Fear the Walking Dead 2×08: Grotesque

A morte não é o fim

34
1858

Um retorno bizarro e diferente, encaixado de maneira imprudente na história de Fear the Walking Dead.

Como o nome do episódio já diz… Esse episódio não foi nada mais, nada menos, que grotesco, bizarro e diferente de tudo o que FTWD já nos apresentou até o momento. Apostaram na entrega de um episódio inteiramente focado no Nick, talvez por ele ser o personagem mais carismático da série ou por não terem mais o que contar na história. Sinceramente eu não sei o verdadeiro motivo que levou os roteiristas a construírem um episódio como esse, principalmente logo após o retorno da série do hiatus. Um retorno deve prender o telespectador, convidando-o a continuar vendo FTWD, dando um novo gás para o restante da temporada. E, infelizmente, isso foi tudo o que Grotesque não conseguiu alcançar.

É óbvio que Grotesque não foi tão ruim assim. Ou de fato foi, mas eu estou tentando amenizar a situação… Qual opção seria a correta? É difícil encontrar uma resposta para essa pergunta, pois, como todos sabemos, gosto é algo relativo, que não se discute. Eu, particularmente, não gostei desse episódio, mas eu conversei com diversas pessoas que o acharam interessante. É minha tarefa como reviewer saber identificar o que levou o episódio a ser inferior aos seus antecessores, mas sabendo enxergar também suas qualidades, possibilidades e, quem sabe, um potencial dentro de tanto defeito. Grotesque apresentou-nos um episódio extremamente lento, arrastado e fraco. O retorno de FTWD tinha tudo para ser no mínimo bom, depois de um midseason razoável. A escolha de centrar a história em Nick foi inteligente, como dito anteriormente, por ser esse personagem especificamente, mas teria sido esse o momento para tal episódio? FTWD precisava reconquistar o público perdido que, inclusive, vem diminuindo cada vez mais. Então, pensando nisso, Grotesque precisava ter mais zumbis, focar em outros pontos de vista ou talvez ser mais movimentado. Reiniciar a metade de uma temporada com um episódio de “luta pela sobrevivência” no deserto do México, com o Nick andando por meia hora, talvez não tenha sido a escolha mais inteligente para o roteiro, muito menos para o futuro de FTWD.

É óbvio que a luta pela sobrevivência nem sempre se dá numa horda de zumbis ou contra mercenários, como em TWD. A sobrevivência também precisa ser abordada da forma como FTWD nos mostrou essa semana. Nick caminhando pelo deserto com fome, buscando água em cactos, bebendo a própria urina, comendo a carne de um cachorro destroçado por zumbis. Mas como eu disse antes, esse não era o momento para um episódio como esse. Esse tipo de episódio se encaixaria muito melhor mais pra frente, talvez, quem sabe, no próximo. A intenção do retorno foi boa e poderosa, ganhando vários pontos no quesito originalidade e realidade, mas, infelizmente, foi mal encaixada.

A luta de Nick é bem antiga, muito antes do apocalipse zumbi, quando ele enfrentava seu vício pelas drogas. O paralelo de seus flashbacks com o caminho percorrido no México foi sensacional. Talvez Nick estivesse prestes a vencer sua batalha no passado quando, infelizmente, recebeu a noticia da morte de seu pai. Algo, inclusive, que nunca tinha sido citado até o momento. Nick passou sua vida inteira entre a vida e a morte, cambaleando entre ambos os lados. O caminho do Nick pelo deserto do México mexeu com sua fé e com toda a certeza irá modificar o Nick que costumávamos conhecer. Esse episódio mostrou-nos com maior clareza que seu personagem não consegue enxergar o novo mundo como sua mãe, sua irmã ou Strand veem. Para Nick, como para a religião dos mexicanos, a morte não é o fim, muito menos se deve ter medo dela. E essa é a mensagem que esse episódio nos passou, a de que Nick está cada vez mais se encaminhando para uma evolução nunca vista antes no contexto do apocalipse zumbi.

Será que essa é a chave para seu personagem largar o vício das drogas? Ou será que a chave para se vencer tamanho obstáculo seja ele livrando-se da pressão de sua família? Nick sempre esteve sozinho em seu mundo particular, apesar de ter sua mãe e irmã sempre por perto. Mas e agora que ele de fato está sozinho no mundo, ou melhor, no mundo real? Nick, diferentemente dos outros personagens da série, é o grande pilar que sustenta Fear the Walking Dead, com maior potencial em sua história e personalidade. Mas, infelizmente, ele não pode segurar a série sozinho para sempre, não é mesmo? O que mais falta em FTWD é exatamente isso: melhorar mais a história dos outros personagens. Nick de fato é um bom pilar para a série, mas temos Alicia, Madison, Strand e muitos outros que ainda não foram destrinchados adequadamente. Um exemplo disso é Ofelia, coitada, que mal sabemos o sobrenome dela. De que adianta ter a premissa de mostrar mais o lado humano das pessoas no apocalipse zumbi se apenas um de seus personagens é favorecido nesse caminho, enquanto, infelizmente, o restante fica apagado e é até esquecido no retorno de temporada? Enfim, isso é tudo, walkers, até a próxima!

