Primeiras impressões: Supermax

62
5233

 “Você não está aqui por ter sido expulso da escola, né?”

Bem-vindo a Supermax, um reality que se passa em uma prisão de alta segurança na floresta amazônica. Doze participantes terão que vencer provas, fazer alianças, articular planos para ganhar dois milhões de reais, o maior prêmio já fornecido em um reality show na teve brasileira. A cada semana um participante será eliminado até que reste apenas um, que será o grande vencedor.

A trama de Supermax trabalha com elementos bem interessantes e com conceitos enraizados na cultura pop nacional. Usar o tema do reality show como pano de fundo para o desenvolvimento da trama é muito interessante pois é algo que faz parte do cotidiano do brasileiro, pois vivemos bombardeados com esses realities de convivência e sempre tendo bons resultados.

Na série os personagens não buscam a fama ou o dinheiro, mas sim se redimir por problemas com a justiça. E sendo bem sincero, essa história de tentar descobrir qual o crime de cada um, pelo menos neste primeiro episódio, não apresentou ser algo atrativo. O caso de Diana e Sérgio já terem sido revelados no primeiro episódio já dá um pouco mais de sentido as ações deles, ao passo que nos faz conectar a eles.

Diana revelando ter sido garota de programa e ter matado o seu marido, que a agredia constantemente, devido a uma “traição”, já mostra que nem todos são de fato criminosos de sangue frio, mas tenho que admitir que aquela cena com uma vibe “Carrie, a Estranha” foi um tanto quanto tensa.

A questão de Sérgio é um pouco mais complicada, já que ele salvou o dia matando um estuprador, mas acaba matando outra pessoa também, por engano. O que mostra que os dois querem pedir perdão pelo que aconteceu e mostrar que não são monstros, como Diana mesmo disse.

Só que o mote de “o que cada um fez” acaba perdendo o fôlego, pois o seriado vai explorar ao máximo essa questão de cada crime, de forma que vai fazer um personagem se tornar extremamente misterioso e soturno, como no caso de Bruna, para no final o crime ser algo que mostra que o personagem é totalmente diferente daquilo que ele mostrou até o presente momento, e isso não é algo bacana.

E podemos dizer que cada personagem está ali com seu estereótipo, Bruna como a estranha do grupo, Artur como o vilão, Sérgio como o mocinho, Luisão como brutamontes e por aí vai. Supermax segue fiel a cartilha de como fazer um reality show.

Uma coisa que me fez refletir foi sobre a primeira prova, que ao primeiro instante eu pensei que ela era desumana demais, mas que também ninguém era forçado a ficar em uma caixa que iria lhe cozinhar. Mas se formos pensar, o BBB tem suas provas desse tipo. Por mais que ninguém seja obrigado a se sujeitar a tais provas, ninguém quer de fato perder, então se sujeitam a privação de sono, de alimentos, evitam ir ao banheiro, entre outras coisas.

A parte sobrenatural ainda não veio com força neste episódio, mas começamos a ter vislumbres do que vem por aí. A cena do ex-padre sendo consumido pelo sangue foi interessante, pois deixou aquela dúvida se era um sonho ou se realmente aquilo estava acontecendo, e eu vejo que a série vai brincar bastante com essa questão psicológica.

A série tem uma premissa interessante, um elenco que até o presente momento não compromete, e que pode vir a ser uma ótima série. Entretanto, acredito que a Globo deu um tiro no pé no momento que disponibilizou onze episódios na internet. A quantidade de sites que já distribuem a série, além do globo play, é muito grande, de forma que ao invés de atrair as pessoas a migrarem para plataforma de streaming da Globo, acabou praticamente fornecendo toda a série na internet e assim a audiência pode vir a cair, pois vivemos em um mundo que tem pressa, onde as pessoas fazem maratonas de séries, e tendo esse número alto já disponível, pode acabar prejudicando a própria emissora. Espero estar enganado.

