Game of Thrones 6×05: The Door

Keep Calm and Hold the Door

171
510

Chegamos à metade da atual temporada de Game of Thrones com um dos melhores e mais emocionantes episódios da série.  Episódio que marca a estreia de um dos nomes mais conhecidos do backstage de Lost na direção de GOT: Jack Bender já começa com o pé direito e nos entrega sequências de tirar o fôlego, extremamente bem dirigidas.

The Door foi grandioso, esclarecedor e chocante. Todos os núcleos desenvolveram-se de forma bastante satisfatória com algumas explicações e menções ao passado, além de sólidas construções do que veremos na metade final desse 6º ano. Foi a consolidação de uma nova Sansa e de um Theon Greyjoy renascido. Foi o vislumbrar da imponente batalha pelo Norte e de perspectivas concretas de Dany voltar a Westeros. E mais do que tudo isso, foi a constatação que a verdadeira guerra a ser temida é contra os White Walkers.

Na primeira temporada em que David e Dan não têm os livros para guiá-los, o balanço até aqui é bastante positivo. Levando em consideração que nas demais temporadas tivemos uma ascendente nos episódios finais, essa 6ª temporada tem tudo para encerrar-se como uma das melhores da série.

Norte e Muralha

img1

Se alguém ainda tinha dúvidas do quanto Sansa está transformada e diferente, esse episódio vem para afastar quaisquer indagações. Mais do que não permitir-se cair nos jogos persuasivos de Mindinho, ela o enfrentou, questionou e ameaçou como alguém consciente de seu poder, como alguém que joga o jogo dos tronos.

Mindinho sabia que naquelas circunstâncias não podia enfrentá-la e defende-se dizendo que cometeu um erro. Mas um equívoco inaceitável que culminou nas maiores violências que a menina viveu. Emblemático quando Sansa diz “Se você não sabia sobre Ramsay, é um idiota. Se sabia, é meu inimigo”. E assim é evidente a dificuldade da menina voltar a encará-lo como um aliado. É claro que pensando racionalmente o exército do Vale seria um ótimo ganho para a causa Stark, principalmente quando sabemos que eles estão ali por Sansa, a prima de seu Lord Arryn, e não por Mindinho, a quem Yohn Royce já deixou bastante claro que despreza.  Mas conseguir guiar-se pela razão é um aprendizado que essa nova Sansa ainda não assimilou e, sinceramente, como julgá-la?

Adorei como ela jogou com Mindinho fazendo-o dizer o que Ramsay fez a ela. Aliás, essa foi a primeira vez que vimos Sansa falando de forma tão contundente sobre a violência física e emocional que passou, o que aumentou ainda mais o impacto da cena.

Conhecendo Mindinho e sua obstinação não tenho dúvidas que ele retornará a essa batalha. Diante de sua ambição em ser o Protetor do Norte, ele sabe, tal como Ramsay sabia, que precisa do rosto de Sansa Stark intacto. Mas ele contava com uma Sansa sozinha, indefesa, que o idolatrasse e fosse a última herdeira de Winterfell. O surgimento de um Jon Snow a clamar o sangue Stark e a lutar por sua família não poderia ser uma ameaça pior aos seus planos e estou curiosa para saber como ele lidará com isso. Não a toa ele deixa Sansa relembrando-a que Jon é seu ‘meio irmão’. Que Mindinho e os Cavaleiros do Vale estarão na Batalha do Norte não tenho dúvidas, resta saber de que lado e quem serão os alvos de suas traições, porque a gente sabe que Mindinho sempre está traindo alguém.

A informação que o Lorde Baelish dá a Sansa é extremamente valiosa: Brynden Peixe Negro Tully, o tio de Catelyn Stark, retomou Correrio dos Frey. Se há alguém que os Starks podem confiar é justamente em Peixe Negro e seu exército Tully, homens que juraram lealdade para Robb Stark, sofreram as consequências do Casamento Vermelho e viram o castelo de seu Lord ser dado para o odioso Walder Frey.

Brynden só apareceu na 3ª temporada da série e foi um dos poucos homens a escapar do massacre que tirou a vida de Robb, Catelyn, Talisa e centenas de aliados nortenhos. Para quem não se lembra, Brynden esteve nas Gêmeas e no banquete do casamento de seu sobrinho Edmure com Roslin Frey, mas pouco antes do evento ganhar sua famosa cor vermelha, ele saiu para fazer um xixi providencial. Mais tarde Roose Bolton e Walder Frey descobrem que ele conseguiu escapar o que incomoda bastante ao Lorde Bolton. Brynden é uma figura lendária e um cavaleiro bastante respeitado, ou seja, sua sobrevivência ao Casamento Vermelho era algo completamente fora dos planos e a certeza que nele reside uma verdadeira ameaça ao que os Boltons e os Freys pretendiam construir. O retorno do personagem à série é extremamente promissor assim como a perspectiva do restabelecimento da aliança Stark-Tully com novos rostos. Ambas as casas foram quase extinguidas e perderam o controle de seus vassalos, mas pouco a pouco voltaram a erguer-se nas figuras de Brynden e Sansa/Jon.

Mas as ações de Sansa não foram livres de críticas. Como a própria Brienne a enfrentou, se ela tem tanta convicção na lealdade de Jon porque não contar ao irmão a verdadeira fonte de sua informação sobre os Tully? Sansa sabe do perigo das artimanhas de Mindinho, o que dificulta ainda mais o entendimento de sua decisão de não revelar a Jon que um exército está próximo a eles. Um exército o qual ela recusou. Será receio do irmão decidir aliar-se ao Lord Baelish, algo que ela é incapaz de aceitar? Sansa está tramando algo ainda maior ou Mindinho ainda tem algum efeito sobre ela?

Simbólico vermos os Starks voltarem a ostentar seus lobos na veste de Sansa e na roupa que ela faz para Jon. Aliás, a figura de Jon ficou tão semelhante à Ned que é difícil não se emocionar. As referências aos eventos passados têm sido um dos pontos fortes dessa temporada e possivelmente um indício de que estamos realmente caminhando para o fim.

Pyke

img2

Na Assembleia dos Homens Livres vemos a consagração do irmão e assassino de Balon Greyjoy, Euron, como o novo homem a sentar-se no Trono de Sal. Gostei muito de toda essa sequência e da composição do Euron interpretado por Pilou Asbaek.  É um personagem forte que conseguiu ser convincente e movimentar a trama mesmo com pouco tempo em cena.

Apesar de uma reinvidicação sólida e sustentada por bons argumentos, Yara não conseguiu superar o tio e sua promessa de unir-se a Rainha dos Dragões. Entre os bons momentos dessa sequência está o retorno do herdeiro de Balon. Com os cabelos cortados e figurino característico, Theon voltou a parecer fisicamente ao que vimos nas primeiras temporadas apesar de seu porte franzinho e seu olhar carregar todas as dores e inseguranças que viveu. Mais uma ótima atuação de Alfie Allen que já mostrou tantas camadas distintas desse personagem tão complexo… Quando ele confirma a promessa que fizera a irmã e pede o apoio para a causa de Yara, temos a confirmação da transformação que o personagem viveu. Antes de ser Reek, Theon era orgulhoso e convencido, e nunca o veríamos tomando tal atitude. Mas agora isso é apenas uma consequêcia extremamente condizente com todos os caminhos que seu personagem percorreu.

É muito prazeroso vermos na série momentos como esses de Theon e Sansa, quando contemplamos a evolução dos personagens e essas novas nuances de suas personalidades nos soam tão verídicas.

Outro ponto positivo dessa sequência foi a menção à Daenerys. Se já é interessante quando alguém em Westeros comenta sobre os passos da Rainha dos Dragões em Meeren, ver Euron planejando aliar-se a ela é extremamente promissor. Afinal, enfim vemos alguém falando concretamente sobre os navios que a Rainha precisa para atravessar o Mar Estreito e só essa promessa já impacta positivamente os núcleos de Pyke e de Meeren. Como não se empolgar com a perspectiva de uma casa em Westeros finalmente importar-se com a causa de Dany?

E para finalizar, vemos Yara e Theon fugindo com parte significativa da frota Greyjoy e o apoio de alguns Homens de Ferro. Para onde será que eles estão indo? Só enxergo duas possibilidades: unir-se a causa Stark utilizando-se da boa relação que Sansa e Theon restabeleceram ou adiantar-se a Euron e irem, eles mesmos, em direção a Daenerys.

Meeren

Esse episódio pode até não ter tido mais uma das cenas emblemáticas e grandes momentos vividos por Daenerys, mas foi importantíssimo para refletirmos sobre o futuro da personagem. Além de uma possível aliança com os Greyjoy, vimos em Meeren uma Sacerdotisa Vermelha que acredita que mais do que “A Não Queimada, Mãe dos Dragões e todo resto” Dany é também “Aquela que foi prometida”.

Isso é extremamente interessante porque coloca na série uma discussão que os leitores da saga de GRRM travam há bastante tempo. Em Westeros temos Melisandre que depois de acreditar que Stannis era o ‘príncipe prometido’, agora confia nas provas que o Senhor da Luz lhe deu indicando que o prometido é Jon Snow. E em The Door a série nos apresenta a outra visão da mesma profecia. Quem afinal é o prometido? Jon ou Dany? Ambos? Outro personagem?

A importância dessa discussão reside no fato que Melisandre considera que essa profecia e a de Azor Ahai são a mesma e é a figura de Azor Ahai renascido que combaterá e triunfará contra o exército dos Outros. O exército dos White Walkers mostra-se cada vez mais poderoso, tivemos mais uma prova disso nos eventos finais com Bran, e é evidente que está chegando a hora da batalha da Luz contra a Escuridão na qual possivelmente Jon/Dany desempenharão papel fundamental.

