How To Get Away With Murder 3×09: Who’s Dead?

65
5235

Depois de assistir a esse episódio de How To Get Away With Murder, só tenho uma coisa a dizer: que primeira parte de temporada, senhoras e senhores. Parece que tudo que caminhamos até agora foi um grande prólogo para uma decadência de Annalise Keating, a grande protagonista dessa série, e elo narrativo com todos os personagens daqui até então. São relações de amor, ódio, confiança, lascívia, desejos dos mais sórdidos e mais odiosos, que todos possuem frente à figura dela. E todos nós sabemos o porquê, mas a cada semana vamos ainda mais descobrindo mais coisas, mais reviravoltas, mais coisas a explodir nossa cabeça. Digo que até agora tudo pareceu um grande prólogo, porque tudo nos pareceu um grande quebra-cabeça a ser montado na nossa frente. Se até agora a temporada ainda não tinha um grande caso ou um monte de personagens irrelevantes ou histórias despretensiosas, sabemos que após os acontecimentos dessa winter finale, passagens bobas não terão vez por aqui.

Tudo até aqui pareceu uma grande construção de uma Annalise mais humana, mostrando-a viciada, em choque e em xeque. Agora ela não conseguia mais vencer tudo e a todos, ela possui inimigos, e ainda tem que viver com os reflexos e fantasmas de suas atitudes do passado. É dessa maneira, entre chips e vodcas que construímos uma Annalise mais real, e pronta para cair em decadência, seja na profissão, na vida afetiva e amorosa (com Eve ou com Nate), e internamente. E agora descobrimos que a grande investigação da temporada tem ela como sujeito, e aqueles detetives mancomunados com a promotora do Nate, que não parece ser boa gente.

Investigar Annalise me demonstra um medo de parecer fim de série, e acredito que estes são quarenta e cinco minutos da minha semana muito aguardados e que eu não queria estar prestes a sentir sua abstinência. Mas, confio no roteiro e torço pela vida longa da série, por ainda mais algumas temporadas com o fôlego e inteligência que How To Get Away With Murder demonstrou nesse ano de 2016. Tudo começa na grandiosidade da edição e do roteiro de trazer um caso real na prova final dos alunos e fazer toda a ligação com Frank e aquela cena do final do episódio da semana passada. Sabíamos que Frank não morreria, e nada disso fora uma surpresa. Mas, o jeito que isso nos foi mostrado foi grandioso.

Trazer o teste sobre Ted Bundy, um caso real, um cara charmoso e frio com um apetite insaciável pela pornografia violenta foi uma sacada boa, como testes e provas realmente são, e exploram casos reais do país em questão. É assim no Brasil, foi assim também nos EUA. Então, nós temos cada aluno criando sua teoria e passando a cena para aquela chantagem e iminente suicídio nos intervalos. Frank não sofre de problemas mentais – ou pelo menos isso nunca foi levantado na série. Mas todos ali têm um certo reflexo da manipulação de Annalise, e é por isso que a cena fica forte e chocante dentro de sua mitologia, da forma que tudo aquilo é levantado fazendo parecer uma narração do enunciado do problema: “Vocês vão permitir um sociopata morrer em suas mãos? ”.

Connor parecia falar dele durante sua prova, afinal quem é mais charmoso nessa série, e guarda dentro de si uma dor imensa reprimida? Toda a sua dor foi retratada neste episódio com um amadurecimento já esperado do personagem, porque ninguém mais aguenta vê-lo pelos cantos chorando a falta de Connor, e aqui vimos a relação dele com a morte de Wes, com o sexo com Thomas, e a DR dele com Oliver, em público, mas sem perder o controle da situação. E toda a situação regada a champanhe me fez ter inveja, e querer professores que comemoram boas notas ou fins de semestre assim. Ainda naquele ambiente, algo me chamou atenção: Laurel sabe tanto sobre dependência química por causa de sua mãe? Será mesmo? E como ela foi citada duas vezes no mesmo episódio, acho que iremos revê-la por aí.

Ainda sobre o casal querido pelos fãs e que tomam a cena de ships e emoji de coraçõezinhos nos olhos, os roteiristas não quiseram acabar com Coliver, e parece mesmo que o oriental foi promovido para o elenco principal para ter uma função social internética e hackeadora, e não para morrer na primeira oportunidade. E ele está se mostrando esperto e próximo a descobrir toda a verdade afinal ele está descobrindo o passado de Connor, já que o mocinho disse que não estava bêbado naquele dia da fogueira. Eu acho que essa série é a coisa mais sem ponta solta que existe. Obrigado, a quem quer que seja. Tem gente que agradece à Shonda, tem gente que agradece ao Nowalk. Eu agradeço aos dois, e me fala quem mais, que eu vou pessoalmente agradecer. Obrigado, queridos.

How To Get Away With Murder --- Who’s Dead?
How To Get Away With Murder — Who’s Dead?

