Scream 2×06/07: Jeepers Creepers/Let The Right One In

Como desperdiçar o suspense

41
265

Títulos de episódios não precisam ter uma relação literal com a dramaturgia dos shows que representam, mas são um ponto importante da dinâmica entre fã e produção. Há uma infinidade de séries que já usaram uma fórmula de eleição para títulos e conseguiram, com isso, dar ao espectador uma outra forma de analogia. Pode parecer um detalhe sem nenhuma importância, mas a identidade de uma série pode ser construída a partir desse tipo de iniciativa. É charmoso, sagaz e demonstra uma preocupação criativa.

Tenho dois bons exemplos disso: Em Dawson’s Creek, os nomes de episódios eram escolhidos a partir de títulos de cinema. Mas, cada uma dessas escolhas dialogava de uma forma completamente reconhecível, com a história a ser contada no dia. O mesmo para The Leftovers, por exemplo, que aproveitava para dar ao título a função de completar uma ideia proposta no episódio, provocando o espectador a tirar conclusões a partir dele. Na premiere do segundo ano, inclusive, a expressão Axis Mundi não foi usada em momento algum do episódio, mas servia como título justamente porque norteava uma interpretação do que se via no decorrer dos eventos.

Scream tem tentado repetir a fórmula e a cada semana surge com um título que remete a um filme de terror ou horror. Desde o começo da temporada, tenho tentado encontrar a relação entre as histórias e os nomes delas, mas o fracasso era iminente. A razão é simples: presa nos próprios vícios narrativos, Scream faz citações a outras produções na luta desesperada para manter-se ligada ao original. Porém, ao passo em que trabalha essas referências apenas na superfície (como eu já tinha dito antes), torna esse apelo absolutamente vazio.

Jeepers Creepers (ou Olhos Famintos, aqui no Brasil) foi um filme de terror do início dos anos 2000 que contava a história de dois jovens perseguidos por uma misteriosa criatura que a cada 23 anos saía de seu exílio para “caçar”. Por alguma razão bizarra, os roteiristas de Scream acharam que havia nessa premissa, uma correlação direta com o que aconteceu naquela semana. Por mais que eu me esforçasse, não consegui encontrar uma só possibilidade de analogia que passasse da ínfima referência escondida – e suposta – na cena de Emma sozinha na estrada. Podemos até tentar forçar a barra e eleger o momento de Noah e Audrey presos como outra possível citação. Mas, de fato, esse foi outro episódio repleto de “capenguices”.

Se o nome do episódio fosse Freak Show, talvez pudéssemos cavar uma ligação entre a citação e as sequências no “parque”. Mas, quando você vê produtores e roteiristas desperdiçando tantas possibilidades de suspense, pouco importa se haverá metáfora ou não. Quando o assassino liga, quando o assassino aparece, nunca há o mínimo de investimento em perseguição, luta corporal, enfrentamento. Ainda que os personagens continuem tomando atitudes estúpidas no que diz respeito a se colocar me risco quando há um assassino a solta, o roteiro não aproveita nada disso para desenvolver nem dois punhados de suspense.

Jeeppers Creepers foi um episódio que deveria ter uma missão importante: revelar o segredo de Audrey. Com a “revelação” feita, a única torcida possível é que tenha sido mais um despiste, porque se for só aquilo mesmo, terá sido o maior desperdício de mistério da história. No Season Finale passado, eles quiseram ser ousados ao deixar “sobrando” um outro culpado. Como podem jogar fora essa perspectiva bastante promissora em nome dessa maluca insistência em preservar os personagens de grandes confrontamentos?

Aliás, sete episódios e pouquíssimas mortes… Let The Right One In, o episódio seguinte, parecia outro grande deboche da MTV na nossa cara. 95% do episódio foi focado em relações superficiais e oportunistas, maledicentes com nosso tempo e paciência. As sequências entre Noah e Zoe foram tolas, e só perderam para Emma e o primo de Kieran, que fecharam o episódio com uma descabida “home invasion” que terminou num incêndio tão descabido quanto. Emma já sabe que não pode confiar em estranhos, mas entra numa casa vazia e escura com um… A personagem vai ficando cada vez mais indefensável.