Agora que Tyrion e Varys conseguiram uma trégua com os Filhos da Hárpia, eles precisavam encontrar alguma maneira de resgatar a importância de Daenerys para Meeren e a ideia foi usar justamente o poder de persuasão que a religião pode alcançar. Aproveitando a importância de R’hllor em Meeren, eles encontram-se com a Sacerdotisa Vermelha, Kinvara, uma mulher vermelha que muito nos lembra a Melisandre de Westeros. Bonita, sensual e ameaçadora, ela consegue algo que não me recordo de ter visto antes. Kinvara realmente deixou Varys desconcertado e assustado abordando-o sobre o passado que tanto despreza. Varys já tinha contado a Tyrion essa história que é, aliás, o motivo do eunuco odiar coisas relacionadas à magia. Alguém se recorda que ele mantém o feiticeiro responsável por sua castração aprisionado? (relembre aqui) O que será que Varys ouviu naquelas chamas?

Interessantemente, no 1º episódio dessa temporada vimos o anão e o eunuco contemplando um sacerdote vermelho pregando para o povo em Meeren. Uma cena que pode ter passado despercebida ou soado sem importância, na verdade foi bem pensada e incluída justamente para mostrar que eles estavam cientes do poder do Senhor da Luz em Meeren. Excelente quando percebemos esse tipo de construção por parte da produção da série, o que evidencia como devemos manter nossos alertas ligados para qualquer cena de GoT.

Braavos

Em meio a uma multidão de espectadores, Arya assiste novamente a decapitação de seu pai. Seu olhar e indignação à maneira como seu pai e sua irmã eram retratados são a prova que ela ainda não é Ninguém e que o passado de Arya Stark é intenso demais para ser tão facilmente esquecido.

Arya descobre sem maiores dificuldades uma maneira adequada para assassina Lady Crane, mas suas indagações sobre os motivos pelos quais a atriz será morta sugerem que ela não está tão convicta do que vai fazer. Há um desconforto quando ela sugere que foi a intérprete de Sansa quem encomendou a morte por inveja. Mas Ninguém não deve fazer perguntas e sim obedecer.

Jaqen lhe diz algo que ela mesma já aprendeu ‘a morte não vem apenas para os maus’. Resta saber se a Stark está realmente pronta para ser aquela a conceder a morte todos os tipos de pessoas, inclusive as boas. Meu palpite é que as coisas vão desandar novamente e que Arya realizará de uma vez por todas que não é Ninguém, mas uma Stark. Aliás, confesso que torço por isso.

Vaes Dothrak

Daenerys descobre sobre o escamagris, cada vez mais avançado, de Jorah e os dois protagonizam uma bela e comovente cena. Dany se (e me) emocionou como não fazia desde a primeira temporada, uma simplicidade que me tocou mais do que a grandiosidade do que viveu no último episódio. E se Jorah realmente vai em busca de uma cura para sua doença, não é por ele, mas por estar seguindo as ordens da mulher que ama. Ela finalmente o perdoa de uma vez por todas e pede que ele esteja ao seu lado em Westeros. E é essa possibilidade de surpreender e continuar servindo sua Rainha que moverá Jorah. Espero que essa não tenha sido a despedida desses personagens, especialmente quando percebemos que é justamente Jorah quem desperta os sentimentos mais sinceros de Dany.

Além-da-Muralha

img3

A sequência mais épica e devastadora desse episódio estava reservada para as regiões frias do Além-da-Muralha. Mas antes de falarmos dos fatídicos eventos que fecharam esse episódio peço que você hold the door, porque, ainda antes, as visões de Bran trouxeram uma das maiores revelações da saga: os White Walkers foram criados pelos Filhos da Floresta como armas a combater os Primeiros Homens. Socorro, gente! Essa descoberta é interessantíssima. Criados como uma defesa contra os homens, eles fortaleceram-se cada vez mais, inclusive em sua ânsia de destruir ‘seus inimigos’. Será que é isso que move os White Walkers?

Simbolicamente, um dos elementos usados em sua criação (vidro de dragão) é justamente a única arma capaz de detê-los.

got

O que esse episódio nos mostrou é que os Outros são criações dos Filhos da Floresta e toda a história da Guerra entre eles e os Primeiros Homens ganha novas possibilidades com essa revelação… A trégua entre eles foi estabelecida após os Filhos da Floresta constatarem o perigo que criaram? Será que a série aprofundará essa questão ou esse é um trabalho apenas para os livros de GRRM?

Em The Door, a curiosidade, mais uma vez, venceu a prudência de Bran e sua desobediência traz novamente consequências fatais para aqueles que estão a sua volta. Foi assim quando o menino desobedeceu aos pedidos de sua mãe e flagrou a relação incestuosa dos irmãos Lannister, o que culminou com sua paralisia e o início da rivalidade Stark x Lannister.

Agora ele desobedeceu ao Corvo-de-Três-Olhos e revolveu enxergar verde sem o auxílio do seu mentor. O resultado não poderia ser mais catastrófico. Bran presenciou a grandiosidade do exército criado pelos White Walkers em uma cena extremamente tensa e arrepiante e permitiu-se ser tocado pelo Rei da Noite, revelando a caverna abaixo do Represeiro e encerrando a magia de proteção que havia no local.

O que vimos nesse episódio foi especialmente surpreendente porque eu podia jurar que a trama de Bran nessa temporada iria se resumir aos aprendizados com o Corvo e as revelações de suas visões verdes. Mas não, antes mesmo de Bran estar pronto ele se vê obrigada a assumir o lugar do Corvo e a carregar nas costas a dor de ser o responsável pelas mortes de seu lobo, tão fiel ao longo de todas essas temporadas, e daquele que o carregou desde que deixou de andar, Hodor. Mas ainda mais do que isso, Bran e todos nós descobrimos a origem de Hodor e a história não poderia ser mais devastadora.

Que sequência tensa! Foi quase impossível respirar enquanto acompanhávamos a invasão das criaturas, as tentativas de defesa dos Filhos da Floresta, Meera e Verão e a inércia de um Hodor apavorado. E tudo isso intercalado pela última visão de Bran acompanhado do Corvo. Enquanto o Stark usava seus poderes de vidente verde e via o passado, ele foi capaz de ouvir as súplicas desesperadas de Meera e wargar no Hodor do presente para tentar salvar-se do ataque à Árvore Coração.

Vivemos e sentimos toda a crescente apreensão de atravessar aquele túnel, fugindo do exército dos Outros, para finalmente alcançar a porta. Chocados, também lamentamos profundamente a morte de mais um lobo gigante. E sim, quem aqui não desejou ‘hold the door’ junto a Hodor? O diretor Jack Bender e toda a produção da série foram bastante felizes e conseguiram nos colocar dentro daquele momento com o temor de sabermos que em GOT ‘tudo pode acontecer’.

Com a morte do Corvo no presente, Bran fica sozinho na visão do passado e permanece wargando Hodor do tempo atual. O resultado é um colapso que faz com que o jovem Wilys escute as ordens de Meera. Trágico, emocionante e devastador. Vimos toda a transformação do jovem em Hodor enquanto ele repetia intermitentemente o comando HOLD THE DOOR até transformar-se em um simples HODOR.

E é segurando a porta para salvar Bran e Meera que Hodor morre. Conter as lágrimas torna-se quase impossível, principalmente quando pensamos que a cada vez que o personagem falava seu nome, estava na verdade anunciando a forma como morreria.

As discussões sobre os eventos que vimos são quase intermináveis e abrem um grande leque de possibilidades para a série. A Muralha foi construída pelos Filhos da Floresta junto aos Primeiros Homens e nela há magia para impedir o avanço dos White Walkers. Com o fim (?) das Crianças e a marca que Bran recebeu, a Muralha ainda permanece ‘cumprindo sua função’ ou a magia foi quebrada e o Inverno poderá finalmente chegar ao Sul da Muralha? Acredito que a marca que o Rei da Noite deixou em Bran os ligará indefinidamente e impedirá que Bran respire em plena segurança novamente. Ele e Meera viverão em uma eterna fuga no presente enquanto o menino visita, agora sozinho, eventos passados para tentar impedir um futuro dominado pela escuridão. E não vejo qualquer possibilidade de Bran caminhar apenas com Meera, eles precisarão do auxílio de alguém, resta saber quem.

A possibilidade de Bran alterar o passado é ainda um caminho incerto. O Corvo já havia lhe deixado claro que ‘O passado já está escrito’ e que eles não poderiam modificá-lo. Mas como explicar o que vimos com Hodor? A explicação mais interessante é que na verdade estamos diante de uma linha temporal única onde tudo que vemos já é consequência dessa ‘modificação’ criada por Bran. Não há a criação de universos paralelos, mas o que estamos acompanhando desde a primeira temporada pode ser consequência de diversas ações desse Bran Vidente Verde.

A morte de Verão também foi especialmente dolorosa. Ele e Fantasma são os lobos que mais apareceram na série, e especialmente Verão, sempre esteve ao lado de seu dono, desde o momento em que Bran estava deitado em coma em Winterfell e por toda sua caminhada nas terras geladas do Norte. Foi wargando em Verão que Bran começou a conhecer suas habilidades. E assim, mais um dos lobos gigantes Starks nos deixa subitamente. Será difícil ver Bran sem seus ajudantes mais antigos e fiéis. Ah Verão! Ah Hodor, um personagem que surgiu de mansinho mais como um alívio cômico (quem lembra dessa cena na 1ª temporada quando o pequeno Bran vê o ‘grande Hodor’ ) e aos poucos foi conquistando seu espaço na série ainda que falasse apenas uma palavra. E hoje que sabemos o peso e carga emocional do nome HODOR é ainda mais doloroso pensar em toda sua jornada.

img4

Suspiros Finais 

– A Sacerdotisa Vermelhea Kinvara também usa um cordão bastante semelhante ao de Melisandre. Já estou me perguntando o quão velha é a mulher vermelha de Meeren…

– “Segure a porta” nunca soará da mesma forma para nós, fãs de GOT. Imaginem nos países de língua inglesa! ‘Hold the Door’ e chorou…

– Mais um episódio com White Whalkers, mais um excelente episódio.

– Dan Weiss e David Benioff foram os roteiristas desse episódio. Em entrevista após a exibição eles já confirmaram que foi o próprio GRRM quem os contou sobre a origem de Hodor. 