Placar da Semana

Caminhante: Troféu caminhante/errou feio (ou simplesmente porque não gostei) vai para a morte dos cachorros. Quem é apaixonado por animais deve ter sentido a mesma sensação que eu nesse episódio. Não foi nada agradável ver os zumbis comendo os cachorros… Sei que isso é interessante para contribuir com a realidade do apocalipse zumbi na série, mostrando um pouco mais como cachorros e gatos, por exemplo, somem nesse novo mundo (aparecendo raramente até em TWD) com facilidade. Mas isso não impede que a cena tenha sido nojenta e triste demais… Por outro lado, tive que botar a cena dos cachorros como “caminhante”, pois o grande dono dessa colocação do placar (Chris) nem apareceu no episódio. Fica tranquilo, Chris, seu lugar por aqui já está reservado! 

Balofo: Troféu balofo, ou “fale-me mais sobre isso”, vai para a Luciana (Danay García). Ela ainda não teve muitas cenas na série, nem fez nada de importante até o momento, mas eu identifiquei um grande potencial em sua personagem. É claro que de nada adianta ter potencial se os roteiristas não souberem como aproveitá-la adequadamente na história. Resta-nos, então, apenas esperar pelos seus próximos momentos na série. 

Corredor: Troféu “not bad”, ou corredor, para irmã do Negan. Isso mesmo que vocês leram… Negan tem uma irmã e ela teve uma participação especial no episódio de FTWD! Não estão lembrados? Estou falando da mulher que impediu o Nick de pegar sua mochila e ainda bateu no pobre coitado com uma cópia da Lucille. Ela só não ganhou o troféu “badass” porque o Nick mereceu mais. Afinal, não é qualquer um que enfrenta cachorros selvagens, bebe a própria urina para não morrer de sede, apanha da irmã do Negan e ainda sobrevive para contar a história, não é mesmo? 

Abominação: Troféu “badass”, como explicado anteriormente, vai para o Nick! Sim, eu deixei bem claro que o episódio de retorno não me agradou (apesar de gostar bastante do personagem do Nick) por diversos motivos, mas tenho que admitir que o Frank Dillane mostrou-nos todo o seu potencial nesse episódio. Nick é a grande estrela de FTWD e é claro que isso não é novidade para ninguém. Até mesmo os roteiristas já enxergaram isso, tanto que o episódio dessa semana foi inteiramente focado nele. Nick merece o troféu “badass” por sua luta pela sobrevivência e, principalmente, pela realidade que Frank Dillane conseguiu transparecer durante todo o sofrimento que seu personagem passou essa semana. Dedico-lhe meus sinceros parabéns, Nick/Frank!

  • Alberto

    Um episódio inteiro com o personagem que eu menos gosto… Aqueles caras que morreram na estrada, meu Deus o que foi aquilo esqueceram que podem correr, veem o perigo chegando e ficam parados????? Episódio 90% bosta.

    • edujakel

      Esqueci até de mencionar isso aí. Os caras são badass com metralhadora. Aparentemente acostumados a ir na estrada meter bala em zumbi. E fica lá pegando balinha do chão e esperando um monte de tartaruga alcançar eles.

    • Lucas Souza

      Foi outra coisa absurda que eu reparei kk

  • Andre Scaldaferri

    Olha, não costumo abandonar séries no meio, mas essa está forçando demais a barra e pedindo muito para ser largada. Como o Alberto disse ai embaixo, o cara está no meio da estrada, vem uma horda de zumbis e, ao invés de correr prefere ficar catando estojos de munição no chão é abusar um pouco da amizade. Ou então o amigo dele, um gigante com um fuzil na mão é comido sem ao menos disparar um só tiro. Agora só falta fazerem um episódio inteiro com o Chris. Vai ser a pá de cal.

    • Dinho

      Mas vai fazer, porque você acha que separaram os personagens? kkk

    • edujakel

      Melhor, um episódio inteiro de Chris e pai indiano Q esqueci o nome. Vai ser top.

