The Exorcist 1×05: Through My Most Grievous Fault

36
1388

E eis que The Exorcist chegou em um ponto alto com “Through My Most Grievous Fault”, mas será que valeu a pena assim a escalada? Por mais que a série esteja trilhando por um caminho um tanto óbvio, ela consegue guardar alguns segredos, mas fica aquela dúvida se essas revelações são boas ou não, mas vamos debater um pouco sobre as revelações e as teorias aqui.

“É assim que eu gosto”

“Through My Most Grievous Fault” já começa onde o anterior terminou, com o início do exorcismo de Casey, onde temos uma divisão na família, com Angela acreditando que a filha está possuída, Kat achando que sua irmã sofre com alguma desordem mental e Henry sem saber o que de fato está acontecendo. Mas de todos, Angela foi a que menos fez sentido neste episódio. Ela passou o episódio inteiro parecendo não se importar com a sua filha possuída, soava tão fora da realidade a atitude dela que eu fiquei me perguntando se ela faria algo de útil, e não foi feito. O ápice dessa indiferença foi com a fuga de Casey por dois dias e ela falar com a maior calma do mundo que ela vai voltar. Não dá para engolir as atitudes dela e também a atuação fria de Geena Davis acaba entregando uma personagem sem muita vida.

I can’t take my eyes off you. The Exorcist --- Through My Most Grievous Fault.
I can’t take my eyes off you. The Exorcist — Through My Most Grievous Fault.

O ápice do episódio foi com a revelação da verdadeira identidade de Angela, e neste ponto devo dizer que a série foi ousada, ao mesmo tempo que deu um tiro no pé. Foi muito interessante pois descobrimos que tudo que aconteceu com a família de Angela é por causa dela, pois se observarmos quem provocou o acidente de Kat foi o personal demon de Casey, assim como acredito que também seja o causador do acidente de Henry, e tudo isso para ter a alma de Angela para eles. E possessão de Casey foi só para se aproximarem ainda mais de Angela.

Agora vamos ao grande problema da tal revelação: Além de Angela ser a personagem com as atitudes mais incoerentes de toda a série, ela se revelar como Regan, acaba tirando a força da história, pois acredito que todos esperavam que Regan aparecesse, mas eu esperava que viesse na forma de Linda Blair, com ela auxiliando os exorcistas. Essa Regan 2.0 não tem o mesmo apelo do original, até porque como raios uma pessoa que já foi possuída permanece na maior calma durante boa parte do tempo? Simplesmente não ornou

Na questão do exorcismo em si, tivemos as intervenções de Marcus e Tomas, que passaram os outros quatro episódios dizendo que o demônio usaria seus problemas pessoais contra eles. E o que acontece neste episódio? Tomas acaba sendo subjugado. Previsível? Totalmente, mas não deixa de ter o seu brilho, já que ele notou que não era adversário à altura do demônio.

A cena entre Tomas e Jessica foi intensa, pois ali ele estava se guiando pelos seus desejos e não mais pelos seus princípios, e também uma forma dele dar um ponto final nesta ponta solta. Mas aí vem a questão, não corre o risco dele sucumbir ainda mais aos sentimentos que ele nutre por Jessica? É interessante ver essa dualidade entre Tomas e Marcus, com Tomas sendo o humano cheio de falhas, e Marcus o “super-herói” que não se permite falhar e nem que os outros falhem.

Gostaria de destacar positivamente a excelente atuação de Hannah Kasulka que domina cada episódio com sua Casey. A evolução da personagem e a interpretação da mesma consegue ser superior à de alguns veteranos (Sim Geena, estou falando de você). Ela conseguiu ser tão macabra e assustadora quando precisava, assim como conseguiu transmitir toda dor e sofrimento que Casey sente.

Mama will always find out where you’ve been. The Exorcist --- Through My Most Grievous Fault.
Mama will always find out where you’ve been. The Exorcist — Through My Most Grievous Fault.