Hold the Door

Holdthedoor

Holthdor

Holdor

Hodor

Hodor

img5

  • Bruno

    Muito inteligente da parte da série colocar Jorah, Yara e Theon em stand by. Se em algum momento for necessário, eles voltam e tava tudo escrito. Se não for, foram fazer o que deveriam. Além de que a série tá desenvolvendo 50 núcleos ao mesmo tempo, já estamos na época de quem não agrega muito vaza mesmo. Ainda falta a série explicar melhor onde Arya e Sam entram nessa história, estão completamente avulsos.

    • Messinho’

      Arya não sei pq mas acredito que irá matar alguém importante no jogo dos tronos, e Sam tá indo se tornar meistre na cidade que possui a maior biblioteca, no intuito de ajudar Jon a combater os WW, só que existe uma teoria (dos livros, que talvez apareça na série) de que os meistres de todas as casas estão num conluio nebuloso, e daí talvez Sam descubra qual a intenção deles

      • Bruno

        Essa é a complicação da série ser tão pequena enquanto o universo do livro é gigantesco. Do mesmo jeito que a série não teve tempo pra falar da fé militante e do nada ela domina King’s Landing, ela também não teve tempo pra falar sobre essa teoria dos meistres. Ficam umas coisas cortadas completamente sem sentido.

        • Diego

          A série é pequena porque é impossível mostrar tudo que os livros mostram. E mesmo assim, ela consegue ser gigante comparada com qualquer outra série. Discordo de vc em alguns pontos. Primeiro, que se cortar uma coisa que não vai ter importância na série, acho blz e não acho que nem por isso ela não faça sentindo. Segundo, se esse negócio da conspiração dos meistres for mesmo importante e tiver que aparecer na série ele vai aparecer mesmo que seja do nada. E não acho isso ruim. A fé militante apareceu do nada na série, mas acabou tendo relevância na história e deu peso pra trama. Agregou. Se o mesmo acontecer tudo bem. Essa rapidez não me incomoda desde que seja bem trabalhada.

  • Bruno

    Essa semana, em especial, acho que o SM poderia fazer um tópico para discussão sobre as habilidades do Bran e o que realmente aconteceu nesse episódio. Muitas possibilidades e ainda mais possibilidades pro futuro dele. Se ele de fato muda o passado(e pode andar normalmente no presente), abrem-se um monte de “se” pro resto da série.

  • Douglas

    Minha única reclamação com esse episódio foi a forma que o Verão morreu, sério isso?

    • Carlos C

      pensei isso também,,, então… acho que ele(ou ela?) volta como white walker

      • o objetivo de matarem o verão foi justamente pra se livrarem da computação gráfica.

        mas a rigor, ele poderia voltar como um wight (o mesmo valeria pro hold the door) pois nos los livros temos um corvo e um urso assim.

    • Junior Silva

      Para cortar gastos, é tão óbvio.

      • Douglas

        Não é nem por isso, foi a forma que ele morreu…

  • Lucas Kohlschreiber

    Aprende the walking dead, é assim que se faz uma serie!!!

    • Carlos C

      todas deveriam…

  • Para mim foi o melhor episódio da série.
    Todos os plots do episódio funcionaram super bem. E, eis que o aspecto que mais me interessa na história apareceu. O Rei da Noite e sua origem por meio de um maldição é uma história instigante. A velha Ama que o diga. Só de ver que a série tratou essa teoria com carinho me traz muita felicidade. Sobre o Rei da Noite ter sido um Lorde Comandante da Patrulha também precisa ser confirmado.
    A ajuda que Bran e Meera terá agora está se desenhando pois ….. ColdHands vem aí.

    • Marcos Rutkoski

      Foi um episódio bom realmente. O melhor da temporada por enquanto e um dos mais marcantes de toda a série. 🙁
      Acho que ouvi falarem que Lady Stoneheart e Cold Hands nunca entrariam na série.

    • Fabi Alves

      Aiii eu quero seja o tio ben

      • e vai ser….so nao falei com medo de ser ”spoiler” kkkk

    • Jordana

      acho improvável que o Rei da Noite tenha sido um lorde comandante da Patrulha, uma vez que a Patrulha surgiu exatamente para conter os Outros. mas pode ser que o Rei da Noite tenha sido um Stark =O

      • Ricardo Gelatti

        Na verdade tem uma lenda que o comandante da Patrulha, que era um Stark, ser envolveu com uma WW e se tornou o Rei da Noite.

        • foi o que mencionei

          • Ricardo Gelatti

            eu sei, respondi para a outra pessoa que falou que era improvável o Rei da Noite ter sido um lorde comandante da patrulha.

      • É uma lenda da velha ama então nao sabemos se é verdade, meio verdade ou nada de verdade.

    • Steffi

      Realmente é ótimo ver a série trabalhando a origem da mitologia com tanto cuidado. Espero que possamos ver cada vez mais! 🙂
      Será que finalmente veremos ColdHands? Também pensei nisso. 🙂

  • Parem com o lobocídio, é sempre comovente quando um lobo morre, eles morrem chorando coitados. Embora eu tenha achado a morte do Verão gratuita, algo apenas para afetar ainda mais o Bran (como se precisasse após a descoberta do Bran), por mais que exista um instinto de proteger o Bran os Lobos sempre demonstraram ser inteligentes ainda mais para identificar o perigo, para proteger o Bran Verão precisa sobreviver e acredito que o animal seria capaz de identificar o momento de bater em retirada.

    Na série Robb chega a legitimar o Jon? Eu realmente não lembro, se isso ocorreu na série também Peixe Negro pode ter a carta que legitima o Jon como um Stark, algo nesse ressurgimento do Peixe Negro tem, e não creio que seja apenas para aumentar o exército de Jon e Sansa.

    • maxands

      Esse ressurgimento do Peixe Negro deve significar algo alem de uma simples prospecção de aliança. Teria sido lindo assistir ele retomando Correrrio.

      • Diego

        Acho que no episódio 7 devemos ver um embate do Peixe Negro com o Jaime Lannister.

    • Julia

      Na série não.Nos livros ele fala a respeito disso,mas ainda não tivemos uma confirmação do que ele realmente escreveu no documento ou onde se encontra esse documento.

  • Rodrigo Tannuri

    Hodor querido, geral está contigo! #HodorEterno

    Muito se fala de Jon Snow, Daenerys Targaryen, mas quem manda na série são os White Walkers! Os melhores episódios têm esse exército assustador.

    Posso estar sendo precipitado, mas, pra mim, a sexta temporada já está sendo a melhor da série 😀

  • Cesar

    Acabei de ver o episodio e vim correndo ve a review, e para minha felicidade ja tinha saido. Episodio sensacional, por tudo que foi falado no belo texto e por nao ter 1 segundo de porto real, que na minha opinião, ta um porre sem tamanho nessa season.

    Direção espetacular na cena dentro da caverna + revelações sobres os white walkers que pra mim sempre foram os mais interessantes = um dos melhores episodios da serie.

    PS* ah gente, ainda nao entendi 100% a parte do Hodor, ele ficou lezado pelo sacrificio? meio confuso…

    • Fabi Alves

      Eu acho que a mente dele ficou com um certo traumatismo pelo fato de ele ter sido wargado ali e visto a própria morte . Foi tipo um erro que deu dentro da cabeça dele

  • Carlos C

    Vários personagens morrendo para proteger o Bran… inclusive tudo que envolve ele tem a mão do destino… e com certeza suas visões são muito mais que isso… porra essa série é tão foda que tem até viagem no tempo kkk.

  • Patrickzzz

    Que episódio absurdo! E esse foi só o quinto, como você disse, normalmente os últimos da temporada são sempre os melhores. Não sei nem o que esperar mas já to ansioso pros próximos episódios.

    RIP Hodor e Summer

  • Roberto Pereira

    Esperava ver algo morno de meio de temporada e o episódio foi sensacional.

    A trama parece que está se movendo bem rápido. E sem livro para ter spoiler, estragar as surpresas, ou ficar conferindo/cobrando semelhança, ver a série ganhou todo um novo impacto e prazer.

    Quem deu alouca na temporada anterior e desistiu de ver – como se alguém se importasse – ou se arrependeu da promessa, ou (mais provável) tá vendo escondido. Kk

    Obrigado, Steffi, por outra review excelente.

    Minha única pitacada deste episódio vai pro gordinho que deu um show fazendo o Holdor teen.

    PS. VONTADE LOUCA DE LER O LIVRO NOVO. Porra Martin, será que sai até o fim do ano pelo menos?

    • Steffi

      Sim, essa temporada está realmente incrível! 🙂
      Valeu Roberto e também estou na ansiedade pelo livro novo especialmente depois de todas essas revelações que a série está nos dando. Ler isso tudo pela visão do Martin (e na complexidade e adicionais dos livros) será ótimo!

  • Ana

    Sansa/Jon são um dos motivos desse episódio ter sido o melhor da série <3 Mas meus questionamentos permanecem e as ações dela depois de encontrar o Mindinho explicam isso… Espero que eles consigam a aliança Tully e o Mindinho não venha salvar o dia na batalha depois de gente que os Stark deveriam liderar morrer pela recusa e posteriormente ocultação da disponibilidade desse exército. Ia ser um retrocesso, Mindinho já pegou a Cat assim.
    A cena dos Greyjoy foi toda bem executada. Em Meeren também.
    A Arya, pela carinha no teatro, não vai mesmo conseguir virar Ninguém.
    Me arrisco a dizer que foi a melhor cena da Emília na série. Amo quando eles humanizam a Dany.
    Verão :(… Hodor. Ele existiu para um trabalho e conseguiu realizar esse trabalho 🙁 Primeira vez que chorei em GoT. Simples e emocionante mesmo. #PrayforFantasma. Eu fiquei sem entender as implicações do arco do Bran, na verdade. Se a criação dos WW ajuda em alguma coisa na batalha que virá e, se Bran pode mudar o passado, o que do presente, além da alteração do Hodor, é ação dele?

  • Gabriel

    R.I.P. Hold the Door.

    Também achei interessante que este episódio responde uma das perguntas que perduraram desde a primeira temporada: são os Outros que trazem o Inverno ou é o Inverno que traz os Outros? Naquele flashback ficou claro que a região ao norte da muralha era coberta por campos verdejantes antes da existências dos White Walkers.

