Westworld 1×04: Dissonance Theory

89
4931

Chegamos em um ponto onde Westworld define o seu público com “Dissonance Theory”. Quando vi alguns amigos abandonando a série após este episódio (antes que eu o assistisse), fiquei levemente preocupado com o que poderia acontecido. E após assistir tudo ficou claro: a série vem se mostrado como um grande quebra-cabeças e, pessoalmente, fico extremamente feliz quando encontro uma peça. Porém, nem todo mundo é assim. Se com 40% de uma temporada apresentada e nenhum grandioso acontecimento tiver sido mostrado, algumas pessoas ficarão frustradas e abandonarão o barco. Pra você que continua comigo nessa jornada, vamos discutir um pouco “Dissonance Theory” e algumas teorias!

“It’s a blessing from God to see the masters who pull your strings.”

– Hector

The Man In Black

Falando em teorias, ao menos uma parece ter ido por água abaixo! Com o Homem de Preto encontrando o Teddy após ele ser atacado pelos indígenas no último episódio, por ele estar procurando pelo Wyatt (personagem da timeline atual, criado recentemente pelo Ford) e pelo comentário de um outro visitante sobre uma fundação que ele possui para ajudar pessoas, podemos concluir categoricamente que ele está na mesma linha do tempo que o restante dos personagens atuais e que ele não é o Arnold, certo?

Outra coisa interessante foi perceber que por mais disruptivo que ele seja dentro do parque, toda a equipe de apoio tem consciência e, de certa forma, aprova tudo que ele tem feito até então. O que me leva a pensar se toda essa história do labirinto é tão importante quanto parece.

Meus questionamentos diante de tudo isso são: quais os objetivos dele ali, então? Seria realmente só “zerar” o jogo (e, inadvertidamente, libertar os anfitriões)? Por que ele realmente não quis conversar sobre sua instituição? E ele não parece ser do tipo caridoso, então o que essa instituição de fato representa/por que ele a fundou?

Bernard e Dolores

A interação dos dois continua espetacular! Se o Bernard está empurrando a Dolores rumo à sua libertação por ter seus ideais alinhados com os de Arnold ou se é para (em um segundo momento) criar um robô à semelhança do seu filho morto que também seja “livre”, eu não sei. De qualquer forma, ele estará diretamente ligado a um dos principais eventos que, inevitavelmente, acontecerão ainda nesta temporada.

Westworld --- Dissonance Theory
Westworld — Dissonance Theory

Dolores (que já está adaptando diálogos roteirizados sobre amor) dá mais alguns passos firmes na direção certa. Por sorte, após sair roteiro e atirar em seu estuprador ela passa a andar com William e Logan (também colocando os dois na mesma timeline, eliminando a possibilidade do William ser uma versão mais nova de Arnold). Com isso ela não tem a memória limpa pela equipe do parque, permitindo que ela tenha mais algumas lembranças de seu passado, incluindo uma sobre o tão falado labirinto e sua conexão com a filha do Lawrence.

Dr. Robert Ford

Pra quem não sabe, o ator Anthony Hopkins maratonou Breaking Bad e ficou tão impressionado com o que viu que escreveu uma carta para o ator Bryan Cranston dizendo, e eu cito: “Sua performance como Walter White é a melhor atuação que já vi, em toda minha vida”. Compartilho bastante deste fascínio por Cranston e seu personagem, mas só estou dizendo isso porque me pareceu bastante que Hopkins estudou WW (Walter White, não Westworld) de uma forma tão incrível que parece ter conseguido elevar o seu próprio trabalho (afinal, seus últimos trabalhos no cinema foram bem abaixo da média).

A cena em que Dr. Ford orquestra com a Theresa foi simplesmente brilhante. Ele conseguiu mostrar sua onisciência (ao mostrar que sabia exatamente qual mesa Theresa se sentou quando foi ao parque com a família, ainda criança, e do romance que ela possui com o Bernard) e sua onipotência (parando todos os droids ao seu redor e destruindo meio parque para desenvolver sua ousada nova história), como o verdadeiro Deus que diz ser.

O arrepio que senti ao ouvir o seu “Don’t get in my way” foi o mesmo de ouvir “I’m the one who knocks”, de Breaking Bad.

Maeve e Hector

Estamos tão focados na Dolores que a Maeve pode passar despercebida às vezes, mas fiquem de olho pois ela está tão (ou mais) perto de sua liberdade quanto a filha do fazendeiro, ainda que não tenha acesso direto ao Bernard.

