Mr. Robot 2×11: eps2.9_pyth0n-pt1.p7z

46
2897

E se você pudesse moldar o que é real com um simples desejo?

Python é uma linguagem de programação back-end. Isso significa que ela trabalha ligando o banco de dados com tudo aquilo que o usuário consegue interagir. As boas práticas de desenvolvimento ensinam que o back-end deve ficar completamente separado do front-end, para que seja possível criar diversas visualizações do mesmo sistema. Seria isso que Whitrose quis dizer (e mostrou) para Angela na sua reunião de vinte e oito minutos?

Por mais que eu queira negar, fica cada vez mais distante a possibilidade de Mr. Robot não descambar para uma série Sci-Fi. B. D. Wong mais uma vez deu um show de interpretação com sua Whiterose e o seu discurso enigmático fez-nos crer que estamos assistindo uma série muito além do que imaginávamos.

Mr. Robot: Whiterose olhando contemplativamente de frente
B.D. Wong maravilhoso, sendo Whiterose ou Zhang. E explodindo cabeças sempre.

Quando ele fala para Angela I don’t want your proof, I want your belief” (eu não quero suas provas. Eu quero a sua crença) e pergunta o que ela faria se pudesse moldar o que é real com um simples desejo, fica difícil imaginar algo diferente de pessoas com super poderes. A mãe de Angela e o pai de Elliot morreram para que um bem maior fosse criado. E este bem, estaria embutido nos seus filhos órfãos. Assim, o que imaginamos que era uma doença, poderia muito bem ter sido um experimento.

Neste caso, não seria difícil imaginar que Whiterose sabia que Angela teria chances de sofre dos mesmos sintomas de dissociação de personalidade de Elliot. Isso justificaria o teste Land of Ecodelia que ela foi submetida. Whiterose precisaria ter certeza que estava falando com a Angela e não com o seu alter ego. Como a história é toda contada através do ponto de vista de Elliot, há muitos detalhes sobre Angela que desconhecemos. Não seria nada estranho que ela também estivesse vivenciando uma pseudo-esquizofrenia e guardando segredo para ela.

Mr. Robot: Sala escura com um aquário ao fundo e compudores antigos a frente. O que é real?
Sala de entrevista mais hipster EVER.

Isso fica até meio evidente na disparidade comportamental, que a levava, ora a querer ser uma executiva bad-ass, ora uma justiceira vingativa. Na cena que ela conversa com o amigo de seu pai, na festa da independência, parece realmente que ela é possuída por uma outra pessoa, no momento em ela volta para ofender o tio encanador. Não parece? Ela até mesmo esquece que estava com o agente do FBI e vai pra cama com o executivo no balcão.

Antes de continuar esses devaneios malucos, se quiser brincar de Land of Ecodelia, foi criado um site emulando o aplicativo de 8 bits aqui. Lá, você deve digitar os mesmos comandos que a menininha digitou na série. Para facilitar sua vida eu os relaciono aqui: LOAD”$”,8 / LIST / LOAD “Land of Ecodelia”,8 / RUN.

Agora vamos para a parte que explodiu a minha cabeça. Depois de horas tentando imaginar o que seriam essas experiências, um pensamento sombrio atingiu pousou na minha mente. E se foram eles que morreram e não seus pais? Imaginem que eles foram brincar na planta de Washington Township e acabaram morrendo pela radiação. Imaginem ainda, que esta fábrica está postada sobre algum elemento sobrenatural, que Zhang tanto protege. E imaginem, por fim, que seus pais tivessem optado por permitir que seus filhos sobrevivessem em um estado inédito, vagando entre o mundo real e o mundo psíquico. Ou até outra dimensão, quem sabe. Neste cenário, de alguma forma, os pais poderiam estar dentro das mentes dos filhos, guiando suas ações. Assim, eles estariam vivos do lado de cá e através do sonho lúcido de Elliot, ele estaria alcançando de volta o mundo real. E… Para, Ale!!! Chega de teoria maluca!!!

De volta para a Realidade (ou o que entendemos que seja real)

Voltando às suposições mais plausíveis, a utilização do sonho lúcido (o qual eu já fui praticante, diga-se de passagem), foi uma sacada sensacional. No mundo real, o Lucid Dream, te conduz a um estado de consciência durante os sonhos. Logo nos primeiros meses de treino, você passa a se lembrar muito mais do que sonha, consegue fazer com minutos dormindo pareçam horas e passa a controlar o mundo de Morpheus de forma significativa. Nos estágio avançado, é capaz de simular super poderes físicos, como vôo, respirar embaixo d’água, atravessar paredes e o que mais sua imaginação criar. Aconselho a todos tentar um dia.

