The Vampire Diaries 8×04: An Eternity of Misery

16
1456

Se eu te pedisse pra me contar uma história feliz, a história de An Eternity of Misery é a que eu gostaria de ouvir. Com alguma ou outra alteração pontual, mas essa história. A minha sensação sobre esse episódio é a mesma que eu tenho após o primeiro dia de carnaval: não deixe o samba morreeer, não deixe o samba acabaaar. Desce mais samba que tá pouco, meu povo. Foi plot twist carpado um atrás do outro, em doses homeopáticas, fazendo valer, quase que até o final de An Eternity of Misery, aquilo que foi a base dos três últimos: a dúvida.

Há uma linha tênue entre esconder alguma informação e fazer disso um mistério, aguçando nossa curiosidade, ou fazer disso um porre sem rumo, sobretudo se a série já não vem merecendo muito crédito pelo seu passado. Basta você pensar na última surpresa que seu boy/girl te fez, que você vai entender. Se ele te levou para um encontro super romântico, a luz de velas, no melhor restaurante da cidade e te deu uma conta vitalícia da Netflix, o mistério é a melhor coisa que você respeita. Agora, se você foi passar uma temporada em Guarapari, comendo os quitutes da Dona Jô todo dia, e voltou cheia de retenção de líquido e uma frieira básica no pezinho, a próxima surpresa é você que vai dar: está solteira. Agora tragam isso pra TVD, os mistérios e surpresas andavam sendo bons? Na verdade tava difícil pra série até tentar construir uma dúvida – é o que acontece quando se tem personagens, mas não tem história. Então, esse mistério todo em torno da Sybil não tava sendo bacana de acompanhar. Mas eis que vem a série e te pergunta: vocês acharam que eu não ia rebolar minha bunda hoje sambar na sua cara hoje?

E trouxeram, finalmente, muitas respostas, muita história, muitas certezas. Uma, que já vínhamos cantando desde outras reviews: o inferno existe e vai ser o mote central dessa temporada. Ponto pra gente, que acerta análise de série, mas não acerta a mão na cara das inimigas numa treta. Duas, o capiroto, aqui tratado como The Boss – amo, sou esse nome – vai ser sim, ponto pra gente, o chefão da temporada. Três, temos um conceito, o mal existe, o bem existe, mas sendo uma vez mal, não haverá compensação para que se retorne ao status bem. Vai todo mundo pro inferno, eu e você, você e eu, juntinhos, de mãos dadas encontrar a Kath, basta errar.

The Vampire Diaries -- "An Eternity of Misery" --Image Number: VD804a_0472.jpg -- Pictured: Joel Gretsch as Peter -- Photo: Annette Brown/The CW -- © 2016 The CW Network, LLC. All rights reserved.
The Vampire Diaries — An Eternity of Misery

Aliás, a série fez questão de deixar claro que existe o contraponto céu e inferno, embora, por óbvio, não faça questão de explicar o outro lado. Ainda bem, né meu povo? Imagina só Jesus voltando só pra aconselhar Stefan a como se livrar do demônio. O ponto aqui é reforçar que os protagonistas merecem o inferno, que eles são ruins por natureza, mesmo que seja em menor intensidade que as irmãs sereias, por exemplo. Quando eu falo “protagonistas” estou incluindo nossa santificada Elena, aquela mesma que ficou a quarta temporada inteira querendo sangue e ainda fez a dança das cadeiras com dois irmãos. Mesmo nível de kenguisse da Sybil, então vai rebolar suas cadeiras no inferno também. E tenho dito.

Aliás, nosso todo poderoso Cade, que tem cara de tudo menos de ser o capeta em pessoa, é a própria personificação do bem e do mal: um cara que usava seus poderes para fazer o bem decide, após ser queimado vivo, fazer o mal. Na verdade, aproveito este ponto, para questionar a pouca verossimilhança da criação do inferno. O que mais tinha na Idade Média eram as tais “caça as bruxas”, pessoas que possuíam algum tipo de poder paranormal, assim como o médium que eles pintaram. A motivação dele era maior? Por quê?  O que o faz ser o diferentão? Ou existiriam outras dimensões, diversos infernos? Uma coisa é enfrentar o capiroto em pessoa, outra é enfrentar algum demônio. Tem toda dia aí no cinema. Isso tiraria o impacto, diminuiria a força da personagem. É como se dissessem que Adão e Eva recusaram o fruto da árvore proibida, mas só Adão tinha plenos poderes para tornar-se Deus. Como assim? Por quê? Cadê as feministas? Vem queimar sutiã você também!