A forma como ela busca suas respostas é magnífica! Ela vai atrás do que quer sem qualquer medo. Quando ela encontra as outras imagens que ela mesma desenhou da equipe do parque, com aquele uniforme branco, o desespero foi grande demais e a certeza de que o que estavam escondendo dela era grande demais para ser ignorado foi o bastante pra ela correr atrás do que precisava e, no mesmo dia, encontrar algumas respostas importantes.

Sua conversa com o Hector foi muito esclarecedora. Ela não é a única que tem memórias da equipe. Aliás, os droids estão sendo limpos de forma inadequada há tempo suficiente para desenvolverem uma forma de religião. Conhecidos como “os homens que andam entre os mundos” ou como “enviados do inferno para supervisionar o nosso mundo” e que os que conseguem vê-los são considerados abençoados soa parecido demais com algumas coisas do “nosso mundo real”, não?

“What does it mean?”

“That I’m not crazy after all. And that none of this matters.”

> Teorias Bizarras de Westworld!

PS: Gostaria de agradecer muito meu amigo Natanael Lucas que me cobriu semana passada e pedir perdão a vocês pela demora na entrega dessa review também. Se tudo der certo, os próximos textos sairão mais rapidamente.

  • Arya Ibelin

    Eu estou adorando este quebra cabeça, mas tem que ter sentido no final.

    • Daniel Barcelos Grego

      Concordo! ^^

    • Jefferson

      Verdade! Espero que tenha sentido.

    • Marco A

      Não basta ter sentido. Lost teve todo sentido do mundo e pessoalmente não me agradou o final.
      Acho que é menos prejudicial se não tivermos que acompanhar 5, 10 temporadas até ter a resposta que pode ou não nos agradar. Maldito Lost…

      • Arya Ibelin

        Concordo, tem que ser revelado, aos poucos , mas tem que ser revelado. Nada de criar mais e mais duvidas e somente no final da serie revelar , isso cansa. Faz criarmos teorias , as vezes muito melhor, que a grande revelação real.
        Para mim, lost seria mais interessante se em algum momento nós soubéssemos, com certeza, que eles haviam morrido e os roteiristas nos prense-se como os personagens iriam descobrir .

        • Ricardo Gelatti

          Como iriam informar que eles morreram, se eles não morreram?

          • edujakel

            vixe….haahhaha….espero q vc seja um troll…pq 10 anos depois alguem nao ter entendido o final é um pouco demais pra mim…

          • Ricardo Gelatti

            vc acha que todos estavam mortos na ilha e eu que não entendi?

            huuhauhauha ok, ok.

            http://exame.abril.com.br/estilo-de-vida/roteiristas-de-lost-afirmam-que-ninguem-estava-morto-na-ilha/

            E olha que nem é tão dificil de notar isso, é só prestar atenção na série. Coisa que muitos não fizeram.

          • edujakel

            nao acho isso nao…nao assuma o q eu acho.
            eles estavam mortos no flashsideways…e foram morrendo ao longo do tempo e se reencontraram num limbo qq…e foram sendo acordados, até o ultimo…entao se encontraram na igreja e foram pra pqp do pós vida, ou sei lá o q…

          • Ricardo Gelatti

            exatamente, não é o que a maioria pensa.O que contestei foi isso, que a maioria pensa que todos sempre estavam mortos na ilha.

          • vinland

            Acho que vcs dois queriam responder ao comentario da Arya, e acabaram se confundindo kkkkkkkkkkk

        • vinland

          Morridooooooo ??????? Esse comentario, deixa mais do que explicado, porque muitos nao gostaram do final de Lost. Sugiro vc assistir a ultima temporada de novo e prestar bastante atençao. Ninguem estava morto, e ficou bem claro isso no ultimo episodio. E Lost nao deixou tudo pra revelar no final. Nas ultimas 2 temporadas, eles vou solucionando os misterios aos poucos.

          • Arya Ibelin

            Oi, talvez tenha me expressado mal, mencionei o que gostaria que tivesse ocorrido. Para mim, ela foi meio cansativa, talvez não seja o meu “tipo ” de serie. O final para mim foi dúbio para mim, concordo que tenha que olhar novamente para ter outra percepção.

      • vinland

        Espero que vc nao seja um daqueles que ate hj pensa que todos estavam mortos em Lost.

  • Carina Z.

