The Voice Brasil 5×02: Audições às Cegas Parte 2

39
2400

O melhor dessa temporada de The Voice Brasil é a valorização da música nacional!

Já deixei bem claro que sou extremamente chato e implicante quando se trata de latinos cantando em inglês e sempre me incomodei com a quantidade de gente que opta por cantar nesse idioma nos realitys nacionais. O que eu sempre me questionei foi a necessidade de fazer isso, a ideia é querer impressionar, mostrar habilidades mais complexas, mas o resultado em 90% dos casos é desastroso. A pessoa não tem o domínio da língua e fica um “embromation” que em vez de valorizar a voz da pessoa, acaba indo contra ele. É linguisticamente comprovado que o português é muito mais difícil do que o inglês tanto em fonema quanto em estrutura, sem contar que o repertório nacional é enorme, versátil e belíssimo, basta saber procurar. Resumindo, sempre fui da ideia: não existe nenhuma situação em que seja necessário cantar em outro idioma!

Depois desse desabafo eu tenho que dizer que estou amando essa temporada, nem parece o mesmo Diogo estava morrendo de preguiça de fazer as reviews da temporada passada, e o principal motivo é o elevado nível dos participantes. Além de ter muito talento, competência e A VOZ, a grande maioria está optando em cantar um repertório nacional e depois desse primeiro parágrafo, vocês já podem imaginar o quanto eu fico feliz com isso.

Esse episódio seguiu todos os pontos positivos que apontei na review de estreia: não correu, os jurados estavam dando bons feedbacks e a entrega que eles tem para convencer um cantor de escolhe-lo é realmente o grande diferencial da franquia brasileira. Quem acha chato é porque não gostou desse clima popular e informal que eles adotam, porque não se pode falar que eles são ruim nisso. Estou gostando tanto dessa temporada, que estou até com medo de chegar nas lives e me frustrar da mesma forma que aconteceu na segunda temporada, mas vou fazer a Pitty e aproveitar cada segundo antes que isso aqui vire uma tragédia.

Lilian e Layane – Me Espera

imagem1

Eu tinha achado essas duas forçadas, mas depois acabei me rendendo e já são minhas favoritas depois do latino gato. O timbre das duas é muito bonito e se encaixam perfeitamente. Um feat. do Iorc com a Sandy não tem como ser outra coisa além de um tédio e as duas conseguiram tirar toda preguiça que essa música me dá e mereceram muito estar na competição. Realmente a presença de palco delas é péssima, mas esse também era o grande problema de Renato Vianna e isso não o impediu de vencer a temporada passada. Como elas ainda foram inteligentes e escolheram o time mais fraco, elas tem tudo para ir longe.

Rafah – In the End

imagem2

Aquele candidato que se inscreveu para o The Voice Americano porque achava a franquia brasileira uma bosta, mas como não foi chamado, aceitou dar as caras por aqui mesmo. Ele é muito metido e estava morrendo de medo de repetir o plot de Sam Alves, mas até me surpreendi. Ele não canta mal, soube executar o inglês muito bem e mereceu as cadeiras viradas. Acredito que estar em uma banda durante anos realmente pesou em sua carreira porque consigo muito mais vê-lo como vocal de uma banda do que uma carreira solo. Os seus momentos com a Cláudia Leitte foram o cúmulo da vergolha alheia (e eu amei isso) e acabou escolhendo a técnica.

Cinthia Ribeiro – Cara Valente

imagem3

Depois de dois aprovados, estava contando com uma reprovação, mas quando Cinthia abriu a boca estava louco para ela conseguir uma vaga. Ela defende a MPB e isso é o que eu mais desejo ver nesse programa. Achei que podia ousar mais no final porque é a parte mais descontraída da música, mas tecnicamente não houve falhas. Nem precisa comentar que ela foi para o time do Brown e essa parceira pode trazer bons momentos.

Sih – Faz Parte do Meu Show

imagem4

Gosto muito dessa música e adorei o arranjo. Ela tem um timbre legal, mas precisa muito trabalhar em sua identidade. Tudo que eu enxergava era alguém querendo imitar a Maria Gadú, mas mereceu uma cadeira virada. Se fosse qualquer outro time, afirmava que não passaria das batalhas, mas com Lulu não se deve fazer previsões e vai depender de como ficar o time dele.

Joana Castanheira – Toxic

imagem5

Fazer um arranjo diferente de Toxic não é nem um pouco ousado e todo reality musical já teve isso, a mais famosa pode ser a da Melanie Martinez, embora minha favorita seja a de Courtney Hale em The Voice Australia. Assim, não vi nenhuma novidade e vocalmente ela nem é tão potente assim, mas o arranjo soube disfarçar todas suas limitações. Ela ainda demonstra muita inexperiência no palco e como escolheu o time mais forte, tem grandes chances de rodar na batalha.

