Rua Cloverfield, 10

Monstros se revelam de várias formas

11
58

“Cloverfield: Monstro”, filme de 2008, tinha tudo para ser mais um “found footage movie”. Um dentre os inúmeros da “moda” lançada por “A Bruxa de Blair” e perpetuada até hoje no cinema. O filme de Matt Reeves, porém, conseguiu inovar num gênero que entrava em estado de saturação, com uma história atraente, dinâmica e que colocava o espectador no centro da ação, mesmo que tivesse suas falhas. Oito anos depois, anunciado de surpresa, surge “Rua Cloverfield, 10” (10 Cloverfield Lane, 2016) que só divide o nome e alguns (poucos) aspectos. A trama muda totalmente, ganhando maior corpo narrativo e desponta como um suspense de primeira, fugindo totalmente do formato utilizado no predecessor.

Michelle (Mary Elizabeth Winstead) sai de casa com os poucos itens importantes da sua relação com Ben (voz de Bradley Cooper), pegando a estrada rumo ao desconhecido. No meio do caminho um acidente acaba colocando Michelle de encontro a Howard (John Goodman) um estranho, que a mantêm num bunker em sua propriedade. O motivo? Um ataque ocorreu e “lá fora” não é mais seguro, assim, permanecer no abrigo é a única maneira de ficar viva e em segurança.

Falar melhor sobre os pormenores do filme só estragaria a experiência de acompanhar as constantes viradas de rumo da trama e a construção enervante do suspense que culmina em momentos inspirados. As camadas de insinuações e ameaças, aliados ao ambiente claustrofóbico do bunker, criam um clima hostil onde as menores ações podem ter consequências pesadas. E o suspense é a força motriz de todo o filme. Desde o começo que lembra o travelling kubrickiano de “O Iluminado” ao clímax, o sentimento é palpável, deixando o espectador na beirada da cadeira, esperando o rumo que as interações irão tomar. Seja suspense de abdução, psicológico… A cada nova guinada, uma nova faceta entra em foco dando uma cara nova a algo até então construído e firmado no roteiro, dando uma agilidade incrível ao filme.

O trio principal de atores composto pelos já citados acima em conjunto com John Gallagher Jr. carregam os 103 minutos de película com atuações sólidas e tão passíveis de empatia que é impossível não se envolver com o desenrolar da trama. Winstead, passa longe da “donzela em perigo” tomando as rédeas de grande parte das situações e Goodman entrega um Howard amargurado e insano, roubando grande parte da tela quando aparece. A trilha sonora é outro ponto de apoio, ora opressora, ora recorrendo a hits da década de 60, que criam um clima ainda mais ameaçador no contexto criado.

Mesmo que o final fuja um pouco do clima construído até então, “Rua Cloverfield, 10” é mais um acerto na já aclamada carreira de J.J. Abrams como produtor de boas obras. É possível perceber os dedos dele em vários momentos da película, mas nada que tire os louros do novato em longas metragens Dan Trachtenberg. Ele realiza um bom trabalho em seu debut hollywoodiano, com uma direção segura e que sabe direcionar as surpresas sem soar afoito ou incapaz. Na dualidade construída pela trama os monstros se apresentam de diversas formas e modos. A sensação de segurança é somente uma ilusão. Ilusão essa que pode ser a pior das armadilhas em meio a um campo já repleto delas.

* O Série Maníacos assistiu ao filme a convite da Paramount Pictures Brasil 

  • David Rocha

    To muito mais empolgado com esse filme do que BvS, que só vou assistir quando sair os torrents mesmo.

    • CoopLc

      Também! Tenho me achado muito velho por estar cagando para filmes de super herói…

      • Kara Lee Danvers

        O filme se dá respeito, tem clima realista entre outros, se fosse a Marvel Disney dava até para entender seu comentário.

        • CoopLc

          Sim, conheço o estilo do Zack Snyder, mas minha crítica é com filmes de super herói em geral, sem ser direcionado especialmente à Marvel ou DC.

          • Kara Lee Danvers

            Compreendo

  • Sérgio Eleutério dos Reis

    Se tem a mão mesmo que seja como produtor do J. J. Abrams meu caro pode ir que vai ser bom! Esse cara deveria ter pego a Franquia da Liga da Justiça.. Séria outra coisa. em Star Wars com a mão dele o filme só deu de Bilheteria $ 2 BILHÕES DE DOLARES. QUER MAIS!!!! Esse é o cara! Séries, filmes é o novo Steven Spielberg só que mais moderninho!!!!

  • Paulo Frank

    Cara, assisti esse filme hoje e juro que foi uma agradável surpresa!

    Fazia ERAS q eu não assistia um filme de suspense tão bom assim, q te deixe sentado na ponta da cadeira agoniado!

    Há ainda esperanças para o gênero do suspense em Hollywood! =)

  • Jack Rackham mito

    Li o review aki do lucas, e os comments do pessoal aki… e fui ansioso ver o filme
    Resultado:

    Eu, minha mina e mais um pá de gente saiu reclamando após o final do filme. Começo da sono, muito bla bla bla….Filme horrivel, utilizaram o nome cloverfield pra promove-lo. O final fica um pouquinho interessante, mas nao sai disso. Filme B ou C..
    Já vi filmes ruins, mas esse não merece nunca ser visto no cinema!
    Não recomendo!!!!
    Quer ver um filme pós apocaliptico bom mesmo, com ação e com apenas 3 personagens que dão uma aula?
    https://en.wikipedia.org/wiki/Extinction_(film)
    Saiu ano passado.

    • Kara Lee Danvers

      O filme não é para todo mundo e sim para fãs do gênero, o orçamento do filme foi minúsculo e a gravação dele oculta, só corroboram com o que eu falei, o filme se passa no mesmo universo de Cloverfield, os monstros corroboram com isso, irá ter sequências, percebi que foram só os brasileiros que reclamaram fortemente do filme, realmente filmes com suspense psicológico nesse país não dá.

      • Paulo Frank

        Verdade! Povo aqui só quer tiro, miolos voando, explosoes e piruetas malucas…. qdo tem algo mais trabalhado, mais desenvolvido, reclama!

  • Magnosama

    O filme é ótimo,
    mas não gostei do final,
    não pelo “gênero” escolhido pra justificar o ocorrido,
    e mais pela forma como foi conduzida, uma ação exagerada e fora de tom…
    mas vale a pena ser visto.
    Mary Elizabeth Winstead é coizinha mais linda desse mundo…
    <3<3<3