    Uma coisa que eu não entendi é que necessidade tem de usar aqueles trajes de proteção, como se fosse uma área contaminada, ou algo assim. Já vimos a Elyse dando fazendo a mesma coisa sem proteção nenhum.

    • qwertt

      Provavelmente é só pra ficar mais fácil de limpar e tal

    • tati

      Provavelmente EPIs. No epi 3, foi detectada uma contaminação bacteriana em Maeve. Talvez o material do qual são feitos os androides seja mais parecido com a pele humana do que pensamos.

      • Daniel Barcelos Grego

        Pensei a mesma coisa… fora que eles acabam encostando em sangue e outros ~fluidos corporais~ dos visitantes tb… =X

  • Gustavo Nagipe

    Eu já acho que não dá pra afirmar que eles estão vivendo no mesmo período. Aliás, é justamente o contrário, parece que o homem de preto realmete é o Billy (possivelmente o único sobrevivente da revolta dos androides de 30 anos antes, que já foi citada – tempo que ele está vivendo). Se por acaso virmos Billy e o homem de preto juntos (ou mesmo Billy e Teddy procurando o Wyatt), aí sim dá pra descartar essa teoria. E, sinceramente, espero que isso se confirme pois será uma virada sensacional.
    Sobre o labirinto, acho que ele é mais que apenas uma fase do jogo. Ou Bernard não orientaria Dolores a desvendá-lo. Acho que Arnold encontrou a resposta do topo da pirâmide (singularidade?) e isso libertaria os hosts para uma nova revolução (agora na timeline do homem de preto).
    Só sei de uma coisa: cada vez gostando mais desta série.

    • Daniel Barcelos Grego

      Posso morder minha lingua, mas não acho que a teoria das timelines ainda seja muito possível…

  • Lucas

    Nossa, o Rodrigo Santoro está mandando muito bem. Sem contar que o personagem já é um dos meus favoritos.
    Quem será que vai começar essa revolução dos robôs? Maeve ou Dolores? Sei que pela lógica a Dolores é o personagem mais importante da série, mas eu preferia ver Maeve ganhando mais destaque nesse aspecto. Talvez sejam duas revoluções, uma em cada timeline, uma por Maeve e outra por Dolores. Aliás, seguindo a teoria das timelines diferentes, onde estaria a Dolores do presente? Nesse episódio ela não teria que aparecer quando o Hector chega na cidade? Ela geralmente está lá ou com o Teddy cavalgando, mas como o Teddy estava amarrado, custo a acreditar que William e Logan são do passado. Ela teria que estar com eles. Quando o Stubbs (que por sinal é irmão Hemsworth também e eu nem sabia) recebe a informação que a filha do fazendeiro desviou muito de seu ciclo narrativo, não seria porque ela está com o William?
    Até gostaria da ideia do William ser o homem de preto, mas esse episódio não combinou com essa teoria para mim.
    Só eu acho Theresa e Bernard muito forçado? Nào orna. hehe

    • Daniel Barcelos Grego

      Essa teoria das timelines ganhou tanta força que as pessoas nem conseguem cogitar mais que ela possa ser falsa… hahahaha
      Pra mim, caiu por terra nesse episódio.

  • Diogo lopes

    Sinto cheiro de flop igual a Vynil

    • Caio Vinicius Viana Lima

      Tá amarrado em nome de Jesus!

      • Diogo lopes

        kkkkkkkkkk ué migo, cê n acha n ?

    • Alexandre Zanini

      excomungado kkkkkkkkkkkkkkkk

    • Daniel Barcelos Grego

      Tem que piorar demais pra isso acontecer… hahaha
      A série mal começou e já ganhou um premio do Critics’ Choice TV Award. =P

      • Diogo lopes

        é, vamo ver né

  • Marcos Bastos

    Eu to cada vez mais apaixonado por essa série, em todos os aspectos. Dr. Ford é realmente um deus ali. Aquela conversa com um toque de ameaça é de arrepiar, mas esse episódio foi de Maeve e Hector. O que foi aquela cena final? Meu Deus!! Conforme o instrumental ia aumentando, as batidas na porta iam aumentando junto… Espero que ela não se esqueça da bala dentro dela e comece a procurar mais respostas. Lembrando que a Maeve ficou assim depois da Dolores falar “essas alegrias violentas têm fins violentos”. Seria esse uma senha? Um código especial? Essa série só me enlouquece cada vez mais.

    Aparentemente, os funcionários de WW estão bem relaxados. As balas não deveriam ser tiradas dos anfitriões antes de consertarem a pele deles?

