Modern Family 8×06: Grab It

8
482

Grab It foi mais um episódio com selo “é né” de qualidade.

Sabe quando você está assistindo alguma série, principalmente comédia, e durante todo o episódio, fica com a impressão de que tudo aquilo poderia ter sido melhor, mais elaborado, inteligente e engraçado? Pois bem, é assim que me sinto com a última temporada e meia de MF e esse sentimento resumiu bem o que eu achei do episódio.

Nessa semana tivemos 4 plots!!! Muitas histórias foram abordadas, mas nenhuma de maneira completa e que conseguiu me tirar risadas. É bastante difícil manejar 4 plots independentes entre si em 22 minutos de episódio, sem soar superficial e com um humor fraco. É necessário mais tempo em tela para cada núcleo afim de criar situações cômicas mais engraçadas e explorar o que a história tem para oferecer.

Vejamos com a dinâmica entre Phil e Jay, o genro pede para o seu sogro apoiá-lo no coquetel de novos membros do seu country club. Uma premissa boa, já que dava para esperar aquelas boas situações entre os dois, bem opostos, personagens. Mas o que se passou foi apenas minutos corridos de piadas meio fracas e uma aflição ao ver o Phil de terno quase morrendo dentro da sauna.

Se esse plot tivesse mais tempo para ser aprofundado, certamente seria melhor trabalhado e teria boas piadas, tornando o aparecimento de situações cômicas de forma natural (não falo com tanta certeza, já que os roteiristas não estão afiados como antes). Mas essa, é um ótimo exemplo de como MF deixa oportunidades boas escaparem de suas mãos.

Ainda tivemos Gloria louca por uma noite relaxante ao esperar que Manny estivesse em alguma festa e Fulgencio dormisse mais cedo. Óbvio que deu errado, ela preparou um delicioso banho de banheira em vão e acabou ficando doida ao ver seus filhos enchendo o seu saco. Uma história que não acrescentou em nada à série e ocupou tempo que poderia ter sido aproveitado por outro plot.

Modern Family --- Grab It
Modern Family — Grab It

Claire foi até um evento de um livro com a Alex, pois a segunda ama a autora e se inspirou nela para seguir a carreira empresarial. Historiazinha pequena, bobinha, que teve um bom momento vergonha alheia da Claire no auditório, mas só isso. Fiquei com a impressão de que o plot foi apenas para dar a mensagem fofa obrigatória ao final do episódio, marca registrada da série.

Por fim, Cam arrasta o Mitchell para um teatro interativo que ele participa. O ruivo odeia toda a experiência, é convocado para participar da peça e acaba com a atuação de seu marido. Esse núcleo tinha promessa de ser bom ou arrancar algumas risadinhas, mas não deu em nada, foi pouco desenvolvido e acabou ficando mais do mesmo.

Em meio as críticas, tivemos bons momentos no episódio, como o Jay e Phil na cama elástica, Mitchell se vingando do Cam e prevendo o que ia acontecer no teatro, a cold open com a Hayley e o Luke e a Alex reagindo a sua mãe falante no auditório. Acredito que tenha sido pouco para o que a série pode oferecer.

Não estou falando que o episódio foi uma merda apaga tudo e faz de novo. Foi agradável, mas em termos cômicos, ficou a desejar, basicamente pela escolha do roteiro e contar 4 histórias independentes entre si, obrigando-o a contar 4 tramas e tentar desenvolvê-las em um curto tempo, menor do que o necessário.

Nessa semana, MF esbarrou nessa má administração do tempo, prejudicando os seus plots. Se tivéssemos apenas 2 ou 3 núcleos, que envolvessem mais personagens em cada um, talvez teríamos um desenvolvimento melhor de cada um, saindo da superficialidade das piadas e adentrando em uma construção mais digna delas. Esse, é um problema que já apareceu algumas vezes ao longo da série, mas hoje se torna mais evidente, pois há qualidade do roteiro não é mais a mesma, tornando mais evidente esse erro cometido.

> As séries favoritas do Fábio Porchat!

Um episódio mediano, que não foi nem ótimo, nem horrível, mas que se enquadra como o mais fraco e menos engraçado até aqui. Espero que seja apenas uma deslizada no percurso e que MF.

  • Davidson Guilherme

    A cena de Glória e o Joe foi engraçada. Que mãe é essa que brinca de ajudante de papai noel e faz seu filho de Rudolf? E ainda ainda pede para o Manny subir na cadeira (Trenó) e indica que Joe deve levar os dois a lavanderia kkkkkkkkk. Depois vemos um Joe agitadissimo tomando café na cozinha bem na hora do banho tão sonhado de Glória. Joe me surpreende a cada episódio em que tem mais tempo de tela. Esse plot só perdeu a graça quando surgiu a Claire. Os demais plots apenas o show de mágica do Phil com a toalha de mesa foi interessante, o momento final do Phil e Jay na peça em que o holofote aponta para o Jay e Haley ensinando como um livro não lido pode ter aparência de bastante manuseado.

  • César Rodrigues

    Sério? Eu achei o melhor da temporada até agora. Foi o único dessa temporada que me fez gargalhar que nem nos velhos tempos.

  • Yuri Brugnari

    Eu me incomodei demais com aquele beijo do Mitchell com a atriz. Em oito anos de MF ele e o Cam deram apenas UM selinho NO FUNDO DA CENA (não lembro de nenhum outro). Sei que o Mitchell tem todo o problema de demonstração de afeto em público, mas eles nunca colocam os dois demonstrando afeto nem dentro de casa, NADA, e aí eles colocam uma estranha do nada pra enfiar a língua na boca do Mitchell duas vezes??? Achei super forçado e estranho =/

    • Mich

      tb fiquei bolada com isso.

  • G Factor

    Glória pode ter tido a história mais desnecessária, porém foi a com os momentos mais engraçados
    Já o Manny: PQ ELE CONTINUA ESTAGNADO COM ESSE MESMO PLOT DESDE A SEASON 1?!

    • rocorby

      Isso que eu não entendo, já passou da hora de desenvolver essa “estranheza social” do personagem, ainda mais que em alguns episódios, ele acaba se relacionando com alguma garota e tal

      • G Factor

        Sim, todo mundo já tá de saco cheio do Manny nunca evoluir. Todo episódio ou é um pé na bunda ou algo relacionado a ele ser deslocado, já tá na hora dele evoluir, ter novos plots, o personagem tá estagnado e nunca traz nada novo. A partes mais chatas sempre são as dele. Chega.

  • João Carlos

    O episodio foi bom. Só. A unica parte que eu realmente gostei foi a da Hayley pisando no livro