Outra coisa que não foi por acaso, nem mesmo apenas para mostrar que nossa anti-heroína é humana, foi todo aquele arco do salão de cabelo. Aquilo fazia parte do cotidiano de Annalise, conhecido pela gente apenas pelas mil perucas das séries, mas não imaginava que aquilo seria uma fonte de pesquisa para a chatinha da vez. A promotora estava indo naquele salão investigar a toda-poderosa, e é claro que o roteiro nos presenteou com essa, porque se teve algo que essa temporada nos ensinou é que nada aqui está por acaso. E pode até ser que alguém derrube Annalise, mas não vai ser essa promotora com cara de sonsa, e sim isso foi uma paráfrase das lindas palavras afrontivas de Annalise naquela cena memorável. Obrigado, novamente, queridos.

E não foi apenas o levantar de um lençol que chocou a gente, duas personagens se beijaram e a gente ficou com a cabeça mais sem rumo que a de Glenn. E não estou falando de Michaela e Laurel, afinal ninguém se choca com comemorações animadas com notas para passar de ano, porque é difícil mesmo quando se está na faculdade, e tudo é válido. Sem mais delongas, nossas advogadas tascaram uns beijinhos. Uma bêbada e outra carente formam a dupla eureca que toda pessoa já passou, então aqui vai meu veredito sobre o beijo de Annalise e Bonnie: não me surpreendeu, até porque acredito que Annalise é uma personagem que tem tensão sexual e deve ser difícil conter essa vontade de beijá-la a todo custo. Mas, é bom para o roteiro trabalhar isso no futuro, acho que será algo bacana de ver. Não pelo sexo, ou qualquer coisa assim, mas pela manipulação sem limites que tem Annalise nos demais.

E antes de comentarmos a cena mais impactante desse ano até agora, vamos comentar mais uma ponta da história da série que fora levantada. Afinal, a investigação de Annalise pelos detetives citou que um corpo fora achado com o DNA próximo dela. Isso fez Wes pensar que poderia ser Frank, mas já sabíamos, ao contrai-o dele, que o careca está vivo, e que isso podia ser apenas uma jogada deles. Mas, e se não for? Quem foi achado? Seria Soraya (quem é Soraya? Sim, a diretora da faculdade, que fui pesquisar o nome dela no Wikipédia e quis citar aqui aleatoriamente, para não dizer apenas “a diretora”, “a diretora bêbada” ou “a concorrente com o aluno chato da parte mais sem noção dessa primeira metade da temporada”). Ou acharam mesmo o corpo de Rebecca? Eu não me recordo que fim eles deram nesse assunto na segunda temporada, mas se duvidar deixaram isso em aberto e foi para voltar à tona agora. E vamos curtir, claro!

#underthesheet

Mataram o WES! Senhor! Que ousadia, minha cabeça explodiu, e fiquei uns dois dias procurando os pedaços para escrever essa review. O episódio foi nos mostrando isso aos poucos, e iludido por aquela ideia de “O Caso dos Dez Negrinhos” de Agatha Christie, onde cada semana era nos revelado uma pessoa viva, eu achei que não iriam matar o Wes. Já que eu achava que ele estava vivo, e talvez só um amigo meu que achava que não e eu o considerei louco por alguns dias, hoje eu estou respeitando mais ele. Aliás, eu nunca achei que matariam o Wes, por todo o protagonismo da personagem na série até então. Mas, adorei a decisão, não porque eu não curtia muito ele, mas pelas mil possibilidades que se abrem agora e claro pela coragem dos responsáveis.

Não podemos deixar de reparar que a queima de arquivos de Annalise naquela cena regada a Vodka tinha Wes no subtexto de todas as suas ações. E a edição – de novo ela –  trouxe frases e cenas que ligavam o menino a todos os casos da temporada. Primeiro, Mahoney e aquele final trágico da última temporada, tinha lá o pai de Wes, depois Rebecca teve um caso com ele, depois a estátua da Justiça, e uma das cenas mais impactantes da série teve a sua reverência hoje. “- I’m so sorry. – Don’t be” sob o cadáver de Sam é cena marcada em 10 de cada 10 fãs da série. Além de que ele deu o tiro na Annalise, ele que achou o celular de Lila com a foto de Sam e Sam Jr. e ainda tinha toda a história do seu passado como Christophe. Nenhum personagem, fora Annalise, fora tão bem construído pelo roteiro, e agora ele está morto e metade carbonizado.