    • tati

      Eles não terminaram de tirar todas as balas porque precisavam reitntroduzi-la rapidamente no Saloon.

      • Marcos Bastos

        Ah entendi. Achei que quando um anfitrião era morto ele só voltava no dia seguinte, quando a narrativa recomeçasse

        • MicaRM

          Eles comentam no episódio que estão com o tempo apertado e precisam recolocá-la lá. Um deles até fala que não tiraram todos os estilhaços, mas o outro diz que não tem problema, que é para fechar logo porque senão vai atrapalhar o andamento no ambiente do Saloon.

          • Marcos Bastos

            Ah eu preciso reassistir!! Devo ter me esquecido dessa parte! Obrigado!

    • Jhonatas

      Essa questão dos funcionários pra mim é algo broxante e inverossímil, me tira da imersão da série.

      Num futuro onde pessoas são “impressas”, ainda ter gente fazendo “faxina”, procedimentos cirúrgicos manuais me parece forçação do roteiro. Mas segue o jogo…

      • Marcos Bastos

        É, eu pensei nisso. A bala deveria se dissolver no “organismo” deles e a pele se regenerar, sei lá. No meio de tanta tecnologia e eles ainda precisam de trabalho manual…

  • joao henrique da silveira mont

    Sobre a série, estou fascinado por ela. A trama vai ganhando corpo sutilmente, não tenho idéia onde vai parar. Afinal os robôs tomando consciência é previsível, mas não o que irá acontecer depois disso. Quero saber quem é o ator que será o Wyatt. Sobre quem abandonou a série, entendo plenamente, por que todo episódio tem mortes, porém nenhuma definitiva. Todos querem ver mortes. Vide TWD e Game of Thrones onde no episódio onde não morre nehum personagem, o público fala que foi ruim.

  • Dan

    Praticamente não há diferença entre os convidados e os robôs… Como uma pessoa vai saber que não está esfaqueando um outro convidado como o amigo do Bernard fez? Sei que ali ele sabia que era um robô.

    • Dan

      Errei o nome, era amigo do William.

    • tati

      Parece que há um sistema que garante que as armas de fogo não funcionem contra seres humanos. Mas com relação a outros tipos de armas é algo que valeria uma explicação. Talvez o pessoal que fica acompanhando em tempo real o desenrolar das histórias tenha algum plano de contingência para agir imediatamente nesses casos mesmo que seja através dos androides.

      • Rodrigo Canosa

        Acho que não é o sistema, é a bala, mesmo. Ela destrói o material dos Androides, mas só machuca os humanos.

        • tati

          É possível.

      • Marco A

        Mas como disse, em caso de facada, garrafada, paulada, como os executivos se previnem disso?

    • Daniel Barcelos Grego

      É difícil de imaginar que esses droids sigam as leis da robotica de Asimov porque nao tivemos uma situação em que isso pudesse acontecer…
      Mas, se seguirem, os androids entrariam na frente para garantir a sobrevivência humana, ainda que morram fazendo isso.

  • Matheus Rocha Andrade

    quebra cabeças são legais se conseguimos monta-los, quem assiste CSI espera a revelação do assassino, em Westworld qual será a revelação desse zig zag sem fim? e se não tiver revelação nehuma? a serie tá falhando em mostrar que a recompensa vale o esforço.

    • Cesar

      que isso cara, nem metade da temporada chegou ainda… essas cobranças so deveriam vir ao fim da temporada, todas cobranças invalidas ao meu ver

      • Matheus Rocha Andrade

        é que a jornada é mais importante. revelação só no ultimo capitulo é coisa dificil de aguentar, e tá bem nessas, vamos aguardar

    • Daniel Barcelos Grego

      Se o seu estilo é CSI, duvido muito que goste de Westworld mesmo. haha
      Eh claro que as coisas precisam se encaixar no final (e da pra ver as pontas começarem a se juntar, tipo o o homem de preto e a dolores estarem em busca do labirinto – o que quer dizer que o caminho deles vai se cruzar novamente), mas eu (e quem está amando a série) não tem a menor pressa disso acontecer, nós gostamos de teorizar, de pegar um detalhe minusculo e viajar por dias naquilo…

      Não tem nada de errado em não gostar, faz parte! =)