Agora um ponto negativo que não tem como passar batido foi a cena final. O que foi aquilo? Recriar uma cena clássica para o surgimento de Chris Macneil, mãe de Regan, foi um tanto quanto um frustrante. Ok, interessante que Chris tenha surgido, mas não precisava ser daquela forma, foi algo desnecessário. Eu acreditava que era Marcus que tinha voltado mais badass, mas fui enganado.

Bom, agora uma teoria, que na realidade é quase uma confirmação, Regan é a chave para o Volcare Pulvere, já que sua alma é cobiçada pelos demônios. E espero que ainda tenha um embate entre Maria e “Angela”, pois ainda acredito que Maria é a chefe do exército de demoníaco de Chicago.

> 5 Novas Séries Imperdíveis da Fall-Season 2016

PS1 – Chris está mais para irmã mais velha de Angela

PS2 – A cena da ambulância foi bem-feita, pena que era nítido ver o sangue artificial.

PS3 – Falta um pouco mais de capricho nos “efeitos especiais”

PS4 – Muito obrigado pelo feedback positivo nas reviews, usem o espaço de comentários para debatermos mais sobre as teorias de vocês, adoro debater com vocês.

  • Matheus Ramos

    Ai gente, vamos seguir orando não só por Angela e sua família, mas pela série como um todo. kkkk Pq vi que a audiência não está nda bem, e precisa se estabilizar logo!

    • Iury Viana

      Tô rezando todas as contas do rosário para não ter cancelamento

      Obrigado por comentar.

    • João Carlos

      Bora fazer correntes para a renovação.

      • Matheus Ramos

        Hahahaha boa!!

  • Rei Gelado

    Pode até ser um tiro no pé, mas que foi bacana a revelação, porra, foi muito bacana. Só lamento da Regan estar na pele de Geena Davis, não há expressão nenhuma ali rs. Foi interessante o que fizeram para ligar a série com o filme. Mas não acho que a mãe da Regan iria tentar explorar o que aconteceu como ela disse, não parece muito com tudo o que a personagem e sofreu naquele tempo.

    Hannah Kasulka tá maravilhosa, se eu morasse na mesma casa já tinha fugido de lá no primeiro olhar sinistro que ela me desse. kk

    • Iury Viana

      Minha questão é que a Regan poderia vir como a Linda Blair, que até mesmo se ofereceu para participar da série. Eu achei legal a Angela ser a Regan? Achei, mas meu problema é com a Geena e com a construção da personagem, que ficou algo meio incoerente, já que Angela não tem atitudes de alguém que foi possuída, e foi com isso que eu cismei. Mas no mais, foi interessante.

      Obrigado por comentar.

      • Nelson Alexandre Renner Soares

        Se fosse a Linda Blair não teria essa virada, todo mundo tinha descoberto, a Linda Blair pode muito bem fazer uma participação se tiver 2º temporada.

        • Iury Viana

          Mas seria estranho a Linda Blair aparecer agora e não mais como Regan, no meu ponto de vista ficaria algo muito esquisito. E eu acharia bem mais interessante se a cena final fossa Regan original chegando na casa para fazer o exorcismo da Casey. Acredito que todo esse meu sentido é frustração de fã uahuahuauhuhuhauhauhauhauahu

          Obrigado por comentar.