A primeira pergunta que fica é porque dessa circunstância tão incomum numa casa que pega fogo por completo, como estar só metade carbonizado. Depois, a pergunta mais clássica da teledramaturgia desde Odete Roitman: quem matou Dino Thomas? Frank estava próximo do lugar do acidente, e ligou com um certo ar de culpa para Bonnie para saber de Laurel. Ele não poderia demonstrar muita importância porque a loira já o tinha dito que o amava, e já sabemos que eles mantiveram contato durante essa última semana derradeira. Assim, será que ele ainda pode ser o pai do menino de Laurel, afinal eles passaram uma noite no mesmo lugar. Laurel disse que nada aconteceu, mas é só aparecer aquele reloginho na tela, para a gente ter certeza que somos enganados constantemente nessa série. Se não Frank, alguém esteve por lá para matar Wes e plantar a bomba… O roteiro fácil deposita as fichas em Frank porque todo criminoso volta no lugar do delito.

Sobre as linhas narrativas de How To Get Away With Murder

Tudo o que os flashforwards nos mostraram, depois desse episódio nós conseguimos compreender, mas ainda não acreditamos que fomos enganados tão bem assim com essa ilusão de que eles iam mesmo ficar avisando quem estava morto episódio por episódio. Lady Gaga já cantou sobre isso: perfect illusion, bjs, piada ruim. E começamos a perceber isso quando Connor e o ex de Connor se encontram antes dos acontecimentos fatais, e tudo isso já começou a me dar calafrios. E todos os fragmentos antes já conhecidos se encaixando e fazendo coerência diante dos nossos olhos fora um deleite.

Mesmo a história mais aleatória com o caso em si, empolgou. Conhecer a mãe de Michaela e o paradeiro de toda a sua família desregulada, e sua origem numa favela fora bacana a fim de conhecer um pouco sobre essa personagem que nunca teve sua origem genealógica desenvolvida, e se perdia apenas com interesses amorosos.

Daí, pulsaram na tela algumas novas e outras perguntas a serem respondidas: porque Annalise queria todos na casa? Seria para avisar que eles estavam em perigo? Ou ela sabia que ia explodir e queria se livrar de todos eles de uma vez só?

E daí nos entendemos também que ela estava sendo acusada de homicídio doloso, uma vez que Wes estava prestes a testemunhar sobre ela para os detetives (aliás, eles já estão potencialmente presentes na lista dos próximos assassinados nesta série). Annalise não teve relação aparente com todos estes acontecimentos, e também nós espectadores não ganhamos nenhuma pista sobre isso ainda.

E ah, pelo desespero na cena do hospital, Laurel deve ter visto ou ouvido Wes na casa enquanto ela estava lá antes da bomba explodir, e já deve ter ficado desesperada com a morte do novo amado. Agora tudo faz mais um pouco de sentido. Aqui um apelo: a menina sobreviveu a uma explosão e viu seu namorado morto, ainda bêbada. Se ela não perdeu o bebê frente a essas três circunstâncias, roteiro querido, não seja preguiçoso e a faça perder o filho com qualquer desculpa a la Malhação. Beijos de luz.

E agora, José?

Se oficialmente um corpo queimado ainda não tinha sua causa de morte, era óbvio que ele não estava morto por causa do incêndio. Dai vem Nate, com uma cara de “que-merda-eu-acacei-de-fazer?” e confirma a suspeita para Annalise. Que revelação chocante, senhoras e senhores. Agora mesmo que ficamos uma metade de temporada inteira nos perguntando quem estava debaixo do lençol, devo dizer que fora inútil, porque outro mistério ainda mais interessante acabou de ser levantado com a ideia de quem matou Wes. E também fica o questionamento sobre “Quem denunciou Annalise? ”. Annalise queimar os arquivos foi audacioso, mas ela seria indiciada de alguma forma, o que talvez ela não esperasse é que a casa iria pelos ares.

Eu sempre disse aqui que essas portas abertas do escritório de Annalise iam dar problema. E deu! Claro que eu acho que Nate na casa deve ter alguma relação com tudo isso, porque é ele quem vê a porta aberta. E às vezes a gente não tem que pensar muito no roteiro, porque ele nos dá a resposta certa de cara (vide ligação que Bonnie atende no hospital já nos flashfowrds durante os episódios, e a única pessoa que poderia perguntar de Laurel ali era Frank). Ele vê a porta aberta já de noite. Wes foi até à casa, ainda de dia, e deixou a porta aberta do mesmo jeito? Ou pelo menos é o que dá a entender quando ele sai da delegacia, ainda está claro, e são 16:22, será que até chegar na casa explodida, já vai ser de noite? Lembrando que a porta está fechada quando Laurel chega e ela a deixa fechada, assim que entra (momentos antes da explosão).

O começo da metade final

Vejo o resto da temporada como um caminho para a decadência de Annalise. E a vejo de maneira épica, tendo em vista a audácia e ousadia que este roteiro tem em trabalhar com seus personagens, reviravoltas e cartas na manga. Ninguém está a salvo, e ouso dizer que só aposto na onipresença de Annalise nesta série, porque essa mulher é a alma de tudo e é ela quem dá o tom de todos os personagens e acontecimentos.