Mr. Robot: Panfleto com o cardápio do Red Wheelbarrow BBQ
Impossível essa carriola vermelha ser coincidência.

Elliot usa o mantra “Mind Awake, Body Asleep” e consegue trocar de papel com o Mr. Robot, ou seja, enquanto o outro pilota, ele assiste. Toda a jornada que os leva a se encontrar com Tyrell é suspeita e nos leva a questionar se não é simplesmente um sonho. A começar pelo panfleto do Red Wheelbarrow BBQ. Não só porque a carriola vermelha, que já havia sido usada na prisão, como um elemento imaginário. Mas também pelo endereço falso do estabelecimento no verso do encarte. Sim, novamente eu fui pro Google Maps graças a Mr. Robot. Para minha surpresa, “345 Brockman Street New York” não existe. Essa é a primeira vez que isso ocorre na série. Estranho…

Tyrell is back, bitches! (ou não?)

Depois de mais uma aula de criptografia (para alunos avançados), Mr. Robot decifra o local do encontro. Um táxi os esperará na 8th avenue com 25th street. Enfim Tyrell reaparece. Como se nada tivesse acontecido, cumprimenta Elliot e pergunta se ele está pronto para a fase 2. Aqui cabe se questionar: desde quando Whiterose confiaria num merdalhão como Tyrell?. Se eu levasse minha loucura adiante, diria este encontro foi entre o Tyrell e o Edward no mundo real, onde o alpinista não morreu e levou o plano adiante com o pai de Elliot.

Mr. Robot: Elliot e Tyrell caminhando abraçados por Nova York
“Eu acho que isto é o início de uma linda amizade.”

Vendo a indecisão de Elliot, Tyrell passa o endereço para o taxista (também existe, veja aqui). Evidentemente que o taxista não responde ao chilique de Elliot e ficamos sem saber se ele via ou ouvia os dois ali atrás. Não vou voltar atrás na minha aposta que dura desde a primeira review desta temporada. Tyrell está morto (in my opinion). E, vou mais longe, a partir do momento que ele foi assassinado por Mr. Robot, passou a ser mais um alter ego de Elliot. A frase que encerra o episódio, tirada do filme Casablanca: “Louie, I think this is the Beginning of a Beautiful Friendship” quase esfrega isso na nossa cara.

E assim, esperamos ansiosos por este season finale, para sabermos se a série via virar sci-fi ou não. Eu espero que não. Mas, neste caso, que as explicações sejam bem escritas. Especialmente nas misteriosas interlocuções de Whiterose.

Até semana que vem.

More Bytes

More Bytes #1 – Dom é apaixonante. A única personagem que parece ser 100% lúcida e, ao mesmo tempo, não envolvida na conspiração. A cena dela conversando com Alexa, nos faz querer dar o ombro para ela chorar.

More Bytes #2 – Por outro lado, toda vez que Dom aparecia, eu lembrava que Mr. Robotthewalkingdeadizou” e nos deixou na mão sem saber se Darlene morreu ou não. Cisco é quase certeza.

More Bytes #3 – Quantas camadas de mistérios residem em Joanna? O que ela pode ter visto no celular do Mr. Sutherland, que considerou o melhor presente enviado por Tyrell? Será que isso é suficiente para ressuscitar a teoria que Elliot era o seu marido, dirigido pelo alter ego Tyrell?

More Bytes #4 – Como eu amo Philip Price! A conversa dele com Jack (provável ministro de finanças dos Estados Unidos), encurralando-o a regulamentar o E-Coin foi inspiradora. Especialmente quando Jack pergunta há quanto tempo ele estaria planejando lhe ferrar. “Você acha que isso é pessoal, Jack? Eu estou cagando pra você!”.

More Bytes #5 – Eu precisava muito ser uma mosca para saber tudo o que Whiterose mostrou para Angela. Espero que seja mostrado já nesse season finale.

  • Natanael Lucas

    Esse episódio sem sombra de dúvidas um dos melhores do ano! O diálogo da entrevista é UM MARCO na série! <3

  • Roger

    Eu espero sinceramente que a série não entre no campo da Sci-Fi. Essas teorias que estão rolando por aí de viagens no tempo, universos paralelos, não sei não…. Desde Lost que fico com um pé atrás com esses assuntos em séries.

