Kingdom 2×20: No Sharp Objects [Season Finale]

16
131

Que final espetacular dessa segunda temporada de Kingdom, estabelecendo a série definitivamente como um dos grandes dramas da TV. Diferente de outras séries, terem aumentado a quantidade de episódios foi bom para a trama, à medida que possibilitou o desenvolvimento de vários personagens, várias lutas na mesma temporada, e uma grande quantidade de arcos. Vikings, por exemplo, ao dobrar a quantidade de episódios na quarta temporada, parece ter diluído os mesmos arcos e dramas ao longo de 20 capítulos, tornando o caminho mais moroso. Kingdom, por outro lado, conseguiu tirar muitas coisas positivas.

Dentre as vantagens da série, é impossível não destacar o elenco, que parece encaixar perfeitamente em cada função. Todos os atores fazem um trabalho muito bom com seus personagens, e até a falta de expressão usual de Joe Jonas se encaixa bem em Nate, que, com dificuldades para aceitar a sua sexualidade, parece guardar todos os seus sentimentos, tendo sérias dificuldades para expressar qualquer tipo de emoção. Frank Grillo também faz um trabalho magistral com Alvey, criando um sujeito que recuperou certa glória com a ascensão de seus pupilos, mas que vive em uma profunda ruína e depressão. É impossível, contudo, não dar um destaque especial para Jonathan Tucker. Sei que sempre destacamos ele por aqui, mas o trabalho corporal dele traz uma intensidade a Jay que é inexplicável.

Entrando um pouco mais nesse season finale, Jonathan Tucker traz mais uma interpretação magistral. Jay vive o seu luto de forma intensa, sofrida e solitária. A luta é apenas um compromisso que ele, enquanto lutador profissional, e, enquanto pessoa, não deixará de ir. Em todos os momentos ele deixou claro que aquilo não era mais importante para ele, apenas algo que ele teria que passar, mais uma etapa em sua vida. O momento da luta em si, serviu como uma espécie de catarse. Jay lutou contra Ryan, contra a vida, contra a morte, mas se viu perdendo em posição fetal. Acredito que o luto de Jay terminou, e ele sofreu, lutou, mas descarregou tudo o que precisava na contenda. Sem dúvidas o personagem está traumatizado para sempre, mas a vida seguirá. Tenho a impressão de que Jay amadureceu muito, e não vai levar a vida tão aos extremos, da forma como tem feito até então.

Da mesma forma que a vida seguiu para Roxane e Alvey, por exemplo. A advogada sempre se mostrou uma pessoa compreensível e pragmática, e até por isso, o que ela fez foi coerente. Alvey queria que ela lutasse por ele, claro, como ele está acostumado a lutar em sua vida, mas a advogada o tratou com a maturidade e o respeito que ele merece, sem contudo deixar as suas convicções pessoais de fora. Alvey termina essa temporada com a cabeça um pouco mais no lugar. O rompimento com Lisa foi traumático, o relacionamento com Chapas também, mas serviu para mostrar uma coisa ao ex-lutador: ele está sozinho no mundo.

Lisa, por outro lado, é um personagem que deve ter um arco forte na temporada que vem. O relacionamento com Ryan deve continuar de forma escondida por um tempo, e sem dúvidas vai ser motivo de constrangimento entre os dois e Alvey. Além disso, a volta da mesma para o dia a dia do ginásio e como ela levará a vida após o aborto sofrido, devem trazer uma boa história à trama.

Ryan também volta renovado. O Destruidor finalmente entregou uma luta boa e para se tornar novamente o campeão inquestionável. Ryan passou por muita coisa nessa temporada, como a morte de seu pai, seu relacionamento turbulento com Alicia e essas duas lutas traumáticas com seu melhor amigo. Agora, ao lado de Lisa, ele pode se concentrar e dar o salto necessário para se reestabelecer como um dos melhores lutadores da sua categoria.

Christina é outro personagem que vive um momento chave em sua vida. Recuperada definitivamente (aparentemente) de sua adição, o pedido de desculpas que ela escreveu para Jay foi lindo, e os dois devem se acertar definitivamente daqui pra frente. Christina é um dos personagens mais calejados da série, e passou por muita coisa em sua vida. Se ela conseguir se encaixar bem em um trabalho, talvez em alguma ONG, já que ela demonstra querer ajudar pessoas que estavam na mesma situação que ela, Christina pode vislumbrar um futuro pela frente, pela primeira vez em muito tempo.

