Primeiras Impressões: Pokémon Generations

10
1852

Que estamos vivendo a era dos remakes/reboots/spin-offs todo mundo sabe. O que não esperávamos é o retorno triunfal de uma franquia em diversas formas de mídia.

Após fazer um sucesso estrondoso e inesperado no final dos anos 90, Pokémon continuou sólido em diversas plataformas, como o jogo de cartas, a franquia de games (que só perde para o Mario em número de cópias vendidas) e o anime (que é um dos mais longevos da História). É verdade que o buzz não continuou o mesmo da época do surgimento, mas fãs de diversas partes do mundo cresceram e envelheceram ao lado dos Monstrinhos de Bolso e mantiveram-se fiéis até os dias de hoje, mesmo com seus 20 e tantos anos nas costas.

Mas eis que surge 2016 e o aniversário de 20 anos (!) da franquia. Com o lançamento de Pokémon Go, a Nintendo, que praticamente domina a indústria de jogos portáteis (graças em boa parte a Pokémon), finalmente cedeu aos jogos gratuitos para smartphone e em pouco tempo quebrou recordes e estabeleceu de vez a volta da franquia ao mainstream. Estamos sendo bombardeados de novidades, e o público parece só querer mais e mais: os próximos jogos, Pokémon Sun & Moon, são uns dos mais esperados do ano, Pokkén Tournament tem agradado bastante os amantes de jogos de luta, a Netflix tem atualizado seu catálogo com episódios novos e antigos do anime, e uma nova série de curtas veio para nos matar de nostalgia.

Pokémon Generations é fanservice, e é fanservice pesado! Com esses dois episódios divulgados nesta sexta-feira, podemos ver que a Pokémon Company pretende agradar os fãs com curtas que exploram os momentos mais memoráveis dos games. Os curtas são de fato curtos (com o perdão do trocadilho), mas com seus três minutos e pouco conseguem dar conta do recado.

img1

O episódio 1, The Adventure, já começa reproduzindo a abertura clássica do jogo que começou tudo, Pokémon Red. O protagonista do curta foi o mascote da série, um Pikachu que estranha os olhos com seu visual diferente e que faz grunhidos fofinhos ao invés de dizer seu nome. Basicamente acompanhamos o roedor elétrico em todas as seis regiões do Mundo Pokémon, lutando em cenários familiares para quem jogou os games.

A animação surpreendeu pelo estilo em que decidiram retratar o Pikachu e pelas batalhas, que pareceram mais cruas e violentas do que aquelas que estamos acostumados a ver no anime. Eu particularmente achei desnecessário mostrar Pokémons lendários, pois eles pareceram bem fora de contexto, mas não nego que isso causou um impacto ainda maior no espectador.

img2

Enquanto o episódio 1 pareceu mais um trailer do que um curta, o segundo, The Chase, procurou recontar uma história já conhecida. Na primeira geração, você, o protagonista do jogo, derrota a Equipe Rocket e causa a aposentadoria do chefão dessa máfia, o misterioso Giovanni. O episódio então mostrou o papel das autoridades nessa narrativa e como o líder do Ginásio de Viridian conseguiu escapar da lei.

O mais surpreendente foi a escolha de um personagem que só apareceu na quarta geração dos jogos para chefiar a operação contra a equipe do mal. O detetive Looker foi introduzido apenas em Pokémon Platinum, e sua presença nessa história parece confirmar uma teoria criada pelos fãs, o que é de explodir a cabeça de qualquer um! Como muitos especulam, o detetive esteve sim nos primeiros jogos da série e era esse agente de polícia que ocupava um dos quartos do S.S. Anne.

img3

Com uma animação diferente e contando histórias de outro ponto de vista, Pokémon Generations traz uma atmosfera muito mais adulta que promete agradar os fãs que acompanham a franquia desde o começo. É realmente uma pena que os vídeos sejam tão curtos, mas com o sucesso que Pokémon vem fazendo, não ficaria surpreso se anunciassem um Pokémon Origins Parte 2 ou algo do tipo.

E vocês, curtiram os curtas e o texto? Quais momentos estão esperando para ver nos próximos vídeos? Se acham uma boa ideia continuar com as reviews dessa série, mandem ver nos comentários!

  • SSbB

    Origins parte 2 contando a história de jotho, ia ser bom demais.

  • Isaac Lopes

    Sempre acho pokemon uma boa ideia, pra mim a série grita anos 90 (saudades), sou fã, joguei todos os jogos e foi bacana vê-los passando (rápido) em animação. Quanto ao pikachu estranhei num primeiro momento, mas depois lembrei que ele era assim no Red/Blue, todo gordinho e arrendondado.

    PS: quem ta reclamando do pikachu já viu o Alola Ash? hahahahaha!

  • San Ramon

    Eu realmente detesto como os desenhos atuais sempre passam uma textura meio “plástica” aos personagens. Olha esse Pikachu e compara com o clássico, ele parece de borracha.

  • Anderson Luis

    Curti os curtas e também achei que o 1º fosse mais um trailer do que um curta.
    Infelizmente só joguei até a 2ª geração, que gostei bastante e espero ver alguns curtas dali.
    Uma parte 2 de Pokémon Origins seria ótimo!

  • Outsider

    Ótimo texto. Por favor continuem fazendo as reviews dos curtas, que realmente foram curtos demais, e me deixaram querendo muito, mas muito mais mesmo. O primeiro foi uma bela homenagem a todas as gerações e o segundo teve uma pegada que me faria ver uma temporada inteira sobre essa busca/investigação atrás do Giovanni.

    Sonhando que a The Pokémon Company se junte a Netflix e lance um Origins de todas as gerações com 13 episódios cada temporada (expandindo um pouco mais o primeiro Origins), seria perfeito. Por isso torço muito para o sucesso desses curtas, para que eles considerem essa possibilidade, e que Arceus dê um jeito desse anime do Origins acontecer de verdade para todas as gerações.

    • Juan

      Valeu pelo comentário!
      Os fãs iam pirar com um Pokémon Origins desses, haha

  • Martin Oliveira

    E as reviews de Zoo nada né, Juan? ??

    • Juan

      Foi mal, Martin. Com a segunda fase da OAB (que foi hoje), eu não consegui manter as reviews… Nem cheguei a assistir os epis finais ainda ?

  • Henrique Junqueira

    Muito show, tomara que mostrem batalhas contra a elite 4, gold vs red, pokemon lendário. Pokemon Gold tem muito conteúdo que pode ser explorado. Como são curtas tem que ser sempre dois vídeos juntos.

    • Juan

      Gold vs Red seria épico!