The Vampire Diaries 8×03: You Decided That I Was Worth Saving

33
1619

Esta é a última temporada de The Vampire Diaries, ou seja, esta é a última chance da série se fazer memorável, não pelo seu todo – já que as últimas três ou quatro temporadas não colaboraram – mas pelo que representou e representa para cada um dos seus fãs. É a última chance de a série sair de cena com menos “já era a hora” e mais “vai deixar saudades”.

Bom, na minha cabeça, em uma última temporada, reduzida em episódios, a série não precisaria ter tanto receio em mandar seus personagens para a residência do capiroto ou fazê-los tomar decisões difíceis com resultados inesperados. Aliás, nenhuma série deveria ter medo de fazer isso, seja na primeira ou na última temporada, mas aqui o buraco é mais embaixo e quando o personagem morre, ele não morre: ou ele vai pro outro lado ou ele ressuscita ou ele fica em coma ou ele é imortal. Há certas limitações incontornáveis, por óbvio, mas custa uma vez ou outra nos surpreender com cenas bem impactantes de personagens que realmente nos importamos? Quem é Sarah Salvatore na fila do pão, minha gente? E nosso vigilante de caixão oficial que voltou só pra… Pra quê que ele voltou, afinal? Serião mesmo que alguém fez interurbano pra pedir a ajuda dele? Mas nem com o Wi-Fi grátis do Starbucks eu o convocava.

Pois bem, se TVD não toma sua escolha, essa semana BonBon teve a dela pra tomar. A hashtag #Bonnieschoice tomou conta do Twitter e todos estavam ansiosos pra saber se ela escolheria Hillary ou Trump, não, pera, volta, de novo, se seria Damon ou Enzo o novo presidente dos EUA. Ingênuo que sou, crente que a série ia me dar o gostinho de ver algo de virar a cabeça e me fazer vir correndo pro Word escrever o texto na mesma hora, apostei, sem pestanejar, no fim do casal Bozo, nem que fosse temporariamente, e que Enzo voltasse sentado no colo do capiroto em algum momento. Sim, eu ainda não tinha tomado meu remedinho. Era sexta-feira, queria era ir bem loko pra balada e comentar com todos os migos e migas as tretas da série. É, eu sou o cara que fica falando de série e a pessoa responde “já ouvi falar dessa, mas no momento só tô vendo Stranger Things”. Não ligo, continuo falando. “Devia tá falando é sobre a série né, Bruno? Se situa”, eu sei, caro leito, perdoe-me. Vamos lá, apostei em Enzo porque eu não preciso tá nem medicado pra saber que Damon, nunca, never, em nenhuma circunstância, jamais, não mesmo, morreria. Damon é de Elena, gente. Nem da série ele é mais, nem dos roteiristas. Damon é Damon e, enquanto a hashtag #Delena existir, ele existirá.

The Vampire Diaries --- You Decided That I Was Worth Saving
The Vampire Diaries — You Decided That I Was Worth Saving

Disse tudo isso pra falar: eu esperava mais de você, Sybil, my love (sotaque britânico). Uma vilã que se preze, tem que, no mínimo, bancar suas promessas. Não acho nem que ela teria que ter cumprido o acordo fielmente, dentro do script, já que um desvio ou outro faz parte, afinal, vilões tão aí pra prometer tirar a mão e arrancar o braço – no caso ela prometeu tirar um braço e fez um procedimento de remoção de verrugas – mas ela tinha que, ao menos, ter dado cabo, de fato, de alguém ali. Imagina o nível de credibilidade de uma vilã que promete matar um dos dois caras mais importantes pra você, mas no final resolve manter os dois com a mente desligada – o que significa vivos! – e ainda não consegue te matar? Só nessa brincadeirinha, Sybil descumpriu umas três promessas, e de promessa não cumpridas, já basta o meu TCC não ter ficado pronto em Setembro. Não é a toa que ela terminou igual à Giovanna: desmaiada. Mas eu entendo a moça, ela não consegue se desfazer de nenhum boy. Ela é kenga por natureza, é maior que ela. Mas, saudades de uns vilões que prometem tacadas de baseball com arame farpado na cabeça e, de fato, cumprem. E antes que digam que tô comparando, já digo: tô mesmo, xinga muito no Twitter (xinga não gente, é só um exemplo, sou da paz, amo vocês).

