The Middle 8×06: Thanksgiving VIII

3
394

Parece que a primeira real grande crise atingirá o lar dos Hecks a partir de agora.

Não é novidade nenhuma para quem assiste The Middle que essa família passa por muitas dificuldades desde sempre. Mas apesar do caos financeiro e mesmo dos desentendimentos entre os membros da família, nestes oito anos nunca houve um potencial tão grande para um verdadeiro desastre. E apesar de sair da zona de conforto seja até uma estratégia louvável, o episódio chegou a deixar um ar até sombrio após o término.

Já se podia imaginar que Frankie implicaria um pouco com o relacionamento de Axl com April, afinal ela não se contém quando o assunto é controlar a vida dos filhos. Mas talvez (e friso este talvez pois não sabemos o que virá pela frente) o caminho seguido pela série, fazendo com que Frankie não só voltasse a família inteira contra a nora, mas também tenha criado uma atmosfera extremamente tensa com o filho, tenha passado um pouco dos limites da ousadia.

Apesar de em nenhum momento tenha soado forçada a implicância de Frankie, a cada sequência em que ela apontava os defeitos de April o clima ficava mais desconfortável e as cenas mais difíceis de assistir. Em vez de serem engraçadas, acabaram tornando-se momentos quase que de um suspense, onde pairava o medo de que Axl tivesse escutando as críticas a todo instante que a mãe disparava sua metralhadora crítica, o que, por fim, acabou por acontecer. Não sei exatamente o que esperar desta trama, mas não acredito que Axl perdoe a mãe tão cedo.

Há de se salientar que uma virada destas possa vir a ser um grande trunfo para a série. The Middle funciona muito bem dentro de sua fórmula, mas agitar um pouco a estrutura pode fazer bem ao show. Temos inúmeros exemplos dentro da própria série que os produtores dão conta do recado quando o assunto é o roteiro. The Middle é uma série com pouquíssimas falhas e, por sinal, todas perdoáveis. Torço para que este plot não acabe se arrastando nem apresentando uma solução preguiçosa. E como a série tem crédito conosco, creio que não nos decepcionará.

A subtrama de Brick e Sue acabou um tanto apagada durante o episódio. Com exceção de uma ou outra tirada, não acrescentou quase nada. O que me deixou mais surpreso foi o fato de Sue ainda trabalhar na famigerada lanchonete das batatas. Ela aparece tão pouco por lá, que sempre me surpreendo quando acontece. Mas, ainda assim, os melhores momentos deles ficaram sob o comando do caçula. Seja cruzando o buraco na parede ou comendo todo o bacon do trabalho, foi Brick que roubou as cenas durante o episódio.

No fim das contas, foi a ponta que os Donahues fizeram no episódio que serviram de alívio cômico esta semana. Este thanksgiving foi bem inferior aos seus antecessores, porém acredito muito que o episódio vá servir para uma evolução bacana dentro da série. Talvez sejam os atos desta semana que farão com que April torne-se um membro oficial dos Hecks, o que seria sensacional. E, embora esteja claro que ainda haverá tensão daqui pra frente (e tenhamos ficado sem a tradicional black friday), creio que os males desta semana virão para o bem. Afinal, está mais do que na hora de nossa querida Frankie colocar em prática sua famosa frase que ela tanto cobra de todos: we do it for family!

  • Whateverson

    Você não achou um pouco culpa do Axl? Tipo o fato de eles preferirem ir na casa da antiga babá da April antes de ir na casa dos Hecks para o Thanksgiving?

    • Gustavo Nagipe

      Acho que não justifica a reação de Frankie. Afinal, na mesma data de 2015, Axl foi pro bar com Sean (até foi dito neste episódio que, ano pasado, ele não ficou com a família). Acho implicância dela mesmo.

  • João Carlos

    Que a Frankie não gostava da April nós sabiamos e agora Axl descobriu da pior forma. Esse abalo que aconteceu na familia ainda irá repercurtir muito.

    Amei a cena onde mostra a Sue e o Brick pequenos e a mãe falando para tomar conta do irmão.