Lucifer 2×04: Lady Parts

7
615

O melhor episódio de Lucifer, sem necessariamente ser sobre Lucifer.

Na review anterior eu critiquei a falta do show em desenvolver seu elenco fixo e focar exclusivamente no protagonista. Parece que agora os roteiristas finalmente entenderam que a série precisava acima de qualquer circunstância aprender a rir de si mesma, o que antes acontecia de forma tão amadora que chegava a ser frustrante. Lady Parts chegou para dividir os personagens em dois grupos e estreitar a relação entre eles, da forma mas cômica possível. E deu certo! Como deu certo! Apesar de soar raso demais em alguns momentos, percebi uma certa evolução na construção da psique que envolveu os atores, cada vez mais acostumados com o humor irreverente do roteiro.

O tema do episódio foram “distrações como forma de reorganizar”, e Lucifer no caso foi o que plantou a semente inicial no resto dos personagens. Lady Parts foi mais relacionado a organizar os plots do que realmente avançar com eles. Porque se analisado narrativamente o enredo serviu mais como spin-off para o arco em questão, ao invés de desenvolver a trama em si. E o mais interessante é que Charlotte (a recente integrante da família-lucifer) nem aparece direito, e quando aparece consegue impactar no mesmo nível que os outros que precisam de mais tempo de tela para ganhar o mesmo carisma. E por isso mesmo que essa temática garantiu boas risadas, detalhe imprescindível para uma série que vende comédia mas entregou pouco disso até o momento.

O caso da semana foi um belo ajudante para centralizar todo esse objetivo. A cena de abertura com os jovens encontrando a moça morta na floresta foi típica do show, mas trouxe na leveza (que lembra muito os quadrinhos) aquele sarcasmo raro que acontece em produções adaptadas. Outra cena ótima foi todo o ato dentro do bar temático que as garotas celebraram sua primeira noite juntas, e finalmente pudemos ver o lado mais “humano” de Chloe; se é que ela realmente seja uma. A cena da luta foi digna e no ponto, foi girl power, foi quadrinhos, levemente trash mas com uma pitada atraente e bem coreografada.

Outro personagem que melhorou com a interação foi Dan. Ele funciona muito bem quando está entre anjos & demonios e foi ótimo ver ele criando um squad com Lucifer e Amenadiel. Chloe por sua vez, enquanto reforçava a sua parceria com o filho do inferno, estreitava a relação (se é que antes pudéssemos considerar uma relação) com Maze e foi lindo demais ver as duas criando um laço.

No mais o show ainda precisa provar algo, principalmente em se tratando do arco principal. Apesar de todo desenvolvimento e do primeiro passo dado em relação a caracterização dos seus personagens, a série falha em fisgar a curiosidade na mitologia que rege sua gênese e, pelo menos, pra mim, ainda não conseguiu alcançar aquele nível viciante que produções do gênero possuem. A impressão é que Lucifer se apresenta como comédia e não faz muito esforço para sair dessa linha, e com esse episódio a intenção de manter-se cômica ficou bem mais claro. Só espero que eles saibam dosar o bom humor com o drama necessário. Enquanto isso a série serve de boa distração, apenas isso.

Versículo 1: Ella confessando que costumava roubar carros foi ON POINT. Bela aquisição ao elenco. Torcendo para ser fixa. 

Versículo 2: Provavelmente Chloe está viva, mas o que será que o acidente pode influenciar no roteiro daqui pra frente? Ainda teremos investigações? 

  • Marcelo

    Realmente o episodio foi muito bom e divertido.

    • Siim, ri muito quando a Maze falou que desejava estar com as facas dela pra elas fazerem um pacto de sangue. A maze eh a melhor!

  • Essa atriz que faz a Ella eh a mesma que faz a Rosita em TWD?

    • Leo

      Nops.

      Rosita = Christian Serratos
      Elle = Aimee Garcia

  • Igor

    O episódio mais divertido da série sem dúvidas.
    _Você tem que leva-la para beber e se divertir.
    _Isso vai ser fácil
    _Mas não pode amarrar ela e faze-la beber a força!
    _É, não tão fácil assim.

    KkkkKkkkkkkkkk Ri muito.

  • Marcelo

    Eu sempre me diverti com a série desde o começo e olha que eu não gosto de séries de comédia, pra mim nunca faltou humor. Amei as meninas juntas quero mais <3. Sobre o final apenas senti o impacto.

  • Paulo Adriano Rocha

    Cara, a série é muito engraçada e o que eu gosto é justamente essa comédia. Se eles seguirem explorando essa linha, vai ser legal.
    Alguém sabe o nome da mamãe Morningstar? Todo mundo chama ela de mãe, mas não lembro de chamarem por um nome mesmo…
    E o que vai resultar de Chloe morando com Maze? Hahahaha. ISSO vai ser épico…. quero ver como a policial vai se sair…