Ainda sobre nossa sereia preferida, não poderia deixar de comentar sobre a tal arma que mais parece um apito de frequência para parar latido de cachorro, mas que tentaram vender como um tridente do capeta adaptado. Pelo que eu entendi, a “arma” só tem dois dentes porque, na época, pelo pouco avanço da tecnologia, só se separava o joio do trigo e o demônio ficava lá capinando sua pequena hortinha rudimentar e, nas horas vagas, usava aquilo pra recrutar camponeses para ajudarem na plantação. Dizem, inclusive, que a lava de vulcão passou a ser associada ao capiroto depois que um vulcão em atividade destruiu a tão amada hortinha do demo, e ele passou a querer vingança, desistindo da carreira de fazendeiro. Ele plantou uma última árvore, a do pecado original, e o resto da história vocês já conhecem. Então, te contar que é tudo mentira isso aí que eu contei, mas não fica muito longe daquela história fantasiosa de Georgie sobre a origem daquela arma, gente. Segundo Ric, aquilo é apenas um diapasão reformulado que, segundo el Google, serve pra afinar instrumentos e vozes através de um som musical de determinada altura e frequência. A sereia canta, o diapasão canta: já prevejo choque de monstros nas battles do The Voice. Mas aqui, porque o Arsenal deixaria a única arma capaz de combater Sybil dentro do cofre, junto com ela e que tinha um feitiço para nunca ser aberto? Reflitam.

Bom, e é isso. Acabou o episódio. Rendeu, né? Né? Do todo, entre o segundo e esse terceiro episódio, saímos com a diferença de que Enzo está com a mente desligada e mais nada. Georgia descobriu os vampiros e tal. Nuh, loucura. O ataque de pelanca da Bonnie por Stefan ter ajudado Damon na luta. Pas-sa-do. Sybil se substituindo por Bonnie nos pensamentos de Damon. Mim socorre. Os preparativos pro casamento de Caroline e Stefan. Emocionadíssimo. Se ao menos o episódio tivesse cumprido em seus 40 minutos o que prometeu nos cinco primeiros, não teria feito mais que sua obrigação. Obrigado, de nada. Até semana que vem.

> As séries favoritas do Fábio Porchat!

P.S.1: E a reação de Damon quando Sybil pediu pra que ele matasse Bonnie? A serenidade no olhar de quem não sabe se escolhe paçoca ou leite em pó de acréscimo no açaí.

P.S.2: O conceito que eu tenho de um imortal é que ele “não morre no final”, mas TVD tá sempre aí pra destruir infâncias e carreiras.

P.S.3: Sybil tinha acabado de afirmar que era imortal, voa pra fora do carro, e qual a melhor coisa que Caroline tinha pra falar: “parece que ela ainda tá viva!”. A VÁ.

P.S.4: O carro de Bonnie tá fazendo um barulho. É o sinal do cinto de segurança. Sybil esnoba dizendo que não precisa usar cinto, porque é imortal. Sybil senta no meio do banco de trás. Bonnie freia, Sybil voa. Só faltaram desenhar pra gente. Consigo ouvir um roteirista falando: “será que o público vai entender?”.  Repete, por favor, nunca andei de carro.

P.S.5: Você pode estar com a cara toda cortada pelos vidros do para-brisa, mas nunca perca a sensualidade. Nunca se sabe se o boy da sua vida vai estar passando na outra mão da estrada.

P.S.6: “Oi, Ric, vim saber se você tá de boa que vou casar com a mulher que você ama?”. “Tudo de boa, então?”. “Sério, mesmo?”. “Amigos, então?”. “Nem um rançozinho?”. “Abençoa o casamento, então?”. “Tudo de boa entre a gente, né?”. “Caroline, eu, juntos, nos amando, de boa pra você, né?”.  Esse é o Stefan tentando ajeitar as coisas.

P.S.7: Pau comendo, porrada solta, Damon pra morrer, mas sempre sobra um tempinho para um beijo do casal #Bozo.

P.S.8: O que é divertido pra Sybil? A Roma antiga e os boys descamisados cheios de óleo no corpo. #Orgulhodeserpiriguete.

