RuPaul’s Drag Race All Stars 2×02: All Stars Snatch Game

24
1876

Cuidado com o que você deseja.

Desistências em realities são comuns. Na maioria das vezes, a pessoa que entra numa competição como essa não tem a dimensão exata das pressões que vai sofrer e acaba sucumbindo ao impulso de fugir e se proteger no colo das coisas que conhece bem. A atenção recebida com a passagem por um programa como esse só virá depois de vivê-lo isoladamente e nem sempre a galera está preparada para estabelecer essa espera. Em realities de habilidades ainda há uma pressão extra, que é lidar com críticas duras que serão vistas nos quatro cantos do mundo.

Em edições All Stars, contudo, eu não consigo me lembrar de nenhuma desistência. Ex-participantes que foram muito bem em suas temporadas originais e que acabam errando muito quando voltam, são habituais. Mas, desistências num contexto de “segunda chance” são uma novidade, o que acaba melhorando ainda mais a boa reputação de RuPaul’s Drag Race, que em sua longa trajetória não lidou com desistências em nenhum tipo de contexto. Por causa desse detalhe, esse episódio que vamos analisar acabou se marcando na história como “aquele em que Adore Delano desistiu”.

Ru quebrou de novo a ordem de desafios e o Snatch Game foi antecipado da sua habitual quarta ou quinta semana para a segunda. A edição do episódio, mais uma vez, acertou em se ajustar nos 60 minutos que lhe são cabíveis e os eventos que se seguiram tiveram uma bela fluidez. Transformar a edição All Stars numa edição próxima das edições regulares foi uma decisão acertadíssima, porque as novidades estão ali, mas não são transgressoras o bastante para nos tirar a necessária familiaridade. O episódio dois foi tão bom quanto o episódio um.

img1

As meninas chegaram para o segundo desafio ainda sob o baque das decisões da primeira eliminação. Tatiana revelou que também eliminaria Coco e – convenhamos – Coco não devia nem ter entrado (como já tinha dito antes). Enquanto as câmeras passeavam pela excitação que pairava na sala, Adore era flagrada com uma nuvem carregada acima da cabeça. Nós aqui desse lado, que já sabíamos dos spoilers vazados pelo namorado magoado de Alaska, víamos a tempestade chegando sem podermos fazer nada para evitá-la.

Então, Ru entrou e fez aquilo que faz sempre: ser maravilhosa. Adore entregou o desejo de desistir de cara, muito antes de falar sobre a celebridade que personificaria. Ru sentiu que toda a emoção da participante anunciava uma situação muito mais dramática do que os breakdowns de Pearl ou Trinity, em temporadas anteriores. Adore estava realmente destruída… Sua entrada na edição All Stars pode ter sido motivada por uma ideia de que ela seria o Chad Michaels da vez (aquele que quase ganhou e que foi escalado para então ganhar) e o que acabou acontecendo foi um choque de realidade daqueles que são brutais.

Ru fez o que pode e fiquei até mesmo surpreso com o tamanho do esforço para evitar a desistência. Cheguei a me emocionar na sequência, porque de um lado tínhamos Adore vivendo um momento de pânico com o qual todo mundo pode se relacionar e do outro, tínhamos Ru dizendo as coisas certas, no tom certo, demonstrando um cuidado com a situação que foi simplesmente admirável. Mandou até Michelle para pedir desculpas e mesmo assim, Adore retirou-se da competição pela pior razão de todas: medo. Medo de sentir-se como uma novata mais uma vez, medo de arranhar sua reputação de drag superstar, medo de não saber lidar com uma eliminação por incompetência… Medos completamente justificáveis, mas que acabaram arranhando sim, a bela trajetória que ela construiu desde que foi lançada ao mundo. Ela era um exemplo de superação pelo carisma e pelo talento…  Dessa vez, ela não superou.

img2

Com tantas meninas com sangue nos olhos para vencer, a saída de Adore acabou aparando uma aresta. Após o choque com a saída dela, a edição voltou-se para a construção da bancada do Snatch Game, onde o destaque ficou por conta de Phi Phi O’hara e o instinto natural de sempre picar, não importando se ela afundará o elefante que a transporta. Decidida a mudar sua imagem, Phi Phi já honrou sua reputação de escorpião e fez joguinhos mentais que acabaram funcionando com Roxxxy Andrews – vejam só – vítima do veneno que ela mesma jogara em Jinkx anos atrás. Phi Phi até tentou com Alyssa também, mas Alyssa não deu ouvidos e escapou da armadilha.