      • Matheus Rocha Andrade

        mas eu gosto da serie, só usei o exemplo pra apontar um erro obvio na condução do roteiro, a serie propoe um misterio(labirinto) mas não mostra nenhuma necesidade, proposito, motivação, ou consequencia ao se completar esse misterio, fica um clima de “tanto faz”, é um erro de quem escreveu/produziu. isso é muito pouco para que eu pare de ver a serie, mas é esse o motivo q fez os outros largarem. só estou apontando isso, pq não concordo com essa de “publico q gosta puzzle”, tá mais “publico que gosta inventar teorias” haha

        • Daniel Barcelos Grego

          Vou ter que discordar…
          Se o mistério te informa necessidade/ propósito/ motivação/ consequência, ele automaticamente deixa de ser um mistério…

          E em 4 episódios já tivemos algumas pistas sobre ele sim… como o fato de ser a chave para a libertação da Dolores.

          Fora que o labirinto eh um dos temas da série, longe de ser o mais importante… não vejo erro nenhum de condução (principalmente por não estarmos nem na metade da primeira temporada).

          Acho que as pessoas estão largando pq simplesmente não gostam do gênero… se tivessem contado tudo sobre o labirinto elas deixariam de assistir por outro motivo qualquer… IMO

        • tati

          A meu ver, o labirinto não é uma busca que se encerra em si mesma. Penetrar no Labirinto significa conquistar a liberdade. Tanto Dolores quanto o MIB já expressaram em palavras essa relação Labirinto=liberdade. Agora, resta saber de que tipo de liberdade estamos falando.

      • vinland

        Que Mania besta de dizer que quem assiste um tipo de serie nao ira gosta de outras. Eu assistia CSI, Cold Case, The OC, assim como assistia Six Feet Under, Sopranos, Boardwalk Empire, The Wire e assisto The Americans, GOT, Mad Men e tambem Westworld. Quem sabe Qual o melhor tipo de serie pra si, e a propria pessoa. E pra gostar de uma serie, nao precisa ser de um estilo especifico, basta vc se identificar com ela.

  • Rodrigo Canosa

    Daniel, de maneira nenhuma dá pra descartar a teoria de William ser o homem e preto. Pelo contrário, para mim isso ficou tão óbvio nesse episódio que já estou achando que não será nada disso e que Nolan nos dará outro olé básico.
    Pontos que dão mais força a teoria neste episódio :
    1) Logan tentando convencer William a ser chapéu preto;
    2) Logan comentando que a empresa da família é investidora do parque;
    3) O homem de preto ganhando agradecimento por sua fundação, indicando que na vida real talvez ele não seja mal. Teria William apenas seguido a sugestão de Logan e aprendido a se divertir?
    4) Ford diz a Theresa que o membro do conselho já chegou ao parque. Estaria ele falando do Homem de Preto?

    Esse episódio deixou bastante claro tb o quanto Ford tem controle sobre seu parque e que ele não é bonzinho ou ingênuo. Theresa que se cuide e Bernard tb!

    • Cesar

      Então teriamos um furo… como se explicaria o que o review falou no texto, o Wyatt acabou de ser inventado, matou o Teddy e o Cara de preto achou ele

    • Daniel Barcelos Grego

      O William está com a Dolores, que só o encontrou porque se libertou de sua realidade programada (ainda que por um minuto) e matou seu estuprador. Em resumo, é a Dolores da timeline atual, que conversa com o Bernard e que está despertando.

      A única possibilidade que vejo, acabei de pensar nisso aliás, é não do William estar no passado e o MIB no presente, mas o William no presente e o MIB no futuro… pq ai o Teddy apanhando dos indios de machadinho já virou parte da storyline dele. Mas essa storyline foi criada agora, não consigo ver desvio nisso…

      mas vamos esperar, quero ser surpreendido. =P

      • Jhonatas

        Exatamente, o corte da cena do diálogo da Dolores e Bernard para ela acordando ao lado do William deixou claro pra mim que é a mesma timeline. Inclusive tendo novas lembranças e avançando seu arco dramático.

        Fiquei curioso com a moça da tatuagem e até passou pela minha cabeça q ela poderia ser uma versão “liberta” da Dolores. Mas isso logo foi derrubado na cena da invasão da cidade com ela fazendo parte do bando do Hector.

      • Rodrigo Canosa

        Mas a Dolores não fugiu uma vez só, Daniel. No final do 1×03, ela foge 2x e a impressão que dá é que a cena do presente é a que ela leva o tiro. Só que ela não chega ao William baleada….
        Há de se lembrar que houve um problema há 30 anos que pode também ter sido um despertar de consciência.
        Eu acho que realmente só da pra dizer que os dois estão na mesma timeline quando forem vistos juntos. Eu não duvido que isso pode acontecer, mas não acho que dá pra abrir mão da teoria ainda não.