  • Deivisson Ferreira

    Olha, eu nao consegui acompanhar a temporada passada inteira, mas to curtindo essa que é uma beleza… Existe uma expectativa, mas a serie ta bem veloz no desenvolver das tramas… Tem que cobrar? Tem, mas nao da pra esquecer que ainda é o epi 3.

    No mais, eles tao tentando fazer um trabalho com mitologia, usando o Ric, que me lembra as primeiras temporadas… Apesar de nao ter dado em nada, colocar Bonnie naquela situação foi agradavelmente tenso… Saldo foi positivo, na minha opinião.

    • Arnaldo Jumem

      “veloz no desenvolver das tramas”? Pra uma temporada reduzida? Gastando 3 episódio sem mostrar o objetivo do seu vilão? Não consigo chegar a essa mesma percepção rsrsrs
      Pra mim, está tudo muito horrível e conhecendo a série, nem mesmo a situação (que deveria ser tensa) em que a Bonnie foi colocada conseguiu me arrancar suspiros!

      Mas vamos com fé né? hahahaha

      • Deivisson Ferreira

        Eu nao estava sabendo que essa seria uma temporada reduzida nao… Sabia só de The Originals e olhando rapidinho aqui no celular, nao achei nada que falasse em seu favor. aushahs

        Mas sim, em 3 episodios o relacionamento de Bonnie e Enzo ficou mais crível que a temporada anterior inteira. Alaric voltou a ser útil e o romance de Stefan e Caroline ganhou mais quimica. É temporada final, tem que desenvolver os personagens pra o finalle tambem, nao pode focar na ação… Mas em 3 episodios a personagem que seria a vilã ja ta presa e semi neutralizada, ja sabemos que o inferno será inserido… Ela ta acompanhando a velocidade de resolução das primeiras temporadas, bem ao estilo Kevin W.

        • Arnaldo Jumem

          Hahaha vai ser sim! São 16 episódio apenas!!! (Graças a Chuck)

          Eu não sou um fã do casal #Bozo, então eu absorvo só blá blá blá’s de quase tudo do tempo de tela deles. Mas achei que houve uma desvalorização imensa da Bonnie, uma interação chata entre Stefan – Alaric – Caroline (mais que na temporada anterior por sinal) e a Sybil uma vilã sem motivação que conforta só pela boa atriz que a interpreta. Quanto ao inferno, ainda é só uma expectativa (algo que eu já aprendi a não ter vendo TVD) rsrsrsrs

          Mas é cedo pra julga, embora eu necessite expor minha insatisfação kkk.
          Eu sou meio pessimista em relação a série, não liga não! 🙂

  • carla machado

    ótima review. Só a review…
    Tyler…. nem sei o que dizer…..

    • Marcus Fenix

      Eu sei… Finalmente morreu!!! Lol

  • Marcos Bastos

    Adorando a Sybil, afinal quem não gostaria de entrar na mente do boy e fazer ele literalmente esquecer a outra pessoa, substituindo-a por vc?

    • Bruno Nunes Arruda

      Melhor pessoa que eu admiro e respeito Hahaha

      • Marcos Bastos

        Queria muito aquele poder dela, nem vou mentir haha

  • Ronaldo

    O melhor do episódio foi o Tyler dizendo que se o Damon o matasse ninguém ia perdoá-lo: Ninguém nem lembrava que ele existia, só vão lembrar quando anunciarem o enterro e olhe lá!

    • Bruno Nunes Arruda

      Esse podia ser fácil o P.S.9 da review, Ronaldo! Hahahahaha

  • Arnaldo Jumem

    Amei a Review Bruno, me diverti horrores! kkkkk (só com a review ok!?)
    Aliás, vou copiar e colar sem alterar minhas observações guardadas no bloquinho sobre esse episódio:

    Uma série covarde. Assim o episódio 3 definiu TVD.
    A série ficou tão decadente de uma morte de verdade que precisou trazer um elemento esquecido, quase que desprezível, sem qualquer envolvimento com o enredo, para que pudesse matar. E não o fez. Ou o fez de forma muito equivocada, pois Tyler é um lobo e não deveria morrer com uma “mordida de vampiro”. Aliás, poucas vezes eu vi um Vampiro mordendo um Lobo, chega a soar ridículo. Vou acreditar que tudo foi apenas uma simulação do Damon.