  • Leonardo Ferreira

    Não há dúvidas de que Nick é o pilar principal de FTWD. Seja como for, está sendo muito díficil acompanhar a série com um ritimo tão lento como essa, e venho sentindo essa sensação desde da primeira temporada.

    P.S:

    Sei de uma pessoa de que definitivamente não vai gostar de FTWD. Minha irmã, porque ela adora animais…

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • Andre Scaldaferri

      Eu achei a cena dos cães bem colocada e nem um pouco apelativa. Precisamos ver que a natureza é cruel, o universo FTWD é uma selva e não tem bonzinhos na selva.

      • Leonardo Ferreira

        kkkkkkkkkkkkkkkkkk

        Você não me entendeu, André. Para minha irmã, não vai importar se a cena foi ou não bem colocada, se um filme ou uma série mostrar o que ela descreveria “crueldade contra animais”, minha irmã vai detestar o programa de um jeito ou de outro. Ela é amante dos todos os bichos, principalmente cães.

        • Andre Scaldaferri

          Esse antropomorfismo que estamos vivendo atualmente é um saco rsrsrs. Imagino que se ela assistir um documentário com os leões comendo as zebras e girafas ela deve ficar uma semana tendo pesadelos… rsrsrssr

          • Leonardo Ferreira

            Não tenha dúvidas disso, André. Pra você ter uma ideia, Minha irmã detesta o programa “Mergulhados no Pântano”.

  • João Manoel

    Vinícius, diferentemente de você, acho que o episódio veio no momento certo. Faz o retorno da série um pouco na marcha lenta, apresenta um novo cenário, para que depois, espero, comece a pôr o pé no acelerador.
    FTWD tem coisas bem melhores para oferecer, mas reconheço que o nível cai a cada episódio. Infelizmente.

  • G Factor

    Contei os minutos para acabar, muito arrastado. Eu estava com boas expectativas graças ao trailer divulgado, mas foi bem frustrante. Se cada episódio for focando em alguma pessoa/grupo, então tenho até medo qnd chegar a vez de Chris e Trevor

  • Euron_Greyjoy

    Depois do episódio 7 desisti definitivamente, boring d+++++++++++++++

  • Leonardo Ferreira

    Quando eu soube que TWD iria ter um Spin-off, fiquei bem interessado, principalmente quando soube que seria um preludio da infestação zumbi e como o mundo chegou aquela situação quando o Rick desperta do coma. Aguardei e então veio o primeiro episódio. Reconheço que a primeira cena foi ótima, mas ai a série entrou numa lentidão, apresentando personagens que não possuíam o menor carisma e principalmente, que uma família disfuncional bem irritante. Acompanhei a primeira temporada e me deixou muito desapontado. Agora quero falar daquilo que considero um dos grandes problemas da série. Como eu já mencionei antes, a proposta de série era de ser um preludio do Apocalipse Zumbi. Eu esperava ver como a sociedade entrou em colapso, assim como sua instituições(governo, segurança, exército, dentre outros) e como as pessoas reagiriam a isso tudo. O que ocorreu? A série pulou tudo isso! FTWD apenas arranhou estas questões e enfurnou os personagens que ainda estavam pouco desenvolvidos em situações “matar ou morrer” muito precipitada. É como você ver um programa de culinária e a apresentadora apresentar uma receita e simplesmente pular o passo a passo de entregar o prato já feito. Em resumo, vejo que a série fugiu e muito de sua premissa! Para piorar tudo, como era um prelúdio, esperava ver a ruína do EUA, não do México! Isso não faz o menor sentido!!!

    • Jose X.

      isso aí
      tanto assim que não assisto twd, não tenho muita paciência pra filme de zumbi e vampiro, mas a premissa de ftwd era boa, pena que não foi bem explorada nem mesmo na 1ª temporada, e na 2ª então, degringolou

    • edujakel

      Ixato. A série falhou em tudo Q se propôs e já virou uma cópia de TWD em outra locação apenas.
      Acho que os furos na premissa de TWD são tão grandes que os criadores não tinham capacidade Intelectual de fechar isso. Como iam explicar um tanque de guerra ficar parado no meio da rua?

  • Renan Rossi

    Caramba, acho que nunca mais reclamo de TWD depois de aguentar esse 8º episódio de FTWD.

    • edujakel

      Calma Q vai ter possibilidade de reclamar das duas ainda. Ambas conseguem se superar no quesito “fazer m3rda”

  • NowSilva

    Na minha opinião erraram feio em centralizar um ep. apenas no Nick. Blz que ele tem um papel de destaque na trama, mas não era hora para isso. A maioria estava ansiosa para saber o que aconteceu com todos os personagens e não com um só. Sem falar que das coisas bizarras, esse ep. extrapolou toda a quota. Onde que uma pessoa prefere beber urina do que a água do cacto? É sério isso? O povo do sertão mandou lembranças. Ridículo tbm foi ele comendo a carcaça do cachorro. E antes ele havia vomitado por ter comido um pedaço do cacto. Show de incoerência define.