PS1: Teremos reviews de acordo com os episódios que estão passando na TV, por isso, se você já assistiu aos 11 episódios que foram liberados na Globo Play, por favor não dê spoiler nos comentários, já que existem aqueles que escolheram assistir no ritmo da Globo. Temos esse espaço aqui para quem quiser conversar abertamente com spoilers dos 11 episódios.

PS2: Já posso dizer que tenho um grande ódio pelo Dante?

PS3: Hey Globo, a Fazenda já deu 2 milhões para o vencedor.

  • Vine

    Eu não gostei muito dessa ideia de se passar na “nossa realidade”…tipo, a série ser sobre um programa da Globo, apresentado pelo Bial, que dará muita merda com seus participantes, rs. Poderiam ter feito direto como um bando de gente aleatória numa experiência X que vale 2 milhões de reais e posto um ator como o apresentador, sem problema algum (vide o destino disto logo no episódio seguinte). O background dos personagens poderia acontecer naturalmente, sem esse narrador. Se foi só pra pegar carona nas referências do BBB, ficou tosco. No mais, gostei do elenco, de forma geral, apesar de ter ficado bem forçado os diálogos. Achei a veterana da Mariana Ximenes a piorzinha deles, neste momento da série. Toda fala era uma frase de efeito, algo mecânico. Ninguém conversa assim. Maaaaaas a iniciativa é super válida e, que bom que o povo vaza as coisas, porque é 8 ou 80 acompanhar isto semanalmente ou por maratona.

    • Iury Viana

      Quanto aos diálogos, eu concordo com você, inclusive sobre a Mariana Ximenes. Mas espero que as coisas melhorem no decorrer dos episódios.

      E tô adorando toda essa iniciativa da Globo em explorar novos gêneros. E para mim, o primeiro episódio deixou um gostinho de quero mais.

      Obrigado por comentar

      • Vine

        Eu, também! É aquela coisa, se a até a Globo resolveu fazer, daqui a pouco as outras emissoras podem ameaçar seus passinhos, também. Mas a maior revolução seria se algo desse porte saísse da Record, rs.

        • Iury Viana

          Ué, e o X-men tupiniquim? Não podemos esquecer que a Record foi responsável por “Caminhos do Coração”, só que infelizmente não souberam administrar todo o sucesso que a novela tinha.

          • Vine

            Ah é, haha, tinha esquecido disso. Pode crer. Mas era um X-men escrotíssimo, sem entrar no mérito de efeitos, nossa…despertou más lembranças agora, ha.

  • Leo

    Acho que a Globo tem bastante ciência de que os episódios disponibilizados foram pirateados, sabiam disso mesmo antes e ainda assim seguiram nessa linha simplesmente pq o objetivo maior não é atrair pessoas para o Globoplay, mas sim alcançar o público fã de séries que faz exatamente isso, pirateia.

    Permitir que esse público tenha acesso a série sem ser assinante foi uma aposta, uma vez que, caso aprovada, a série geraria uma hype online e atrairia outros públicos.

    Só saberemos o resultado no dia 12/12.

    • vinland

      Nao acredito que a Globo esteja feliz com isso. Em alguns sites, a serie ja foi ate tirada do ar, e eles alegam que tiraram a pedido dos detentores dos direitos da serie, ou seja a Globo. Nenhuma emissora quer que seus produtos sejam pirateados, mas eles sabem que isso nao pode ser evitado tambem. A Globo escolheu esse formato para exibir os 12 episodios, pra se assimilar a Netflix, e nao para as pessoas que gostam de series piratearem ela.

      • Vine

        Well, então vou assistir rápido pq tem um link rolando de norte a sul com todos os eps rçç e acho que essa série tem bem¹²³ mais força se vista em sequencia imediata (cheerleader effect).

    • Iury Viana

      Mas pensa… Pq ela iria querer que sua série fosse pirateada, se não seria algo lucrativo? E se existisse esse hype online, porque eu iria ficar até mais de meia noite vendo a série, se eu posso ver a qualquer hora e a qualquer lugar?