    • Carcosa, the Yellow

      Amém irmão. A-mém.

    • Rhyan

      Me parece que isso é extremamente improvável, ainda bem, estragaria a série. A série é bem realista em vários aspectos. Esse papo do Ecoin, por exemplo, não é bem uma novidade no mundo monetário: https://mises.org/blog/why-governments-want-central-bank-issued-digital-currency

      • Roger

        Pois é, eu já conhecia as moedas virtuais, como o Bit-Coin, e achei genial terem inserido esse tema no contexto em que a série se encontra.

        • Rhyan

          O Bitcoin é ótimo, mas um “bitcoin estatal” é um dos maiores pesadelos dos libertarians.

    • Leonardo

      Estava lendo umas teorias no Reddit e fiquei realmente preocupado que estejam inserindo viagem no tempo em Mr. Robot.

      Nesse episódio, três músicas que tocaram são do Back to the Future 2 (referência com filme que trata exatamente disso).

      Outra “pista” é quando a Angela chega na casa daquela mulher pedindo pra que ela não a procure mais. Naquele momento, a TV está ligada em um telejornal. Do nada, se dá um apagão, daqueles que já vem ocorrendo na série. Quando a energia volta, o repórter na televisão fala exatamente a mesma coisa que havia dito antes do apagão.

      É tudo teoria, mas os gringos lá no Reddit já tão surtando dizendo que nesse momento a Angela voltou no tempo.

      Sinceramente, acho bem zoado isso. Torço pra que não seja, por que estragaria demais tudo o que a série construiu até aqui.

  • Sam

    Sobre o #MoreBytes2 acho que ela deu uma dica sobre a Darlene quando falou que era pra deixarem ela fazer a entrevista…

  • Capitã Marvel

    Acho um exagero absurdo isso de que “Com certeza a série ta relacionada com sci-fi e blablabla por causa da Whiterose”. Pra mim a única coisa que ela quis dizer é que pra esse projeto que ela planeja, o que a ECorp fez que acabou matando os pais deles era necessário, e/ou que isso era necessário pra eles se tornarem quem são hoje e tudo que ta acontecendo acontecer.
    Sobre o final, prefiro a teoria de que Elliot ainda ta sonhando e vamos ver(bem, a finale ja passou, mas não vi então finge que não!) o que aconteceu nos 3 dias em uma espécia de sonho-flashback. A teoria de que Tyrell virou alter do Elliot até faz sentido, mas ainda espero que não.

  • Carcosa, the Yellow

    Excelente episódio e review. Mas pelo amor de Deus pare de falar q o Tyrell seja uma personalidade do Elliot. Sério. Isso seria uma estupidez sem tamanho. Não basta fazer sete episódios de faz de conta na mente do Elliot e ainda me vem dizer q Tyrell é uma personalidade do Elliot? Além de esquizofrênico o cara tem multi-personalidades? Nah. Vai começar a parecer aqueles filmes do Nolan para alguns pseudo-intelectuaizinhos, q insultam nossa inteligência parecendo mais inteligente do q são.

    • Capitã Marvel

      Eu acho a teoria de que eles são a mesma pessoa desde o começo uma extrema burrice, mas isso acontecer depois do Elliot matar ele poderia até fazer sentido. Mas prefiro meu mozão como ele mesmo, ja basta ter ficado longe a temporada toda.

      • Carcosa, the Yellow

        Eu paro de assistir essa série se o Tyrell for o Elliot. Sério. Vai ser mta imbecilidade, eu já acho os sete episódios dentro da mente do Elliot uma estupidez, imagine isso? Se não vai começar a ser q nós os filmes do Nolan q falei ali em cima.
        Essa série não devia mexer com essas questões de psicologia. Eu acho isso um erro mto grande.

