HBO renova Westworld, Divorce e Insecure para novas temporadas

18
1144

A HBO acaba de anunciar a renovação de três das suas mais recentes produções: Westworld, Divorce e Insecure. As três séries garantiram a 2ª temporada, com 10 novos episódios, cada.

As comédias Divorce e Insecure estão confirmadas para retornarem em 2017, mas Westworld pode voltar para sua próxima temporada apenas em 2018, devido a complicada agenda do elenco e necessidade de meses para pré-produção.

“A série teve uma estreia forte e eu quero ter certeza que continue forte, pois temos algo realmente grandioso com essa série”

Disse Casey Bloys, o chefão da HBO sobre Westworld.

Criado por Jonathan NolanLisa Joy, Westworld pode se tornar a série dramática com temporada inaugural mais assistida na história da emissora, registrando uma média de 11,7 milhões de telespectadores, depois de somadas múltiplas plataformas e reprises. Esses números já bateram a 1ª temporada de Game of Thrones e só estão um pouco abaixo a 1ª temporada de True Detective.

Divorce
Divorce

Já a comédia Divorce, estrelada por Sarah Jessica Parker, em seu primeiro projeto para a TV em 12 anos, desde o fim de Sex and the City, está com uma média de 4,4 milhões de telespectadores, depois de somadas múltiplas plataformas e reprises. Esses números são praticamente os mesmos de outras comédias aclamadas do canal, como Veep e Girls.

insecure

Insecure por sua vez não chega a marcar a mesma audiência de suas colegas, ficando na casa dos 3,2 milhões, mas recebe grande apoio nas redes sociais e segundo Casey Bloys, “representa uma nova voz importante para a HBO”.

> As séries favoritas do Fábio Porchat!

  • Ramsés Abreu

    QUE BENÇA 2 TEMPORADA DE Westworld HUUUUUUUUUU LLELLELELE

    • Janerson Souza

      2018 T.T

      • Eduardo Silva

        A gente espera!

  • Adalberto

    Muito feliz por Westworld e Insecure!!!!!!

  • Luciano Assis

    Arruma o título ae Michel.

  • Snydeus

    bom, eles renovaram só agora e já tamos no final do ano… realmente, iria ficar bem corrido uma 2 temporada pro meio do ano q vem… dá pra esperar de boas, só de terem confirmado a segunda temporada de Westworld 🙂

    • Alex DAvila

      fogo q confirmaram vinyl e infelizmente cancelaram depois … 🙁

      • Eduardo Silva

        Mas comparar vinyl com Westworld é demais né; Westworld supriu as expectativas da emissora…

  • willian_as

    Westworld era renovação certa. Podem esperar o tempo que quiser pra lançar a segunda, contanto que façam da forma correta e sem correria, pra não ser uma True Detective 2.0

  • Caio Vinicius Viana Lima
  • Que porta?

    • Eduardo Silva

      haha

      • só os fortes entederão

  • André

    Nossa Westworld só em 2018? muito tempo de espera!

  • Alexandre Zanini

    Graças aos Deuses de Kobol Westworld renovada que eles abençoe a todos da HBO

  • Muito feliz com a renovação de Westworld.

    O retorno deve ser em 2018 em virtude de GOT começar mais tarde. Não daria tempo de colocar as duas no segundo semestre de 2017.