Agora vem a parte que eu considero o momento que nossa cara virou a Marquês de Sapucaí: a identidade da outra sereia. Primeiramente, que decepção saber que Sybil não era a irmã má, que ela se tornou o que é contra a sua vontade, sendo enganada por Seline. Miga, você nasceu para ser exatamente desse jeitinho, era o destino, reclama não, cê é perfeita. Pois bem, Georgia que tinha tudo para ser a sereia má, acabou não conseguindo o papel da personagem. Boatos dizem que ela tentou sensualizar com todos os roteiristas, mas sua voz extremamente sexy não ajudou. Você conseguiu nos enganar por um tempo, então desejo uma ótima transição para o inferno, querida. Tá, então se não era ela, qual outra personagem sobrou? Aquela que é tida como a mensageira do diabo, mas se deixa ser cortada por uma faca de cozinha inox. Perigosíssima. De todo modo, desejo sucesso à moça, e espero que meu recalque em ela ser mais má que Sybil não contamine meus próximos textos. Só deixo um recado: se elas se enfrentarem e Sybil perder, minha gente, eu vou é chorar muito, porque não dá pra fazer mais nada, né non?

Não acabou. Tivemos a cena final, talvez a mais nostálgica e empolgante: Georgia sendo sugada igual ft. que nem a rainha da porra toda Katherine Pierce. No meio daquela bagunça entre a alma de Georgia levantando e Seline comendo o corpo dela, eu mal pude acreditar quando um vento começou a sugar a moça para uma escuridão infinita. Filha, você tá melhor que a gente, vai encontrar a Kath, manda um beijo. Enfim, sabemos para onde ela foi – embora eu ache bem estranho o capeta ter um sugar que vai em direção ao céu e não que puxa pra debaixo da terra, mas ok, entendo, eles não devem ter pensado nisso na quinta temporada. A hashtag #KaterineisBack dominou a internet e eu só quero que ela volte, real oficial. Mesmo que isso signifique uma enorme brecha para trazerem algum dos mocinhos de volta, em algum momento, após serem mandados pra lá. É a Kath, ela pode tudo, até trazer furos. Estamos te esperando, bitch, não demore!

Enfim, mesmo com alguns percalços, leia-se Matt – que agora trouxe um adendo, socorro, dois da família Donovan não, mata eles Damon, peloamor – esse foi, sem dúvidas, o melhor episódio da temporada e um dos mais bem estruturados da série. História amarrada, sem furos que, mesmo com algumas justificativas fantasiosas, convalidou-se por ser mera opção de roteiro, basta aceitar. Por fim, uma coisa que eu não via há tempos: estou ansioso para o próximo episódio! Até lá.

> O futuro da Marvel depois de Doutor Estranho!

P.S.1: E Alaric dizendo que só consegue lidar com 1 sedutora por vez? Cara, você não consegue lidar com mulher nenhuma.

P.S.2: Stefan dizendo “te amo” bem quando o Ric tá chegando. Maturidade de um chihuahua.

P.S.3: Stefan fazendo pouco de Sybil dizendo que um simples garfo é capaz de detê-la. Um garfo, de preferência com comida, é o mal do século.

P.S.4: “Meio sereiense esse nome.”. Conto com vocês nos comentários trazendo vários nomes sereienses.

P.S.5: O fato do seu nome ser sereiense não diminui o fato de você parecer um peixe-boi. Isso só eu xingando a Seline. Me deixa.

P.S.6: Assim, não sei vocês, mas eu esperava pelo menos algumas horas dentro do cofre antes de decidir furar meus tímpanos.

P.S.7: Eu gargalhava toda vez que Sybil perguntava “qual garota o Stefan era”. A fama dele tá ruim até no inferno.

P.S.8: Há quase dois anos, eu escrevi um texto aqui no SM, uma espécie de Diário de Katherine, se quiserem matar a saudade da moça, clique aqui.

  • Gabriel Gonçalves

    #KaterineisBack

  • Gabriel Gonçalves

    O matt deixando de matar o Damon pra ir atras do amigo morto…. aquilo foi mt tosco

  • nathitah

    Ultima temporada e eu queria ver Bon Bon com poderes outras vez! Fato é Williamson nunca deveria ter saído dessa série. Não teríamos assistido tanta merda nessas ultima 3 temporadas!

    • Ronaldo

      Tb queria Bonnie com poderes. Podia ser a vilã tipo a Willow em Buffy.