      • João Carlos

        Linda Blair se ofereceu para participar da serie? Sabia dessa nao. Ja pensou ela volta como a demonia suprema? Kkk

      • Alessandra Ghagsdgd

        E eu aqui achando q a mae dela era a Linda Blair tsc

  • ROGER JANSEN BASCHI

    Fala sério cinco episódios e n https://uploads.disquscdn.com/images/a7a5663f1d72e6ab0a1a933209ae94dd9971756af730798745a517b167ec55cd.jpg ada de vomito …….estão me tirando!!!
    Vomito…vomito…vomito…

    • Iury Viana

      Na realidade já teve, no episódio 2. Não foi do mesmo jeito do original, mas tá lá, verdinho e tudo mais

      Obrigado por comentar

  • joao henrique da silveira mont

    Estou gostando da atuação da Geena Davis, acredito que a possessão afetou o comportamento dela, e por esse motivo ela consegue agir de maneira fria, não faria sentido ele entrar em desespero com uma situação que já vivenciou. Acredito em que algum momento a atriz vai ter sua atuação mais desequilibrada. Caso isso não aconteça, aí criticarei atuação dela. Lembre-se que ela dizer que a filha estava possuída no primeiro episódio, sem que houvesse algum grande acontecimento não fazia muito sentido, e só fez por ela já ter passado por essa situação anteriormente.

    • Iury Viana

      Na realidade, depois que se descobriu a identidade de Angela comecei a avaliar tudo por um outro prisma, e para mim continua tudo da mesma coisa, Angela é incoerente. A construção da personagem não era a de alguém que foi possuída, mas de uma mulher que queria mostrar pro mundo que a filha tava possuída e pronto. Não acredito que a frieza seja pelo fato da primeira possessão, pois quando tivemos a cena do tablet, acredito que no segundo episódio, ela demonstrou alguma coisa. Até o presente momento Geena é o elo mais fraco da série. Até o Alfonso tá se saindo melhor que ela.

      Mas claro, isso é só minha opinião

      Obrigado por comentar.

  • Paola Di Castro

    Fui a única que urrou quando ela disse “meu nome é regan” ?
    Concordo que as vezes as atitudes dela tão meio nonsense, mas pensa só, tu passou a vida tentando esquecer do tormento que passou, e mais, que a tua propria mãe usou disso pra lucrar.. A pessoa não pode ser mt certa msm né, e lembrando do inicio quando ela tinha certeza, convicção de que não era apenas um probleminha com a filha, creio que ela tenha algum tipo de “conexão” com o além, tipo ela sabia o que tava acontecendo, porque já passou por aquilo. Realmente, a casey ta brilhando como possuída! Jesus na causa, é beem creppy mesmo.

    • Iury Viana

      Eu espero que agora com essa informação a Angela comece a ter alguma atitude decente, pois eu espero bem mais da Regan do que essa atual interpretação da Geena. Realmente, eu deixei escapar essa situação de Chris explorando a história de Regan. Quero ver como vai ser essa dinâmica meio “Casos de Família” entre elas.

      Mas eu fiquei decepcionado por não ser a Linda Blair, mas como falei embaixo, tem a questão de fã mesmo.

      Obrigado por comentar

      • João Carlos

        O que a mãe da Regan vez com ela? (Não assisti o segundo filme)

        • Iury Viana

          A Regan fala para o Tomas que a Chris explorou a situação da filha de forma a obter lucros em cima disso.

          • João Carlos

            Ah, verdade. Tinha esquecido.

      • Paola Di Castro

        Eu ainda espero que ela estivesse “mantendo as aparencias” tentando ser normal, e que agora toque o loco. Tbm queria que fosse a Linda, mas ficaria muito previsível a série, talvez fazendo uma participação especial como alguém que já foi possuída..

    • Bruno

      Vou ter que confessar que eu também gritei e fiquei empolgado. Pulei na cama como se fosse um gol do Grêmio!
      Nunca esperava por isso e foi muito, mas muito FODA pra mim. Foi do caramba!!!

      • Paola Di Castro

        OPA falou do meu time? hahaha

  • João Carlos

    Fiquei maravilhado com a revelação de que a mãe era a Regan, mas o ponto que falou é verídico a personagem Angela não chega aos pés da identidade revelada. O fato de quem defato ela é não mudará em nada o desapego que temos por ela. Como alguém que já foi possuida duas vezez (?) (Só assisti o primeiro filme e eu acho que a Regan volta no dois tbm, né) age daquela forma. Porém o conceito de que a Regan é o elemento que os demonios querem e que tudo o de ruim que vem acontecenso na familia só para chegarem nela é divina.
    E vamos rasgar seda para a Casey. Depois irei pesquisar outros trabalhos da atriz que a interpreta (o rosto dela não me é estranho), pois nesse papel ela esta otima.