    Devem deixar para o começo de 2018

  • Jefferson Silva

    ok, vamos la.
    No primeiro episódio quando começa ouvimos a voz do Jeffrey Wright falando com a Evan Rachel Wood e ele pergunta a ela sobre a natureza da realidade dela e se alguma vez ela já se questionou a respeito. Seguindo o episódio quando há a infecção com o anfitrião que faz o pai dela ela é levada pelo Luke Hemsworth e ele repete as mesmas palavras, palavras essas que sempre são repetidas todas as vezes que vemos a equipe técnica iniciando um anfitrião. Contudo ao analisarmos as conversas entre Dolores e Bernarnd/Arnold notamos uma mudança sutil de tom, explico: todas as vezes que o Bernard conversa com um anfitrião ele está nu e o Bernard está OK com isso, mas todas as conversas do Arnold com a Dolores (primeira anfitriã) ela está vestida e é sempre em um ambiente cercado de concreto. Quando Dolores no terceiro episódio pergunta a Arnold sobre seu filho a resposta é: “Ele não está em lugar algum que você entenderia” e se compararmos com as respostas dadas para os Anfitriões por parte do Bernard isso não se encaixa, uma vez que ele nunca é evasivo. Essas conversas acontecem 35-40 anos atrás quando ele e o Ford viviam apenas com a equipe de desenvolvimento no parque, antes mesmo do parque abrir. O súbito ataque de consciência que ele tem ao dizer que “foi longe demais com isso e que vai fazer ela voltar a ser como era antes” são os experimentos para darem consciência plena aos robôs e possivelmente o fato de ter gasto praticamente todo o dinheiro pra viver em um mundo de fantasia levado pela perda do filho e agora notou que monetarizar o parque é a única saída. Ele, então é surpreendido pela resposta da Dolores e conta a ela a história de como ensinou seu filho a nadar e que o medo de soltar o Charlie é o medo de seu filho não ser mais dependente dele pra ser seguro, mesmo medo que tinha de perder a Dolores caso ela tivesse consciência de si e fosse embora, mas ao final decide correr esse risco.
    A segunda linha do tempo se passa poucos anos depois disso, depois já da morte de Arnold e depois do parque ter sido aberto, mas estar “sangrando dinhiero” nas palavras do Logan para o William, esse é o motivo da ida dos dois até o parque, analisar se vale a pena comprar esse investimento. Quando Eles chegam a logo de WW é totalmente diferente da atual e consistente com a logo nas roupas dos técnicos no flashback contado por Ford no episódio 4, e se analisarmos a logo que a Maeve vê no episódio 6 antes de entrar no elevador ou mesmo no episódio 2 quando o Lee Sizemore está fazendo apresentação da sua nova narrativa ao fundo, vemos que a logo mudou e se tornou mais moderna. Por falar em Maeve ela não é dona do Mariposa quando o Will e o Logan estão lá, apenas Clementine e outra menina, e no episódio 7 ao perguntar a Clementine se ela já sonhou com outra vida sua resposta é: “essa sempre foi minha vida”, reforçando a ideia de que ela como anfitriã nunca teve outro papel, inclusive no episódio 3 Stubbs diz que se os números dela não melhorarem ela vai ser descomissionada e o papel vai passar pra Clementine que segundo ele: “já fez essa função antes”. Quando a Dolores foge de casa e encontra o Will e o Logan ela está fugindo dos bandidos e sequer foi estuprada ainda. Há uma pausa quando ela leva o tiro no estômago (que mais na frente em um flashback é explicado que eles consertaram ela em loco e continuaram a narrativa) e em seguida ela lembra de ter sido atingida, mas não há nada lá. Então ela corre e se depara com os dois amigos e segue adiante com eles. No final do episódio 4 quando Logan descobre que o Slim trabalha pra o El Lazo ele usa a seguinte expressão: “Ele é nosso passaporte para o melhor brinquedo do parque, achamos um easter egg”. No episódio 5 descobrimos que o easter egg em questão é que assim que o MIB mata o Lawrence para pegar o sangue dele e infundir no Teddy na cena seguinte Dolores, LOgan e Will encontram Lawrence, mais novo e líder de uma gangue do outro lado do parque e