  • shinodaluk

    Incrível como Angela se tornou uma personagem extremamente interessante apenas com a conversa (e o interesse) da whiterose (in my opinion). Antes só queria que ela morresse, agora quero ver como ela vai agir como capanga da chinesa.
    Espero que Phillip ou Dom não morram nessa finale! Dois personagens que aprendi muito a gostar.
    Tava meio na cara que aquela interação com Tyrell foi algo lúdico, pois o mesmo, sendo o homem mais procurado de todo os EUA, não sairia na rua como quem acabou de sair de um bar e está indo para uma boate. Anyway, acho que esse Tyrell lúdico vai mostrar algo substantivo para Elliot.
    .
    Sobre sua teoria, acho que não tem nada a ver, não sabemos ainda quais as reais intenções da WhiteRose, mas acho que tem algo muito megalomaníaco envolvido como dominar o mundo ameaçando os EUA com uma bomba nuclear (ou simplesmente a explodindo no centro de nova york). Devemos lembrar que sci-fi não quer necessariamente dizer superpoderes, mas sim algo que está ao futuro. Não precisa ser, necessariamente, tecnologia, mas sim uma distopia (mesmo que nuclear).
    .
    Sobre a entrevista da Angela, simplesmente amo as frases de efeito de Whiterose, além de tudo da maneira mais minimalista e singela que tratam quando querem falar sobre ela. Por ser uma mestra do tempo, tudo é sempre calculado e pensado para não atrapalhar.

  • Moacir

    eu esperei muito por essa review mas infelizmente eu ja assiti o season finale e não posso comentar ;(
    Só digo uma coisa Ale, depois que voce assistir o final lê o meu comentario na tua review do episodio 7 e me diz se eu não sou foda kkkkk

    • Fabi Alves

      la vou eu procurar teu comentario kkkk

      • Moacir

        Contem Spoiler kkkkk

    • Matheus

      Bom você ainda não é foda

      CONTEM SPOILERS

      Em nenhum momento Tyrell falou que sabia sobre a dupla personalidade do Elliot, a única coisa que ele citou foi o fato que o Elliot pediu para destruir qualquer um que viesse a impedir a continuação do plano.

      • Moacir

        Ah isso é verdade. Mas toda a parte que o Tyrell tava vivo e de conluio com o Mr. Robot eu acertei e exatamente através das cenas que eu citei, da conversa deles no carro e da do Tyrell com a Joanna. A parte que o Tyrell sabia da dupla personalidade eu não acertei AINDA. Porque pensa comigo, porque o robot se deu ao trabalho de esconder tanto do Eliot sobre o Tyrell estar vivo e no final entregou de bandeja? Sim entregou de bandeja pois o Eliot estava dando uma de observador seguindo o robot e de repente ele sai de cena e entrega o controle ao Eliot bem no ponto de encontro. Eu acho que ele conduziu o Eliot até aquele momento! Da um print nesse comentário e vamos ver o que vem por aí kkkkkk

        • rodrigo

          E como explicar Tyrell e Angela juntos rsrsrs

          • Mateus Mamoré

            Eles nao estao juntos e nem se amam… Ambos dizem amar o Elliot!

          • Moacir

            A angela foi incluida no conluio pelo White Rose. O motivo de ele não ter matado ela e sim colocado ela na trama é simples, ela exerce influencia sobre o Eliot. O fato de ela ja estar em contato com o Tyrell reforça minha teoria de que eles tem consciencia do Eliot, afinal de contas ela sabe.

  • Rafael

    Já estou no estado de abstinência pela série :’/

  • The_Rengaw

    Parabéns pela review. Realmente, sem elas, não entendo direito os episódios. Hehehehe

  • Igor Lisboa

    Eu já assisti a season finale e é DO CARALHO… A crise de abstinência tá batendo forte, eu mal posso esperar pra vir aqui comentar.

    UM SPOILER
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    A série brinca muito na finale com a teoria do Elliot e do Tyrell serem a mesma pessoa, eu mesmo me encontrei confuso, dividido entra a possibilidade de ser ou não ser… Mas no fim vc tem uma resposta definitiva

    • rodrigo

      Vivo para alegria da nação haha

    • Cesar

      A possibilidade pra mim foi saber se tyrel era real ou ma pegadinha de mr robot, achar que o Elliot e tyrell fossem a mesma pessoa eu dropava a serie na hora, pois destruiria tudo que construiu na season 1, e pra minha felicidade a serie nos livrou disso, e o Eliot se fudeu

  • edujakel

    eu tinha tanto pra comentar…mas ja esqueci tudo. 🙁
    Parabens pela review Bonfa.

    • rodrigo

      Verdade demora demais .. é bom saber que Tyrell está realmente vivo

      • Alexandre Bonfá

        🙁 Caraca, peguei spoiler na minha própria review…

        • Fabi Alves

          putsssss ale kkkkk

    • Matheus Ramos

      hahahahaha o bom dessas reviews demoradas do Ale, é que nos relembram várias coisas, pro ep. seguinte.