Detox, Alyssa e a própria Phi Phi tinham muito o que provar nesse novo Snatch, já que tinham ido muito mal em suas temporadas originais. Já Tatiana, Alaska e Roxxxy precisavam só repetir o bom trabalho que já tinham feito antes. O resultado, contudo, acabou reconfigurando algumas posições e confirmando que quando se tem talento mesmo (e quando se faz boas escolhas), pode-se jogar o mesmo jogo mil vezes, que ainda vai acabar em vitória.

Vamos falar um pouco de cada uma:

Ginger: Resolveu personificar a tele-evangelista Tammy Faye Bakker e aparentemente acertou na escolha. Ginger não fez nada de sensacional nem no Snatch e nem no desfile, mas passou despercebida pelo radar por razões que comentaremos mais adiante. Curiosamente, Adore faria Jan Crouch, que também era uma tele-evangelista.

Alaska: Tirou Mae West da cartola e arrasou. Mae foi uma atriz que nasceu em 1893 (pasmem) e que incomodou a sociedade conservadora dos EUA com ironias e frases de duplo sentido sexual que escandalizavam a época.

Katya: Como não amar sua Bjork? Katya tem muito talento e fico cada vez mais impressionado com seu trabalho.

Phi Phi: Fez uma Teresa Caputo esquecível e burocrática.

Alyssa: Esse foi o Snatch das divas clássicas e Alyssa arrasou com uma Joan Crowford de fazer qualquer um morrer de rir. A edição do episódio, inclusive, marcou bem como foram de Alyssa os momentos que mais agradaram Ru.

Detox: Pegou Nancy Grace, que já tinha sido mal personificada por Acid Betty na oitava temporada. Detox não sabia disso, já que o All Stars foi filmado antes que o oitavo ano fosse ao ar. Mas, apesar de não ter errado tanto quanto Acid, também não fez nada tão memorável.

Tatiana: Escolheu Ariana Grande e já errou de cara. Ariana tem um visual muito marcado, mas não é dona de muitos traços cômicos. Até o irmão botocado dela seria uma opção melhor.

Roxxxy: Por causa de Phi Phi, desistiu de fazer Sofia Vergara no último instante e acho que teria se saído melhor. A escolha por Alaska foi totalmente equivocada.

No ateliê, Phi Phi estava lá fazendo a santa, dizendo que não achava que valia a pena ganhar 10 mil dólares para mandar alguém embora. Mas, a caveira dela já estava montada. E Tatiana foi a única que sacou tudo logo de cara. Phi Phi, aliás, merecia estar entre os piores sem dúvida nenhuma. Sua performance foi regular e o look de passarela foi risível. Detox, que ficou entre as piores, teve a mesma performance regular e um look que é, provavelmente, um dos cinco mais deslumbrantes da história do show. A indicação de Detox para o bottom e o salvamento de Phi Phi só tinham explicação se pensarmos que a narrativa planejada por Ru para essa semana foi a de colocar o Rolaskatox no centro das discussões.

Alyssa arrasou no Snatch e entrou com um look adorável, mas não ganhou. Ginger foi regular no Snatch e entrou com um vestido que poderia ter sido comprado em qualquer loja de roupa para madrinhas de casamento. Porém, a acusada de usar ready-to-wear foi Tatiana. Independente dos questionamentos, o que Ru queria era ver como Alaska reagiria se precisasse escolher entre Tatiana e uma das colegas de trio. Se ela eliminasse uma das duas seria épico, se ela não eliminasse, isso acenderia um alerta nas outras e o grupinho passaria a ser um alvo. Ou seja, em qualquer um dos cenários, a edição ganha.

img3

Ver Tatiana sair, contudo, é uma aberração. Só posso pensar que ela é a candidata mais forte para um retorno. Temos um time muito forte e ver qualquer uma saindo depois de Coco será dolorido. Mas, Ginger e Phi Phi fizeram um trabalho muito mais questionável e Roxxxy – que estava no bottom – não acertou nem a roupa de Alaska. Não sabemos quem das que já amamos vai sair essa semana, mas um retorno de Tatiana seria essencial. Melhor ainda, seria se duas meninas pudessem voltar, já que com a saída de Adore, Ru perdeu duas competidoras numa mesma semana.

Atualmente, meu top 3 está assim:

Alaska: Humor afiado, respostas rápidas, looks polidos… Ela veio pra dar trabalho.

Katya: Mesma coisa. O look dela na passarela (com direito a uma troca pro lipsync que ainda ficou dentro do tema) foi surpreendente e original. Katya está mais leve, ousada, disposta… Dá gosto de ver.

Alyssa: Achei que ia flopar no Snatch, mas provou que está amadurecida. Nos vídeos bônus que ficam disponíveis no site do LogoTV, ela conta que entendeu muito tarde que nada na corrida é só look.