    • The Man Machine

      não pensei em William como o homem de preto em nenhum momento, pelo simples fato de os atores, Jimmy Simpson e Ed Harris não terem nenhuma semelhança física, expressões corporais e vocais totalmente diferentes, seria uma incoerencia da produção escolher atores tão diferentes fisicamente pra interpretar o mesmo personagem (em diferentes cronologias).

  • Ribeiro

    O meu problema com Westworld é que tem uma infinidade de personagens, mas ate agora não sabe o que fazer nem com uma dúzia deles. O enredo não avança e não consigo me envolver emocionalmente com os personagens.

  • Marco A

    O problema que faz as pessoas pararem de ver não é a ausência de respostas e sim a presença constante de perguntas…

    • Cesar

      Então o pessoal é mais trouxa do que eu imagino… nao querem ver algo desafiador e sim uma serie toda mastigada? Alias, quem diabos busca ver algo sem nada que o tire da zona de conforto? É a premissa basica pra uma obra fazer sucesso…

      • Osvald

        Vai se foder, maluco. Só porque tu é fanzoca de hype os outros não têm que ser. Ficar classificando os outros e ofendendo só mostra o zé ruela que você é.

        Esses fanboys não podem ler o nome Nolan que já caem no orgasmo.

        • Cesar

          To longe de ser fanboy da serie, ou dos Nolan amigo, so acho os argumentos da maioria do pessoal que ta dropando bem sem logica, coisa de quem não é seriador e so que ver algo facil, sendo assim fiquem so com as novelas da globo mesmo

        • vinland

          Uiiiiiii que nervosa a senhora

        • edujakel

          uiiii

      • Marco A

        Não é isso, a audiência precisa de recompensas, isso prende a atenção, claro que um mistério aqui e outro ali são ótimos, mas é preciso equilibrar com algumas respostas também. Mas está bem no começo e pode ser que tenhamos esses estímulos com o tempo.

  • Cesar

    Ao meu ver é a melhor estreia do ano, infinitamente superior a qualquer outra, povo que quer respostas no 4° episodio, ah vão se fuder na moral, ridículo isso, seus precoce do cacete…

    O Michel ja tinha me convencido com sua teoria de o arnold ser o cara de preto no futuro, mas bastou esse paragrafo da review pra por uma desconfiança, o Wyatt realmente é um personagem recem criado, e torturou o teddy a pouco tempo, como o cara de preto o acharia ali?

    Confesso que lezado do jeito que sou ainda tenho duvidas de como essa desgraça de parque realmente funciona, toda noite todos as memorias são apagadas? É como se nada funcionasse ali de noite/madrugada? O cara que ta com o homem de preto ja ta varios dias então sem ter sua memoria limpa, por exemplo, so sei que to gostando XD

    Rodrigo Santoro tem o melhor visual/estilo ao meu ver e sempre que ele aparece tem uma trilha foda, arrepiei com Paint in black no piloto, e nesse tambem foi uma musica legal, que nao lembro o nome.

    E a melhor coisa da review foi saber dessa historia do Hopkins e BB, caralho, o Bryan zerou a vida então, deu ate vontade de rever a serie

    • Daniel Barcelos Grego

      Pelo que entendi, toda noite eles recolhem os mortos e os traumatizados que não estiverem acompanhados de visitantes…

    • tati

      Santoro entrou em cena ao som da ária Habanera da ópera Carmem de Bizet. Se não me engano, cantada pela lendária Maria Callas. https://www.youtube.com/watch?v=3rjOrOt6wFw

  • The Man MAchine

    Estou curtindo a série assim como está, pra mim o ritmo dela não me incomoda em nenhum momento, a trama está se construindo aos poucos, com certeza teremos um ápice de explodir cabeças mais pro final da temporada. to achando que as coisas são bem mais simples que todas as teorias malucas especuladas, a do William = Homem de Preto pra mim seria uma falha grostesca de produção por escalar atores fisicamente tão diferentes para um mesmo papel. uma que achei interessante é a do Bernard ser um androide que se libertou e está ajudando a libertar os outros. o jogo do labirinto seria uma forma de fazer os androides que completarem as tarefas dos “checkpoints” despertarem, ganharem consciencia do que são. alguém sabe se já foi renovada? andei lendo que a história foi concebida para ter umas 5 temporadas e vai fugir um pouco do material original, e como tem as mão do Nolan acho que a qualidade está garantida.