o easter egg é o fato de mostrar definitivamente a segunda linha do tempo. Voltando a linha do tempo do Will e da Dolores. Ela tem uma visão de si mesma dizendo pra se encontrar e sai correndo da sala, repare que ao entrar tem muitas pessoas no corredor que dá acesso e muita orgia nas salas vizinhas, quando ela começa a desconfiar que algo está errado ela encontra uma sonda que envia dados a um satélite e começa a arrancar, quando a imagem volta ela está sozinha e reparada (igual na cena na fazenda) e sai correndo, desta vez não há mais ninguém em lugar algum e já está quase amanhecendo, depois que os Confederados descobrem o plano do Lawrence eles saem correndo embarcam no trem e deixam o Logan pra trás, mas não antes da Dolores conseguir tomar conta da própria narrativa e matar todo mundo. No trem o Will confessa a ela que ela destravou algo dentro dele e ela diz não ser uma chave (mas ela ainda não sabe que é a chave pra destravar o jogo e libertar todo mundo) e logo em seguida tem um “sonho” onde desenha a entrada do Labirinto.
    A terceira linha do tempo é a atual, com o Teddy acordando todo dia no trem, a Maeve indo trabalhar no Mariposa e a Dolores sendo estuprada. O Teddy é uma versão anfitrião de como o Will era assim que ele chegou e se apaixonou pela Dolores, por isso o MIB diz que não entende pq os dois sempre são colocados juntos e completa que pra alguém ganhar (no caso ele) alguém tem que perder e por isso ele diz a Dolores: “há 30 anos eu venho aqui e você ainda não me reconhece”. Ele soube da existência do Labirinto pela Dolores e certamente tentou libertá-la da primeira vez, mas o Ford deve ter frustrado o plano deles, muita gente deve ter morrido e o MIB procura o labirinto desde então, e começa juntando as peças. A primeira dela está dentro de um mestiço (índio e branco) e sabemos que os índios idolatram os humanos que fazem as programações dos anfitriões por pensarem que são Deuses. A segunda pista é a filha do Lawrence que diz “o Labirinto não é pra você” significando que o jogo foi projetado pra ser vencido por um anfitrião e não um humano, mas o MIB quer realizar a vontade do Arnold de toda forma, a terceira pista é a cabeça da cobra (Wyatt) vilão que foi inventado pra dar sentido à história do Teddy, mas também pra ser o principal obstáculo no caminho do MIB, como ele mesmo pergunta ao Ford no episódio 4. Nesta conversa o MIB diz estar atrás do fim do jogo, do significado de tudo, anteriormente diz ao Lawrence que seu desejo é libertar todo mundo. Ford diz que bastaria ele perguntar e o MIB responde que precisaria de uma pá, pois o cara que fez tudo isso morreu há 35 anos e só ele saberia responder. Curioso que ao centro do mapa além de ter o desenho de um homem lê-se DIG (cavar) e esse fato já foi sugestionado várias vezes. Em um determinado momento no episódio 5 uma mulher fala ao Stubbs que a filha do fazendeiro se desviou muito da rota e não tem certeza se ela está com um convidado pq o Ford tem redirecionado vários anfitriões por causa de sua nova narrativa. Isto é por dois motivos: 1 pq eles querem dar uma desculpa pra continuar com a outra linha do tempo sem explicar pq a Dolores não está dentro do seu loop; 2 pq o Ford chama ela pra conversar sobre Arnold, ela mente dizendo que a ultima conversa se passou 35 anos atrás no dia em que ele morreu, diz também que nesse dia ele confessou a ela que destruiria todo o parque (libertando assim todos os anfitriões) e termina perguntando se eles são velhos amigos, ao que Ford responde: “não Dolores, eu não diria isso. Não diria isso de forma alguma”. Mencionando que há um ressentimento na história dos dois. Ao Ford sair ela fala pra Arnold dentro de sua cabeça que não revelou nada a ele, mostrando que ela tem plenos poderes de suas funções.
