Stranger Things 1×05: Chapter Five: The Flea and The Acrobat

45
892

Quando Stephen King publicou “Carrie, a estranha” em 1974, este provavelmente não imaginava o impacto que esse romance causaria nos gêneros de horror e sobrenaturais. Após escrever mais de 30 romances e ter dezenas de adaptações para filmes e séries, King consolidou várias de suas obras através de um complexo mundo compartilhado e muitas criaturas permearam a produção do americano de forma semelhante.

Entre os seres explorados, os vampiros estão entre os mais comuns. Estes aparecem na “Hora do Vampiro”, na aclamada série “A Torre Negra”e em diversos contos. Os vampiros são separados em três tipos e suas características são bem distintas. O primeiro tipo, em particular, se encaixa cada vez mais à criatura que vemos em Stranger Things: Apresentam formato humanóide extremamente deformado, conseguem sentir cheiro de sangue a longas distâncias e são sempre acompanhados por insetos chamados de Grandfather Fleas (grandes insetos que acompanham o vampiro, bebem sangue e se alimentam de carne).

A criatura vista na série realmente apresenta forma humana e tem um ótimo olfato, como se pôde perceber na cena do rapto de Barb, além de ter uma certa quantidade de partículas(?) presentes ao redor. Se essas partículas são exclusivas do ser ou são comuns ao mundo invertido, ainda não me pareceu muito claro. Além de ser uma clara associação à teoria de viagem entre dimensões, o título do quinto episódio pode estar sim fazendo uma referência a possibilidade que a criatura tem de viajar entre os mundos e aos clássicos de Stephen King e, quem sabe, dando indícios da origem desse ser. Very Smart.

Enquanto o episódio anterior foi extremamente revelador ao acompanharmos a saga de Hopper, neste vemos o elenco infantil dar um show e várias respostas são encontradas. Incrível como a resposta estava mesmo em nossas faces o tempo todo, mas foi necessário uma palavra de Eleven para que todos percebêssemos que, de fato, Will está em uma outra dimensão. As conclusões encontradas por Mike, Lucas e Dustin me deixaram espantadas com a inteligência dessas crianças. As formas que eles encontraram para decifrar o local do portal com certeza fizeram muitos fãs de The Goonies e The Explorers orgulhosos.

A relação entre Lucas e Eleven nunca foi amigável e desde o início estava claro que, em algum momento, essa situação chegaria a um extremo. Enquanto Mike sempre foi o mais otimista e Dustin é o alívio cômico, Lucas é o que nós podemos chamar de “pequeno adulto”. O menino sempre duvidou dos fenômenos sobrenaturais que o cercava e, mesmo após constatar a veracidade desses eventos, nunca se mostrou confortável com essa súbita mudança de perspectiva. O confronto entre ele e Mike só reforçou toda a angústia e raiva acumulada pelo sumiço do amigo. Com a divisão do grupo, só os Irmãos Duffer sabem o que será de cada criança no meio da floresta.

Enquanto as crianças procuravam por Will, Nancy e Jonathan tinham uma missão ainda mais ambiciosa: Matar a criatura!  Admito, não estava muito empolgada com os plots da Nancy mas,desde o desaparecimento de Barbara, a menina apresentou um novo lado. Ainda que certas coisas nessa trama entre Nancy/Steve/Jonathan sejam meio clichês demais, a inserção deles na trama principal só ajudou no desenvolvimento dos personagens e na história em geral.  Já estava bem óbvio que eles não conseguiriam nem fazer cócegas no monstro, mas a entrada de Nancy no mundo invertido com certeza abrirá novas possibilidades na série, caso continuem explorando o ponto de vista dela dentro desse novo mundo.

Considerando que o Mr. Clarke estava correto e que realmente se precisa de alta energia para a criação de um portal, pode-se imaginar que Eleven atraiu o monstro para o laboratório ao estabelecer a mesma conseguir entrar em contato com essa criatura em uma mesma frequência. Isso pode induzir também que El pode alcançar várias dimensões, além da dimensão que estamos conhecendo na série, basta que ela consiga “sintonizar” em outras frequências. Essa pode ser uma das possibilidades para uma possível segunda temporada ou até mesmo uma das respostas para conseguir resgatar Will.

Os pontos fracos do episódio foram a menor presença de Winona e o decepcionante plot de Hopper. Esperava que a investigação dele dentro do laboratório permitisse maiores explicações e informações sobre a organização. Ainda mais decepcionante foi a forma como deixaram o xerife em casa, deixando o cidadão livre, leve e solto para teorizar conspirações por aí.