  • LUIS HEBER

    O que está assustando todo mundo é a lentidão dos acontecimentos. Refazem a mesma cena trocentas vezes para o público assimilar que os androides evoluíram…além de deixarem todos impacientes dão a entender que o público é burro e não conseguiria entender de outra maneira.

    Se o ritmo da série não mudar vou pular fora também…Não tem como em quatro episódios a série ter avançado apenas um.

    A audiência está se dispersando mais que areia no deserto. Não me assustaria se no final da temporada for cancelada.

    Se essa série, como muitos disseram, seria a nova GoT da HBO…erraram por muito. Se tem algo que ninguém pode reclamar em GoT é de ritmo narrativo.

    • André

      A audiencia até que ainda esta boa,no 3 episodio teve um aumento de 40% em relaçâo ao anterior,só esse ultimo que teve uma queda de 19%.
      Eu nem to me importando muito com o ritmo pois apesar de lento a trama e o desenvolvimento dos personagens é bem interessante.

  • vinland

    Acho que Lost mudou a TV de uma forma negativa e positiva. A forma negativa foi exatamente essa que esta afastando o publico dessa serie. Depois de Lost, percebi que as pessoas ficaram mais impacientes com excessos de misterios, e poucas respostas. Isso nao me incomoda, mas acho que o roteiro, poderia começar a liberar informaçoes mais significativas. Vi algumas pessoas falando que esta muito cedo pra isso e tal, mas estamos falando de uma serie que possui apenas 10 episodios por temporada, e nao 25, 24 como tinha Lost. Por isso acho que segurar muitos segredos pra se revelar apenas nos dois ultimos, pode acabar sendo um erro. E se chegar no final, e derem apenas uma resposta, pros varios misterios que começam a se formar, ai o resultado pode ser pior ainda, e se transformar numa queda brusca de publico, exatamente como ja vem acontecendo. Para mim, esta muito bom e vou continuar assistindo, mas a maioria pode nao ser tao paciente como eu.

    • The Man Machine

      Lost sim tinha esse lance de arremessar toneladas de segredos e mistérios na cara do espectador, mas não entendo porque estão fazendo tanto barulho em cima do tal lance dos “mistérios” e segredos, simbolismos etc., do ritmo lento em Westworld, acho que no fundo é mais uma discordância de expectativas, muitos espectadores estão interpretando demais a partir de suas expectativas, projetando significados que não necessariamente estão alí na série. não vejo mistérios nem segredos como proposta intencional da trama, a trama é bem mais simples do que parece e as respostas virão a seu tempo, caso seja necessário.

      Westworld teve uma boa publicidade, deve ter atraído a curiosidade de muita gente, mas é natural que não atenda a expectativa da maioria pois na realidade a proposta é bem particular, um drama sci-fi ambientado no velho oeste, repleto de reflexões à la Blade Runner…muita gente deve ter pensado que ia ter mais ação, um ritmo frenético, quem esperava algo assim com certeza não vai gostar. e com o Nolan envolvido na produção, quem acompanhou o trabalho anterior dele em séries, Person of Interest, já sabe como é o ritmo característico dele, a construção gradual das tramas, e ele não costuma deixar muitas pontas soltas. Person of interest começou numa marcha lenta e aos poucos foi evoluindo de forma espantosa a cada temporada. ainda assim não era um sucesso de público. Parece que a história de Westworld foi concebida pra umas 5 temporadas, ainda estamos no Ep. 4, tá muito no início ainda pra ser tão julgada.

      • vinland

        Acho que as pessoas nao esperavam, açao e nem ritmo frenetico como vc disse. Ate porque os Trailers da serie nunca deram essa ideia. O problema como disse, e sobre as pessoas nao serem mais pacientes como antigamente. Vivemos numa socidade que quer tudo pra hoje. Estamos na era do imediatismo. Por isso acho que poucos vao continuar com essa serie. Espero que ela melhore seu desempenho na HBO, mas por enquanto estou prevendo um futuro parecido com The Leftovers. Acho que uma boa saida pra serie, seria colocar mais luz no roteiro. Nao solucionar os misterios, mas avançar de maneira mais lucida. Mas como disse, acho que o fato de a serie nao ter açao, nao tem nada a ver com o afastamento do publico.