      Sabemos que a audiência é quem atrai anunciantes, com todo mundo já tendo assistido, a audiência cai, e assim não tem anunciantes, não gerando lucros. Mas claro que minha visão tá mais calcada na visão capitalista.

      Mas gostaria de ver mais pontos de vista, e vou pesquisar como foi a audiência do piloto.

      Obrigado por comentar

  • Val Carnaval

    Eu não pretendia assistir, mas a TV estava ligada e acabei vendo.
    RESULTADO: queria desver!

    Que coisa horrorosa!
    Escrotamente patético. Imagine um reality show onde as estrelas são criminosos barra pesada que dependem do público para obter o perdão (???).
    Pela chamada tudo isso piora com os eventos fora da realidade. Mas o pior está por conta das atuações. Me surpreendeu o qto atores experientes estão absurdamente ruins, parecendo um bando de iniciantes.
    Já vi muito piloto ruim na vida, mas Supermax realmente conseguiu se destacar entre os piores.

    • Iury Viana

      Na que concerne a atuação, eu acho que o grande pecado está no texto, que pesa a mão no tom soturno e misterioso, que acaba ficando extremamente artificial.

      A premissa também ficou meio “como assim?”, com um reality com pessoas que cometeram algum crime, mas nem todos são barra pesada.

      E acredito que o lado sobrenatural vai dar a força da série. Eu me interessei em continuar vendo a história, mas tem coisas que você comentou que eu concordo.

      Obrigado por comentar

  • Jackson Douglas

    Ja amei o Dante, muito “louco”!

    • Iury Viana

      Prevejo muitos embates entre nós dois huahuahuahuahua

      Obrigado por comentar

  • Ricardo

    Essa série foi tudo de bom! Momentos tensos, alucinações, esquartejamento subentendido e Lula na cadeia! Entendedores entenderão!!! Hahahahahhh…

    • Iury Viana

      Juro que não captei a referência.

      Mas falando da série, até que passou toda uma tensão inicial que me deixou com vontade de conhecer ainda mais da história. Espero que Alvarenga não vire um Ryan Murphy brasileiro.

      Obrigado por comentar

      • Ricardo

        A referência é porque o ator que faz o jogador Artur é o Rui Ricardo Dias, o mesmo que interpretou o Lula na cinebiografia! 😛

  • vinland

    Nao gostei desse primeiro episodio. Achei alguns atores pessimos no papel, principalmente os mais experientes. Mas talvez isso seja culpa do texto. Os dialogos, parecem ter saido dos piores filmes e series desse genero. O começo foi interessante, mas depois de 20 minutos, comecei a ficar com sono. Vou acompanhar apenas pra ver no que vai dar, e por ser uma das primeiras series brasileiras que investe no genero. Mas esse primeiro foi complicado de engolir.

    • Li Rocha

      Concordo em tudo, vou acompanhar pq li que a série melhora, até pq o Bial não aparece mais né hahahaha… Colocar ele como apresentador junto com aquelas falas de “chegou uma informação importante aqui” foi muita tosquisse, a interação dele com os participantes ficou tão artificial quanto as falas das personagens… Enfim, espero que realmente melhore pois acredito no potencial da série, mas será uma pena se continuar essa impressão de artificialidade.

  • Gabo

    Versão nacional de Dead Set?

  • Ramon Vitor

    Primeiro episódio sem gancho. Simplesmente não me deu curiosidade para ver o próximo. Achei muitas atuações forçadas. Bom mesmo e coerente só o policial e o lutador. Os outros ou exagerados (o retardado é até bom, mas extrapola muito) ou a atuação não colaborou mesmo. Gimenez da última vez que vi era uma atriz boa, não sei o que fizeram para ela ficar tão desconcertante neste personagem.

    • Iury Viana

      Mas calma, primeiro episódio pode não ser atrativo, mas vamos usar a técnica dos 3 episódios para dar um parecer final. Afinal, dizem que tudo melhora no decorrer do tempo. Mas realmente, teve muita coisa que foi bem tosco mesmo.

      Obrigado por comentar.