    E também acho que o passado é fixo. As alterações que Bran causou sempre aconteceram. O Corvo-de-Três-Olhos parecia estar ciente disto quando pediu para ele “wargar” no jovem Hodor.

    • Jordana

      Achei genial essa revelação, não tem nem nos livros, nem mesmo no “Mundo de Gelo e Fogo”, que explica toda a história de Westeros e Essos em fartos detalhes. e muita gente nem se deu conta, diante da carga emocional do fim do episódio.
      E outro detalhe interessante é que aquela formação de pedras em espiral já foi representada pela série antes, quando os patrulheiros da noite encontram uma espiral feita pelos Outros com cabeças de cavalo.

      Os Outros foram criados especificamente para combater os homens. E trouxeram consigo o inverno e os Filhos da Floresta se deram conta da besteira que fizeram. Belíssimo exemplo de tiro saindo pela culatra.

      Eu, se fosse Filha da Floresta, teria super preconceito com humanos: “esses fdp não servem nem pra matar uns aos outros sem ferrar a gente. dá nem pra fazer macumbaria com eles, que saco”

  • Bruno

    E agora, como vamos saber o que aconteceu na tal torre da magia…???

    • Gabriel

      Pode ser que respondam isto em flashbacks ou que o Bran possa voltar no tempo a partir de outro local. Nos trailers tem algumas cenas que podem ser do Rei Louco que ainda não foram usadas.

    • Julia

      Torre da alegria hahaha

  • Eric Jones Leuthier

    Steffi, e o que dizer de Meera que também conseguiu matar um caminhante branco? Isso significa alguma coisa? Aquela lança que ela jogou era feita de aço valiriano ou de vidro de dragão?

    • Fabi Alves

      Vidro de dragão

    • Marinho Guimarães

      Vidro de dragão! Se você ver, a primeira filha(o) da floresta tenta acertar o geladão lá mas acerta na armadura, a Meera, que já tem as manhas de caçadora, acerta numa área desprotegida, e foi GG.

    • Steffi

      Ela usou vidro de dragão 🙂

      Mas, olha, eu acredito que Meera protagonizará grandes momentos. Vamos ver!

  • Melhor episódio da série e não é a emoção que tá falando por mim. Nunca doeu tanto ler uma review aqui… #RIPHodor #RIPSummer

  • Gabriel Campanha

    #RIPHodor #RIPSummer

  • Fabi Alves

    Eu já tava chorando pelo Summer , quando começou aquele hold the door e eu já me toquei meu deus , parecia que tinham enfiado uma faca no meu coração , muito triste

  • †akezo

    Aria tão chata depois que foi para Braavos,e esse gordo ai não vai fazer falta.

    • Leonardo Ferreira

      Pois eu diria que você será o único que não sentirá falta, Takezo.

      • vinland

        Na verdade somos dois. A cena foi emocionante, mas Hodor nao vai fazer nenhuma falta mesmo.

        • †akezo

          kk

      • Carlos Gomez

        Na verdade somos 3, mas deve ter mais por ai. Nao vai fazer falta nenhuma esse Hodor.

    • Relaxa, todos sabem lá no fundo que o Hodor não fará falta na trama.Para o personagem Bran sim.Daqui a pouco aparece um Benjen e a “falta” do Hodor some.

      O pessoal só está nessa “emoção” por conta só dos acontecimentos que o deixou traumatizado.

  • Leonardo Ferreira

    Olha só Game of Thrones utilizando plot similar a de Marvel’s Agents of S.H.I.E.L.D.? Não quero nem ver como o Bran estará depois dessa desgraça…

  • Sandra Gomes Silva

    Eu senti tanto a perda de Hodor como a do Ned Stark, ele era um personagem puro no meio de um clima pesado e personagens ambíguos. Eu realmente chorei em ver o seu destino final e ao mesmo tempo estupefata em descobrir a origem do nome “Hodor” de forma tão impactante. E porque matar o Verão? Gente, aquilo foi doloroso, só restam agora o Fantasma e a Nymeria, onde ninguém sabe onde está. Por outro lado eu já começo a desconfiar que Meera talvez seja mais que uma coadjuvante que acompanha Bran em sua jornada. Lembram-se do flashback da Torre de Alegria? O pai de Meera, Howard Reed, também estava lá ao lado do jovem Ned Stark e isso me levantou suspeitas a já conhecida teoria ” R+L=J”

    • Julia

      Eu espero que isso não seja verdade.Não aguento mais ”secret targaryens” nessa história haha

      • Sandra Gomes Silva

        Já somei uns 4 supostos Targaryens ocultos por ae, rsrs

    • Junior Silva

      Sabe porque o verão morreu daquela forma gratuita? Para cortar gasto da série, por causa do CGI. Por isso que os lobos estão morrendo feito moscas no seriado. E parando para pensar, eu até entendo ps produtores, deve ser um gasto do cacete mesmo, já que game of thrones (apesar de ter qualidade absurda, chegando a níveis cinematográficos em produção), não ser um filme blockbuster.

    • Steffi

      Sim, também acho que Meera não sobreviveu ‘a toa’ e que grandes coisas ainda virão para ela.
      Você definiu perfeitamente, Hodor era puro e simples, quase como uma criança e por isso a morte dele e a revelação sobre sua origem foram tão dolorosas!

  • VALERIANA BARROS

    Por que o Mindinho entregou a Sansa pro Ramsay?

    • Julia

      1-Mindinho entrega Sansa para os Bolton
      2-Mindinho vai até Cercei e conta que ”descobriu” que os Bolton estão com Sansa fazendo com que ela passe a considera los traidores da coroa.
      3-Mindinho propõe a Cercei que ele comande o exercito do Vale contra os Bolton,em nome de Tommem.Em troca,caso ele vença,será considerado o Protetor do Norte.
      4-Mindinho vai até o vale e diz que Sansa foi ”sequestrada” mas fugiu e convence Robin a mandar seu exército para salvar Sansa.
      5-Mindinho encontra Sansa e oferece ajuda do Vale,mas encontra obstáculos:Sansa não o considera mais aliado e Jon Snow entrou na briga.

      Analisando as ações malucas dele,acredito que tudo isso faz parte do plano pra se tornar Protetor do Norte.Ao entregar Sansa pra Ramsey,ele quebra a aliança Bolton/Lannister e consegue pra si o título que era de Roose(de protetor).Acredito que ele não imaginava que Sansa fugiria,então o plano seguiria,ele convenceria Robin a mandar os exercitos do Vale para resgata-la,derrotaria os Bolton e se tornaria Lorde de Winterfel e Protetor do Norte pelo decreto do Tommem.Mas agora Sansa fugiu e não quer a ajuda dele e ele descobriu que Jon se juntou a ela e saiu da patrulha.Então ta tentando separa-los,pra não correr o risco de ter seu plano ameaçado por um filho de Ned,que apesar de bastardo,ainda é um risco.Imagina quando ele descobrir que Rickon ta vivo.SE o Ramsay não matar o menino,é provável que Mindinho mate.

      • VALERIANA BARROS

        Aff, esse Mindinho é terrível mesmo. Eu, bobinha, sempre achando que ele queria proteger a Sansa, como prometeu pra mãe dela(eu acho, tenho péssima memória).E por isso eu não conseguia entender pq ele deixou a Sansa com o doido e malvado.rsrs
        Obrigada pela explicação.

        • vinland

          Acho que vc deixou passar os detalhes na 4 e 5 temporada. Quando puder veja de novo. Eles dao alguns detalhes sobre as intençoes do Mindinho, de ser Lorde de Winterfel.

          • VALERIANA BARROS

            Deixei passar mesmo, quando puder vou rever.Anteriormente eu não lia as reviews mas agora elas tem me ajudado bastante.

        • Julia

          De nada 😉

  • Junito Hartley

    O episodio foi foda, mais so queria entender uma coisa, nas ilhas de ferro, como que o Euron Greyjoy teve votaçao maior que a irma do theon se na hora ela foge com uma frota gigante? achei que ela ia fugir com um barco apenas, ai mostra a cena dela fugindo com uma frota do carajo kkkkkkkkkk so queria saber como que ela perdeu a votação, e da onde que vai arranjar madeira pra fazer mil barcos daquele? ele falando parece que é rapidinho heuaheuahe

    • João Alexandre

      Acho que tem a ver com quem tem dirito de votar. Dos que o tinham, a maioria escolheu o Euron.

      • Junito Hartley

        Pode ser, mais nao fica claro isso na serie.

      • Diego

        Eu também entendi isso.

  • shinodaluk

    Pra mim Jaqen só mandou a Arya para testá-la, fazendo-a assistir o espetáculo e vendo que sentimentos afloravam dela.

    • Gabriel

      Também achei isto.

  • Marco A

    Ótima review!
    Episódio fodástico, apenas a parte da Arya que ainda dá muito sono.
    Fiquei também com essa dúvida: se as viagens ao passado são apenas visões, o que fez com que Hodor tivesse aquele ataque?
    Quantos lobos ainda existem além do Fantasma?

    • Junito Hartley

      Acho que so o de Jon

    • Gabriel

      Elas não são bem visões. O Bran está projetando seu espírito no passado. Quando ele “wargou” no jovem Hodor a mente dele acabou indo parar no presente onde presenciou a sua morte.

      Sobre os lobos:

      1. Grey Wind : RIP
      2. Lady : RIP
      3. Nymeria : Viva
      4. Summer : RIP
      5. Shaggydog : RIP
      6. Ghost : Vivo

      • Ruan

        Pera, tem a teoria de que Shaggydog morto foi fake né?

        • Gabriel

          Então ao invés de RIP fica um talvez para o Shaggydog embora, na minha opinião, aquele era o lobo do Rickon mesmo.

    • Luciane Marili

      Existem dois lobos ainda, o do Jon e o doa Arya ( que está desaparecido)

    • vinland

      Nesse episodio, nao achei que a parte da Arya deu sono. Na verdade achei importante, pois deu indicios, de que ela nao conseguira esquecer seu passado, e consequentemente acabara voltando para westeros.