    • Iury Viana

      Concordamos neste quesito que Angela está MUITO aquém do peso que Regan carrega. Espero que isso mude, pois não está ornando.

      E assim como você, eu só fiquei com o exorcista clássico, não vi nenhuma das outras continuações…. Para não dizer que não vi nenhuma, vi só aquele “Exorcista – O início”, mas os demais não. Então estamos no mesmo barco uhauhauhahuahuahuahuahu

      Obrigado por comentar.

  • Castiel The Angel

    Nossa, eu achei o capítulo sensacional! Do (quase) exorcismo da Casey até a revelação da Angela, pra mim foi o melhor capitulo da série até aqui.

    Mas uma coisa que não curti muito foi o fato de colocaram uma Casey desaparecida na história. Ela estava sendo a melhor coisa da série, mas, pelo visto, vão colocar essa trama dela um pouco de escanteio e focar no passado da Angela (provavelmente para tentar chamar mais os fãs do filme original) e no ritual que está sendo preparado (que pelo visto é o grande plot da temporada).

    Mas sobre a Angela e tudo mais, eu acredito que seja tudo um fanservice mesmo, e a possessão da Casey serve para deixar os episódios mais dinâmicos, com a atmosfera do filme original, mas que no fundo seja apenas umas distração para os protagonistas e demais grupos de exorcistas, enquanto o Volcare Pulvere está sendo preparado – e acredito que ele seja para possuir o Papa, e não a Angela (seria uma distração perfeita porque ela, como já passou por esse trauma, saberia do que se trata e tentaria atrair a atenção do maior numero de pessoas aptas o possível.

    Agora, cê jura que o Tomas abandonou um exorcismo e o Marcus pra ir comer bct? Sério? Que infeliz.

    • Alessandra Ghagsdgd

      HAHAHAHAHHAHA e chegou decidido ne? Ele nao lutou muito nao soh queria um empurrao amigo

    • Iury Viana

      Olha, realmente faz sentido essa história da possessão do papa, não tinha pensado por esse lado.

      Quanto ao Tomas… Eu achei meio estranha a atitude. Tipo, você quase transa com um demônio, vc é expulso de um exorcismo por “ser fraco”, aí você vai correndo transar? Tudo bem que ele queria encerrar um ciclo, mas não precisava ser desta forma

      Obrigado por comentar

  • Carolina Favero

    Única coisa que tenho a dizer é que achei forçado demais aquela chegada dramática da mae dela no final a cris

    • Iury Viana

      Poderia ter acontecido de outra maneira, e terem utilizado aquele momento clássico para um momento mais importante, por assim dizer.

      Obrigado por comentar

  • Alessandra Ghagsdgd

    Analisando o final do episodio tento pelo menos defender a ideia de Angela/Regan tava de boas pq sabe que dois padres vão salvar a vida dela como ela foi salva. Tb n gostei desse plot twist tão cedo, talvez mais pra frente teria sido melhor ficou meio brega tudo. Continuo amando Marcus tão fortemente, é impressao minha ou o capeta disse que ele é gay??

    • Iury Viana

      Na realidade, para mim, essa revelação nunca deveria ter existido hahahahaha.

      Não acredito que a personagem tenha suporte para carregar o nome da Regan dentro da série. Angela é muito fraca pra isso. Entretanto, espero que ser convencido do contrário, e que Angela ganhe mais força dentro da série

      Quanto ao demônio gay, eu realmente não vi nada referente a isso.