  • Gabriel Pereira

    Um primeiro episódio mais para apresentações, nada muito impressionante, eu particularmente dei algumas risadas no começo, era inegável que toda aquela situação inicial era em tom jocoso, Bial, as perguntas e tal, eu achei até interessante foi um bom começo.As atuações eu estou relevando, é algo novo, os atores nacionais não estão acostumados a isso, então pode ser que não fiquem confortaveis no papel o que consequentemente afetará a atuação (a Bruna/Ximenes deixa isso claro), agora durante a conversa do Bial com o resto dos participantes, era impressão minha ou o Bial desviava o olhar toda hora, ele fechava a cara de repente ou alguém estava querendo apressar ele, não sei se foi algo intencional ou se acabei vendo demais…o saldo é positivo, o mais importante foi que a série conseguiu me instigar, me fez querer ver o restante (sou suspeito de qualquer modo xD), fiquei satisfeito e feliz

    • Iury Viana

      Temos que admitir que teve muita coisa tosca que aconteceu, mas a tendencia é crescer. E admito que Bial me incomodou um pouco, se os personagens tavam forçados, ele conseguiu se sair bem pior sendo ele mesmo uhauhauahuhauhuhauhaauhahua.

      Obrigado por comentar.

      • Gabriel Pereira

        Kkkkkk que exagero cara, Bial não é tão ruim assim kkkkk, eu já vi metade da série, então sei o que vem por aí e o quanto melhora, mas continuarei lendo as reviews pra ver as opiniões de outras pessoas só para análise xD, além de possíveis coisas que posso ter deixado passar, fora que as vezes os reviewers vêem algumas coisas mais técnicas que um leigo não percebe.

  • Maria do bairro

    Gente eu já assisti a série e digo uma coisa! A série melhora muito! Realmente o primeiro episódio não é muito bom, mas podem confiar que a série cresce bastante. Sobre as atuações canastronas, a maioria dos realitys tem pessoas canastronas que depois a máscara cai. No próprio BBB tem isso! As atuações tmb melhoram bastante gente, por isso que eu acho que essa canastrice inicial foi meio que proposital! Não vou mais comentar aqui se não vou dar algum spoiler. Só volto para comentar no final agora.

    • Iury Viana

      Mas se for comentários que nos incentivem a assistir, será bem vinda a comentar sempre.

      Obrigado por comentar, e pelo incentivo também XD.

  • Fábio Santos

    Concordo na parte que a Globo deu tiro no pé ao liberar na globo play. Se a intenção era fazer o pessoal ver tv, acho que foi por água abaixo. Assim como a maioria, não gostei do piloto, mas vou assistir até o fim pra ver como fica.

    • Iury Viana

      Eu tava pesquisando, a audiência de Supemax começou em baixa já. E realmente, o piloto foi um tanto fraco, mas deixou margem para várias coisas, e eu estou muito curioso para quando o lado sobrenatural começar a ser explorado no seriado.

      Obrigado por comentar.

  • Marco A

    Não gostei, achei tudo meio artificial demais. Com 15 minutos já perdi a vontade e minha atenção já estava em outras coisas.
    Diálogos muito artificiais, seja o texto ou o ator, isso era visível. Não sei se apenas o fato de ter criminosos no ambiente, já não seria o bastante psicologicamente para a trama, acho que a Globo não segura, com qualidade, o lance sobrenatural, tenho medo de ficar muito tosco e não causar o medo ou tensão necessária.
    Muito clichê o fato de existir criminosos, não tão “criminosos” assim.
    Não gostei. Não me deu aquela vontade de voltar a assistir. Normalmente não voltaria a assistir, mas como sou besta, é bem capaz que eu volte! kkkkkk

    • Iury Viana

      Mas é aquela coisa, o primeiro episódio foi apenas para nos ambientar, e agora é que as coisas vão começar a fluir. Mas é aquela coisa, assim como no BBB todo mundo finge algo, então pode ser que os personagens estejam nessa vertente. Semana que vem essa veia de reality vai deixar de existir, então pode ser que melhore a situação uahuhuhauhauahuhauha.

