria Irmã Mary, a pessoa que ele teve que desafiar as tradições do Vaticano para colocar onde está, criou uma janela de oportunidade para que fosse possível retirá-lo de seu lugar. Ao enviar um tubo de cachimbo que ela sabia que encaixaria na última relíquia de seus pais, e avisar a Voiello sobre o momento de fraqueza do papa, a Irmã Mary abandonou de vez a defesa do sumo-sacerdote. Lenny sabe que só ela tinha o conhecimento e os escrúpulos necessários para tentar “devolver” os pais que ele tanto procura, mas ainda não percebeu que ela fez aquilo com motivos não tão virtuosos assim.

Em Chapter 7 tivemos um bom exemplo do porquê Voiello é considerado um gênio dentro do Vaticano. Sendo honesto com o Santo Padre, mesmo sem dar a resposta que ele queria sobre a morte do jovem Alexis Sanchez, Voiello sutilmente empurrou Belardo em direção à resignação do cargo. Apoiado por Spencer e por Caltanissetta, prometendo o mesmo cargo a ambos, não será uma surpresa se no fim das contas ele próprio passar a perna nos dois e despontar em um eventual novo Conclave.

The Young Pope tem se mostrado uma série muito interessante. Uma suposição sobre os caminhos da igreja bastante presunçosa, sem dúvidas, mas não menos fascinante. De certa forma as crises de fé de Lenny Belardo estão direcionando tudo para o fim da igreja católica, algo que seus cardeais estão trabalhando muito para que não aconteça. Nesse momento só uma coisa parece capaz de impedir que Pio XIII peça a resignação: um milagre.