      Obrigado por comentar

  • Edinaldo Aparecido Dos Santos

    1 – Ela não tem atitudes de que já foi possuída, mas o roteiro mesmo se explica, quando ela diz que não se lembra de quase nada.
    2 – Pra que ela vai se descabelar, se ela já passoi por isso e foi salva. Ela está comfiante de que os padres irão conseguir.
    3 – Achei coerente as atitudes da mãe, de já procurar um padre logo de cara, no piloto, depois dessa revelação. Por que não colocarem a Linda Blair? Simplesmente pq se ela aparecesse, já saberiam quem era personagem. (Sinto muito, Linda :/) Quanto a ideia de Regan aparecer e ajudar os exorcistas, pra mim não soou como algo legal.
    4 – Geena é uma boa atriz (Vide Beetlejuice e outros filmes com a participação dela). Só acho que, os acontecimentos até aqui não tenham permitido algo grandioso.
    5 – Não achei um erro o modo como a Chris chegou. Aquele enquadramento é icônico do filme, tanto que tentaram usá-lo no piloto. E qualquer ligação que lhe traga lembranças, lhe traz o sentimento do momento e cria uma ligação com o novo. Pra mim, se eles colocassem um cachorro ali, usando aquele enquadramento com aquelas luzes e afins que remetem à capa do livro, ao pôster do filme e à cena, eu acharia válido
    6 – Referente aos efeitos especiais… Estamos numa série de TV, onde os orçamentos são baixos. Eu estou até surpreso pela qualidade e cuidado que eles estão tendo com essa parte.
    Acredito que esse episódio foi o divisor de águas. Daqui pra frente, a série vai, creio eu, aumentar o ritmo de acontecimentos…

    Ps. A review ficou boa e você consegue levantar os pontos mais importantes a serem discutidos.

    • Rafael Pimentel

      Ótima contribuição concordo com você! Alguém já sabe dizer se a série foi renovada

      • Iury Viana

        Corre sério risco de cancelamento

      • Iury Viana

        Corre sério risco de cancelamento

    • Iury Viana

      1 – realmente não me atentei para esse detalhe, mas ela disse que não lembra do que aconteceu quando já estava dominada, e que ela lembra quando Pazuzu se aproximou, então já justifica, no meu ponto de vista, a paranóia da possessão de Casey tão cedo.
      2 – mesmo ela já tendo passado por tudo, para mim Angela está passando mais apatia do que confiança.
      3 – Eu ainda acharia mais badass se a Regan, interpretada pela Linda, voltasse como uma ajudante no exorcismo ou até mesmo como uma exorcista. Meio louco? Sim, mas seria um deleite para os fãs.
      4 – Concordo que Geena é uma boa atriz, mas na série ela está deixando muito a desejar. E assim como você, espero que melhore daqui pra frente, com a revelação.
      5 – A cena da chegada da Chris foi extremamente forçada por tentarem refazer o enquadramento icônico. Tanto que após ela se anunciar como a mãe da Regan eu pensei “vocês utilizaram um elemento clássico pra isso? Really?” Volto a repetir, não ornou.
      6 – E independente de ser uma série de TV, eles devem trabalhar com suas limitações. Exemplo, o episódio 1 e 3 tiveram efeitos especiais muito bons, mas o 2 e 5 foram bem fracos. A questão é que não se tem um cuidado mais apurado com os efeitos. Se o orçamento não cabe para fazer algo legal, é melhor que não se faça. Eu tava assistindo AHS essa semana e vi uma cena de um trabalhador que quebrava a perna do mesmo jeito que a garota no segundo ep, e não parecia nenhum pouco de CG, como em The Exorcist.

      Muito bom seu comentário, adoro esse debate nos comentários, gosto de conhecer os pontos de vistas e trocar ideias, até porque eu vejo tudo de uma forma, e um novo olhar em cima do que foi visto é sempre bem vindo

      Obrigado por comentar