      Obrigado por comentar

  • Ricardo Barp

    Para mim é difícil a Globo tirar esse “gesso” novelesco das séries, mesmo sendo bem produzidas…mas quando a trama apresenta uma espécie de reality show, e ainda mais a aparição do Bial….a única lembrança que me recorre é os malditos BBB’s.
    Como falei ….o maior problema dessas séries é a inabilidade de sair da bolha novelesca, que fica forte nas narrativas, diálogos fracos e interpretações tupiniquins. Vejo que como algumas produções do cinema já abandonaram essa fórmula, assim como produções independentes, mas quando caí nas mãos de uma grande produtora é como bater a cabeça na parede. Pode-se elogiar por inovar na temática, nova na tv aberta, pois esse seria o único atrativo da série.

    • Iury Viana

      Mas é aquela coisa, se não tiver uma veia novelesca, não é série da Globo. Infelizmente essa é a realidade. Mas o interessante é essa busca pelo novo e também nessa busca por novos públicos. Supermax é um sopro de vida nesse mais do mesmo

      Obrigado por comentar.

    • Cesar

      Porra, so olhar as ultimas series da Globo e ver que esse gesso novelesco ta indo pro ralo faz tempo. Justiça mesmo, ao meu ver foi uma grata surpresa, excelentes atuações, bons dialogos e etc

    • San Ramon

      Justiça é exatamente uma novela com um pouco mais de ousadia.

  • Laís F.

    A série vai passar toda terça-feira ou todos os dias?
    O formato de reality show me lembrou o seriado coreano Liar Games que é muito bom. Vamos ver se supermax mantém a qualidade.

    • Iury Viana

      É só na terça mesmo. E vamos torcer para que tudo dê certo

      Obrigado por comentar.

  • Fernando d.S.

    Esse primeiro episódio eu achei bem clichê mas pelo menos a direção conseguiu manter o clima de suspense até o fim. Foi um começo razoável se levar em conta que essa é primeira vez que a Globo faz uma incursão no gênero horror.

    • Iury Viana

      Mas pelo que li em outros lugares, e até mesmo em comentários aqui, a série tende a melhorar. Tanto a série quanto as atuações. Espero que realmente aconteça isso,

      Obrigado por comentar.

  • Jord Son

    Achei interessante porque lembra um pouco do programa “No Limite” com aquelas provas de resistência, então achei criativo… no começo não gostei da ideia de Pedro Bial estar lá porque fica muito cara de BBB, mas vamos ver no próximo episódio agora

  • lcp21

    HORRÍVELLLLLLLLLLLLLLLLLLLLL, podre, aquele linguajar de novela, não percam tempo.

    • Vine

      Perca sim, amigo! A qualidade cresce a cada ep (para mim/eu, engatou após o 3°). Se tu achou um fiasco nacional, dê uma passadinha por Dead of Summer, Slasher e Scream e perceba que dá para ver o nosso de boa, também, rç.

      • Rafael Costa

        Scream primeira temporada até que foi legal, mas quando passou para a segunda não dava mais para continuar. Em Scream os atores são tops, vou ver esse SUPERMAX e ver se ao menos os atores salvam 😀

        • Vine

          “Ao menos” se a história for ruim, coisa que primeiro tem que conhecer toda para pontuar. Vá de mente aberta :v. Screams tinha um roteiro imbecil mas isso não a impediu de obter sua popularidade.

  • Marcos Bastos

    Já assisti os 11, e pra quem não gostou do primeiro: Melhora. Não fica nenhuma obra prima, mas fica melhor do que está.

  • RenanSP

    eu gostei do piloto, mas não tenho saco pra assistir coisa com horario (ainda mais depois das 23H) e a série não me prendeu tanto assim pra ir atrás pra baixar.
    Não gostei da ideia de reality show e pelo comercia do episódio 2 isso ja vai cair por terra, o que me leva a crer que essa ideia de jerico foi só um pretexto pra colocar os personagens onde estão, ja que não faria sentido uma prisão de vdd só com 12 pessoas, uma ideia maluca pra justifica o que vem a seguir.