        • edujakel

          se tiver audiencia baixa a série cancela. o orcamento é gigantesco, nao dá pra manter sem audiencia nao. vamos torcer pra q nao.

          • vinland

            Parece que o episodio dessa semana deu um UP na serie. Sim, vamos torcer pra que ela continue. Achei tambem, que foi mancada da HBO lançar ela, proximo da data de TWD. Isso talvez possa ter afastado a audiencia.

  • Mary

    Eu continuo gostando da série e o ritmo dos acontecimentos não me incomoda. Acho diferente.

  • João Carlos

    Eu não vou largar a série, porém só volto quando a temporada acabar. Não estou achando ruim, mas ainda falta alguma coisa para mim. Exceto a abertura que eu já estou fascinado.

  • Vitória Martins Souto

    Não me importo com ritmo da série, estou achando tudo muito interessante, gosto de série que faz pensar, não precisar jogar ação a todo momento!

  • Libriane

    GOSTO MUITO DA SÉRIE E NÃO DESISTIREI DELA! NÃO SÃO TODOS OS DIAS QUE TEMOS PELA FRENTE UM ROTEIRO INTERESSANTES E ATORES PRA LÁ DE TALENTOSOS.

    MAEVE E HECTOR ESTÃO MUITO MAIS ADIANTADOS QUE DOLORES.

    ACHO QUE O PISTOLEIRO DE PRETO DEVE SER ALGUM PARENTE, SENÃO MESMO O ARNOLD.

  • bruno h.

    Essa é uma série muito inteligente e sagaz para tanta gente burra. Pessoas que foram criadas vendo pancadarias desmioladas da Marvel. Aí fica difícil entender a sutileza de séries inteligentes como essa. O bom é que os imbecis estão caindo fora. Assim, a discussão melhora o nível.

    • Flavio Batista

      Pra argumentar n precisa ser deselegante assim. Desnecessário

  • Igor Lisboa

    Esse episódio foi muito importante pra mim… Foi nesse que eu acho que tivemos pistas mais claras, eu to adorando esse jogo de “quebra-cabeça” e como fã de Mr. Robot eu já estou acostumado com a questão de “ritmos de trama”… A cena da Maeve com o Hector foi espectacular, ela tem me surpreendido mais que a Dolores.
    Agora a cena do Ford, PQP, ele não é só um deus na série, Anthony é um deus da atuação um dos MELHORES ATORES DE TODOS OS TEMPO, não esperava menos do eterno Dr. Lecter

  • Adolfo Brás Sunderhus Filho

    Não tenho dúvidas de que esse episódio deixou questões em aberto que são muito importantes para o desenvolvimento de toda a trama. O restante da temporada, quiçá de todo o seriado, terá muito trabalho para desenvolver e amarrar muitas coisas que foram iniciadas nesse episódio.

  • Magnosama

    Olha,
    por mais que eu ainda tenha muita boa vontade com a série,
    está na hora de realmente começar a acontecer algo,
    ficar nesse vai e vem, se apoiando apenas no quebra cabeças,
    é muito pouco.
    Entendo quem esteja desanimando,
    quem desistiu, não.

  • edujakel

    nao tenho problemas com ritmo da série…adorando o tanto de perguntas sem respostas…e nao acredito q elas ficaram em aberto, estou confiante…nao só nós aprendemos com Lost, mas os escritores tb…rs
    Das teorias malucas, até as do SM Play, eu só acredito na das 2 timelines…mas Bernard ser um robo, nao…outro planeta? ahahahha…loucura do @michelarouca:disqus ….

  • Marcelo

    Dolores na vida real é sapata, lá se foram minhas chances…

  • Jose X.

    vejo Westworld apenas pelo visual, nem me importo com os diálogos, mas cheguei a uma conclusão: um western autêntico com os personagens de Westworld seria muito mais interessante que o próprio Westworld!

  • Fernando Bemerguy

    Gosto muito do fato das informações serem dadas aos poucos e forçando o telespectador a entender o que se passa, criando teorias para tentar explicar tudo que está acontecendo. Anthony Hopkings roubou a cena e mostrou que seu personagem sabe muito bem o que está fazendo, mostrando que não está ali para “brincar”!!! Maeve a cada episódio me conquista mais um pouco e já torço para que essa personagem encontre sua “salvação” por assim dizer…pq coitada dela!!!
    Quanto a Dolores e William…não consigo entender a timeline em que estão, as vezes penso que estão na mesma que o “homem de preto” só que em alguns momentos parece que estão em outra timeline!