    Toda a cena da Bonnie escolhendo o Enzo, do Stefan escolhendo o Damon, da Caroline escolhendo a Bonnie, do Alaric escolhendo o Stefan, do Ash escolhendo o Pikachu (Ops! Exagerei) foi meio que entediante. Afinal, quem estava realmente achando que alguma morte sairia dalí?

    Um momento que não entendi: Stefan quebrou o pescoço da Sybil no episódio anterior e antes mesmo que ele pudesse curar a Sarah ela já estava de pé. Agora ela fica “desacordada” com um acidente de carro e “apanha” da Caroline? Cade a construção do vilão? Serio isso?

    Volto a mencionar a necessidade de uma motivação pra Sybil. A decadência de vampiros até justifica que ela tem poucas opções pra controlar, mas o que ela quer? Repito, se for comer, moça procura uma lanchonete! Não me convenceu.

    Enfim, o episódio, pra mim, segue o ritmo desastroso de uma temporada final que merece ficar boa pelo menos no final, mas que por enquanto não está fazendo por onde.

    • Ronaldo

      Verdade tudo que você falou mas o Tyler não se transforma mais em lobisomem, desde que ele morreu e o trouxeram de volta. Ele tem que matar alguém pra reativar a maldição.

      • Arnaldo Jumem

        Ele ativou sim! Ele matou a namorada dele (não lembro mais o nome) no casamento “faill” do Alaric. Ele ativou o gene, mordeu o Kay (nem lembro mais como escreve) e sumiu a pedido da Elena.

        • Ronaldo

          É tanta coisa tosca que me perco em tvd! Eu lembro de ela impedir ele de ativar matando uma pessoa no lugar dele.

          • Arnaldo Jumem

            Sim, isso foi no começo da temporada, no final quando os Bruxo da Gemini estavam morrendo e Tyler também, ela fez com que ele a “matasse”, já que ela já iria morrer de qualquer jeito, pra que o Tyler pudesse se curar.

    • Bruno Nunes Arruda

      Acho bacana demais vc fazer um bloco de anotações, Arnaldo! Haha Vlw demais pelo comentário
      Então, não lembro da série falar se a mordida de vampiro mata lobisomem ou não, então, na falta de falar que não pode, vale a máxima: o que não é proibido é permitido. Apesar de que estamos falando de TVD né? 😂 Mas fiquei na dúvida também 🤔
      Raxei de imaginar a Sybil num fast-food Hahahaha

    • Deivisson Ferreira

      Em vampire Diaries os vampiros nao matam as pessoas por morder e sim por drenar o sangue, nao ? Tyler, independente de ser um lobisomen, ta na forma humana vulneravel, tem sangue como qualquer um… Normal ele morrer pra um Damon drenando o sangue dele…

      Mas vou ter que concordar com voce, to inclinado a achar que foi encenação. Damon ta sendo construído como covarde, o que desiste, o que foge… Eu tenho quase certeza que plot twist deste arco vai ser que ele nunca parou de lutar, so que diferente de Enzo, ele tava lutando sozinho.

      • Arnaldo Jumem

        Na verdade ele “rasga a garganta”, daí a morte. A drenagem de sangue é geralmente para se alimentar. Bem, assim a série fez parecer.
        Eu entendo que na pior hipótese, ao ser mordido, o Tyler iniciaria a regeneração e não chegaria a morrer. Vale mencionar que, didaticamente fomos sendo induzidos a crer que arrancar o coração era a forma “ideal” de matar um lobo pra agora, depois de 7 temporada descobrir que podia só morder (o que seria até mais doloroso para matar uma criatura que você tanto odeia). Soa tudo meio estranho, mas há chance pra redenção, a teoria de encenação é bem vinda.

    • Deivisson Ferreira

      A falha maior disso tudo é Tyler nao ta tomando verbena, isso sim é uma puta de uma falha.