Se tivermos uma próxima temporada não a vejo morta, mas sim, como um espectro de Patty Hewes (na minha amada Damages), já alucinada, vivendo com lembranças de todas essas pessoas que ela amou de um jeito muito estranho e muito peculiar. Talvez seja assim que Annalise ame, de um jeito que só ela entenda, de um jeito onde só ela possua o controle da situação, mesmo nas horas mais difíceis, como estar prestes a ser presa e lembrar de dar o celular para Oliver apagar todas as suas informações.

Acredito numa How To Get Away With Murder mais obscura e mais corajosa na sua volta em 19/01/2017 e é assim que a gente gosta. Até lá conseguiremos repor nossa emoção e nossa dignidade após levantarmos um mísero lençol. Imaginava que seria um choque, mas não nessa magnitude, muito menos imaginava o quão difícil seria a recuperação.

Até o ano que vem (menos pro Wes, rs)!

> O futuro da Marvel depois de Doutor Estranho!

Últimas garrafas de vodca escondidas na bolsa para levar na casa da amiga:

– Thomas (outro nome que você aprendeu nessa review) é que é, na verdade, o problema da comunidade gay, né não? Porque ele é um gay com preconceitos e que não conseguiu respeitar os problemas de Oliver, num século com tanta informação, disponível, ah, poupa a gente.

– Como Connor chegou tão corretamente ao mesmo lugar que os outros estavam sem saber de nada, e sem celular? A TV informou o hospital que Laurel estava? Ou isso explica a sua frieza espontânea que surgiu neste episódio já que ele nem chora a morte do amigo?

– Mama Pratt aprendendo a usar o Humpr, já pode ser youtuber e fazer um tutorial em formato de vlog. “Olá, meninos, no vídeo de hoje eu vou ensinar…”.

– Wes fazendo cosplay de Trump em seu último dia vivo demitindo o seu advogado (outro aleatório que você aprende agora: “Vince”): – “You’re fired”.

– Depois de um dia de bebedeira, quem não sabe que o pior amigo é a luz de um flash, nunca bebeu de verdade. Beijos, Viola, até nisso, você arrasa nessa atuação.

  • André

    Essa temporada por enquanto foi bem inferior as duas primeiras,entâo achei bem vindo matar o Wes como forma de renovar a série.
    Mas ultimamente o Connor ta muito podre,preferia fosse ele ou até mesmo o Frank que anda fazendo hora extra na série.
    Essa promotora é muito insuportavel,me deu até saudades da Sinclair.

    • Vitor Neves

      Estou procurando a inferioridade nessa temporada.

      • André

        A unica coisa interessante mesmo foi ver a queda de Annalise porque de resto foi somente casalzinhos brigando e fazendo as pazes. O plot do Frank nâo foi grande coisa.
        Foi claramente inferior as duas primeiras,até esse 3×09 se nâo fosse pela surpresa da morte do Wes nâo chegou a ser tâo intenso quando o 1×09 ou 2×09

    • já eu acho que essa é disparada a melhor temporada…

  • joao henrique da silveira mont

    Matar o co-protagonista foi uma decisão corajosa, olhando para trás na temporada, todas as pistas foram dadas, pois tiraram a aura de conflito do Wes, e transformaram a jornada do personagem. Acredito que o aluno chato deva ser o informante, já que pode ter aproveitado a condição de aluno para investigar Annalise (o plot da acusação não deve ser tão avulso como foi). Mas acredito que o assassino deva ser o Connor, pois a temporada deixou claro que ele bateria de fente com o Wes, a briga dos dois deve aparecer no flashback e deve ser oq ue vai resultar na morte do Wes. Não creio que Annalise deva ter uma jornada decadente nesta segunda parte, acredito que deva ser mais uma jornada de mãe vingativa, pelo filho morto, pois ela amava muito o Wes. Pena de quem ficar na frente dela.

    • Fabi Alves

      jornada de mãe vingativa!!! queroooo

  • thiago

    Já mataram o Wes, então, por favor roteiristas: Matem o Connor!!! Já aguentamos esse mala desde a primeira temporada e ele continua insuportável!!

    • “continua” dá a impressão que ele está do mesmo jeito, mas não, ele tá é CADA VEZ MAIS insuportável!

      • Afonso

        Ridiculos

        • Afonso, só porque você tá procurando o Connor do aplicativo, não significa que todo mundo tem que gostar dele.

    • Leonardo

      Desde que ele começou a se lamentar pelo Oliver ele tá insuportável. Cadê o Connor fodão da primeira temporada?

  • Arya Ibelin

    Bah , que episodio maravilhoso ele amarrou os flashbacks e deixou mais pontas para amarrar.
    Podem matar todas que quiserem menos Viola Davis, a serie é dela com vodca ou chips.

    Ps. Ótima resenha , conseguiu expressar tudo o que pensei e senti olhando o episodio.

  • Graziela Rodrigues

    Aposto no Connor como assassino.