  • Suliz

    Reafirmou o que é: uma paródia de uma coisa melhor, um seriemaniaco vê a influência de ótimas obras mas não sei se essa mistureba vai ser legal…
    Tô com o pé atrás pq odiei os livros do Draccon juntando com personagens caricatos e esse tom de sátira pra mim vai flopar

  • Cesar

    Assistir uma serie generica dessas com frases porcas que me fazem revirar os olhos logo depois de Justiça, que superou todas as minhas expectativas, não foi um bom negocio. Admiro a atitude da Globo de apostar em algo bem fora de seu usual, mas achei pifio demais, não é pra mim, preferiria mais 11 semanas de “Justiça”

    • Cibela Cerqueira

      com certeza uma mãe transando com o assassino da filha é algo bem plausivel.

      • Iury Viana

        Comentei sobre isso no post sobre a série é também nos comentários, olha lá o meu ponto de vista sobre a questão do “romance” ente Elisa e Vicente.

      • Cesar

        Vc quer discutir atitudes humanas dentro da literatura? vamos passar 1 milhão de anos aqui, cada um com sua opinião

        • Cibela Cerqueira

          justiça é baseado em que livro? estou falando da realidade, não estou aqui discutindo vampiros ou lobisomens

          • Mp.

            ta, mas fora isso…. oq mais é tao ruim?

          • Cibela Cerqueira

            como vou saber não assisti todos os episódios

        • Cibela Cerqueira

          so se fosse algo do tipo dominada por um demônio, fora isso acho difícil vc ter alguma retorica para convencer alguém do contrario que é absurdo e sem nexo com a realidade.

      • Jord Son

        depois que walcyr carrasco fez em Verdades Secretas em que a personagem Arlete casado com o Gui que participou ativamente com Giovanna na trama do flagra que resultou no suicídio de Carolina. o que podia esperar?

        • Cibela Cerqueira

          não sei não assisti não posso opinar, agora uma mãe transando com o assassino da filha, precisa ser muito ficção cientifica mesmo ou aquelas desculpas a la supernatural possuida por um demonio.

          • Jord Son

            Sábia decisão pois Walcyr Carrasco fez uma novela ousada, mas o final foi incoerente ao contrário da Diretora de Justiça. Muita gente achou a história da Elisa em Justiça sem fundamento pelo fato dela ter se apaixonado pelo assassino da própria filha. De fato, foi uma situação bizarra e bem mórbida. Elisa, na verdade, nunca se apaixonou pelo Vicente. Ela foi guiada pelas recordações que Vicente trazia de Isabela e acabou dando brecha para que ele pudesse adentrar cada vez mais em sua vida. Mas depois que ela tomou um choque de realidade, começou a perceber o quão dividida se encontrava.Colocar a vida de Vicente nas mãos dela foi uma cartada de gênio da autora. Para Elisa, a justiça foi feita: ela não chamou a ambulância e deixou Vicente morrer. Aqui, porém, o final da história mostrou que a vingança é um ciclo eterno.

  • San Ramon

    Vi os primeiros 11 episódios foram uma grata surpresa. A trama não é de todo coesa, rolaram umas extravagâncias aqui e ali, tem o velho problema dos roteiros da globo que querem ser bem escritos de maneiras que ninguém fala, mas o todo é válido.

  • Cibela Cerqueira

    eu ate agora curti a musica de abertura kkk

    • Mp.

      claro,é fringe.

  • Over

    O primeiro episódio foi muito ruim, mas do 3º em diante, parece outra série! Pra mim não perde em nada pra séries americanas. o Episódio 10 foi perfeito.

  • Mara

    Estou no 6º episódio e, eu que não gosto de terror, posso dizer que estou muito curiosa pra desvendar os mistérios da trama. Pra quem vai acompanhar, prestem atenção no padre. Acho que esse personagem vai surpreender muito.