Ao som de O Viajante Reprovado, Felipe de Oliveira foi o primeiro reprovado e por mais que eu realmente tenha concordado com esse resultado, eu queria que apenas Milk virasse porque ele seria a pessoa ideal para ser descartado na batalha contra o Alexey. Ele tem potencial e só canta há um ano, assim, gostaria de vê-lo em uma temporada futura.

Isabela Huk – Vapor Barato

imagem6

Eu amo essa música e todas as suas versões! Gosto da atitude rockeira de Isabela também e sua voz também é linda. Ela precisa aprender a controlar seus exageros nos tons mais baixos, mas torço para que sobreviva até as lives porque pode render boas apresentações.

Cristyellem Camargo – Tango para Teresa

imagem7

Primeiramente, muda esse nome artístico porque se você chegar longe, vai ficar difícil escrever esse Cristyellem toda agora (até hoje não aprendi a escrever Khrystal). “Segundamente”, que coisa linda essa apresentação. Eu sonhei para ver Angela Maria sendo cantada nesse programa! Cris (não sou obrigado a escrever o nome dela todo toda hora) tem uma voz linda e mostrou que é boa para escolher repertório. O fato de ter 16 anos pesa e ela ainda precisa aprender a interpretar a canção e passar algo além de uma voz bonita. Pelas suas limitações, ela apenas merecia uma cadeira virada mesmo e foi justamente a cadeira certa, ela só poderia estar no time de Carlinhos Brown.

Luiz Otávio Reis – Louca de Saudade

imagem8

Hora de mais um sertanejo porque o Telo também precisa de encher o time dele. Por sinal, o que está acontecendo com Michel que só está conseguindo os sertanejos para o seu time? Enfim, Luiz mandou muito bem, mereceu as quatro cadeiras viradas e foi o melhor sertanejo desde Danilo Dyba da primeira temporada. Se Telo não conseguir dar uma versatilidade para o time dele, não irei achar ruim se ele for o finalista.

Cobra – Dream a Little Dream of me

imagem9

Eu lembro de Cobra na temporada passada e que fiquei bastante revoltado porque ela merecia muito mais do que muita gente ruim que estava sendo aprovada. Ela não melhorou em muita coisa, continuou mostrando o que tem de melhor: o timbre. Fora isso ela é bem fraca e limitada, ela merecia passar tanto na s04 quanto agora, mas 4 cadeiras é um exagero. Ela ainda não foi inteligente e escolheu o time a qual ela não tem a menor chance.

Jade Baraldo – Romaria

imagem10

Eu gostei tanto desse arranjo que só percebi que era Romaria na metade da música. Jade é muito boa e tem um diferencial, mas ainda desafina e perdeu o controle em algumas momentos. Com um treinamento certo ela pode surpreender, deixarei as expectativas em aberto.

Para finalizar, uma reprovada, Nathalia Cavalcante ao som  de Medo Bobo forçou muito a voz, que é bem bonita e afinada por sinal, mas mostrou que o grande problema do sertanejo atual feminino é que todas querem imitar a Marília Mendonça em vez de criar uma identidade, o que fica difícil de defender.

Todas as apresentações podem ser vistas aqui. Os times ficaram assim:

imagem11

Team Milk tem 6 vagas e 6 four-chairs, mas com grandes poderes vem grandes responsabilidades e sei que ela terá grande dificuldade para realizar os pareamentos das batalhas. Acredito em uma batalha entre Rafah e Renan Zonta, onde sairá um peguei, e Cobra vai acabar sendo sacrifício contra alguém que realmente mereceu 4 cadeiras viradas. Em segundo lugar fica o Team Brown simplesmente porque Lilian e Layane estão bem populares e portanto, é a maior chance de derrubar os frontrunners do time de Claudinha. Isabela Huk faz Team Lux ficar a frente do Team Telo, que depois de fazer bonito e ser o mais estratégico da temporada passada, só conseguiu sertanejos para o seu time.