    • Val Carnaval

      hahahahahahaha

  • rodrigo

    Tyrell está vivo

  • Matheus Ramos

    Que episódio mais melancólico, e confuso foi esse?? Meus neurônios explodem a cada episódio de Mr. Robot. Cade Darlene?
    E veio mais um maremoto de perguntas na minha mente, e muita coisa pra ser desvendada nessa season finale!
    Concordo com tudo que vc disse, as pistas e tudo mais, mas ainda acho que o Tyrell possa realmente está vivo, é um dos melhores vilões que temos, em tempos, e não dava pra ser desperdiçado. Se ao menos for um alter ego do Elliot, já fico feliz por manter o ator na ativa. rs
    Obg por me ajudar com suas reviews, Ale! Haha <3

  • rodrigo

    Como explicar esse casal: Tyrell e Angela rsrs

  • João Paulo

    Não sei o que anda mais viagem os episódios de Mr. Robot ou as reviews do Bonfá? Hahaha

    Nem imaginava que Mr. Robot poderia descambar para esse lado sobrenatural, eu acho difícil isso acontecer, e nem sei, se seria bom. A princípio, seria uma solução fácil para o roteiro, mas adorei essas teorias, meio Stranger Things.

  • Val Carnaval

    Extremamente chato é quem vem comentar episódio posterior ao assunto da review. É uma necessidade tão desnecessária de mostrar que já assistiu, que não entendo.

    Sou super de boa com spoiler (inclusive os amo), mas é bom respeitar quem não gosta né?
    Se a review é do 2×11… pra que comentar acontecimentos do 2×12????? Que porre!

    • rodrigo

      Problema que demora demais pra sair a review, essa do 11 foi postada depois que já tinha passado o 12 .. algo para ser analisado na 3 temporada…

      • Val Carnaval

        Concordo sobre a demora, mas não justifica.
        Até porque o episódio 12 só foi transmitido ontem a noite no Brasil. Recente demais.
        EU sou caça spoiler, mas é preciso respeitar os coleguinhas que não curtem, principalmente se tratando de uma season finale. 😉

    • Moacir

      Eu sou fã das reviews do Alexandre e sempre gosto de comentar mas o problema é que qndo a review sai ja assistimos o proximo episodio ai fica complicado de comentar sobre o anterior. Mas concordo completamente com o respeito em relação a Spoiler os quais inclusive eu odeio. Não custa nada colocar um Alerta de Spoiler na publicação.

      Não vou ficar dizendo que as reviews deviam sair mais rapido pois as mesmas tem uma qualidade incrivel e prefiro que elas demorem a vir mas que continuem no mesmo padrão

      Uma dica que fica pra galera do site é colocar um post na noite de exibição do episodio no USA pra galera ir comentando conforme assisti.

  • Cesar

    Eu tenho uma “teoria” de que essa série so faz mais sucesso e “explode” a cabeça de quem é envolvido com o mundo de tecnologia. E ai vc tem todo um mar de referencias, a qual eu no caso, nao me importo, fico boiando e acho um saco. Seria como pra mim uma seria sobre rock, heavy metal, que é uma coisa que amo, se tivesse todas essas referencias certamente eu me envolveria com uma serie assim. Pq serio, eu acho Mr Robot TÃO superestimado, pqp…

    A unica coisa que agradeço no finale é nao terem aderido essa papagaice de o Ellyot e Tyrell serem o mesmo, pois eu droparia ali mesmo

    • rodrigo

      Pois é eu acho que Mr robot tem potencial mas o Sam Esmail meio que se perdeu nessa 2 temporada complicando demais para quem assiste, deve ser o motivo pela baixa audiência, ninguém entende mais nada.. pode a ver a quantia de gente que vem ver as reviews para entender alguma coisa. Se ele simplificasse certas coisas, teria potencial para estar no nível de Breaking Bad .. uma pena.

  • João Carlos

    Ansioso para a review do season finale.

  • anderson garcia

    Só eu achei que a cena da Angela no quarto com a ”Lolita” lembrou muito ”Twin Peaks”?! De qualquer maneira, estética me remeteu muito ao David Lynch…

  • Antony

    Temporada super confusa não chegou nem aos pés da primeira a serie vai perder muito publico , eu continuarei assistindo , desse finale o que importa é que Tyrell LIVES 😀

  • Roberto Pereira

    Mano que série doida. Virou uma egotrip pros muitos inciados. Um joguinho entre entendidos. Coisa chata. Primeira temporada foi ótima, essa é pura masturbação nerd nível estratosférico.