O plot entre Audrey e Brooke pelo menos rendeu uma pequena perseguição do assassino contra a tal professora (outro ataque longe do eixo principal de personagens). Mas, até ela foi preservada. A viagem desses roteiristas é tanta que agora eles lançaram uma modalidade de preservação cadavérica que garante até uma sobrevida para o casting dispensado. Branson se junta a Jake nessa exploração de adiamentos e considerando que tão poucas sequências de ação acontecem, dá até pra entender o absurdo de ficar evitando que as poucas mortes que ocorrem, venham à tona. Aí, nosso tempo é ocupado com Zoe sendo detetive e com a mãe de Emma e o xerife trocando frases de impacto vazias e desinteressantes.

Enfim, não dá… Não dá pra justificar uma série inteira baseada em pouquíssimas boas cenas que surgem conforme passam as semanas. A segunda temporada está tão ruim que até mesmo melhorou a performance da primeira. Pelo menos lá os diálogos eram um pouco melhores e o assassino dava mais as caras… Com um universo tão aberto a possibilidades, ainda é chocante que Scream não se envergonhe de “MTVizar” um produto dado a transgressões, transformando-o numa versão pasteurizada de um clássico do deboche e da inteligência.

  • Vitner Santos

    Nossa esse reviwer tem problemas…fica tentando filosofar em toda review e só fala bla bla bla

    • Rodrigo Garcia

      Fez um rodeio, cita uma ou duas vezes a série, para depois morrer na areia da praia?

      Me senti desrespeitado como fã da série com ele fazendo isso. Ele quer é trazer audiência para cá? Criar polêmica gratuita? Igual tem feito em outras postagens dele ultimamente? Só pode.

      • henriquehaddefinir

        Again: No podmaníacos 200 faremos uma brincadeira entre colaboradores. Esse trecho é meu roteiro para falar do Thiago. Não há nada de desrespeitoso e ele, inclusive, sabe disso. Eu simplesmente esqueci de apagar.
        Todos poderão ouvir a versão em áudio disso no lançamento do podmaníacos 200 e todos nós fizemos uns dos outros.
        Sendo assim, Rodrigo. Sinto te decepcionar, mas não houve desrespeito algum, só um simples erro técnico.

      • henriquehaddefinir

        E eu fui contar só pra ter certeza. Tem CINCO parágrafos inteiros comentando os episódios, Rodrigo. Sei que você não gosta de mim e tá beleza, mas sejamos juntos, ok?

        • Rodrigo Garcia

          Tá corrigido, tá perdoado. Post apagado.

    • Rodrigo Garcia

      Deboche foi o que fez com a nossa cara, erro, é erro de português que acontece com todo mundo, isso é palhaçada.

      https://uploads.disquscdn.com/images/c1da50422f31b30c2d71673d9fbcb83f5d1b8087b7a84313b8ae2f3e8180521e.png

      • Jessi Zanelato

        Acho que isso foi um erro na hora de postar a review. Só isso explica.

      • henriquehaddefinir

        No podmaníacos 200 faremos uma brincadeira entre colaboradores. Esse trecho é meu roteiro para falar do Thiago. Não há nada de desrespeitoso e ele, inclusive, sabe disso. Eu simplesmente esqueci de apagar.
        Todos poderão ouvir a versão em áudio disso no lançamento do podmaníacos 200 e todos nós fizemos uns dos outros.
        Sendo assim, Rodrigo. Sinto te decepcionar, mas não houve desrespeito algum, só um simples erro técnico.

  • Vitner Santos

    Nossa esse reviwer tem problemas…fica tentando filosofar em toda review e só fala bla bla bla

  • Felipe Oliveira

    A sua review define toda a série, até certo ponto deu pra entender, mas agora (com esse final) ficoi nada a ver. Parabéns!

    • henriquehaddefinir

      Foi um erro. Estava colado embaixo da review e eu não apaguei. É uma brincadeira entre colaboradores que estará do podmaníacos 200.

      • Felipe Oliveira

        Tá de boa. Achei que foi uma zoeira, falei na ironia.

  • Felipe Oliveira

    A sua review define toda a série, até certo ponto deu pra entender, mas agora (com esse final) ficoi nada a ver. Parabéns!

    • henriquehaddefinir

      Foi um erro. Estava colado embaixo da review e eu não apaguei. É uma brincadeira entre colaboradores que estará do podmaníacos 200.