  • Maurício

    Que Review sensacional! Cheia de informações e discussões por todos os detalhes do episódio e da mitologia. Foi tão bom que assisti duas vezes já. E ontem fiquei o dia todo meio que de luto por não ter um próximo logo pra assistir (já que vinha maratonando a série desde dia 2 de novembro).
    Agora é aguardar. Que chegue logo Janeiro. E vida longa a HTGAWM.

    • Vitor Neves

      Essa review foi um espetáculo.

  • O Wes era insuportável. Amém.

  • Carolina Alvarenga

    Quando soube quem era o morto acho que minha pressão até caiu, eu tb achava que seria o Nate, e tenho certeza que o alibe do Connor vai aparecer kkkkkkk

  • Carolina Alvarenga

    ” chorando a falta do Oliver” errou aí no texto

  • Carolina Alvarenga

    Eu vi uma foto do Connor abalado sim. Se ele armou a morte é outros 500

  • Acho ousado a morte de Wes, para a série será rico. Mas os fãs curtiram isso pelo motivo errado, acharam válido porque consideram Wes chato e Connor o mais amado. Isso é tão raso. Se fossem matar quem é chato, Connor deveria ter morrido em alguma pegação no Humpr. Mas agora que os protagonistas estão morrendo não vejo a hora de Connor morrer, porque não aguento mais ele. E não vejo esse tão aclamado amadurecimento da personagem não, Connor desde a primeira temporada só faz reclamar e se vingar de alguma forma. Ele pegar Thomaz e não ligar pra morte de Wes é mais do mesmo, egocentrico babaca.

    Que venha segunda parte com geral afundando junto de Wes.

    • Vitor Neves

      Connor teve uma reação diferente dos outros. Ele não era amigo do Wes, por sinal, culpava o Wes por tudo que vinha acontecendo nos ultimos anos.
      A reação dele foi de “choque”, não necessariamente não ligou para o Wes. Ninguém é obrigado a chorar ou se jogar no chão.

      ps: Como se trata de htgawm, pode se pensar até mesmo que a reação do Connor seja de culpa.

      • André

        O fato dele transar com Thomas somente pra se vingar do Oliver mostra o quanto podre ele é. Eu até gostava dele,ele estava amadurecendo no começo dessa temporada mas depois dessa nâo tem como defender..ele nâo tem caratér.
        Sem contrar todas as idiotices que ele disse pro Wes como se ele tivesse estragado a vida dele,ele esqueceu que nâo foi somente o Wes que matou o Sam mas todos eles juntos,todos eles naquele momento fizeram algum ato que levasse a morte dele..o Wes só terminou o serviço

        • Maurício

          Eu discordo. Até o momento da pancada no Sam pelo Wes, alguns eram apenas testemunhas da situação toda. O crime do Connor se caracterizou depois, quando começaram a apagar as provas.

          • Laís F.

            Não exatamente, todos começou a ajudar a Rebecca a escapar do Sam, até o ponto (de não lembro quem) se foi a Laurel ou a Michaella que derrubou o Sam escada abaixo. A verdade que a morte do Sam foi auto defesa, e todos ajudaram a acobertar o corpo, a ponto de mutilar, Bonnie, Michaela, Connor (e alguns comentários da Analise) me irritam bastante quando começam a culpar Wes quando a vida deles dão errados, todos participaram ativamente do que aconteceu e dos efeitos da ação, até Analise têm culpa no cartório, pois também ajudou a acobertar o corpo. Nate tem culpa também? Ele induziu a Rebecca invadir a casa da Analise atrás de provas. Mas os verdadeiros culpados é Sam e o Frank que mataram a estudante.

        • Carolina Alvarenga

          A glória Peres fez o mocinho Rodrigo Lombardi transar com a vila para “puni lá”. No salve Jorge( esse cara sou eu ) ou seja não dá para saber qual foi a intenção dele se vingar do Thomaz ou oliver

      • Carolina Alvarenga

        Tive a mesma impressão

  • petunia

    Quem matou Dino Thomas?? Ri muito kkkkkkkk

  • Marcelo

    Mesmo eu já sabendo que o Wes morreria por causa dos Spoilers malditos, eu fiquei impactado. Super ansioso para o retorno da série.

  • Lucas Souza

    Ele saindo da delegacia indo em direção a morte deu uma dorzinha no coração e olha que ele nem era meu personagem fav

    • Maurício

      Por mais que sempre tinha achado ele um mala sem alça, chato ao extremo, também me deu pena. Foi uma bela despedida que o episódio deu.

    • Vinicius Monteiro

      Eu odiava demais o Wes, mas confesso que senti a mesma coisa com a cena

  • wesley

    agora Dino Thomas é um fantasma de alguma casa de Hogwarts #RIPDINO

  • Lucas Souza

    “Ou ela sabia que ia explodir e queria se livrar de todos eles de uma vez só?” Annalise dando uma de Cersei Lannister sera?