  • Matt

    Não dá para entender a “morte” do Tayler. Primeiro, ele é lobsomen, supostamente deveria ter veneno correndo pelo sangue (ou seria apensa quando ele é transformado?)… Segundo, um cara que vive num mundo vampiresco como ele todo dia deveria tomar verbena o que já na primeira mordida faria o Damon cambalear como aconteceu quando ele mordeu a Caroline lá na primeira temporada.

    Tragam logo a Elena de volta, não aguento mais esses “Dear Elena”. E Bonne donzela em perigo também, devolvam os poderes para ela.

    Pelo visto nem a volta do Kevin Williamson vai salvar a temporada final.

    • Matt

      Tyler*

    • João Paulo

      Também fiquei com algumas duvidas sobre essa “morte” do Tyler.
      Além disso que você levantou ele não deveria ter super força? Se não me engano, mesmo na sua forma humana, os lobisomens tem a super força. Vale lembrar que havia “ativado” a maldição na temporada passada quando matou a Liv.

  • Jurandir Marques

    Gostei do episódio, mas acho que eles podiam focar mais na despedida… Confesso que gosto da vilã e todo o jogo que fez entre Damon, Enzo, Bonnie e Caroline nesse episódio foi ótimo. Acho que o público reclama demais, TVD mudou, não é a mesma… mas é aquele ditado. Não acho a série ruim!

    • Fernando Oliveira

      Ia dizer o mesmo, mas vc já comentou.

    • Marcus Fenix

      Estão perdendo muito tempo com esta vilã zinha ao invés de focarem na despedida dos personagens, mas ainda estamos na primeira parte de mim season, talvez façam isto na segunda parte!

    • Arnaldo Jumem

      Nada melhor que repetir um trecho da música do Lulu Santos – Assim caminha a Humanidade. Com leves ressalvas, claro! rsrsrs
      “Não vou dizer que foi ruim (mas foi), também não foi tão bom assim(nem de longe), não diga que eu te quero mal (Só quero que acabe), apenas não te quero mais (mas resisto)”!

  • Carol

    “Damon é de Elena, gente. Nem da série ele é mais, nem dos roteiristas.”
    Diante dessa ótima frase que me fez rir alto no trabalho, digo o seguinte: que decepção de uma série inteira se basear no amor incondicional e imortal de Damon por Elena e, na hora da vilã fazer lavagem cerebral no cara, ele resistir menos que Enzo!
    E ficarem repetindo mil vezes que ele foi torturado por 70 anos e por isso tem resistência a tudo não vai me fazer ficar menos indignada com isso.
    Coloquem o Damon em sono profundo pra esperar pela Elena, por favor!

    E alguém explica a aparição completamente desnecessária de Tyler! Tyler? Sério? O Damon já cagava pra ele antes mesmo de desligar o interruptor da humanidade. Trouxesse o Jeremy então, que seria uma escolha bem melhor já que no final tudo se resumiu a velha cartada “A Elena nunca te perdoaria”.

    Sério, como falei na review anterior, só assisto TVD ainda de teimosa, porque depois de tantos anos, quero ver como vai acabar.

    • Arnaldo Jumem

      O Tyler faz parte de um pack de mortes “impactantes” (cof! cof”) que a série planeja para nos surpreender!
      Na semana passada tivemos a fortíssima e chocante morte da saudosa e brilhante Sarah Nelson. E agora, um dos ícones de toda a série também seguiu o mesmo caminho.
      Penso que nem resistirei até o final com tantas “mortes chocantes” assim…
      Acredito que Jeremy e Matt já estejam com os dias contados (O que seria uma enorme perda pra série e todo o enredo desenvolvido). R.I.P.

      • Deivisson Ferreira

        Se Matt morrer eu vou ficar triste. O único humano “normal” de Mystic Falls.

  • Fernando Oliveira

    Rapaz aquela Sybil é a desgraça mesmo kkkkk eu acho que ela não é a vilã real dessa temporada. E que ainda vai aparecer o capiroto com chifre e tudo. No mais, eu gostei do episódio, foi bem tenso. Mas ainda me perguntando sobre aquela morte do Tyler kkkkk Será um sonho ter esperanças da Katherine voltar??

  • Igor Fernando

    É aquele ditado né: VAMOS FAZER O QUE?

  • Gabriel

    Desculpem, mas eu AMEI o episódio, tive muita nostalgia, espero que continue assim.