Jane the Virgin 3×06: Chapter Fifty

1
501

Chapter Fifty mostrou que em novelas, o ritmo dos acontecimentos é muito mais frenético do que numa narrativa literária, por exemplo. A fim de manter o espectador sempre conectado, uma gama de artifícios é usada para surpreender e/ou fidelizar a pessoa do outro lado da tela. Aí surgem parentes distantes, gêmeos do mal, amantes do passado… Plot twists corriqueiros desse tipo de narrativa que são até defasados, mas que Jane the Virgin consegue usar de modo renovado em propósito de sua história.

Comendo a arepa que Catalina amassou em Chapter Fifty

Provavelmente o prato típico venezuelano não deve ser feito amassado, mas a prima de Jane já chegou se espalhando por todos os meandros da família Villanueva. Para Jane, que nasceu isolada da grande família, a prima é uma oportunidade de colocar as coisas em dia e aproveitar a vida. O problema é que a idealização de felicidade através da vida dos outros é um dos principais motivos de, ironicamente, infelicidade. Assim, em vez de focar na construção de sua recém-formada família, Jane mergulha nas neuras e inseguranças plantadas pela sua prima, que apesar de sua aparente bondade deve esconder algo, já que o repentino aparecimento não deve ter sido tão espontâneo assim. Ainda bem que no final de tudo ela cai na real e vê que construir a relação (ainda mais) com Michael é mais importante do que se colocar no lugar alheio.

Falando em Catalina, Rafael caiu nas graças da moça e me surpreendeu. Não por escolher a prima de Jane como próximo caso amoroso, mas sim pelo intricado plano de vingança sobre Petra. Me esqueço que os plots da série são resolvidos de modo rápido, mas a resolução desse veio a jato! Interessante ver Rafael finalmente tomando atitude em alguns “bold moves” e essa aliança com Scott, para retomar as ações foi bem interessante de acompanhar, principalmente pelas reações de Petra as acusações de Scott.

Jane the Virgin --- Chapter Fifty
Jane the Virgin — Chapter Fifty

E no terceiro vértice do episódio temos o complicadíssimo relacionamento de Rogelio e Xo. Quando tudo aparentemente está no caminho da reconciliação, vem um elemento externo e acaba com a felicidade dos dois. Dessa vez foi Bruce um antigo caso da agora professora de dança. A questão da proximidade entre os dois e a magoa de ter sido enganada tantas vezes por ele, em vez de afastar, acabou reatando o imbróglio. Teremos de esperar para ver se Bruce realmente se divorciou ou se é só mais um round de enganação do personagem. A parte disso, Rogelio continua em seu caminho para o sucesso, com uma dieta a base de vegetais (para manter a silhueta em seu “frontal”), mas o acordo de merchandising acabou colocando ele em rota direta com a HBO, não a emissora, os cereais (Honey Bunches of Oats).

No passo ágil que a série já demonstrou saber manter, a ameaça de Petra foi neutralizada (por hora) e uma nova “vilã” potencialmente surge no horizonte. A introdução de Catalina deve ser o principal empecilho de Jane nesses próximos episódios e do modo que ela mesmo disse: precisaremos esperar para ver o que ela é capaz de aprontar (e o que já aprontou). Até a próxima semana!

> Bastidores de The X-Factor Brasil com Fe Paes Leme!

PS 1: A história de Rogelio e Xo é bem mais antiga do aparenta;

PS 2: A família só cresce: bem-vinda Faith M. Whiskers III;

PS 3: Rogelio oferecendo um conselho, que no final das contas era para ele mesmo. Típico;

PS 4: Jane e Michael: pior dupla de karaokê da ficção;

PS 5: Arepa é um prato típico das culturas venezuelana e colombiana. Consiste em um pão, que é feito de milho moído ou farinha de milho pré-cozido, com recheio de carnes diversas. Review de Jane the Virgin também é cultura!

  • ThaisFrede

    Eu entendo o que a Petra fez é extremamente errado (mas tbm ficaria com a raiva igual a ela se eu ficasse em coma e ninguém notasse), mas o Rafael ao invés de sei lá, tentar consertar a relação, os erros, vai lá e apronta uma em cima dela, nisso eles ficam nesse circulo vicioso dos dois… Mas vamos ver como será o favor que o Scott pedirá para o Rafael…..

    Gostei do plot da prima para poder dar um up no relacionamento do Michael e Jane. O fato é: tem gente que é feliz casado, criando os filhos, jogando no seguro, enquanto os outros são mais aventureiros e não tem nada de errado nos dois estilos… Apenas que a Jane não é e nunca será o estilo aventureiro, simples assim, e ela é feliz com isso e é feliz com seu casamento e vida…

    Em relação ao Rogelio, que dó no momento que ele faz o discurso do motivo pelo qual não interrompe a mulher amada quando está beijando outro… Eu só acho que agora os dois poderiam seguir em frente neh? O Rogelio encontrar alguma mulher bacana e que entende as suas esquisitices e q queria casamento, filhos e a Xo alguém que não queria ter um filho e compartilha os mesmos interesses….