    • Vitor Neves

      melhor analogia hahahahha

  • Laís F.

    Eu não acho tão ousadia matar personagens principais, as séries estão fazendo isso com tanta frequência, que eu espero que a HTGAWM justifique sua decisão, tudo bem que a morte do Wes pode dar um gás para essa segunda parte da temporada, essa terceira temporada está precisando, mas eu não sei se a longo prazo é tiro no pé ou não, Wes trazia conflito para a série, seja com a relação entre Analise-Wes, seja pelo conflito que somente com sua presença dentro do k5, ao contrário de muitos por aqui, eu gostava bastante do personagens.

  • Fabi Alves

    gente eu sempre fui daquelas aff wes chatoo morre logo migooo!!! Agora ele morreu e eu fiquei em choqueeeeeee!!!!!! não não coitadoooo , pq vcs tão matando o wes?! mata o aluno novooooo ;~~~~

    • Débora Albuquerque

      Saudades mana!

      • Fabi Alves

        mta manaaaa ;))) beijo no cora

  • Alysson

    Me desculpe quem gostava do Wes…
    O WES MORREU!!! ALELUIA!
    Hoje é um novo dia, de um novo tempo que começou
    Todos os nossos sonhos serão verdade
    O futuro já começou
    Hoje a festa é sua, hoje a festa é nossa https://uploads.disquscdn.com/images/75d5d7df15878b26c84244399ca85c46d79b953ccbc78ffeb9d2a01fc69a7630.gif

    • Ramon Vitor

      Tem quem goste do Wes? #FãsFantásticosEondeHabitam

      • Alysson

        E Não é que tinha gente que até chipava o Lauruwes

        • Ramon Vitor

          Impactado!

      • Hunson Abadeer

        olha, se ele tivesse morrido lá na segunda temporada, eu teria ficado de boa com isso. eu fiquei tristinho pq o personagem dele tinha melhorado bastante na temporada atual. mas eu acho que vai ser muito bom para série a morte dele.

    • Já foi tarde e ficou chato. Fora que o ator é sem carisma algum. Eu achando que ter sangue brasileiro ajudaria que ele fosse menos engessado.

      Adoro minha mexicana, Karla Souza, que arrasa nas cenas dela e fica ainda mais linda falando espanhol.

  • Nay

    Nossa, achei a review um pouco confusa, mas ok, vamos lá:
    Não concordo de forma alguma que essa temporada retratará a queda da Annalise. Ela não confia na Bonnie e sabe que não pode confiar (Bonnie já tinha escolhido Frank uma vez e Annalise sabe disso). Aquela cena “Bonnie me olhe nos olhos e diga que você não é a testemunha anônima” foi muuito falsa. Além do fato de que Miss Keating pediu para o Oliver limpar tudo o que tinha no celular. E o que tinha no celular minha gente???? Todas as ligações dela chamando todos para a casa dela! Acho que a explosão da casa era para se livrar de evidências (muuuita coisa aconteceu naquela casa), e acho que foi Frank que colocou os explosivos, a pedido de Annalise, e era para todos irem pra lá a pedido dela mesmo mas chegarem depois da explosão (assim como ela chegou depois). O tempo seria perfeito afinal, a única morte não foi ocasionada pelo incêndio.
    Não gostava do Wes e gostei da coragem dos showruners de matar um principal. Vai tarde Wes, seu mala sem alça! (Apesar de não gostar dele e ficar contente que alguém relevante tenha morrido, me choquei com a cena da morte, foi muito bem feita, emocionante). Não sei em quem apostar ser o responsável pelo assassinato do Wes.

  • Eduardo

    Não acho que Annalise chamou os alunos para matá-los; seria uma forma de “afinar o discurso” contra a promotoria, já que a polícia logo viria (novamente) atrás dos k5. Lá acertariam as coisas sobre Sam, Rebecca, os Sense8, Sinclair, Mahoney – e, se não colaborassem, “Mama” Keating jogaria dossiês sobre o envolvimento d3 cada um nos crimes. Wes, que chegou cedo na casa, foi curioso e encontrou os arquivos.
    Nem Laurel nem Nate encontraram Wes – ele deveria estar no porão onde Rebecca morreu.
    Suspeitos:
    – Bonnie & Frank: não. Porque não. Já mataram gente demais, né?
    – a Promotora: mais fácil ela se vingar do Nate.
    – o irmão da Rebecca, lá da primeira temporada. Se a fulana que seduziu Frank reapareceu, por que não ele?
    – Soraya, a diretora: foi tirar dúvidas com Annalise, matou o Wes por acidente – não, se esteve na casa, foi como testemunha.
    – os policiais: fariam coisa melhor.
    – o próprio Wes: dependendo do quer for revelado no ep 10, ele pode ter se acidentado e morreu.
    Mesmo a teoria dos explosivos é boa, mas, se Laurel e o corpo de Wes foram encontrados, Annalise não arriscaria fazer sobrar um pedacinho de papel que fosse naquele lugar.
    Connor não é o assassino: ele ficou chocado com a morte de Wes, talvez com remorso de ter sido tão pentelho com o colega. E nosso “boy magia” não traiu Oliver, ele se vingou de Thomas (transou com o cara logo de primeira [o que T não fez com O] e deu-lhe um pé qdo o parceiro ficou todo meloso). E apareceu no hospital porque a mãe da Michaela deu o endereço.
    E Drake será o novo Asher – o mané que cai de pára-quedas nas armações de Annalise & The K5.