Solte a voz
  • No site está falando que o programa vai até Janeiro, teremos mais episódios? Alguém sabe como vai funcionar a estrutura dessa temporada?
  • Alguém também sabe como vai funcionar esse novidade de batalhas entre os times?
  • O final do episódio teve uma apresentação de Claudinha ao som de Magalenha, o que considero a melhor apresentação que os técnicos já fizeram no programa. E o pior que eu gostei dessa possessão que ela fez no palco, achei que iria tropeçar a qualquer momento.
  • Amei os jurados nem disfarçando que não lembravam da Cobra ano passado! É dessas situações que eu amo a bancada do programa, se fosse em qualquer outro país a produção ia cochichar isso para eles.
  • Obrigado ao Twitter Reality Social pelas imagens disponibilizadas! A cada ano se encontra menos conteúdo no site oficial da Globo.
  • Everaldo Xavier

    Eu não entendo você falando que os candidatos foram inteligentes ou não porque escolheu o time mais forte ou o mais fraco. Não acredito que eles saibam como os times estão se formando para ter esse tipo de discernimento.

    • Diogo Figueiredo

      claro, a única informações que eles tem são os que os técnicos fizeram em temporadas passadas, que são apenas suposições já que nada garante que eles vão repetir na temporada atual. Por exemplo, o Lulu era a pessoa que tinha facilidade para conseguir os four chair e front-runners, mas depois de tanta cagada que ele fez, está tendo grande dificuldade de montar um time forte. Milk durante as três últimas temporadas esteve com um time bem forte e a técnica sabe que ela prioriza a popularidade e os queridinhos dela, assim, escolhe-la, provavelmente, o desafio será maior do que ir para um time do Brown, por exemplo, onde Paula e Junior lord chegaram longe simplesmente porque tinha cantores piores que eles para sair.

      • Castiel The Angel

        Nossa, não! Junior Lord chegou na final que o povo era burro mesmo. Todo mundo do Time do Brown, ano passado, era melhor que ele – e ele ainda eliminou a Rebecca e aquela outra que tinha lupus, que davam um pau nele.

  • Mateus

    gente e a review de tbbt acabou?

  • Messinho’

    Queria saber de quem assiste, os candidatos estão no nível dessa dupla que cantou sandyjunior? Eu até repensei em assistir só por conta delas. Tava no Facebook e de repente aparece esse vídeo maravilhoso, pulei a parte dos jurados, confesso, porque fiquei com medo de me frustrar com as levantadas de cadeira e discurso de meia hora do Brown. Ainda tá assim?

    • thiago

      Tá do mesmo jeito (com jurados péssimos) e os candidatos estão no msm nível ou abaixo disso!
      Eu msm só assisto os vídeos no site da Globo, pois pulo tudo o q os jurados falam!

    • Diogo Figueiredo

      o nível está muito bom! os jurados são ótimos nessa fase, são informais e descontraídos, é uma gritaria só para convencer os participantes a irem para o seu time. Quem os critica é porque não gosta desse estivo popular que eles adotam, eu adoro e por isso super recomendo ver pelo menos essa primeira fase. Nas lives o programa vira uma bosta mesmo.

  • Lucas

    Meu “Toxic” favorito é da Reigan Derry, do TXF AU. Versão sinistra.

    • thiago

      Reigan Derry é uma das cantoras mais completas q já vi em todos os realities músicais!
      Qualquer música cantada por ela provavelmente será a melhor versão já feita. Presença de palco, carisma, voz e tudo o q um artista precisa ela tem! Pena q a Dani invejosa não cansou de criticá-la até ela sair!

    • Diogo Figueiredo

      Não conhecia, procurei aqui e amei!

  • Gabriel

    Na temporada passada, Teló só foi conseguir cantores de outro genero a partir do terceiro episódio. Renato Viana, por exemplo. Mas ele tá bem apagado nesse sentido. hahaha
    Estou impressionado com o nível excelente dos candidatos. Desde a primeira temporada não tem tanto candidato bom. Músicas boas, candidatos foda, a bancada ta mais palatavel e a briga sadia entre eles está sensacional.

    • Diogo Figueiredo

      Pois é, estou gostando de tudo nesses episódios, nem sei o que está acontecendo comigo. Telo é super estratégico, então, se ele montar um time só de sertanejo, vai simplesmente deixar o caminho livre pra ganhar com ele.

  • Samuel

    Tô gostando muito dessa edição. Os candidatos do segundo programa não me empolgaram tanto quanto os do primeiro, mas reconheço que o nível continua muito bom. Não tenho problemas quanto às canções em inglês (desde que os candidatos saibam o idioma), gosto dessa liberdade, mas concordo que músicas em português deveriam ser a regra e não a exceção como estava sendo. Acho cantar em português muito mais difícil, mas não dá tanta liberdade para o exibicionismo quanto o inglês, por isso é sempre bom levar essas coisas em conta na hora de avaliar.
    PS: Li em algum site que a final do programa vai ser 29 de dezembro (genial Globo! sqn). Serão 13 episódios. Sobre as fases só tão confirmados 5 programas de audições e 2 ou 3 de batalhas. O resto é uma incógnita, inclusive a rodada time x time, que parece que vai ser surpresa até para os técnicos.