Depois de um quarto episódio bem energético e empolgante, “The Flea and The Acrobat” prepara todas as peças e tenta desenvolver melhor a dinâmica de seu elenco infantil, enquanto cria altas expectativas para o que encontraremos no mundo invertido.

Familiar Things

A procura pelo portal no meio da floresta na linha do trem e a cena no ferro velho foram tão nostálgicas que tive que escutar Stand by me.

Na cena da banheira, temos novamente uma referência à Fringe e uma ótima homenagem à Under The Skin.

Lonnie apareceu e desapareceu, sem deixar a menor saudade.

Aproveitando essas lindas referências à Stephen King, segura que lá vem uma chuva de dicas da grande Vera Tocantins!   PARA LER: The Body (1982), Carrie (1974), The Shining (1976), Pet Sematary (1983), The Langoliers (1990), The Dead Zone (1979), Black House (2001) e The Talisman (1983). PARA VER: Todas as adaptações acima ou, pelo menos, Carrie e The Shining.

Enquanto a comunicação entre os mundos se espelhou em Black House e The Talisman, o mundo invertido foi inspirado em The Langoliers.

  • Daniel Kososki

    Lembrei na hora de ‘Conta Comigo’ quando vi eles caminhando na linha do trem.

    • vinland

      Somos dois.

    • edujakel

      melhor lembrar disso, que lembrar de The Walking Dead…rs

  • Daniel Kososki

    Lembrei na hora de ‘Conta Comigo’ quando vi eles caminhando na linha do trem.

    • vinland

      Somos dois.

      • Lara Loureiro

        Somos três ?

        • Arya Ibelin

          quatro

          • Fábio Santos

            Cinco.

          • Dhéo

            Seis

          • Ian Margalhon

            Sete

          • Lola

            Oito e nove contando com meu irmão 😀

          • duh13

            10 aqui

          • Janaina Alves

            11… Não resisti… rs

    • edujakel

      melhor lembrar disso, que lembrar de The Walking Dead…rs

  • Antony

    Não deu para manter o nível do episodio 4 que foi épico mas ainda assim a serie mostrou um bom episódio com poucos erros , não consigo gostar do trio Nancy/Steve/Jonathan mesmo eles no plot principal espero que no próximo episodio no mundo invertido Nancy brilhe para talvez eu achar ela menos irritante .Com relação ao restante do elenco só acertos .Serie divertida de ser assistida recomendando para todos .

  • Antony

    Não deu para manter o nível do episodio 4 que foi épico mas ainda assim a serie mostrou um bom episódio com poucos erros , não consigo gostar do trio Nancy/Steve/Jonathan mesmo eles no plot principal espero que no próximo episodio no mundo invertido Nancy brilhe para talvez eu achar ela menos irritante .Com relação ao restante do elenco só acertos .Serie divertida de ser assistida recomendando para todos .

  • Messinho’

    Acabei de maratonar a leitura d’ATorre Negra e nem associei nada, que vergonha

  • Messinho’

    Acabei de maratonar a leitura d’ATorre Negra e nem associei nada, que vergonha

  • Junito Hartley

    To achando estranho a empresa de energia nao estar procurando a 11, isso so foi visto no piloto, e quero saber o motivo do will ainda esta vivo se a criatura gosta de sangue e ja ta afirmando que é um vampiro.

    • Jurandir Marques

      Nesse episódio apareceu eles procurando a garota… Quando eles escutam a gravação eles dizem “ela estava lá”, deduzindo que ela estava na escola com os garotos e foi responsável pelo contato com Will.

      • Junito Hartley

        Me parece que a empresa de energia tem grampeado as casas da cidade, porque a cena que vc falou eles estao escutando a sonora de dois lugares diferentes, primeiro é a cena do porão da casa do mike que eles ouvem a voz do will pelo walkie talkie e a segunda é na casa da mae do Will quando ela vê ele dentro da parede, nao da pra dizer que eles estao procurando a 11 e sim que por acaso ela aparece nas gravações e ai eles deduziram que era ela.

        • Lara Loureiro

          Junito, de fato a organização grampeou várias residências, muito provavelmente para achar Eleven.

  • Junito Hartley

    To achando estranho a empresa de energia nao estar procurando a 11, isso so foi visto no piloto, e quero saber o motivo do will ainda esta vivo se a criatura gosta de sangue e ja ta afirmando que é um vampiro.

    • Jurandir Marques

      Nesse episódio apareceu eles procurando a garota… Quando eles escutam a gravação eles dizem “ela estava lá”, deduzindo que ela estava na escola com os garotos e foi responsável pelo contato com Will.