    • Nay

      O estranho é Nate ainda estava na casa quando Laurel entrou. Como ele saiu e ela ficou? Ela estava toda desesperada no hospital, escrevendo Wes num papelzinho. Para mim ela viu ele lá sim! Me explique onde Nate cabe nessa história?

      • Eduardo

        Onde vc viu que os dois estavam na casa ao mesmo tempo? A série vive de edições de cenas, foi tudo uma diferença de tempo de chegada. Em vinte minutos tudo pode mudar. E Laurel tava chapada e tinha brigado com o Wes, normal ser a primeira preocupação dela ao acordar.

        • Nay

          Faz sentido sua colocação, mas ainda não vejo dessa forma

          • as

            acho que a serie deixou em subentendido que a laurel viu o Wes sim.

  • Jo Rocha

    Pra mim o Wes já foi tarde!
    E euzinha estou apostando que a viúva do pai dele tem não só um dedo mas a mão toda na morte dele.
    Pq aquela olhada no corredor do tribunal foi f….
    Digo isso, porque desenterraram até a Rebeca nessa temporada então porque não a viúva com orgulho ferido por ter sido “trocada” pela empregada e ainda ser assobrada por um bastardo à solta por aí podendo a qualquer momento reivindicar uma herança.
    Fora que, Annalise (que no passado teve que ser freada por essa família para resolver o problema do bastardo) está de volta e acabou mandando o filho querido dela para cadeia e com a ajuda do testemunho de quem pra acabar?
    Adoro essa série pq ela sempre mostra que nada é tão verdade quanto parece…logo…posso ter errado tudo ahahahhahahahah

  • Jo Rocha

    Pra mim o Wes já foi tarde!
    E euzinha estou apostando que a viúva do pai dele tem não só um dedo mas a mão toda na morte dele.
    Pq aquela olhada no corredor do tribunal foi f….
    Digo isso, porque desenterraram até a Rebeca nessa temporada então porque não a viúva com orgulho ferido por ter sido “trocada” pela empregada e ainda ser assombrada por um bastardo à solta por aí podendo a qualquer momento reivindicar uma herança.
    Fora que, Annalise (que no passado teve que ser freada por essa família para resolver o problema do bastardo) está de volta e acabou mandando o filho querido dela para cadeia e com a ajuda do testemunho de quem pra acabar?
    Adoro essa série pq ela sempre mostra que nada é tão verdade quanto parece…logo…posso ter errado tudo ahahahhahahahah

  • Ramon Vitor
  • Mattews HeatNation

    Episódio do Carílio ! Vi sem querer um Spoiler sobre a morte do Wes no Twitter e mesmo assim fiquei em choque com a cena ! Foi um drible em 99% dos telespectadores !!! É por isso q amamos HTGAWM !!!! E tome pontas soltas p 4º temporada ! Afinal de contas é disso q gostamos ! Não tinha nada contra o personagem mas enfim vamos q vamos…

  • RS Martins

    Vou arriscar uma teoria (apesar de nunca acertar….) Nate quem explodiu a casa para destruir provas contra Annalise sem saber que o Wes já estava na casa morto por Frank, Porque Laurel escreveu Wes no papel? Óbvio, ela tinha ligado pra ele ir até lá, então….

    • Nay

      Me passou pela cabeça o Nate ter explodido a casa…. Agora não acho que o Frank tenha matado o Wes. Ele quase se matou para agradar a Annalise e agora iria matar o preferido dela?

  • Marco A

    Nunca, na vida imaginaria Wes morrendo. Foi tão surreal, que até imaginei que pudesse ser mais um plano da Annalise fingir a morte do rapaz, com muita maquiagem e aquelas drogas de parar o coração.

    • Camila

      tenho fé nisso hahahaha

  • se tem duas coisas que podemos dizer sobre a série é que:
    1) o roteiro NUNCA É preguiçoso e previsível, logo, eu já descartaria Frank e Connor como assassino;
    2) o roteiro é COERENTE. Bonnie e Frankie comem na mão da Annalise e, por mais que eventualmente façam as coisas por conta própria pensando “no melhor”, eles jamais fariam algo diferente da vontade dela, como matar “o filho que ela nunca teve”, portanto, descarto de novo Frank e também descarto Bonnie.