    • Diogo Figueiredo

      Sim, eu não me importava com Sam Alves, Renato, Brícia e outros cantando em inglês porque de fato eles sabiam o idioma, mas uma Cecília Militão ou um Pedro Lima era difícil de aguentar. Se não saber o idioma para que canta? É essa pergunta que eu sempre faço!
      Sobre o PS, a Globo é tão fodas para esse programa que desde a 2ª temporada coloca a final no dia 25 de dezembro, já me acostumei, ano passado eu viajei e nem consegui fazer a review e se for essa data, tudo indica que vou ter que arrumar alguém para me substituir também. Qual o problema de colocar o programa umas semanas antes?

  • kalisson

    Nossa, faltam 3 audições e Milk já tem 50% do time formado? Desde a 2a edição que ela consegue formar a melhor equipe. Ela merecia ter ganho a 3a edição tbm. Essa temporada está muito boa, Vamos torcer para que permaneça assim até o final.

    • Diogo Figueiredo

      Eu também acho que ela merecia ganhar a terceira temporada, durante todas as etapas ela teve o melhor time. Na quarta ela também estava muito a frente, mas falhou ao arrastar Nikki até o final.

      • Illyana Nikolievna

        Criatura tosca essa Nikki. Já nem lembrava dela. Milk pagou caro por ter arrastado a peruca rosa em detrimento da Brícia.

        • Castiel The Angel

          Ah, discordo. Bricia levou uma surra na Batalha, e foi bem mais ou menos nas lives (o All About The Bass foi o fundo do poço dela). Tanto que, se eu não me engano, ela perdeu na votação da Semifinal pra Nikki, pelo público, também. Agora, de um jeito ou de outro, Renato teria ganhado – era o favorito disparado.

          • Illyana Nikolievna

            Perdeu nao, Milk a eliminou ao escolher uma música totalmente fora dos padrões da Brícia, numa jogada óbvia para levar sua favorita Nikki para a final.

          • Castiel The Angel

            Não foi a Milk que escolheu All About The Bass para a Brícia, tanto que ela criticou a escolha da música por parte da Brícia.

          • Illyana Nikolievna

            Me referi à música em português, a única cantada por ela no programa inteiro, na semifinal.

  • kalisson

    É no site o calendário do programa vai até 26 de janeiro. Mas acho que foi um erro deles, pq teria o BBB que tem prova do lider as quintas, sem falar que quem vai apresentar o programa é o Thiago. Então, a final é 29 (que data horrível). Alguem sabe me informar como acontecem as votações nas lives no the voice UK e the voice Au, que também só exibem o programa 1x por semana?

    • Diogo Figueiredo

      Eu também acho que foi um erro, embora não achasse ruim se o programa ganhasse uns episódios a mais e não ficasse essa correria todas nas lives.

      UK: Eles votam durante o intervalo, coisa que o BR fez na primeira temporada, deu certo e sem explicação, tiraram isso apenas para deixar o programa ruim mesmo.
      AU: A votação abre no final do episódio e eles tem uma semana para votar. O resultado é revelado no início do episódio seguinte, o que também não sou a favor, já que o participante eliminado se prepara e ensaia a semana inteira para simplesmente não cantar.

  • kalisson

    Meus 2 favoritos de cada time, até o momento: Brown – Afonso e Lilyan e Liliane
    Milk – kkk difícil, mas vou apostar em Alexey e Renan
    Lulu – Sih e Isabella
    Teló – Jade e Luiz Octávio

    • Diogo Figueiredo

      Acho que são os meus também.

  • Léo

    Essa temporada tá indo bem maravilhosa mesmo! Lulu não é mais querido pelos candidatos (acho q todos já perceberam que ele só faz cagada), Brown tá voltando a fazer um time bom, e por enquanto acho que a dupla feminina e o Afonso são os mais fortes dele. Teló, deveria estar sendo requisitado por ser o atual campeão mas não! Só tá atraindo sertanejo o q ñ é ruim pra ele pq esse país ama sertanejo. E Claudia tá destruindo nesssa temporada hein? Em algum The Voice algum coach já teve 6 four chairs no time? Ela vai ter muito trabalho nas batalhas. Já prevejo tbm uma batalha entre Renan x Rafah com Renan vencendo e uma entre Joana x Cobra com Joana vencendo.