      • Felipe Oliveira

        Tá de boa. Achei que foi uma zoeira, falei na ironia.

  • Rodrigo Garcia

    Tá ficando difícil acompanhar as reviews desta série, mais uma vez ele tá polemizando de forma gratuita. Me sentir desrespeitado como fã.

    • John

      Como pode ser fã de um lixo como esses? Péssimos atores, péssimo roteiro, suspense meia boca. Nem o 3º filme que é o pior da série consegue ser tão ruim como Scream da tv.

      Sei q cada um tem o direito de gostar do que quiser, mas ser fã disso aí é uma mostra clara que não tem o mínimo de senso crítico.

  • henriquehaddefinir

    Atenção galera, a review de Scream saiu com uma parte de um texto preparado para o podmaniacos 200 e que esqueci de apagar. Peço desculpas a todos, já está sendo corrigido.

  • henriquehaddefinir

    Atenção galera, a review de Scream saiu com uma parte de um texto preparado para o podmaniacos 200 e que esqueci de apagar. Peço desculpas a todos, já está sendo corrigido.

  • Souza

    Mano, 7 episódios e só 1 fez lembrar um pouquinho o filme em que a série é baseada. Como pode uma série baseada num slasher, só ter uma cena de perseguição e golpes como a da professora? É inacreditável.

    Sem contar que esse assassino é ninja, que sai de um hotel com um cara “baleado”, leva ele para dentro de uma escola e ainda dá tempo de tirá-lo e coloca-lo na casa que vai pegar fogo.

  • Souza

    Mano, 7 episódios e só 1 fez lembrar um pouquinho o filme em que a série é baseada. Como pode uma série baseada num slasher, só ter uma cena de perseguição e golpes como a da professora? É inacreditável.

    Sem contar que esse assassino é ninja, que sai de um hotel com um cara “baleado”, leva ele para dentro de uma escola e ainda dá tempo de tirá-lo e coloca-lo na casa que vai pegar fogo.

  • RenanSP

    Parei com essa série depois que fizeram uma festa cheia de nego e não morreu ninguém, ai fui ler a review do episódio seguinte pra ver se morria alguem e talvez eu voltava a ver a série e descobri que colocaram todo mundo dentro de uma escola pra não morrer ninguém. Talvez eu veja o season finale.
    Podia ser cancelada e a Netflix pegar de vez pra produzir e não so transmitir.

  • RenanSP

    Parei com essa série depois que fizeram uma festa cheia de nego e não morreu ninguém, ai fui ler a review do episódio seguinte pra ver se morria alguem e talvez eu voltava a ver a série e descobri que colocaram todo mundo dentro de uma escola pra não morrer ninguém. Talvez eu veja o season finale.
    Podia ser cancelada e a Netflix pegar de vez pra produzir e não so transmitir.

  • Fabio Kazim

    As postagens do Henrique são um fenômeno cultural de origem virtual muito interessante, o segundo que vejo no Brasil. Só fui ver isso de forma mais elaborada, no extinto Orkut na ccm Teoria da Conspiração. Lá tinha prefeituras, corregedorias, muro das lamentações, perfis e vários fakes que não só acusavam uns aos outros, mas também, perfil com vários perfis para conversar consigo mesmo para bombar o tópico, e, até horários de postagens e de ficar disponível em um momento entre às 24h. O que sei, e acabei de crer após esta review sua, é que muita gente no país adoraria fazer estudo sobre o que acontece após o que escreve aqui: modos de fala virtual, posicionamento no modo de votar em cada postagem que gosta, de ataque, o que se chama de ataque, como analisar o consumo virtual, atrair publicidade, etc. O mercado comercial e acadêmico perde tempo com isso de monte. Eu tb vejo acontecendo em grau menor, com o Héricles.

    Aqui no país, a principal editora que lança livros e estudos para entender o fenômeno web e seus agentes nela, é a editora Sulina.

    http://www.editorasulina.com.br/

    Você deve tá famoso e não sabe Henrique, e não subestime tanto as pessoas, embora seja inevitável algumas vezes neste grande oceano de informação de zeros e uns. Beijos e abraços.