    • Rosângela- Rô Filismino

      A Nymeria que sumiu na 1ª temp, e o Fantasma!

  • Diego Veneziani

    Mais um Lobo morto. Mds, o que eles tem contra os lobos?
    #RIPSummer #RIPHodor :'(

  • carla machado

    RIP Summer

  • Isaac Lopes

    Gente, Arya ta treinando, sua reclusão é justificável, ela deixou Westeros criança, voltar sem um treinamento decente e chutar a bunda de todo mundo que ia ser estranho e aí vocês iam falar do mesmo jeito! Nota-se pelo instensivão básico: treinar sem visão, desapegar do passado, misões low profile, etc, que esse pessoal fodão passa antes de sair pelas ruas quebrando tudo!

    • Bruno

      Mas então tá na hora de apressar esse treinamento. Ela ainda tá apanhando da mulher, mesmo tendo bastão e a mulher não. Não parece que desse jeito ela vai conseguir matar o Frankeinstein

      • vinland

        A mulher esta la mais tempo que ela. Normal ela continuar apanhando, pelo grau de experiencia que ela possui.

        • Bruno

          Ela já tinha experiência de luta em Winterfell e depois em King’s Landing com aquele cara maneiro de Braavos. É até normal que ela apanhe, mas os núcleos tão se desenvolvendo e o dela tá parado, o que quer que seja que ela fará de importante, parece hoje muito longe de acontecer.

          • vinland

            Descordo totalmente que o nucleo dela esteja parado. E esse episodio foi muito bom para a personagem, deixando claro, como ela nao consegue se desligar do passado, o que consequentemente a fara voltar para Winterfel. Sobre a experiencia dela, Arya nao treinava em Winterfell, tudo nao passava de brincadeiras, ainda que na cabeça dela nunca tivesse sido. E sobre o mestre de Braavos, ela teve um treinamento breve, e de acordo com o que Ned, havia pedido ao espadachim, ou seja, algo totalmente leve. Pelo que podemos perceber sobre a outra moça, ela teve um treinamento infinitamente mais rigoroso do que Arya.

  • Comentando uma coisa avulsa sem importância que apareceu no episódio.

    As árvores têm rosto? Pq a da visão do Bran ela tinha o rosto do Corvo.

    • Jordana

      os Filhos da Floresta esculpiam rostos nas árvores-coração (represeiros) para que os deuses e os videntes verdes pudessem enxergar através delas. No livro, o Bran enxergou, por meio dessas árvores, seu pai limpando a Gelo depois de executar aquele desertor da primeira temporada, e enxergou Theon orando desesperado quando ainda estava em Winterfell servindo ao Ramsay. Tentou se comunicar, mas, em ambas as oportunidades, Ned e Theon apenas tiveram a impressão de terem escutado algo: um farfalhar de folhas, o vento soprando, etc.

      Por isso que Bran não pode realmente alterar o passado. ele não tem como interagir diretamente, porque as pessoas apenas têm uma sensação esquisita e pensam ter escutado algum barulho. isso do Hodor foi tipo um bug porque no presente ele tava wargado. e o do Rei da Noite acontece porque existe magia da braba ali. :S

    • Jordana

      Aliás, é por isso também que os Primeiros Homens cortavam as árvores-coração. Elas serviam, basicamente, como câmeras de vigilância dos Filhos da Floresta kkkkkk atos de guerra são assim :/

    • Alexandre Mesquita

      Só os represeiros têm rosto (com lágrimas de sangue). São as árvores sagradas que representam os Deuses Antigos.

      • Jordana

        as lágrimas são de seiva, que é vermelha. mas parece sangue mesmo aheuaheauehau

        • Alexandre Mesquita

          hahahahah ops, isso mesmo.

  • indignado com essa explicação furada de que hodor = hold the door.

    na cena da sansa com o mindinho e depois na de sansa com jon veio claramente a minha mente momentos de lost.

    me explico: mindinho passa uma informação a sansa (e brienne) e depois essa mesma informação é repassada via sansa (na presença de brienne) a um grupo maior de pessoas (jon, edd, tormund, davos, melissandre, etc.) só que a origem de tal informação é trocada por causa de um mind game qualquer.

    esse papo de alterar linha do tempo e tal tb é lost bastando lembrar uma discussão onde estão o hurley e o miles na vila dharma dos anos 70.

    outro momento lost foi a cena envolvendo o hold the door adolescente e o hold the door adulto.

    • Jaime Guimarães

      no final eles estão todos mortos.

      • me pergunto agora qual seria o significado de azor ahai depois hodor = hold the door.

    • Junior Silva

      Tá muito longe de ser lost.

      • acho que não, até o diretor do episódio veio da “ilha”.

        • Junior Silva

          Um diretor no meio de vários que dirigem a série durante a temporada. Tá de sacanagem né.

  • NowSilva

    Posição fetal, foi desse jeito que fiquei com a cena do “Hold The Door”…

  • Alexandre Zanini

    Que cena triste, angustiante e chocante da morte de Summer e Hodor, acho porque o personagem era quase uma “criança” tinha um olhar quase ingenuo e puro, e a safadeza e cagada do Bran puta merda deu vontade de socar o personagem.

  • Marcos Bastos

    Um dos melhores episódios de toda a série! Amei a participação dos membros da banda Of Monsters and Men, a cena de Braavos foi bem interessante. Os White Walkers geralmente só aparecem uma vez por temporada, mas realmente espero vê-los de novo ainda esse ano. O rosto do represeiro parecia bastante com o Corvo. E a revelação da criação dos Walkers foi surpreendente e faz todo o sentido. A criação se voltou contra o criador. Hodor foi leal e cumpriu sua parte, assim como Verão .#RipHodor #RipSummer #TeamEuron
    Kinvara deve ser tão velha que viu a Muralha ser construída, mas ainda assim a atriz é linda <3 e Bran, obedeça alguém pelo menos uma vez na vida!

  • Ruan

    Bem feito pro Bran. Assim não da pra defender os Stark. Tanto ele quanto Robb só fizeram merda e todo mundo a volta deles pagou com a vida, por isso não tenho dó…

  • Fabio Kazim

    Que episódio revelador! E mais ainda para a shippagem de Tormund e Brienne, que depois de um episódio tenso, de quase ficar imóvel assistindo, foi fantástico.

    • Rodrigo Tannuri

      Pense num flerte romântico e correspondido kkkkk

    • Erdemië

      Tive q voltar pra ver essa cena. hahaha

    • edujakel

      a cara do Tormund é sensacional.
      De Jaime pra Tormund, Brienne ganhando coracoes…

      • Diego

        Hahaha Por onde quer que ela passe

  • edujakel

    dificil decidir se o mais triste foi morrer Verao ou Hodor.
    Agora tb acredito que seja apenas uma linha temporal, inclusive qdo Bran gritou e seu pai olhou pra tras.

    O que eu ouvi e esqueci de comentar anteriormente é que a magia nao está no colar. Qdo Melisandre fica toda velha, nao foi pq simplesmente tirou o colar, mas pq se despiu de tudo e nao tinha necessidade de manter a magia. Entao está mais dentro dela, do q no colar. (ja q temos cenas dela bonitona se colar, mas pode ser só erro de continuidade mesmo).

    Tormund e Brienne, show de bola. 1 cena e fica sensacional.

    • Steffi

      Interessante Edu, realmente essa questão do colar/magia da Mel ainda merece ser melhor trabalhada na série.

  • vinland

    Adorei o episodio. Mas nada haver esse pessoal ficar falando que o Hodor vai fazer falta. Ninguem mais se lembrava do Hodor, desde a 4 temporada. Agora porque morreu, todo mundo fala que vai fazer falta. kkkkkkkkkkkk Serviu apenas, pra salvar o Bran nesse episodio. Fiquei com pena do lobo. Esse sim vai fazer falta.

  • Mario Henrique
  • Mario Henrique
  • Renato

    Qual foi a necessidade de colocar um piruzinho em primeiro plano na cena da Arya?
    Parece que a série tem cotas de tetas, bundas e pirocas por episódio.
    Esse foi o piru mais aleatório da série até agora.

    • Jean Pastore

      Concordo.

    • Sandra Gomes Silva

      Inclusive um close bem cru do peruzinho do rapaz, rsrs…desnecessário

    • Marcos

      Na verdade é uma cena descrita no capítulo Mercy, um dos capítulos do sexto livro que o Martin liberou. E se você achou complicado o piru em primeiro plano na série, saiba que no capítulo era a Arya que estava no lugar da figurante alheatória que aparece na série, bem diante da piroca do cara.

      • Renato

        Ah, então tá explicado. Não li nada do sexto livro, provavelmente esperarei o lançamento.
        Será que essa verruguinha terá algum papel importante na história? Hahaha
        Provavelmente não, o Martin adora divagar sobre pintos nos livros. Sempre descrevendo histórias de selvagens com pintos imensos e tal.
        Provavelmente foi só o diretor do episódio querendo agradar os fãs com uma cena extraída desse capítulo ‘vazado’.

        • edujakel

          nem tinha dado atencao. mas pode ter alguma coisa relacionada com o plano da Arya de matar a atriz.

  • Jean Pastore

    Mais uma review no capricho Steffi!! Só resta parabenizar!

    Quanto às famigeradas mortes, senti mais pelo Verão do que pelo Hodor. E o plot da Arya tá meio chatinho, não vai pra frente, parece o da Sansa temp passada.

  • Júlia D’Ávila

    Excelente crítica! A melhor que eu li até agora. Parabéns! Adorei a riqueza de detalhes da análise de cada núcleo da série.

    • Steffi

      Muito obrigada Júlia! 🙂

  • Bruno

    Apontaram algo em outro lugar que eu não tinha me atentado. Nos promos do início da temporada, aparece a Yara beijando uma prostituta de Volantis. Então de fato ela estaria indo pra Meereen. Só resta saber o quanto demoraria, já que Pike e Volantis é longe pra caralho(tipo metade do mundo), e de Volantis pra Meereen ainda é longinho.