    • Diogo Figueiredo

      Eu estou amando que as pessoas não estão escolhendo mais o Lulu, depois de tanta cagada que ele fez, era o mínimo. Brown merece essa credibilidade mesmo, apenas de ter ido para final com os piores artistas nas duas últimas temporadas, ele é o único que acaba sendo um técnico mesmo. Telo vai saber trabalhar o time dele se estiver só os sertanejos porque ele é o mais estratégico dos 4 e vai conseguir ser bem popular.
      Ricky Martin teve 7 four chairs na 2 temporada do The Voice AU, as eliminações do time dele eram bem sofridas, mas no final, perdeu para o único front-runner que não foi pro time dele e escolheu o Seal. Lulu Santos também teve um tanto de 4C na segunda temporada e ainda conseguiu ir para a final com o pior cantor do time dele.

      Cobra e Joana seria uma batalha boa mesmo, aposto em Joana também.

      • Léo

        Acho que até o momento o maior front-runner de Claudia é Alexey e sua batalha vai ser bem decisivo pra dar mais popularidade ou não. Tudo vai depender muito da música e de quem vai batalhar. E pelo que fiquei sabendo tem mais four chairs vindo pra Claudia. Essa temporada até o momento é dela!

  • joelma

    Tambem acho que renan vai enfrentaro rafah e renan ganha e rafah vai ser roubado , e joana vs cobra com joana vencendo e cobra infelizmente vai ser eliminada

    • Diogo Figueiredo

      Aposto em Renan ganhando também, Rafah deve ir para outro time. Não vejo Cobra ganhando peguei também não.

  • Vinícius Andrade Lucca

    Gente, é a primeira vez que acompanho o The Voice e estou amando! Eu adorei a Cinthia, além de cantar bem tem um carisma bacana. Mas meu preferido continua sendo o divo Alexey <3

    • Diogo Figueiredo

      Ainda bem que vc deixou para acompanhar nessa temporada, porque as duas últimas foram sofridas! Alexey divo <3

  • thiago

    Gostei mais desse segundo epi do q do primeiro! Agora, o Latino pode até ser favorito, mas cantando é um dos mais fracos até agora!

    • Diogo Figueiredo

      Não acho ele cantando fraco, mas cantou totalmente em sua zona de conforto né, vamos ver na batalha como ele vai se sair

  • Ricardo F.

    Sinceramente, tô me surpreendendo muito com esse programa! Por mais que ainda não tenha aparecido uma Ellen Oléria, o nível geral tá bem bom. Os candidatos podem não ser perfeitos vocalmente, mas consigo ver potencial na maioria deles (embora tenha achado o 1o episódio superior).
    Breves comentários sobre alguns candidatos desse 2o episódio:
    – Jade foi minha favorita, gostei muito da voz da personalidade e adorei a escolha da música!
    – Cinthia não é lá muito original, mas tem personalidade e um estilo que me agrada bastante.
    – A dupla fez uma apresentação bem emocionante, gostei! Também curti a menina que cantou Vapor Barato.
    – Não sei vocês, mas a Cobra me lembrou muito a Juhi da season 5 do The Voice US (visualmente falando). Ela tem um timbre legal, mas confesso que achei meio fraca (além dessa música me lembrar a blind de Amy Vachal <3).
    – Curti esse arranjo deToxic, mas, como alguém aqui já citou, minha versão favorita é a da Reigan Derry!

    Os outros não me chamaram muita atenção, mas não achei ninguém realmente ruim. Agora é torcer pra que o nível se mantenha nos próximos episódios!

  • Ga

    Essa temporada realmente tá muito boa, sou #TeamClaudinha

  • Alex

    Tudo indica que não haverá cotas para time depois das Batalhas dos Técnicos
    Acho que Cobra pode surpreender bastante! (ALGUEM DÁ LET HER GO PRA ELA!!!!)
    Eu não gostei da minina do Vapor Barato

  • Afonso

    Olá
    Antes de mais uma boa tarde a todos.
    Há já muito que sigo este blog e acabo por espreitar o vosso the voice. Há algum consumidor do the voice portugal? é realmente bom e não está nada mal produzido. gostaria de assistir a este cuidado a cobrir o evento por cá.

    Obrigado

  • Tattinha

    Esse segundo episódio foi um mar de saudosismo para mim. Muito bom ouvir as irmãs Lilian e Layane e pôr a maravilhosa “Simonami” pra tocar de novo na minha Playlist. Assim como a Sih,que cantava na banda 2ois, que nunca foi muito boa, mas eu amava.