Acredito que quando tivermos 4 eliminadas o twist da vingança entrará em ação. Porém, estou mais feliz é em ver como a edição All Stars acompanhou o bom trabalho feito na Season 8 e que por causa disso, é bem provável que não precisemos esperar mais três anos por uma terceira temporada. RuPaul’s Drag Race continua validando seu papel na TV semana após semana, fazendo entretenimento de qualidade e nos levando ao apogeu do riso, da tensão e do prazer.

PS: Galera, atrasei MUITO a review por conta do trabalho, mil desculpas. Espero não deixar isso acontecer novamente.

  • Paulo Frank

    Não sei pq, mas estou achando q a edição do programa está querendo figurar, DE NOVO, a Phi Phi como a vilã do programa. Já foi comentado q o Ru pediu para as participantes conversarem entre si sobre suas escolhas para o Snatch Game, mas aí decidiram mostrar só a conversa da Phi Phi com a Roxxy e a Alyssa. Engraçado ne?
    E outra, a Teresa Caputo dela foi ótima! Uma das melhores de todo o Snatch Game, foi mto divertido ela escrachando as “visões” da Teresa… Acho que foi por essa performance q o Ru deu safe pra ela, apesar do look, e colocou a Detox no bottom.

    • Messinho’

      Concordo que a edição tá querendo vilanizar ela, mas não concordo com o desempenho dela no snatch, não foi nada memorável, achei nível Ginger, Alyssa merecia muito mais o top 3

  • Paulo Frank

    Ah, fiquei triste com a saída da Tatianna. Tava torcendo por ela e acho q ela tinha mto a oferecer e mostrar no programa. Espero q ela volte!

  • Cleiner Zattoni

    Em Survivor All Star (Season 8) tivemos duas desistências!

    • henriquehaddefinir

      Opa, bem lembrado.

      • Vinicius

        se contar, o Bambam tbm desistiu no bbb13

  • Kaya Bessa

    Realmente Adore não devia ter voltado para o programa. Apesar de ser uma grande favorita e adorada pelos fãs do programa, ela nunca foi forte o suficiente pra aguentar as alfinetadas da Michelle.
    Achei o Snatch beeeem fraquinho em termos de momentos hilários – as performances estavam spot on? Estavam, mas faltou um momento inesquecível.
    Agora o que falar dos looks da Katya e da Detox? #JORRO Achei conceitual, achei tendência.
    Morri de rir com o look da Phi Phi, parece que ela só se dá bem nos cosplays da vida.
    PS: o look da Tatiana era praticamente uma cópia em preto do que a Katya usou pra entrada no primeiro episódio #downgrade
    PS2: #justiceforTatiana

  • Dante

    Alyssa, chame a policia! Você foi roubada!! Merecia o high e merecia ter dublado, foi a mais engraçada ali.

    E Alaska foi bem hipócrita, fez um discurso ridículo pra Tatianna, ja tinha falado que só eliminaria quem tivesse tido o pior desempenho e não teve culhão de eliminar Roxxxy que foi sem dúvidas a pior ali.

  • Evandro Roberto

    Eu sempre quis a Adore voltando pro All Stars, mas acho que ela se tornou uma coisa tão grande, que já não cabia mais no formato do programa. Ela não precisava mais disso. Esses dias ela fez um live no periscope explicando que a culpa não foi a Michelle, como a edição passou, mas que a Raven que fez as críticas mais duras com ela. Porém eles não iriam queimar o jurado convidado, né.

    PhiPhi merecia o bottom DEMAIS com aquele look.
    Se fosse Derrick Barry vestindo aquilo os jurados iam massacrar a coitada.

    Por enquanto to torcendo só pra Tatianna voltar.
    Porque o resto ainda não me (re)conquistou.

  • Lucas Pires

    O top 2 resumiu minha torcida pra final.

  • Mateus

    Ver a Tatianna sair tão cedo é muito triste, mas ela foi muito mal no Snatch Game, assim como a Roxxxy. Para mim a maior decepção é a Detox. O look dela foi espetacular, devia salvar ela do bottom, mas ela não fez nada de interessante até agora, e na season 5 ela passou bem despercebida até o top4. Que Alaska, Katya e Alyssa sigam firmes, que Roxxxy se redima, que Ginger ganhe mais destaque, que Phi Phi seja menos sabotada pela edição e se esforce mais, e que Detox mostre que não é só looks e workroom.
    Meu ranking:
    7 – Detox
    6 – Phi Phi
    5 – Ginger
    4 – Roxxxy
    3 – Alyssa
    2 – Alaska
    1 – Katya

    E que Tatianna volte, por favor

    • Messinho’

      Esse top só trocaria phi phi por detox

  • Samantha Pistor

    Vamos lembrar que na season 8, quando Chichi Diva usou um maiô em um dos looks, ela foi massacrada pelos jurados, e sua performance no desafio foi completamente ofuscada pelo péssimo look da runaway.

