Primeiras Impressões: Pokémon Sun and Moon

11
1149

Inspirada nos novos jogos da franquia, que dão subtítulo à série, Pokémon Sun and Moon causou certa estranheza desde o lançamento do primeiro trailer. Uma óbvia mudança nos traços e no estilo da animação, principalmente de Satoshi*, deixou os fãs um pouco apreensivos. Some-se a isso a notícia de que ele estaria indo para escola e o fim do mundo esteve próximo no fandom.

Pois bem, chegada a estreia, com direito a episódio duplo, as coisas ficaram mais claras. O traço mudou, sim, parece estar voltado para um público mais novo, porém apenas o traço de Satoshi está diferente, os demais personagens mantêm o estilo que o anime já vinha seguindo. Ao que parece, a narrativa da temporada pretende explorar um lado mais pastelão, apostando na chamada comédia física. Só nesses dois primeiros episódios o protagonista quase se afoga, leva uma bola de fogo na cara, tem o nariz beliscado, é atacado por um Bewear, é atropelado por Taurus, é jogado longe por um Exeggutor e por aí vai. Não que me incomode, pois Pokémon sempre usou isso, mas dessa vez parece que as coisas vão para outro nível.

A comédia física parece ser uma das apostas da temporada. Pokémon Sun and Moon.
A comédia física parece ser uma das apostas da temporada. Pokémon Sun and Moon.

Sobre a escola para onde Satoshi vai, o pânico foi desnecessário. O que tivemos foi o uso da instituição como motivação para ele ficar em Alola e para introduzir uma caralhada de novos personagens como nunca antes na história deste anime. Além do Professor Kukui e do diretor Ookido (Alola form do Professor Carvalho), conhecemos mais cinco personagens: Lilie, Mao, Suiren, Mamane e Kaki, os alunos da escola.

Apesar do pouco tempo disponível, os personagens foram bem apresentados e, por conta do destaque dado até aqui, creio que quando Satoshi partir para as outras ilhas de Alola, Mao e Kaki serão seus companheiros, com os demais aparecendo aqui e ali. O único problema (que não é bem um problema, já que não tem muito o que ser feito) são as piadas do professor Ookido, que envolvem trocadilhos com os nomes de Pokémon, pois, infelizmente, elas acabam se perdendo na tradução.

Da esquerda para a direita: Lilie, Mao, Suiren, Mamane e Kaki. Pokémon Sun and Moon.
Da esquerda para a direita: Lilie, Mao, Suiren, Mamane e Kaki. Pokémon Sun and Moon.

Além disso, somos introduzidos ao lendário Tapu Koko, que por algum motivo aleatório (chamado conveniência de roteiro) escolhe o protagonista e lhe dá um poder que não deveria ser obtido tão facilmente. Isso serve para motivar Satoshi a percorrer as ilhas e enfrentar os desafios para dominar o poder do Z-Ring. Apesar de eu ainda apostar na tradicional jornada, o que pode acontecer é a Escola ser transformada em uma “base de operações” com Satoshi e os outros indo e voltando entre as ilhas, já que Kaki deixou claro que vai e volta facilmente de outras ilhas. Seria uma mudança na estrutura que ainda não sei se funcionaria bem, e creio que só acompanhando para sabermos.

Outra boa sacada do roteiro foi sobre como Satoshi foi parar em Alola. Dessa vez ele não pretendia iniciar uma nova jornada com o Pikachu e blá blá blá. A ideia de ele ir passar férias e aí sim resolver ficar foi uma grata mudança no ciclo sem fim que é Pokémon. Toda a introdução da nova região ganhou muito com isso, pois a imagem do local paradisíaco onde se vai fazer turismo está lá e Alola pareceu um lugar extremamente atrativo, com destaque para o PokéRide, uma novidade que foi bem explicada e explorada já de cara. Além disso, para acabar com qualquer trauma de XY(&Z), Satoshi já recebeu o Z-Ring e usou um Z-Move logo de cara, não repetindo a ausência de mega evoluções para o protagonista na saga anterior.

Não teve Mega Evolução mas vai ter Z-Move.
Não teve Mega Evolução mas vai ter Z-Move.

Por fim, nota-se que ainda tivemos a introdução dos antagonistas do Team Skull, que, pelo menos por agora, são baderneiros em busca de confusão e só. Como é do feitio da série, acho que demoraremos um pouco a ver a estruturação do plot principal dos vilões. E não podemos esquecer que a Equipe Rocket nem chegou em Alola ainda.

A estreia de Pokémon Sun and Moon prometeu uma temporada um pouco diferente, porém se fugir das raízes do que sempre foi Pokémon. Com uma região encantadora, onde não existem ginásios e de já acaba por forçar a uma mudança na narrativa, o anime tem a chance de se reinventar e mostrar que Pokémon pode ser bem mais do que é. Se isso vai acontecer ainda não podemos afirmar, mas o certo é que Alola tem tudo para ser marcante!

> O futuro da Marvel depois de Doutor Estranho!

