The Last Man on Earth 3×02: The Wild Guess Express

1
335

É comum em toda série e The Last Man on Earth não foge da regra: por mais que as tramas avancem e os personagens se desenvolvam, algumas características são essenciais para que a série tenha uma marca própria. Aqui, o protagonista foi introduzido como um cara autocentrado e insuportável, mas que foi mudando com o tempo, aprendendo a ser uma pessoa melhor (e não só ele mudou, mas a relação e a percepção dos outros quanto a ele também). Hoje Phil Miller continua autocentrado, mas os erros que comete surgem agora de suas boas intenções.

E é assim que se constrói o episódio da semana: primeiro, Phil conta para o grupo que averiguou (com a ajuda de ex-marinheiros e lutadores de MMA) e confirmou que Pat estava mesmo morto. Mas a confirmação deixa Todd horrorizado por ter se tornado um assassino e Phil decide mentir para ele em segredo só para que o amigo não se sinta mal. A partir daí, começa o malabarismo entre a verdade e as mentiras de Phil, algo que já vimos antes e que poderia ser repetitivo, mas não é graças à confiança dos roteiristas nos atores.

O que seria de TLMOE sem Will Forte e Kristen Schaal? Os dois mandaram tão bem nesse episódio que é até difícil escolher um único momento, porém a interpretação/narração de Carol no final é tão incrível que tem que ser a Emmy tape da atriz no ano que vem. Quem também esteve ótima nesse episódio foi a January Jones/Melissa, mas espero que todo esse problema de frieza leve a algum lugar quando a personagem finalmente aceitar que tem um problema.

Essa questão, aliás, poderia ter sido melhor explorada já nesse episódio, fazendo um contraponto com o sentimentalismo de Todd. É claro que Phil foi o centro da história por ser o protagonista, mas as diferenças entre Melissa e Todd dariam um ótimo estudo para aquele lado mais sério de TLMOE, mesmo que rendesse menos piadas.

Com Phil no centro, então, pudemos conhecer um pouco mais do novo integrante da turma: Lewis. No primeiro episódio, ele parecia um cara sensato e talvez um pouco quieto. Essa semana, percebemos que ele pode é funcionar como um Phil 2.0 (Phil 2.0 2.0? Phil 4.0?), como quando acabou com as mentiras do Phil Original. Foi uma boa maneira de acabar com essa história, mas tomara que Lewis não siga por esse caminho chato e que felizmente já nos livramos.

As reações de pânico da turma em The Last Man on Earth ao descobrir que Pat estava vivo foram demais
As reações de pânico da turma em The Last Man on Earth ao descobrir que Pat estava vivo foram demais

The Wild Guess Express foi mais um bom episódio de The Last Man on Earth. Até agora, a série está mais confiante e com um elenco mais afinado. Eu consigo muita coisa que pode dar errado muito rápido, mas os dois episódios me dão esperanças de que os roteiristas sabem dos potenciais problemas e vão evitá-los facilmente. É aguardar pra ver.

Uns últimos comentários:

– Às vezes o humor físico de TLMOE não me conquista, mas a briga do Phil com o boneco do Pat foi demais. Aliás, o Pat está vivo, né? Isso dá uma ameaça mais interessante à turma (do que só o fato de estarem num mundo pós-apocalíptico) e espero que saibam aproveitá-la bem. É uma boa maneira de escapar um pouco das tramas criadas por conflitos internos que são as mais comuns da série.

– Eu jurando que eles iam pra outra cidade e que a série tinha tomado a decisão super importante de mudar o set e… blé.

– A relação do Phil e da Carol é uma das melhores coisas desse programa.

– “I’m night blind, so I’ve run over a lot of animals. Possums, coons, squirrels, dogs and cats, of course, and one animal… I never knew what it was, but it yelled ‘Stop!’. Might have been a parrot.”

  • Bruno Freitas

    Episódio muito bom, só espero que não matem Pat rápido demais, o perigo externo renova a trama.
    Mike tem que voltar só para aumentar a loucura do Pat.
    Phil e Carol são os melhores.
    Espero que Lewis não seja mais um chato, temos a Erica nesse papel, ela não faz nada.
    Carol voltou com suas correções gramaticais, isso deixa ela muivo melhor.
    Carol olhando o corpo da Cher foi muito bom.