    PhiPhi usou um maio parecido com uns patinhos e foi top da semana com aquela atuação risível no Snatch? WTF? Não entendo a cabeça da Rupaul, juro.

    Outra coisa: o apagamento das demais queens para consagrar miss Alaska a vencedora, é evidente. Achei ridículo a Alyssa, de novo, ser simplesmente safe depois de apresentações e looks polidos. Acho ridículo por duas vezes seguidas uma queen como ALyssa, que sofreu um amadurecimento incrível, ser esquecida no programa e servir apenas para fins de narração (o que diz muito sobre seu futuro no RS).

    Não estou gostando muito do All Stars porque mesmo sem saber dos tais spoilers (não li mesmo), está escrito nas estrelas que Alaska será top 3 e provavelmente a nova Chad Michaels.

  • amei a review, e concordo com praticamente tudo ! Henrique, sou teu fã <3

    ps. quando você mencionou Chad Michaels, usou o artigo "o" na frente . se puder consertar isso nas próximas reviews, eu agradeço :3

    • henriquehaddefinir

      Lucas, o Chad usa o nome masculino dele. Não estamos falando de pessoas trans, estamos falando de drags, que são homens e querem continuar sendo.

      • eu sei, entendo seu ponto de vista . mas enquanto drag, sempre se refere no feminino, independente do nome . então por mais que ele tenha acrescentado apenas o S no final do sobrenome, será a Chad . pelo menos até onde sei funciona assim .

  • Maycon Silveira

    Adore não deveria ter entrado na Race! Jamais! Seria o mesmo de Grazi Massafera voltar para o BBB!
    Eu entendo completamente o motivo da saída dela, pois é difícil criar um estilo drag, maravilhoso que nem o dela, e se imposto padrõezinhos de drag, como Michelle fez.

  • Gabriel Tubbs

    Comentário 1: Você viu o periscope que a Adore fez depois do fim do episódio? Não sei se concordo que ela tenha saído por medo. Ao meu ver, foi um ato muito mais de coragem que de medo. Tenho mto a falar a respeito de medo/coragem. Depois me aprofundo melhor.

    Comentário 2: Jinkx costumava fazer a Alaska nos snatch games dos battle of the seasons. Coincidência? Não tenho certeza. Mas concordo que ela teria feito uma Sofia Vergara melhor sim.

    Comentário 3: Minha torcida é toda pra Alaska. E todo mundo sabe que ela é uma forte candidata. Então é melhor ela não cair no bottom, senão fudeu.

    • henriquehaddefinir

      Eu também entendo perfeitamente quem entende a saída de Adore como um ato de coragem. Mas, as vezes o medo é tanto, que você encontra coragem suficiente para fugir do que o causa.

  • Marcos Gouvêa

    Eu fiquei frustrado quando soube que Adore voltaria, pq acho que a carreira dela já está superior ao programa, não me entendam mal, eu amo o programa, mas não é o que Adore é e representa em sua carreira, ela não é uma drag moldada que consegue fazer de tudo pelo show como Roxxxy, Alyssa, Alaska e etc
    Acho que um programa legal pra ela e que ajudaria alavancar a carreira dela seria um The Voice ou X Factor.

  • Gabriel Campanha

    Sim, acredito que Adore saiu por medo, mas um medo patológico. Não tenho capacidade pra isso, mas acho que ela não estava em seu bom estado mental durante as gravações. Apenas espero que depois de sair ela tenha se recuperado! Força Adore

  • Clébio Cabral

    Quem assiste a série UnReal tem uma pequena amostra de como a produção vai arrumando os personagens do reality para encaixar em uma narrativa. Obviamente aquilo é um hipérbole desse tipo de programa mas dá para ter uma ideia. Desde que soube que o rolaskatox estava novamente reunido percebi que a narrativa seria em torno das três e da suposta rivalidade entre Coco e Alyssa, de novo. Provavelmente outras histórias seriam contadas mas até agora essa é a principal. E para encaixar tudo nos seus lugares, injustiças são cometidas…
    Adoro a Phi Phi, mas está apagada demais… Achei que vinha pra arrebentar!
    Meu top 3 é: Kaya, Alaska e Alyssa.

  • Liza

    ahhhh não! Alyssa voltou e eu nem sabia, árei de ver na temporada passada, voltando imediatamente.

  • Honestamente, Adore ganhou ainda mais o meu respeito por ter saído do programa. Fiquei triste porque a amo, mas não deu para não concordar com sua decisão.