Diário do Treinador:
  • Se o Professor Ookido faz trocadilho com o nome dos Pokémon, o Professor Kukui faz metáfora com golpes. Professor normal em Alola: procura-se.
  • Fãs de Amour shipping se desesperam com a Mao toda próxima do Satoshi. Não está sendo fácil pra eles.
  • Quer os episódios legendados? Cola no Bruthais Fansub, legendas de excelente qualidade sempre!

*Sim, eu sei, é o Ash, mas nas reviews, por questão de organização e paralelismo com as legendas do Bruthais Fansub por onde assisto, usarei os nomes de personagens e lugares em japonês. Os nomes de Pokémon e golpes seguirão os padrões dos jogos, em inglês.

  • Jackson Douglas

    São muitas mudanças, espero que venham pro bem do anime!

  • José Alexandre Monteiro

    Voces pretendem fazer reviews sempre de pokemon Sun Moon?

    • Pedro Neves

      Toda semana assim que tivermos episódio legendado.

  • Paulo Frank

    O anime decaiu mto desde quando se passava em Kanto/Johto… Juro que tentei acompanhar as aventuras do Ash e Pikachu em Kalos e realmente eh um parto. Eh chato, previsível e cansativo… Provavelmente não terei paciência de assistir o Sun/Moon tb. Ficarei só com os jogos msm que tá bom pra mim

    • Pedro Neves

      Eu já discordo. O anime melhorou muito, principalmente em Diamond and Pearl. Depois do susto que foi Black and White, XY foi uma ótima saga também!

  • Pedro Rici

    Adorei o anime, fazia tempos que não ria tanto assim. Ash (ou Satoshi, como preferir) agora sim aparente ter 10 anos como é dito. O que mais me desagradou foi o Tapu Koko tbm, além do roteiro força-lo na história, ele está muito feio.
    Outra coisa que notei, que acabou fugindo do padrão foi a presença dos inicias. Nos primeiros episódios eles sempre estão inseridos a todo custo. Mas dessa vez eles ficaram em segundo plano. Com Rowlet nem aparecendo, Litten tendo apenas uma cena rápida e Popplio surgindo apenas porque sua treinadora também estava ali. Do mais adorei esse novo anime. Alola é linda e conseguiram passar isso muito bem.
    Parabéns pela iniciativa de trazer reviews do anime para o site, lerei sempre e comentarei sempre que possivel!

  • João Carlos

    Ainda não assisti o episodio, mas vou dar uma conferida.
    Qando veio essa mudança no visual de Ash ja fiquei com muito pé atras. Imaginando que eles poderiam mudar o protagonista já que Ash não é o que faz as pessoas acompanharem o anime. Mas vamos dar uma chance para o que esta por vir.

  • José Neto

    OBAAAAAAAAAAAAAAAAAA! MUITO BOA A REVIEW! Acompanho Pokémon desde sempre, mas só comecei a ver junto com a exibição do Japão em B&W, e é uma grata surpresa vocês fazerem parte dessa jornada também agora <3 <3

    Amei muito essa nova pegada! Bem diferente da engessada XY, que, a despeito de ser boa, incomodava-me bastante com a falta de expressividade do Satoshi e com a animação bem parada. Tudo me agradou agora, mas ainda quero ver como vai ser a Equipe Rocket por aqui… Sim, já quero Bewear abraçando o James kkkkkk xD

  • Diego Miranda

    Eu estava super com medo dessa nova temporada. Mas gente que amoor <3 estou apaixonado por Alola kkk achei tudo mais orgânico entre humanos e pokemon, e a mudança do Satoshi me incomodou no começo, mas acabei o epi como se ele sempre fosse assim, acho que se encaixou bem. Só eu que senti uma vibe meio Digimon ?(que eu amo) Acho que foi pela quantidade de novos personagens juntos, e o Satoshi ganhando o Ring do nada, meio que senti esse clima Digimon kkk E o que falar do Bruthais <3 temos que divulgar e enaltecer eles SIIIM!!

  • diogopacheco

    Me deu bastante curiosidade o seu texto. Parabéns. O grande problema de pokemon para mim é a mesmice e é legal ver o anime se reinvenrandi.

  • Rafael Tietz

    Fiz uma mini maratona com os episódios atrasados de XYZ e vi os episódios de Sun & Moon.
    Estava apreensivo com essa temporada e achei que iria odiar. Ledo engano, gostei bastante. Acho que o formato adotado é bem agradável e divertido. Não sei como os fillers vão ser tratados nessa temporada (em XYZ alguns eram horrivelmente chatos), mas espero que sejam recheados de comédia pastelão hahaha.

    Aquele pokémon que o Ash encontra e persegue (e que aperta o nariz dele) era Shine, não era? Na abertura dá pra ver que ele vai capturá-lo. O professor deve dar o Rockruff para servir de pokémon inicial do Ash, além dele também capturar aquele Litten que aparece no primeiro episódio. Gostaria que não parasse por aí. EM XYZ foi meio sem graça ele ter apenas 6 pokémons, se fosse eu iria capturar todos que conseguisse lol. hahahahah

    No mais, ótima review. Vou acompanhar a temporada e ler as reviews. hehe