Por último, o que dizer de Nate? O jovem lutador passou por muita coisa essa temporada, desde que sua namorada descobriu a sua homossexualidade, o contato com um mundo que poderia dar muito dinheiro, até o afeto de um amor que parece sincero. Além disso, Nate teve tropeços, mas voltou a lutar com sucesso na cena que é talvez a melhor da temporada inteira. O arco em que Nate se encontra começou desde o Piloto da série, e passou da autodescoberta e auto aceitação, até a dificuldade de falar sobre isso com sua família. A conversa que ele teve com Jay, ao pé da cama, foi muito bonita, principalmente por ressaltar: nada muda entre eles. Jay ama seu irmão e sua família, mais do que o normal, e se Nate prefere se relacionar com rapazes, ele não vai, nem deve se meter em sua vida. Como Nate lidará com isso, contudo, é uma grande incógnita. Não por ele ter alguma dúvida, mas porque agora ele sabe que essa revelação pode não ser o fim do mundo. Em algum momento da próxima temporada ele pode se sentir impelido a contar para seu pai, sua mãe, ou até para Lisa, quem sabe?

Kingdom trouxe discussões excelentes, atuações muito intensas e um enredo que, saindo poucas vezes do mundo crível, nos faz pensar que pode estar ocorrendo em qualquer lugar do mundo, nesse momento. Todos nós temos Jays, Nates, Alveys e Lisas em nossas vidas, e o ponto é justamente como podemos ajuda-los, como eles lidam com os problemas da vida. Parafraseando outro grande lutador da ficção, o importante não é o quanto você consegue bater, mas o quanto você consegue levar porrada e continuar lutando.

  • Anderson Luis

    A conversa do Nate com o Jay foi bonita mesmo e sempre achei que ele iria aceitar-lo. Outro coisa que gostei foi natural com ele fazendo piadinha depois pro irmão ficar no topo kkkkk
    Eu já esperava que o Jay iria perder , nem queria que lutasse depois de tudo que aconteceu mas entendi depois por que prosseguiu. Aliás o ator está de parabéns pela atuação.
    Ryan continuo não o entendendo. Tipo, ele gostava da Alicia mas foi fazer fofoca dela pro Alvey pra ferra-la. Oi?????? O que ele realmente queria ali?

    PS: Teve algum motivo pra atriz que fazia a Alicia sair da série? Sempre reparei que ela nunca fica muito em alguma série aí levanta aquela curiosidade.
    PS2: Joe Jonas?

  • Anderson Luis

    A conversa do Nate com o Jay foi bonita mesmo e sempre achei que ele iria aceitar-lo. Outro coisa que gostei foi natural com ele fazendo piadinha depois pro irmão ficar no topo kkkkk
    Eu já esperava que o Jay iria perder , nem queria que lutasse depois de tudo que aconteceu mas entendi depois por que prosseguiu. Aliás o ator está de parabéns pela atuação.
    Ryan continuo não o entendendo. Tipo, ele gostava da Alicia mas foi fazer fofoca dela pro Alvey pra ferra-la. Oi?????? O que ele realmente queria ali?

    PS: Teve algum motivo pra atriz que fazia a Alicia sair da série? Sempre reparei que ela nunca fica muito em alguma série aí levanta aquela curiosidade.
    PS2: Joe Jonas?

    • Yuri Rebêlo

      O Ryan ficou com inveja da Alicia tomando os holofotes para si. Já deu para perceber que ele é bastante egocêntrico, gosta de atenção. Não sei se houve algum motivo específico, até onde eu sei, não. Acho que foi só para abrir espaço para que Ryan voltasse a ficar com Lisa. Nick Jonas, perdão!

  • Taígo

    Gostei muito dessa Seaon Finale. Espero ansioso pela próxima

  • Taígo

    Gostei muito dessa Seaon Finale. Espero ansioso pela próxima

  • Johnny

    Kingdom é a serie mais subvalorizada do mundo,se essa serie vai para a Netflix acho que viraliza tipo Breaking Bad.

    Pelo menos esta renovada.

    • João Paulo

      Concordo muito.
      E a segunda temporada tá aí pra provar isso, mesmo dobrando o número de episódios a qualidade não caiu em momento algum.

  • Johnny

    Kingdom é a serie mais subvalorizada do mundo,se essa serie vai para a Netflix acho que viraliza tipo Breaking Bad.

    Pelo menos esta renovada.

    • João Paulo

      Concordo muito.
      E a segunda temporada tá aí pra provar isso, mesmo dobrando o número de episódios a qualidade não caiu em momento algum.

    • Yuri Rebêlo

      Concordo!

  • Nick Jonas, vc quis dizer.

  • Nick Jonas, vc quis dizer.

    • Yuri Rebêlo

      Exato, perdão pelo vacilo!

  • guilhermedc

    Parabéns por esta e por todas as outras reviews feitas, Kingdom é definitivamente uma das melhores séries no ar atualmente.

  • guilhermedc

    Parabéns por esta e por todas as outras reviews feitas, Kingdom é definitivamente uma das melhores séries no ar atualmente.

    • Yuri Rebêlo

      Valeu, Guilherme!