Shameless 7×05/06: Own Your Sh*t/The Defenestration of Frank

2
343

Os investimentos da família Gallagher.

Enquanto que no ano passado a temporada focou nas transformações do cenário urbano que afetaram a vida dos Gallaghers, esse ano a conjunção parece ditar que eles finalmente estão dando conta de que precisam investir no amanhã. Esse desejo veio de forma hierárquica e começou a atingir todos os plots possíveis. Fiona e Lip são a principal coluna desse pensamento, cada um buscando autonomia de uma forma diferente. Enquanto que Fiona percebe que para crescer economicamente ela precisa obter negócios, Lip compreende que (por razão da sua condição social) necessita invadir empreendimentos, e lucrar o quanto puder com isso. A narrativa até que cobriu muito bem essa diferença e está sendo interessante observar cada integrante progredir num raciocínio condizente com seu estado atual. Entretanto Shameless não é só esperança e todo mundo sabe que essa transição é apenas mais um passo para as transformações sociais que envolve os Gallaghers e o contraste que a vida miserável perpetua.

“Own Your Sh*t” continuou demonstrando o interesse dos jovens em investir num futuro mais confortável. Fiona descobre que a máquina de lavar está quebrada e isso meio que conecta a família com o núcleo (cada vez mais de comédia) de Kev & Vee. A máquina seria, digamos, o último resquício de Jimmy naquele lugar e essa ideia meio que exemplifica o que a temporada vem realizando até agora: distanciar cada vez mais os núcleos do passado obscuro e traumático com um olhar sedento pelo futuro. Até mesmo Frank serve muito bem como parâmetro para antagonizar o que Fiona vem examinando. O pai – apesar de compreender que família é um ótimo adendo para sobreviver nesse mundo “cruel” – investe num retrocesso e continua fazendo que mais sabe fazer de melhor: lucrar a qualquer custo. Frank é tão Frank que mesmo com uma família falsa, o espírito de ilegítimo filantrópico continua vivo e até que por um tempo essa ideia dá certo.

fiona-shameless1x06
Fiona em Own Your Sh*t

A impressão é que a série vem se firmando como um jogo de perdas & consequências, apesar de avançar com o desenvolvimento de cada integrante da família. As vezes os personagens são meros detalhes no jogo, em outros momentos eles são o centro de um plot grande e explosivo (e que pode dar errado a qualquer momento). Deb num instante estava pedindo esmola com placas polêmicas, em outro ela arranja um parceiro e de certa forma centraliza outro núcleo interessante. Até que estou acostumado com essa rapidez que a série veste, mas chega um momento em que fica cansativo ver que eles possuem todos os ingredientes para avançar mas poucas oportunidades reais para concretizarem isso. Talvez isso seja a grande crítica da série, o único caminho para sair de uma condição social difícil é caçar oportunidades, por mais desafiador que tal ideia aparente ser.

Lip versus Fiona

“The Defenestration of Frank” foi ótimo por exibir esse conflito que Lip alimenta com Fiona. A tensão entre eles é um ótimo alicerce para aprofundar a ideia de que ambos procuram um conforto mas com linhas de pensamentos divergentes. Lip abraçou esse espírito-investidor porém quer continuar caminhando pela tangente, sendo corrupto em seus atos para ver se com uma velocidade mais rápida resolve os problemas da família de vez, já Fiona se prende num jogo bancário complicado com a desculpa de que somente o tempo irá ajudar a retirá-la da situação atual. Ele está lutando contra o tempo, enquanto ela quer lutar COM o tempo.

lip-shameless7z06
Lip em The Defenestration of Frank

Os dois se perderam tanto nessa disputa que até mesmo Carl foi tratado de uma forma singela e breve. A despedida dele – que deveria ser uma festa no estilo Gallagher – acabou não acontecendo e tivemos um momento bonito e agradável de assistir. Apesar das brigas os dois no final compreendera (mesmo que por um instante) as coisas estão se alterando sozinhas e dentro de todos os problemas, ele continuam sendo Gallaghers, e é isso que realmente importa.

Mesmo que a ideia de bipolarização dos plots centrais seja ótima, sinto que o show ainda peca em estruturar poeticamente o drama que os protagonistas tanto precisam. Embora não se resuma como uma escolha ruim, a narrativa as vezes parece perder um ritmo e se perde em vários momentos para no final tentar consertar tudo com pouco diálogos. Kev e Vee por exemplo estão cada vez mais se distanciando dos jovens e virando um quadro cômico previsível que (por teoria) nada acrescenta para o desenvolvimento deles. Ian é outro que sofre com esse descaso, por mais que o plot dele seja interessante e com algumas conexões com o resto, falta algo unânime e uma cena em que os irmãos mais velhos conversam como se compreendessem tudo o que está acontecendo não irá funcionar pra tapar os buracos.

Salvo isso, o sexto episódio sintetizou ainda mais este cenário de investimentos. A Fiona que antes se amarrava em relacionamentos para fugir um pouco da responsabilidade de guardiã, agora busca uma ascensão própria e enxerga na lavanderia vizinha um ótimo degrau para tal sucesso. Embora o show pudesse ter seguido para uma Fiona traumatizada por um casamento falhado, a narrativa preferiu colocar ela numa coluna central bastante importante para os demais personagens. É interessante notar que no sentido de pesquisar oportunidades, Fiona esquece em diversos momentos que pode estar colocando a vida dos irmãos em risco. Se isso vai ter um final feliz, é impossível dizer. Mas dá pra sentir que o jogo em algum momento irá virar e quais peças ainda estarão jogando é incerto.

PS1: Finalmente resolveram o plot esquecível e (quase) filosófico que estavam trabalhando com Frank. Foi ótimo para desenvolver um pouco esse lado traumático/familiar que ele possui, mas apenas isso. Quero ver como ele irá se adaptar agora. 

PS2: A cena do incidente médio com Ian foi linda e mais um ótimo trabalho de atuação, mas tive a impressão de que ficou algo no ar. Como se todo aquele drama fosse só uma desculpa para resolver o caso romântico dele. 

PS3: Acredito que não teremos mais Carl até o final da season. =/

  • Bruno Sousa

    Impressionante como Shameless está ótima em sua sétima temporada. Que fôlego!

  • João Carlos

    Gostando muito do plot do Ian. E esperando que esse novo negocio da Fiona de certo.