  • Ronaldo

    O Matt reclamando da morte do Tyler ninguém merece. Alguém avisa ele que ninguém se importa com os 2. Tvd é a série que tem mais furos, antes tds os sobrenaturais iam pro outro lado quando morriam, agora que não tem o outro lado vão pro inferno que ficava logo abaixo, escondidinho.

    • MicaRM

      Na verdade, eu creio que os maus iam para o inferno do Cade e os bons para onde os bons vão. Os seres sobrenaturais iam todos para a dimensão que havia sido criada lá no rolo das doppelganger.
      Com a destruição da dimensão ‘sobrenatural’, todo o mau (natural ou não) passou a ir para o inferno do Cade e o bem (natural ou não) para o lugar que os bons vão.
      Eu acho que foi a melhor explicação que eles deram para o imbróglio que tinham criado naquela temporada, diga-se de passagem.

  • carla machado

    Socorro que eu gostei deste episódio!!
    Até fui rever a morte de Katherine pra ver qual é a deste buzz todo!!

  • Marcos Bastos

    Aaaaaah Katherine deve tá sentada no colo do capeta governando o Inferno! Vai ver ela é a nova Boss e eu vou morrer se isso acontecer!

    Katherine foi pro inferno mesmo antes do Outro Lado ser destruído pq era muito má ou pq o Diabo tem planos pra ela? Ela não era tão má assim, certeza que já tiveram piores, mas mesmo assim ela nao foi pro Outro Lado

  • Bruno Nunes Arruda

    Só queria deixar registrado esse comentário na review do 8×02 e dizer:
    onde quer que vc esteja, volte aqui e venha se explicar garota!
    Hahahaha #profetizadanovageração
    https://uploads.disquscdn.com/images/e7a816d48ee6e428da675f874b4568dadf00f30141d022a8057bd1614a69e455.png

  • Bruno Nunes Arruda

    [img]https://ap.imagensbrasil.org/images/2016/11/17/profeta2.jpg[/img]

    Só queria deixar registrado esse comentário na review do 8×02 e dizer:
    onde quer que vc esteja, volte aqui e venha se explicar garota!
    Hahahaha #profetizadanovageração

  • Bruno Nunes Arruda

    Só queria deixar registrado esse print de um comentário na review do 8×02 e dizer: onde quer que vc esteja, volte aqui e venha se explicar garota! Hahahaha #profetizadanovageração

    https://uploads.disquscdn.com/images/5aa395ca9bcb752f043b20e267bffdb6523839156cc9341348d44c9b6fd56327.jpg

    • Felipe Oliveira

      Eita.

  • Felipe Oliveira

    Faz tempo que tvd não empolgava tanto, que episódio excelente. E como sempre rindo com sua review, Bruno. Hahahahha

    #KaterineisBack

  • Linn Quemelli

    Bruno o episódio deixou claro porque o Cade é o bixaum. Em um certo momento é explicado que ele foi o primeiro ser sobrenatural a ser queimado vivo em uma fogueira, por isso ele é o Boss dozinferno, essa dor criou um lugar de condenação a todos que fizessem mal, ele iriam pagar. Existe um buraco só pras merda toda. O outro lado existia só pra seres sobrenaturais. Assim que a barreira caiu, eles ficam presos entre os mundos, ou fazem sua passagem devidamente registrados no melhor vôo pro céu caso consigam tirar todas as suas pendências do coração, assim como a Mamys do Klaus em The Originals. Porém esse céu é só uma paz eterna também entre os mundos. As sereias coletam as almas, sorte de quando tinha o véu e o povo ia pro outro lado, porém as séries voltaram o capiroto tá solto e é pra lá q eles vaum. Nós livros a Elena vai pro inferno. Tomara q seja isso. Cade avisa pra Ian Muder fucker Damon que Elena mandou um abraco alá pazuzu Regan!

  • Yi

    Acho que o Stefan ou Caroline vão pro saco nessa temporada, steroline não pode ser endgame eca

  • Arnaldo Jumem

    Nossa, que episódio tosco… dessa vez a review aparentemente não condiz com quase nada que eu vi e muito pouco com as opiniões que tive. hahahahaha (o problema sou eu, eu sei!)
    Na verdade, esse episódio ratifica a bosta que foi o anterior, me levando a crer que pior do que está não ficará (lógico que já bati na madeira, porque vai que…)! rsrsrs Mas vou dar alguns créditos!!! 😉 Vou assistir ao 8×05, afinal, faltam poucos episódios pro fim! 🙂