    • Steffi

      Uhm, verdade! Bem, a gente sabe que quando a série quer as viagens são rapidinhas #MindinhoFeelings

  • gabix

    Sei que tivemos episódios excelentes na primeira temporada, mas esse para mim foi o melhor episódio de GoT até agora. Eu achei incrível a fala da Sansa, mas a revelação do Hodor foi particularmente emocionante. A série subiu muito de qualidade (de roteiro) especialmente em relação à última temporada. Só não estou gostando da matança não justificada dos direwolfs. Sei lá, fica realmente a impressão que é para cortar gastos de CGI. Tô com muita expectativa em relação ao Bran e a história da Arya.

    • Steffi

      Bem isso, essa temporada está sensacional demais. Os episódios estão sendo muito marcantes!

      • Diego

        Com certeza. Acho que essa facilmente vai acabar sendo uma das melhores temporadas da série.

    • Diego

      Eu acho que com certeza se não for o melhor, entra fácil em uma lista de melhores episódios da série toda… E olha que eu já tinha achado The Door e Book of Stranger dignos disso.

  • RenanSP

    Por causa de Bran o Hodor só fala Hodor e os Filhos da Floresta foram extintos. Agora esse moleque ta marcado, alguém mata logo esse maluco pq esse filho da puta vai atravessar a muralha e cagar com Westeros inteiro. Deve ter sido ele que fez crescer verruga no bingulin do cara.
    Sansa vai dominar tudo agora, vai casar com a Daenerys e toca o terror nos Sete Reinos.
    Tormund é o rei da pegação, altas técnicas da paquera.
    Não gostei da morte do Verão (que me lembra a porra da cerveja toda hora que escuto o nome dele). Mas depois eu entendi o simbolismo que quando o verão se vai o inverno chega . Winter is Coming.

    • Fabio Junior

      Que a nossa verao tenha vida longa hahahaha

  • LunaB

    Resenha digna do excelente episódio. Obrigada.
    E lá se foi mais um lobo e o pobre, doce Hodor. 🙁
    E Mindinho já começou a envenenar a Sansa contra o John. Sei não, mas acho que ele ainda vai conseguir desestabilizar e causar mais problemas para o que resta dos Stark, coitados, as eternas vítimas.
    Andei pegando uns spoiler por aí que, se forem confirmados, trarão mais mortes ainda para a temporada… a carnificina continuará.

    • Steffi

      Valeu Luna! 🙂

  • Jackson Douglas

    Enquanto Hodor se vai , Meera me parecer cada vez mais importante, me perguntando se ela é ou não realmente irmã de Jon

    • Isabella

      Pq irma de Jon?

      • Felicity smoak

        Existe uma teoria tosca dizendo que o Jon e Meera são irmãos, sendo que um foi criado pelo Ned Stark e ela pelo Howland Reed. Essa teoria tem base a batalha na Torre da alegria ( que já foi mostrada na série) pois é ali, quando eles tentam resgatar a Lyana Stark que Jon e Meera nascem.

        • Gabriel

          Desde que a explicação para Ned resolver separa-los seja convincente…

        • Isabella

          hmmmm… Essa não tinha ouvido antes.. Obrigada pela explicação 😀

  • Linda review! A imagem no final do texto acabou com a gente, Steffi. ;(

  • Rebeca

    Adoro suas review, mas esquecestes de uma cena muito importante, quando o Tormund se insinua para Brienne. Foi ótimo, sobre o episodio, emocionante

    • Diego

      Esse “casal” foi uma excelente criação mesmo.
      E faz total sentindo.

  • Daniela

    “[…] principalmente quando pensamos que a cada vez que o personagem falava
    seu nome, estava na verdade anunciando a forma como morreria.”

    Chorando tudo de novo </3 T.T

  • tati

    Não suporto mais ver lobos gigantes morrerem! Além disso, esse episódio me fez tomar ódio do Bran! Garoto inconsequente!

    • edujakel

      adolescentes sao uma merda…nao importa a era, o universo, a série…sempre sao idiotas…rs

  • tati

    Mindinho como sempre mitando. Um mestre da manipulação. Levou um chega pra lá da Sansa, mas no final se recupera e coloca uma pulguinha incômoda atrás da orelha da ruiva. Com certeza, até o final da temporada vai conseguir recuperar o terreno perdido e trazer Sansa para seu lado. Dificilmente vai ser o vencedor do Jogo dos Tronos, mas que é o candidato mais brolhante, isso é.

    • tati

      Digo: candidato mais BRILHANTE!****

  • Cam

    PAREM DE MATAR LOBOS GIGANTES DDDDD:

  • Cibela Cerqueira

    Hodor

  • Antony

    Mais um episodio arrastado de Game Of Thrones igual o 03 tem 15 minutos de coisas realmente importantes para a trama o resto é enrolação , só aparecer zumbis correndo atrás de pessoas que o publico fanboy já acha “demais que emocionante ” .Os fãs são bem cegos não vão ver que a temporada está bem arrastada , espero que melhore antes do episodio nove onde eles sempre deixam o “filé”

    • Isadora Li

      Te falar que sobre a parte “zumbi” eu concordo no sentido de que ficou muito coisa de filme do gênero em que geral morre fugindo e sempre tem um que roda de maneira bem ridícula por surto de ignorância dos roteiristas :/

      • Diego

        Putz, mas em qualquer situação com zumbis isso ocorre mesmo…
        Não é ignorância não… Inclusive acho que os criadores de GOT sabem lidar melhor com zumbis do que TWD que realmente é uma série sobre zumbis hahaha
        E essa história de zumbi estão aí desde o primeiro episódio.

    • Diego

      Olha desculpa discordar, mas já discordando, aconteceu mais coisas nos primeiros episódios dessa temporada do que nos primeiros episódios de todas as outras…
      TODOS os núcleos andaram ou estão andando, até agora os núcleos mais lentos estão sendo o de Porto Real e o da Arya, até eles devem andar daqui pra frente, além disso… Tivemos tantos acontecimentos relevantes e marcantes nesses episódios que dava pra fazer uma lista só deles. Então desculpa mas arrastada na minha opinião essa temporada está longe de ser.

    • kyloren

      os zumbis somos nozes

    • kyloren

      got só foi bom ate a 4 temporada mesmo

  • Isadora Li

    ;(( cara, o que dizer desse episódio? Ainda to me recuperando pela morte do Verão… Não desmerecendo o querido do Hodor, pq a dedicação e a lealdade dele com o Bran são ímpares, mas a forma como o Verão morreu, tão bruta, ganindo e de maneira estupida – na minha opinião – foi de doer.

    Eu boto tanta fé nesses lobos, quase no mesmo patamar que os dragões, porque a maneira como eles são descritos e mais, representando a casa Stark, que é a família pela qual mais torço, é triste de se ver.

    Só me restou abraçar meus cachorros hauehauhea

    Mas assim, o episódio foi bombástico, com a revelação da criação dos WW, a origem do Hodor, a consequências catastrófica do ato do Bran…

    Sobre a Sansa, EU ACHO que ela pode ter omitido a informação porque ela não quer mais nada com o Baelish ou porque ela sabe que se envolver com ele é furada e não quer isso para os outros.

    • edujakel

      tb achei meio estupida a maneira que Summer morreu, mas entendi que ele se sacrificou pra atrasar os invasores e dar chance pro Bran correr. #RIP

  • Juliana

    Excelente review! O que mais me marcou foi a morte de summer, mas sei que ele vai virar o lobinho White walker. Acho também que o lobinho daquele stark insignificante que nunca faz nada tb não morreu. Meu sonho é Jhon e Dany juntos e o filho deles é o prometido. Já que há duas teorias, com cada um saindo como o prometido da história, acredito que o elo entre os dois (um filho) é a resposta.

  • Vitória Martins Souto

    Será que chorei? Estou maravilhada com esse episódio, chocante, aliás essa temporada está muito boa!

  • Carlos S.

    Gostei do episodio achei emocionante…. mas achei um peso excessivo nas costas do Bran… pô ele decidiu ir para alem da muralha, colocou o irmão mais novo em risco ao deixa-lo sozinho com a Osha, já é dependente para arrasta-lo por aí em um lugar perigoso que estão só por causa dele, só isso já é muito… e agora em um ato ele causa a morte de parte dos filhos da floresta, do corvo de tres olhos, do verão, do hodor e ainda da deficiencia que acompanhou boa parte da vida do proprio Hodor, fora a merda em que ele colocou a meera que ta sozinha com ele no meio do nada fugindo de umexercito de mortos…. é muita coisa pra jogar nos ombros de um personagem só…

    • Mayara

      Nossa, falou tudo!!!!
      Esse menino é um desgraçado. Melhor se tivesse morrido logo….

      • edujakel

        um tem dó, a outra tem ódio. ahahahah

    • Diego

      Acho que agora que o personagem tem esse peso enorme e todo esse sofrimento em seus ombros ele só irá crescer mais ainda…
      O Bran com certeza é um dos personagens mais importantes da série toda e da saga. Ainda mais agora que ele é o último vidente verde.

  • Marcelo

    Ainda não me recuperei desse episódio, ainda teve Orphan Black e Outlander com eps bem tristes, que semana tensa.

  • Mari

    Uma coisa que eu reparei o Verão morreu. Com um duplo significado de que o inverno chegou.

  • Caio Vinicius Viana Lima

    Ja to pensando que o teste final da Arya vai ser matar a Nymeria….
    #medo

    • Lisiane Ortiz

      e eu achando que as coisas não poderiam piorar para os lobos! Essa seria a pior morte dos lobos 🙁

  • diogopacheco

    Review maravilhosa como sempre. Não sabia que o episódio tinha sido dirigido por Jack Bender e já tinha achado ele bem Lost. Acredito que as ideias de “viagem no tempo” na série seguirão regras semellhantes as de Lost “What ever heppened happened”.

    • Diego

      Ótima relação.
      Esse episódio pra mim é o que “The Constant” foi pra Lost.
      Que por semelhança também foi dirigido pelo Jack Bender, espero bastante que ele volte pra série nas próximas temporadas.

