Supermax 1×05: Episódio 05

11
705

Depois de uma semana de “repetição”, tivemos um episódio de Supermax que introduziu mais suspense e mistério, mas que ainda foi um tanto morno para a proposta da série, já que pouco tivemos das questões sobrenaturais de fato.

“Eu faço nevar no Acre se tu quiser. Tu quer? ”

O interessante de Supermax, ao mesmo tempo que pode ser um problema, é a questão que a cada episódio temos um aprofundamento do passado dos personagens, e qual o crime que eles cometeram. Até o presente momento não compreendi muito bem como esses crimes vão se interligar a história sobrenatural, mas estou esperando quais surpresas que a história aguarda.

Janete conseguiu conquistar este episódio, no meu ponto de vista, com a sua história da transição para se tornar uma mulher completa. A reação agressiva de Luizão perante a descoberta da real situação de Janete não é algo fora do comum, já que vivemos em uma sociedade machista, que não permite se relacionar com pessoas trans. Desta forma muitas pessoas trans escondem, ou sentem medo do que pode acontecer, afinal, vários são agredidos todos os dias. Diana foi outra que reagiu de acordo com o que a sociedade prega. Se você nasce de uma forma, tem que viver e morrer desta forma. Se torna muito válido tanto o diálogo acerca do tema, mesmo que de for um tanto superficial, quanto mostrar o que essa parcela da população enfrenta todos os dias. E sim, devemos dialogar mais sobre questões que são tabus, como a questão de gênero e sexualidade, dentro da dramaturgia brasileira, pois mesmo muitos dizendo que esse “tipo de comportamento” não é “normal”, ele faz parte da nossa realidade, e devemos respeitar.

 “O importante é ser você, mesmo que seja estranho (para os outros), seja você”
“O importante é ser você, mesmo que seja estranho (para os outros), seja você”

O crime cometido por Janete foi algo catártico. Ela passou anos sofrendo nas mãos de um pai machista, na qual se vivia uma relação de poder. Quando ela deixou de ser a vítima, mas sim aquela que detinha o poder, acabou querendo descontar tudo que ela sentia, já que tudo que ela queria era respeito e consideração, o que ela nunca conseguiu de seu pai. E eu pergunto, ela está errada em querer extravasar todas as suas frustrações e raiva?

Do outro lado da equação tivemos Cecília, que infelizmente não morreu até o presente momento, que agora carrega uma espécie de doença dentro de si por razões até o momento desconhecidas. Foi interessante descobrir um pouco mais do passado dela, já que constatamos que ela se reconhece como uma mãe negligente, mas que no fundo tinha um amor incondicional pelo seu filho.

Na questão sobrenatural tivemos apenas descobertas na questão dos olhos das crianças, a fumaça na qual Sabrina acabou se machucando, o telefone tocando e a volta do ar-condicionado. E estranhamente isso foi o que menos me atraiu neste episódio. Achei a história de Janete tão interessante, que toda parte sobrenatural ficou apenas em um segundo plano, que eu não importava, pois queria ver ainda mais da personagem.

Uma questão que venho observando episódio após episódio é que nenhum personagem de fato cometeu um crime por razões perversas. De forma que me faz questionar se a Supermax não se tornou uma espécie de purgatório para eles, para eles expiarem esses pecados.

A história agora está com um ritmo mais lento, quase parado, com pouco desdobramento na parte sobrenatural. A ideia é interessante, mas precisa de mais terror e suspense. Já tiveram 5 episódios para apresentar os personagens, agora já podem começar a matar eles, o telespectador agradece.

> Teorias Bizarras de Westworld

PS1: Tivemos uma aula de como cuidar de ferimentos com açúcar e vinagre

PS2: Senti uma vibe meio “Lost” quando a fumaça apareceu

PS3: Agora só falta do passado de Sabrina, Augusto e Timóteo.

  • Jurandir Marques

    A partir desse episódio tudo começa a criar forma para o grande final, agora os episódios ficam cada vez mais interessantes, mas o que eu percebo é que a Globo vendeu a série como uma coisa, mas vocês que ainda não assistiram todos os episódios, vão perceber que é tudo completamente diferente, e talvez por isso muita gente vai ficar frustrada ou se surpreender com o clímax da história, como eu me surpreendi. P.S: No décimo episódio vocês vão entender esse meu comentário. E é muito difícil essa coisa de assistir antes, to aqui morrendo para não contar nada… HAHAHAHAHHA

    • Marcos Bastos

      O ep 10 é o melhor da série! Esperando ansioso por ele só pra ler a review

      • Iury Viana

        Senti a pressão agora

        • Marcos Bastos

          Sim, no dia que o episódio passar vou ficar a madrugada toda atualizando o site esperando a review (e vou querer textão viu!) haha

          • Iury Viana

            Eita… Sim senhor, chefe, pode deixar huahuahuahuhuaahua.

    • Iury Viana

      Hahahahaha resista, você consegue não dar nem um spoiler. E fiquei curioso para ver o que de fato é a série

    • Iury Viana

      Hahahahaha resista, você consegue não dar nem um spoiler. E fiquei curioso para ver o que de fato é a série

  • Caio Vinicius Viana Lima

    Eu ainda tava achando que tudo que aconteceu na prisão foi planejado e fazia parte do show, mas depois desse epi eu não sei é mais de nada.
    Eles estão todos mortos ou a Supermax é na verdade um hospício ou tudo não passou de um sonho do Bial etc…
    A história da trans foi de cortar o coração:(

    • Iury Viana

      Hospício e Bial louco…. Melhor história hahahahahhaa. Gostei da teoria

    • Iury Viana

      Hospício e Bial louco…. Melhor história hahahahahhaa. Gostei da teoria

  • Bruno

    Quero ver mooooorrrteeee