    • edujakel

      Sem contar Q ele não sabe olhar por onde anda né? Quem pisa num cacto daquele tamanho?

  • Matheus Ramos

    Gentee, eu não achei esse ep. esse horror todo não! Pra falar a vdd, eu até curti acompanhar o Nick, nessa luta pela sobrevivência. Mas é aquilo, questão de gosto mesmo. E o Frank Dillane arrebentou!

  • Maysa

    Eu gosto do Nick, mas ele é muito estranho, não consigo ver como fazer historias interessantes com ele.

    Esperando ansiosamente o epi focado no Travis e no Chris -sqn

  • edujakel

    Achei o episódio péssimo. Chato e sem propósito. Afinal o propósito do show foi pro espaço faz tempo. Era pra mostrar o início da infestacao. Fizeram isso saltando o início na temporada passada e agora já estamos iguais a TWD. LOgo teremos uns trilhos de trem. Anotem.

    Quanto ao troféu da irmã do Negan, ok, ela merece. Que imbecil é o Nick de levar uns sopapos da mulher e sair fora deixando a mochila pra traz? Esse moleque nunca veio pra ZL. Rs. Filhao vai lá fora, pega um tacape maior que o taco dela e volta pra pegar a mochila. No max espera ela dormir e pega na miúda. Fala sério. Esse tipo de burrice que existe tanto em TWD e eles não conseguem se livrar.

    • The Man Machine

      Tipo o Nick monta acampamento numa casa já ocupada (será que não tinha nenhum rastro que a casa já tinha ocupantes?), fica de boa, acende uma fogueira, daí de repente uma mina se materializa no canto da sala, e vem a irmã do Negan com um bastão, e o Nick, sai de boa, fora o fato de não ter nenhum tipo de arma pra se defender… que roteiro ótimo hein….

      • edujakel

        Custa ir até a esquina e voltar pra pegar a mochila?

  • Kico Moraes

    Parei com essa série e parece que fiz muito bem. Com tanta série realmente boa ficar perdendo tempo com isso é sadismo! TWD mesmo com suas falhas, que são muitas, ainda consegue nos entregar personagens cativantes, o que aqui nem isso conseguem. Enfim, total desperdício de tempo.

  • Jennifer

    O Nick é um dos melhores personagens e mesmo assim o episódio foi ruim… Melhor dar adeus a essa série logo.

  • The Man MAchine

    Ponto positivo do episódio: não ter os outros personagens insossos (na verdade teve um flashback com a mãe chata do Nick, que parecia não estar com a mínima vontade de atuar naquela cena), não foi o pior episódio da série, mas parece que ela é feita com tanta preguiça, apesar das locações lindas, o roteiro é muito preguiça gente, Nick largando seu kit sobrevivencia na boa só por causa da irmã do Neegan, os fodões com metrancas não conseguindo carregar as balas pra matar os walking deads tartarugas. Aposto que o próximo ep. vai ser só com a turma do Strand e Madson, e o 10 será com o Travis e o filho psycho-mimado. só continuo vendo essa bomba pra ver o quanto mais ela pode piorar, não dá pra levar a sério.

  • Lucas Souza

    Olha eu não sou de fazer isso não, mas eu assiste esse episódio pulando várias partes, se eu vi 20 minutos do ep foi muito. Se continuar assim vou largar a série de vez. TWD ainda da pra suportar isso, mas não vou aguentar isso de FTWD. Se vier ep solo focado no Chris não vou nem ver. Esse foi Simplesmente o pior ep da série.

  • Lucas Souza

    Em TWD o pessoal demoro 5 temporadas pra comer carne de cachorro. O Nick em uma 1 temp e meia já tá comendo carne de cachorro crua que tinha sido acabada de ser devorada por zumbis? Por uns segundos eu pensei que ele fosse comer aquele homem também….

  • Lucas Souza

    Nem o ep solo do Morgan em TWS foi tão ruim quanto esse

  • Ray

    Até gostei do episódio, mas como o autor pontuou, a hora foi errada, deveria ter sido colocado lá pra frente.

  • Lucas

    Típico episódio do universo dos zumbis da AMC: chato, esquecível, inútil, filler, com algumas reflexões idiotas baseadas nuns flashbacks desconexos, mas que sustenta muito bem a ideia de que esse universo é, sim, superestimado.

    Larguei.