    Sobre Connor, eu acho que todo aquele plot dele responsabilizando o Wes por tudo de ruim, serve mais pra uma eventual construção de remorso e transformação do personagem daqui pra frente, especialmente somando nisso a questão do “ponto final” com o Oliver.

    Nate não teria sido mostrado na casa a toa e a troco de nada. Não acredito que ele tenha matado o Wes, porque não seria coerente. Ele já demonstrou várias vezes que tinha um grau de proteção e preocupação com ele. Não seria coerente e nem teria motivo para tal. NO ENTANTO, acho que tem uma chance de ele estar por trás da explosão (primeira coisa que me veio a cabeça foi algo tipo “gás deixado aberto, lâmpada quebrada pra, quando alguém acender o interruptor, gerar uma faísca que causa explosão”), seja pra destruir as provas, seja na tentativa de matar a Annalise (improvável, mas não impossível), seja qual for o motivo.

    Quem denunciou Annalise e quem matou o Wes? O clã Mahoney. Provavelmente a Lisa Cameron, a mando da mãe Mahoney. Já elimina a testemunha, de quebra, incrimina a Annalise (que eles provavelmente investigaram). Eles só não contavam com a explosão.

    Uma outra aposta seria… Maggie. Só colocar uma namorada pro Wes que depois termina e fica magoadinha e aceitando ser trocada assim de qualquer jeito e no dia seguinte? Não faz muito sentido não. Ela pode facilmente ser uma pessoa fria e vingativa. Seria um outro baita plot twist, coisa que a série adora fazer.

    E, por fim, eu DUVIDO que a Annalise vai se entrar de vez na decadência, pelo contrário, acho que a morte do Wes vai ser o chacoalhão que ela precisava pra SE forçar a entrar nos eixos e voltar a ser aquela mulher fria, vingativa e sangue nos olhos de antes.

    Que venha janeiro!

  • Camila

    #chateadissima com a morte do Wes…gostava dele. Que série fantástica…gosto de séries assim, que te enganam e te surpreendem com maestria, pouquíssimas fazem isso. Contando os dias pra janeiro!

    Obs. tenho uma ponta de esperança que essa morte seja brinks da Annalise e mais uma sambada na nossa cara.

  • Juliano Guilherme

    Tenho uma teoria que quem matou o wes foi a Meggy. Não sei o por que mas algo me diz que ela entrou na vida de Wes para alguma coisa, talvez conhecia a Rebecca ou a promotora que quer derrubar Annalise. O fato é que enquanto estava com Wes ela poderia estar tendo acesso a algo ou usando o rapaz para se aproximar de Annalise. Mesmo na separação ela ainda poderia ter a esperança de voltar com o rapaz mas quando o viu com Laurel pode ter perdido as esperanças e ter invadido a casa de Annalise. Wes a encontrou e ela o matou. Deve ter ligado o gás e acendido a lareira para poder escapar. Ela não contava que Laurel iria até a casa. Depois foi trabalhar, deu uma de sonsa e amiga quando ficou sabendo da morte dele para passar despercebida. Só teoria tá por que não acredito que seja Connor por ser do casal favorito da série e já tem muitos plots para a continuação com a descoberta de Oliver pelo o que aconteceu na casa de Annalise com Sam. Também acho que colocar Frank como assassino ou os Mahoney não teria graça.

    • Carolina Alvarenga

      Tb acho

    • Leonardo

      Pode ser, pq não é possível que o único papel dela na série foi namorar o Wes, ser largada pelo Wes e falar que a Laurel ta gravida (oq qualquer outra enfermeira aleatória poderia ter feito).

  • Flavio Henrique Ferreira

    Só queria vir aqui dizer que acho que a “fonte anônima” que desenterrou o caso Rebeca foi o irmão dela que apareceu na segunda temporada. Torço horrores que seja porque até hoje isso é uma das pontas soltas que mais me incomodam. Adorei essa primeira metade de temporada mas espero que eles aproveitem essa onda de cuidar das tretas internas sem um grande caso externo e revisite as outras pontas soltas que aí estão, a exemplo dos irmãos Sense8 (O que peste aconteceu ao Caleb? E Philip?), Além do irmão do caso Rebeca tem aquele vizinho doidão lá que Wes tantou ficou fissurado, Os Mahoneys que eu acho que vão voltar mas tem que ser bem forte.. enfim, está sendo criada muita coisa nova às custas das histórias antigas e a gente precisa entender os ciclos que se abrem e se fecham. O roteiro rapidíssimo nos engana e faz esquecer rapidamente, mas é bom ficar esperto.
    Ah, Meggie talvez seja mesmo uma falsiane como apontaram nos comentários anteriores, só não sei de onde ela vem nem o que ela quer. E falaram também de Drake, eu acho realmente que vão usar ele como bode expiatório e vão usar o bagulho dos flyers como prova.
    É isso e se flopar pelo menos o Wes morreu <3