  • Leandro Silva

    Adoro as reviews. Incrível trabalho!!

  • Bia

    Tenho uma teoria sobre o Mindinho, tem muuuuuitos SPOILERS dos livros e de episódios da série ainda NÃO exibidos pela HBO (informações de bastidores postadas no reddit). Quem discordar da teoria, só precisa dizer o porquê não concorda. NÃO PRECISA ESCULACHAR, vamos ser gentis nos argumentos né galera? Afinal teorias e especulações são “just for fun”. Ok?

    Eu sempre achei que o Mindinho

    1. Queria ver o mundo pegando fogo enquanto ele se dava bem.

    2. Queria ser senhor de Winterfell e casar com a Sansa, por uma questão de vingança mesmo.

    Ultimamente, levando em consideração os acontecimentos recentes da série, eu acho que o Mindinho quer o próprio trono de ferro.

    Vejamos, o que o Mindinho já fez até aqui:

    1. Convenceu a Lysa a matar Jon Arryn e jogar a culpa nos Lannisters.

    2. Jogou no Tyrion a culpa sobre a tentativa de assassinato do Bran.

    3. Ajudou o Ned a descobrir que os filhos da Cersei eram fruto do relacionamento dela com o irmão e não com o rei Robert, mas traiu o Ned na hora “H”.

    4. Deixou o reino devendo muuuito dinheiro pra ele mesmo.

    5. Planeja ter o controle do Ninho da Águia + Vale Arryn e de Winterfell, através da Sansa, e está contando com a queda dos Lannisters.

    O Mindinho criou a guerra, ele bagunçou todos os sete reinos, acredito que com a intenção de ser ele mesmo aquele a trazer paz ao reino novamente.

    Segue o que está acontecendo na série e SPOILERS do que ainda vai acontecer:

    1. Ele levou a Sansa pra casar com o Ramsay e acusá-lo de traição para a Cersei, pediu a rainha para ir com exército do Ninho da Águia tomar Winterfell de volta, em noma do “rei” Tommen.

    2. Os Tullys estavam na pior, aprisionados sei lá onde, de repente ficamos sabendo pelo Mindinho que o Peixe Negro e o Edmure retomaram o controle sobre Correrio, provavelmente tem dedo dele nessa história.

    3. Ele está com o exército do Ninho da Água em Fosso Cailin e consta segundo alguns spoilers que vai aparecer aos quarenta e cinco minutos do segundo tempo para ajudar a Sansa e o Jon a retomar Winterfell e salvar o dia.

    4. Margaery, Loras e Tommen vão morrer no final da temporada.

    5. Com essas mortes, os Lannisters estarão acabados, assim como os Baratheons, os Martell e os Tyrell, as casas Tully, Stark e Arryn estarão comendo nas mãos do Mindinho.

    6. Não tem ninguém pra herdar o trono! A não ser que tragam algum bastardo do Robert, como o Gendry, não tem absolutamente um único herdeiro para o trono de ferro!

    7. A Dany conseguiu o exército dos Dothrakis e Euron Greyjoy planeja fazer uma aliança com ela e lhe oferecer navios, mas aparentemente ainda vai levar um tempinho para todos esse navios ficarem prontos, ou até mesmo para a Yara e o Theon chegarem até Mereen, isso se essa for mesmo a rota que eles pretendem seguir. Nos livros, os Martell tentaram uma aliança com a Dany através do Quentyn, mas não deu mto certo, talvez na série as dornesas ainda busquem um acordo com ela, mas tá tudo mto incerto. Acho que a Dany só chega em Westeros praticamente no final da série, com sorte no inicio ou metade da temporada que vem. Até lá, quem assume o reino?

    8. Horas, quem tem dinheiro, poder e alianças o bastante para unificar o reino novamente? Só o Mindinho. O reino está mega endividado com ele, os Tullys são seus amigos, o Ninho da Águia/Vale Arryn está sob seu comando, os Tyrell não são seus inimigos, ele serviu de intermediador na aliança Lannister/Tyrell e tudo o que deu errado vai ficar na conta do leões, e os Starks tbm estarão em divida pela ajuda com Winterfell, pode ser que o Jon resista à ideia, não sabemos, mas o Mindinho já andou plantando uma discórdia entre Sansa e Jon e no último episódio.

    Objeções apontadas e contra-argumentos rsrs:

    1. Eu sei, eu sei, o Mindinho nunca deu mostras de querer o trono, acho até que ele chega a dizer que não quer pq dá mta visibilidade, traz mtos inimigos, etc. Mas não dá pra contar com o que o Mindinho diz, 90% é mentira e, convenhamos, seria mto sem graça a Dany chegar em Westeros depois de tanto trabalho pra juntar um exército e encontrar a cadeira vazia só esperando por ela. Acho que seria legal ela encontrar alguém que nós nunca desconfiamos seriamente que pudesse realmente sentar no trono e ganhar a coroa só na malandragem. Ultimamente acho que o Mindinho quer é: tudo rsrs. Pra provar que mesmo ele não sendo “nobre” o bastante para os senhores dos setes reinos, conseguiu conquistar a posição mais alta da nobreza.

    2. Sim, Mindinho no trono seria algo totalmente inédito, ele não tem nenhum laço sanguíneo nem remotamente ligado aos Baratheon ou Targaryen e é considerado de uma família inferior, por isso a ideia me empolga! hahaha. Afinal, de um jeito ou de outro, depois da morte do Tommen, até onde eu me lembro, em Westeros não tem nenhum nobre em condições de assumir o trono, só se a cadeira ficar vazia e a Dany chegar no timing exato rsrs, se não eles vão ter que sacar alguém da manga, bastardo, primo distante, talvez o Aegon Targaryen dos livros apareça aí, ou… Talvez eles façam como no Senhor dos Anéis. Até o Retorno do Rei, Gondor era governada por uma linhagem de regentes. Que “melhor” regente do que o Mindinho? Seria mais ou menos o que já acontece no vale, o Mindinho é o protetor do Leste na prática, ainda que não receba esse título oficialmente.

    3. Me disseram que em algum momento da série o Mindinho crítica a Cersei por desejar “o poder pelo poder”. Então por que ele ia querer o trono de ferro? Talvez ele queira colocar o poder a serviço de alguma coisa, ou de alguém… Rei da Noite? Ou já estou viajando demais? Acho que se ele estivesse a serviço dos WW, o jogo dos tronos e toda a politicagem finalmente seria amarrada à história dos Outros. Aí ficaria claro que foi realmente uma grande armação pra devastar o continente, distrair os nobres e escancarar o caminho para a chegada dos Caminhantes Brancos fazerem o estrago.

    De qualquer forma, já não acho mais que se trate apenas de Winterfell.

  • Lybio Jeffersom

    Até que demorou pra o Bran fazer uma merda.

  • Diego

    Mais uma excelente review, Steffi, parabéns pelo trabalho. Foi review que fez jus á esse episódio maravilhoso. Depois de um episódio excelente como Book of the Stranger, vimos mais um episódio fantástico, espetacular e que com certeza entra em uma lista dos melhores da série toda. The Door não é só um dos melhores episódios da série, mas também um dos mais emocionantes, chocantes, surpreendentes, bonitos e tristes. Ele conseguiu uniu tudo que faz de Game of Thrones uma série tão única e maravilhosa. Essa primeira metade de temporada já uma das melhores da série (talvez a melhor) e essa sexta temporada já é uma das melhores da série (e pode até ser uma das minhas favoritas com a 4, a 1 e a 3).

    Começamos o episódio numa cena espetacular entre o Mindinho e a Sansa. Primeiramente, meus parabéns pra Sophie Turner que tem dado um show de atuação nessa temporada e a Sansa até agora é a minha personagem favorita da temporada. O Aiden Gillen também mandou muito bem na cena, pra mim até agora é uma das melhores cenas dele na série. A cena foi perfeita e muito bem escrita porque soube transmitir a Sansa como uma mulher forte, ela falou dos seus traumas e jogou na cara do Mindinho tudo que aconteceu e os erros dele. E ao mesmo tempo o FDP do Mindinho não saiu da cena como um idiota, o vemos agindo com muita inteligência e conseguiu colocar uma pulga no ouvido na Sansa. Acho que ela não está errada em querer ajuda do exercito do tio avô e está na cara que ela ama e confia o Jon, ela só quer mesmo conquistar algo mais próprio, já que o resto do pessoal é todo leal ao Jon. Também estou achando excelente como a trama no Norte tem se construindo e como ela está se juntando pra algo grandioso. Acho ótimo podemos ver na mesma cena Brienne, Podrick, Davos, Melisandre, Tormund, Edd ao lado do Jon e da Sansa. Além disso, cada momento da Sansa e do Jon agindo como irmãos são extremamente fofos de se ver.

    A cena da Daenerys e do Jorah foi só o começo da emoção que estava por vir. Foi uma cena extremamente bonita e comovente. O relacionamento do Jorah e da Daenerys sempre foi um dos mais favoritos da série e a relação dos dois é muito profunda e bonita. O Iain Glen esteve ótimo na cena e a Emilia Clarke também foi excelente, ela que é muitas vezes criticada, prova que pode atuar muito bem quando é exigido dela. Além disso, a química dela com o Iain sempre foi muito boa. Espero que o nosso querido Jorah volte logo e bem.