      • Junito Hartley

        Me parece que a empresa de energia tem grampeado as casas da cidade, porque a cena que vc falou eles estao escutando a sonora de dois lugares diferentes, primeiro é a cena do porão da casa do mike que eles ouvem a voz do will pelo walkie talkie e a segunda é na casa da mae do Will quando ela vê ele dentro da parede, nao da pra dizer que eles estao procurando a 11 e sim que por acaso ela aparece nas gravações e ai eles deduziram que era ela.

        • Lara Loureiro

          Junito, de fato a organização grampeou várias residências, muito provavelmente para achar Eleven.

  • Arya Ibelin

    quatro

    • Fábio Santos

      Cinco.

      • Dhéo

        Seis

        • Ian Margalhon

          Sete

          • Lola

            Oito e nove contando com meu irmão 😀

          • duh13

            10 aqui

          • Janaina Alves

            11… Não resisti… rs

  • thiago

    Meu Deus, quando a eleven entrou naquela “sala escura” me lembrei na hora de Under the Skin. Nesse filme, a personagem principal é alienígena. Será isso um easter Egg, Duffer Brothers?

  • thiago

    Meu Deus, quando a eleven entrou naquela “sala escura” me lembrei na hora de Under the Skin. Nesse filme, a personagem principal é alienígena. Será isso um easter Egg, Duffer Brothers?

  • Fábio Santos

    Lembrei de um episódio de X-Men Evolution, em que um carinha vai investigar o teletransporte do Noturno, e então descobre que no intervalo entre sumir de um lugar e aparecer no outro, o Noturno passava por outra dimensão. Lá haviam monstros e eles conseguiram sair e tacaram o terror no colégio da cidade.

    • Marcos Bastos

      Caralho, eu lembrei exatamente isso! Eles usam um aparelho pra desacelerar o teleporte dele e descobrir por onde ele passava

  • Fábio Santos

    Lembrei de um episódio de X-Men Evolution, em que um carinha vai investigar o teletransporte do Noturno, e então descobre que no intervalo entre sumir de um lugar e aparecer no outro, o Noturno passava por outra dimensão. Lá haviam monstros e eles conseguiram sair e tacaram o terror no colégio da cidade.

    • Marcos Bastos

      Caralho, eu lembrei exatamente isso! Eles usam um aparelho pra desacelerar o teleporte dele e descobrir por onde ele passava

  • Sthefani Cordeiro

    Eu gostei bastante desse episódio…

  • Sthefani Cordeiro

    Eu gostei bastante desse episódio. Todas as referências q consegui pegar foram um deleite. Parabéns pela review.

  • NowSilva

    Se minhas expectativas para essa série já eram boas, depois que comecei a assistir percebi que saiu melhor do que encomenda!
    Não da pra julgar o Lucas pela desconfiança dele com a El, das crianças ele é a mais sensata. Agora que a Nancy começa a se “consertar” o ser pega ela…

  • NowSilva

    Se minhas expectativas para essa série já eram boas, depois que comecei a assistir percebi que saiu melhor do que encomenda!
    Não da pra julgar o Lucas pela desconfiança dele com a El, das crianças ele é a mais sensata. Agora que a Nancy começa a se “consertar” o ser pega ela…

  • Alessa Medeiros

    Não penso que o plot do Xerife foi ruim não. O governo também não pode sair matando todos que descobrem (ou suspeitam) de suas ações ilegais. Como o Xerife pode ser taxado como alcólotra, dependente de remédios, esquisito, instável, etc, se ele saísse dizendo o que viu no laboratório poderia ser desacreditado. Então preferiram dar um “sossega leão” nele e maquiaram a cena (já tinham feito isso na cena de “suicídio” do dono do restaurante) colocando latas de bebidas e pílulas perto dele. Ficou parecendo uma overdose. Se ele espalhasse pra cidade o que o laboratório faz era só dizer que ele estava bêbado, louco, delirando… Quem ia acreditar?

  • Alessa Medeiros

    Não penso que o plot do Xerife foi ruim não. O governo também não pode sair matando todos que descobrem (ou suspeitam) de suas ações ilegais. Como o Xerife pode ser taxado como alcólotra, dependente de remédios, esquisito, instável, etc, se ele saísse dizendo o que viu no laboratório poderia ser desacreditado. Então preferiram dar um “sossega leão” nele e maquiaram a cena (já tinham feito isso na cena de “suicídio” do dono do restaurante) colocando latas de bebidas e pílulas perto dele. Ficou parecendo uma overdose. Se ele espalhasse pra cidade o que o laboratório faz era só dizer que ele estava bêbado, louco, delirando… Quem ia acreditar?