  • Fabio Kazim

    As postagens do Henrique são um fenômeno cultural de origem virtual muito interessante, o segundo que vejo no Brasil. Só fui ver isso de forma mais elaborada, no extinto Orkut na ccm Teoria da Conspiração. Lá tinha prefeituras, corregedorias, muro das lamentações, perfis e vários fakes que não só acusavam uns aos outros, mas também, perfil com vários perfis para conversar consigo mesmo para bombar o tópico, e, até horários de postagens e de ficar disponível em um momento entre às 24h. O que sei, e acabei de crer após esta review sua, é que muita gente no país adoraria fazer estudo sobre o que acontece após o que escreve aqui: modos de fala virtual, posicionamento no modo de votar em cada postagem que gosta, de ataque, o que se chama de ataque, como analisar o consumo virtual, atrair publicidade, etc. O mercado comercial e acadêmico perde tempo com isso de monte. Eu tb vejo acontecendo em grau menor, com o Héricles.

    Aqui no país, a principal editora que lança livros e estudos para entender o fenômeno web e seus agentes nela, é a editora Sulina.

    http://www.editorasulina.com.br/

    Você deve tá famoso e não sabe Henrique, e não subestime tanto as pessoas, embora seja inevitável algumas vezes neste grande oceano de informação de zeros e uns. Beijos e abraços.

  • Gui

    A série se afundou de um jeito nessa temporada que não vejo mais salvação. Não há suspense algum, não existe urgência na trama mesmo com um assassino andando por aí. Sem falar que quem ainda aguenta as mensagem e telefonemas desse assassino que não faz nada?

    Outra coisa que chama atenção é como o roteiro piorou, né? Plots cada vez mais dispensáveis, com furos grotescos e que exigem uma paciência incomensurável (o da Audrey foi de ter crises de risos quando ela revelou o motivo).

    E temos que falar dos atores, né? Na primeira temporada já tivemos um elenco péssimo onde só a Audrey (por ser a única que parece saber atuar) e a Brooke (a única que tem algum carisma) se salvavam. Aí nessa eles me metem um monte de personagens ainda mais irritantes, interpretados por atores ainda piores…

  • Gui

    A série se afundou de um jeito nessa temporada que não vejo mais salvação. Não há suspense algum, não existe urgência na trama mesmo com um assassino andando por aí. Sem falar que quem ainda aguenta as mensagem e telefonemas desse assassino que não faz nada?

    Outra coisa que chama atenção é como o roteiro piorou, né? Plots cada vez mais dispensáveis, com furos grotescos e que exigem uma paciência incomensurável (o da Audrey foi de ter crises de risos quando ela revelou o motivo).

    E temos que falar dos atores, né? Na primeira temporada já tivemos um elenco péssimo onde só a Audrey (por ser a única que parece saber atuar) e a Brooke (a única que tem algum carisma) se salvavam. Aí nessa eles me metem um monte de personagens ainda mais irritantes, interpretados por atores ainda piores…

  • Rodr!go

    O episódio 2×06 me lembrou “Jeepers Creepers” na hora em que a Emma espiou o assassino pelo buraco da madeira. A cena me remeteu ao pôster do filme na hora. hahaha

  • Rodr!go

    O episódio 2×06 me lembrou “Jeepers Creepers” na hora em que a Emma espiou o assassino pelo buraco da madeira. A cena me remeteu ao pôster do filme na hora. hahaha

  • Ronaldo

    Gente já passou da hora desse elenco da season 1 começar a morrer ein! O único jeito da série surpreender é a Emma sendo a assassina coisa que seria ótimo, deixando a Brooke como o final girl. Mas sabemos que isso não vai acontecer.

  • Ronaldo

    Gente já passou da hora desse elenco da season 1 começar a morrer ein! O único jeito da série surpreender é a Emma sendo a assassina coisa que seria ótimo, deixando a Brooke como o final girl. Mas sabemos que isso não vai acontecer.

  • Gabriel

    A primeira temporada foi mil vezes melhor.

  • Gabriel

    A primeira temporada foi mil vezes melhor.

  • Gabriel

    E o mais engraçado é que eu vivo acompanhando reações de americanos, comentários destes e etc. A maioria acha que a temporada está espetacular! Eles merecem sofrer mesmo.

  • Gabriel

    E o mais engraçado é que eu vivo acompanhando reações de americanos, comentários destes e etc. A maioria acha que a temporada está espetacular! Eles merecem sofrer mesmo.