    Depois tivemos a cena da Assembleia dos Homens Livres. Gostei dessa cena na série. Ela foi praticamente uma versão resumida e mais simples da cena original dos livros e com muito menos detalhes (o Victarion na série não acabou fazendo a menor falta, ele é um personagem legal sim nos livros, mas a Yara e o Theon cumpriram e cumprirão imagino bem a função dele)… Antes que alguém fale algo, não acho isso ruim e nem por isso a cena foi ruim (até porque acho que no quarto livro a construção até chegar a Assembleia é um pouco pedante demais e demora até chegar até ela, e a série não tem porque inserir todos os elementos presentes na série, ela priorizou o mais importante e fez certo) acho que ela isso funcionou e ficou legal na série e também acho que no livro faz sentindo a cena ser mais complexa e ter mais elementos, mas no final das contas o objetivo ficou o mesmo nas duas versões: o Euron ser eleito rei. Eu gosto do Euron Greyjoy, acho o ator bom e acho que ele está mandando bem, ele é sim diferente do Euron dos livros em termos de aparência (não acho nada demais ele não ter o tapa–olho ou ter sempre a boca azul, até porque o Daario não tem cabelo azul e o Tyrion não é horrível de aparência, então está blz), além disso, a personalidade louca e escrota do personagem dos livros foi mantida (o Euron dos livros e qualquer homem de ferro que se preze faria bullying com o Theon por não ter pinto hahaha, essa gente é um bando de FDP e o Euron está na série pra representa tudo de ruim que os Greyjoys e os homens de ferro tem), e isso foi o importante pra mim. Concordo que nos livros ele tem um discurso mais bem elaborado, mas o importante foi ele falar da nossa amada Daenerys Targaryen e isso bastou pra ele ganhar a Assembleia. Inserir a Daenerys nessa trama foi algo bem importante e acho que essa é principal razão dos Greyjoys voltarem pra série (a Daenerys ter uma frota pra ir pra Westeros). Agora que o Theon e a Yara muito sabiamente roubaram os navios do tio com ajuda daqueles que ainda são fieis á eles (achei excelente eles roubarem por conta própria), eles devem se encontrar com a Daenerys, se unir á ela e ajudar ela á ir pra Westeros com os navios. Acho que isso vai ser muito interessante e se acontecer vai ser uma sacada ótima. A parte do Theon defendo a irmã foi excelente também e mostrou o quanto o Theon é o personagem da série que mais evolui e mudou, o Alfie Allen foi incrível como sempre e a Gemma Whelan também foi ótima. A cena do batismo do Euron e o discurso do Aeron enquanto o realiza foram excelentes e mostraram bem como é a cultura das Ilhas de Ferro algo que nunca havia aparecido na série. Diferente de Dorne (que ainda bem sumiu da série) que foi uma adaptação ruim por fugir muito do que ela é nos livros e ter criações ruins, a trama dos Greyjoys foi diferente dos livros, mas conseguiu manter a mesma essência e a mesma base, o que é o mais importante, por isso a meu ver o arco dos Greyjoys está sendo bem adaptado, a versão da série é boa e funciona pros propósitos da série. A trama é interessante, abre várias possibilidades e ainda consegue apresentar de forma boa uma cultura diferente. Pedir que fosse uma versão quadro á quadro dos livros com as mesmas coisas e mesmo personagens é um pouco demais pra mim (desgostar da versão de um personagem é outro papo e aí vai da visão de cada um). Além disso, ela conseguiu apresentar coisas novas que foram interessantes (o crescimento do Theon que diferente do que muita gente pensava não foi descaracterizado e isso foi lindo) e serão mais ainda… Já consigo imaginar um encontro de Theon e da rainha Yara com a rainha Daenerys e Tyrion. Acho que os frutos que todos os personagens vão colher serão muito bons.

    Em Braavos, vemos a Arya assistindo a peça que retrata de forma cômica e quase como se fosse uma parodia os tristes primeiros anos dos acontecimentos da série. Enquanto ela se divertia no começo da peça, depois passou a sentir tristeza por ver os acontecimentos reais de forma tão distorcida, mentirosa e desrespeitosa na peça. Achei essa cena bem legal, a Maisie Williams está muito bem como sempre nessa temporada, porém achei a peça em si um pouco louco. Nessa cena tivemos ainda o pinto do ator que faz o Joffrey em um close e os peitos da atriz que faz a Sansa hahaha E tivemos a Arya vendo que o seu trabalho como uma mulher sem rosto não será tão fácil assim e que ela terá que se livrar dos bons também como à atriz também… Imagino que a Arya não mate a atriz, isso deve dar uma merda grande e ela deve voltar á Westeros com esse pessoal da peça.

    Em Meeren, conhecemos Kinvara em uma cena muito interessante. Gostei da atriz e da personagem. O confronto dela com o Varys e o dialogo dos dois sobre religião também foi excelente e esse foco dado aos Sacerdotes Vermelhos (nesse caso lindas sacerdotisas hahaha) nessa temporada está bem legal. Poucas vezes vimos o Varys com tanto medo assim…

    E então tivemos o núcleo do Bran. Com certeza o grande destaque do episódio. Engraçado ver como um núcleo que ninguém estava nem aí e até tinha gente que achava chato se tornou em um dos mais interessantes da série e se levou á uma das melhores cenas da série toda… Isso só mostra a capacidade de GOT em ir mesclando núcleos da série. Já descobrimos a origem dos White Walkers e tivemos a mortes da Folha, do Corvo e do Verão, todas bem tristes e tentando proteger o jovem Brandon (vi as pessoas bem tristes com a morte do Verão, eu até queria ter ficado mais abalado com ela, mas aconteceu muito rápido, mas realmente é muito ver isso rolando, não sei o que pensar dessa morte, ela até pode parecer desnecessária e fazer parecer que os lobos estão morrendo só conta do CGI, poupar dinheiro ou sei lá, mas admito que esse simbolismo do Summer e winter is coming é atraente e é engraçado notar que os lobos estão morrendo desde a primeira temporada com a Lady, então sei lá, são fatores interessantes). Ver a Meera Reed lutando pra proteger o Bran e matando um White Walker foi muito legal. O final do episódio foi maravilhoso, achei a explicação do nome do Hodor e o papel do Bran nisso tudo perfeitos, a morte do Hodor é com certeza uma das melhores mortes da série, o Kristian Nain e o Sam Coleman que fez ele como Wylis foram espetaculares, o sacrifício do Hodor e toda a sua vida foram de deixar qualquer um com lagrimas nos olhos. Foi muito foda a série e o próprio Martin trazerem á tona tantas camadas e profundidade num personagem que antes parecia só um alivio comico e nem era tão grande assim. Isso foi genial. Hodor de agora em diante sempre será lembrado como um dos maiores heróis da série.

    Alguns pontos interessantes:

    PONTO 1: Qualquer série que faça zumbis (zumbis de gelo) realmente parecerem assustadores merece o meu respeito.
    PONTO 2: O Edd percebendo que é o Lorde Comandante foi excelente. O personagem está sendo ótimo nessa temporada.
    PONTO 3: A cena do roubou dos navios, da aceitação do Euron e o depois do batismo dele serviu bem pra mostrar como o povo das Ilhas de Ferro é estupido e burro. Foi exata nesse ponto. Uma ótima retratação. E pra quem ficou incomodado com o Euron admitindo em matar o Balon, não vejo porque, o Balon nunca foi amado por ninguém e muito menos popular por ter perdido duas guerras, os caras são burros, mas perceberam isso, o Euron diz que pegou a coroa no preço de ferro, o que é muito importante pra cultura dessa gente e só o fez ganhar de vez, e depois, o pessoal das Ilhas de Ferro sempre foram mostrados como desleais na série, tipo quando eles entregam o Theon na segunda temporada ou matam um comandante deles pra se entregarem pro Ramsay na quarta. Além disso, também não entendo porque ficar incomodado com o Aeron apoiando o Euron na série, o cara é o sacerdote da parada e vai apoiar quem for rei. Além disso, a série cortou toda a história do ódio dos dois e realmente acho que não havia necessidade pra tudo isso. O cara é um personagem mega secundário está lá pra dar apoio. E vocês tem que ver que já que não tem esse papo dele odiar o irmão (pelo jeito na série só o Balon que não ia com a cara do Euron), na cabeça dele o Euron é o mais qualificado pra se tornar rei. A Yara é uma mulher e Theon é uma piada que ainda por cima apoiou uma mulher. Euron, mesmo sendo um assassino maluco escroto que fala demais, parece o melhor nessa visão. Além disso, o discurso dele no batismo foi foda demais.
    PONTO 4: O Alfie Allen é tão bom ator que antes do Theon começar á falar dá pra ver que ainda tem um pouco de Reek nele. Achei bem acertada essa decisão da série dele ficar um tempo nas Ilhas de Ferro e em minha opinião só contribui pra evolução do personagem.
    PONTO 5: Foi bem legal ver que a Yara esboça um sorriso discreto quando o Theon a defende. Acho que é o primeiro momento que ela realmente tem orgulho do irmão.
    PONTO 6: Se não me engano o Jon fala pro Edd “pra não deixar a Muralha cair”… Acho que ele não vai conseguir cumprir essa promessa.
    PONTO 7: Tormund e Brienne já está na lista de uma das melhores coisas criadas só pra série.
    PONTO 8: Apesar de parecer mentira, o Peixe Negro realmente deve aparecer na série e acho que ele vai ser o herói que o Jaime vai confrontar no episódio 7. Então no próximo episódio depois da treta com o Alto Pardal, o Jaime deve ir pra as Terras Fluviais onde a trama dele deve se encontrar com a da Brienne como nos livros…
    PONTO 9: A Essie Davis que interpreta a atriz que é a próxima vitima da Arya é muito boa, ela está excelente naquele filme The Babadook e numa série muito boa Miss Fisher’s Murder Mysteries.
    PONTO 10: Jorah vai voltar. Com certeza. E acho que ele volta nessa temporada ainda.
    PONTO 11: Muito interessante ver o Tyrion tomando uma ação que a Cersei tomou na temporada passa… Se apoiando com um líder religioso… Vamos ver se isso acaba melhor pra ele do que pra irmã.
    PONTO 12: Esse foi um dos episódios mais bem dirigidos da série, tomara que o Jack Bander volte nas próximas temporadas.

    Já que estamos indo pra metade da temporada, vou fazer um ranking dos episódios da temporada até agora (eu particularmente gostei de todos):

    1. The Door
    2. Home
    3. Book of Stranger
    4. Oathbreaker
    5. The Red Woman

    Acho que The Door, Home e Book of Stranger se destacaram e até podem entrar numa lista de melhores episódios da série. Oathbreaker e The Red Woman foram bem legais, mas não foram episódios tão espetaculares quanto esses outros.

    • Steffi

      Valeu Diego! Ótimo comentário, várias ponderações interessantes e concordo com seu ranking! 🙂