    Maeve é a correspondente atual do Dolores do passado e talvez a Dolores se torne a porta-voz de Deus (Arnold) na liderança da Revolução das Máquinas. Bernarnd é a versão anfitriã de Arnold, razão essa por ele não poder ter visto a terceira pessoa da foto quando Ford passou a ele, inclusive se notarem quando Bernard devolve a foto a Ford ele para por uma fração de segundo e olha da foto para Bernard como se estivesse comparando a semelhança física do amigo com o anfitrião. A teoria da Mente Bicameral é a base do controle futuro do Ford para todos os anfitriões, ele vai recriar a narrativa incial (ou original como ele diz no segundo episódio) e no centro dela vai se colocar como o Deus da religião dos indíos, bem como para todos os anfitriões, pois somente assim ele julga ser capaz de tomar o poder de volta e vencer o Arnold. Delos quer o código para aplicar principalmente em fins militares e médicos. Não por acaso havia uma simulação de guerra em um setor do parque que agora serve para história de fundo do Teddy, e no episódio 4 um homem se aproxima do MIB e começa a agradecê-lo pelo que sua empresa fez pela irmã, pois salvou a vida dela (possivelmente aplicando conhecimentos de tecnologia desenvolvidos no parque). No episódio 3 quando Elsie e Stubbs estão indo atrás do Desgarrado (lenhador) Elsie pergunta a Stubbs se conhecimentos de astronomia são parte das habilidades dele, ao que ele responde: “talvez isto esteja na minha histórico narrativo”, e com a informação que Bernard é na verdade um anfitrião talvez Stubbs também seja e possivelmente a mando do Ford capturou a Elsie no episódio 6 para evitar que ela fosse descoberta pela Theresa. O que também me leva a pensar que o Lee Sizemore (chefe da narrativa) possa ser só um anfitrião e que aquela briga na verdade foi apenas para justificar ele construindo outra narrativa, pois no episódio seguinte que ele parece (6) uma de suas primeiras interações é se aproximar de Charlotte Hale (representante do COnselho) e até “advininhar” a narrativa que ele mais gosta, bastante parecido com o trabalho de espionagem que o Bernard fazia com a Theresa e o Ford deixa bem claro que ele conhece tudo sobre os convidados e sobre os funcionários, então seria fichinha conhecer a narrativa favorita dela. Outro ponto que reforça isso é na primeira conversa do Lee com a Theresa que começa de forma bem banal e termina com ele insinuando que o Conselho tem um interesse diferente naquele lugar, como se quisesse engajar Theresa numa conversa onde ela dissesse a ele (e também ao Ford) o que realmente eles desejam do parque. Na minha opinião, assim como o Arnold conseguiu infundir sua consciência no sistema do parque e conversar com os anfitriões, Ford também conseguiu chegar ao ponto de passar sua consciência, mas para um anfitrião com a mesma fisionomia dele, afinal perder todo esse mundo onde ele é Deus apenas por ser mortal não parece atraente. E por fim, a ideia do Arnold é fazer a Dolores chegar ao centro do Labirinto pra se libertar. Como mencionei antes no centro do mapa do labirinto tem a palavra DIG e se formos ao site oficial de WW tem um tutorial dizendo que existem “Anfitriões Funerários” eles são responsáveis por enviar os anfitriões mortos de volta a Chapada através de túmulos pré-configurados com o nome de cada um dos anfitriões. Dolores foi vista em frente a um túmulo com seu nome. Juntando essas duas informações, mais a informação que o Teddy deu ao MIB (que o Labirinto é a soma da vida de um homem que cansou de morrer e venceu a morte e construiu uma casa cercada pelo Labirinto) que de início pensei se referir ao próprio Teddy por falar em homem, agora penso que pode ser a Dolores, os muros podem ser a proteção e a casa pode ser a liberdade e o cansou de morrer pode ser alcançar a vida eterna através da consciência de existência. E o desejo do Arnold era destruir aquele lugar que antes era de pura criação, mas agora se perverteu e virou diversão as custas de seus filhos, e pra isso ele conta com um exército inteiro de anfitriões descomissionados no B83 só aguardando para serem despertados no melhor estilo Skynet. Enfim, essa é a minha modesta visão dessa série. Nunca mais tinha feito nenhum tipo de teoria desde Lost. Espero que seja no mínimo tão boa quanto…