Esquadrão Suicida

Quando o verdadeiro vilão é a edição

231
570

Há quase um ano atrás, um trailer que seria mostrado somente no Hall H da San Diego Comic Com acabou vazando na internet, fazendo com que a Warner lançasse esse mesmo vídeo em boa qualidade no Youtube. Óbvio que o trailer viralizou numa velocidade alarmante e, até então, o sucesso já era dado como garantido, se dependesse das reações acaloradas internet afora (as minhas inclusas). Nesse meio tempo “Batman vs Superman” foi lançado e acompanhamos o turbulento início do Universo da DC no cinema. O filme que deveria ser um estrondoso sucesso e uma ameaça consistente contra a Marvel acabou sendo um desastre de crítica, mas com relativo sucesso entre o público, frustrando os planos da major de arrecadar o tão cobiçado “1 Bilhão” na bilheteria. “Esquadrão Suicida” (Suicide Squad, 2016) não é o “desastre” que foi seu antecessor, mas peca por um erro em comum: a indecisão em que tom adotar através da edição.

A história parte do ponto de onde “BvS” termina, quando os governos da Terra ficam conhecendo os “meta-humanos” e do Superman morto, como um símbolo do sacrifício pela humanidade. Partindo do pressuposto de que “ruim com eles, pior sem eles” Amanda Waller (Viola Davis) coloca em prática o plano de criar uma equipe com os vilões dotados desses mesmos poderes, de modo que, caso seja necessário, a equipe seja descartável e rotativa. Surge assim o Esquadrão Suicida. Quando uma ameaça aparece mais cedo do que se imagina, a equipe é colocada em teste, provando que mesmo entre os vilões há uma certa camaradagem.

Se “BvS” sofria com o roteiro implausível e cheio de soluções fáceis e inverossímeis (coisa que nem a versão Ultimate consertou), “Esquadrão Suicida” acaba herdando o mesmo problema de edição. No início brilhantemente arquitetado, cheio de cartelas de informação espirituosas e introduções marcantes (até o filmete do IMAX foi adaptado para o estilo visual do filme), a edição adota um estilo tresloucado cheio de montagens que misturam músicas, imagens e efeitos de modo coeso e certeiro, aquele que foi vendido a exaustão nos inúmeros trailers divulgados. Esse estilo, porém, não permanece durante todo o filme, perdendo a força e consequentemente a alma da película. Talvez o uso da palavra “alma” seja o elemento chave no filme. No intuito de dar mais seriedade ao que por si já era notoriamente galhofa, a edição acabou criando um híbrido estranho, composto de pedaços díspares, que se encaixam de maneira harmoniosa, mas elimina o sentimento de diversão, digamos assim. Outro grande problema é o modo raso que alguns personagens são apresentados. Enquanto ficamos sabendo sobre os pormenores das origens de Harlequina (Margot Robbie), Pistoleiro (Will Smith, menos “divo” que o habitual), Capitão Bumerangue (Jai Courtney) e Magia (Cara Delevigne), outros como Katana (Karen Fukuhara) e Amarra (Adam Beach) são jogados na trama sem o mínimo de cerimônia (o último não deveria nem fazer parte da equipe, visto que tem pouquíssimo tempo de tela). Sobre o tão famigerado Coringa de Jared Leto: um mero coadjuvante de luxo. Poderia ser retirado sumariamente da narrativa e não faria falta, assim com a participação do já saturado Homem Morcego e outra surpresa advinda da Liga da Justiça.

Mas calma que nem tudo está perdido. Davis dá um show como Amanda Waller, talvez a representação mais digna da personagem no cinema. Manipuladora, badass e sem o mínimo de remorso de eliminar quem estiver no seu caminho (na maioria das vezes o “quem” é Rick Flag, papel de Joel Kinnaman), Waller suga o protagonismo em qualquer cena em que esteja. Reduzindo qualquer outra atuação a pó instantaneamente. Robbie faz uma Harlequina graciosamente insana, acertando o tom em cheio, mas acaba soando meio deslocada em alguns momentos (mais uma vez, culpa da edição). Courtney e seu Bumerangue é o motor do humor do filme, garantindo os poucos risos da exibição. Outro grande acerto é o visual, principalmente nas sequências envolvendo Delevigne e sua Magia. A destruição que engloba grande parte da duração é muito bem-feita e enche os olhos, compensando a limitação da atriz no campo dramático. A trilha sonora repleta de hits criados para o filme e grandes clássicos do rock, se une com as imagens de modo orgânico, mas o uso excessivo do artificio acaba cansando com o tempo.

É como se, nos bastidores, estivesse ocorrendo uma briga entre a visão de diferentes mentes criativas perante a mesa de edição. Os trailers vendem um filme que difere gritantemente do resultado final, mostrando até cenas que ficaram provavelmente no chão da famigerada sala e sem o humor prometido. No desespero (e pressa) de ter uma franquia de sucesso, o resultado acabou saindo aquém do desejado, perdendo o fator “empolgação” junto ao espectador. A DC, na tentativa de agradar “gregos e troianos”, tenta emular o estilo da Marvel e não se preocupa em encontrar uma identidade própria, mesmo que negue veementemente o fato (até cena entre os créditos, servindo de ligação com a Liga da Justiça o filme tem). O tratamento mais cru e realista fez sucesso no passado e pode fazer novamente, adaptando, porém, a intensidade de tal crueza ao material da vez. É um filme que vale ser visto e que deve agradar ao grande público, mas está longe daquilo que poderia ser, em toda sua loucura épica, grifada em tons neons. As referências estão lá, os personagens também, mas a alma não. Em um filme repleto de vilões, o pior deles está do lado de fora da narrativa.

* O Série Maníacos assistiu ao filme a convite da Warner Bros Pictures Brasil

O papo sobre cinema não acaba aqui. Se você tem Telegram e quer continuar a conversa sobre cinema em todas as suas vertentes entre no Lounge Cinemaníacos! Você pode entrar em contato com a equipe de cinema do SM e com bastante gente legal que curte cinema! Nos encontramos lá!

  • Mro Ldsma

    pois é… era o receio que eu tinha, que o filme fosse diferente do que os trailers vendiam. mas vou assistir do mesmo jeito, so queria mesmo que a DC acertasse uma vez, so uma… e gostei da critica real, falando o que voce achou de verdade, mesmo sendo convidado pela warner.

    • Flavio Batista

      Cara, e nao ta dificil de fazer o melhor filme do universo DC. os caras tem os direitos de todos os personagens, ta no começo ainda e nao tem nenhum grande filme (da DC, pelo menos), pra ficar sendo comparado.
      Alguma hora alguem vai acertar, nao é possivel!

  • Mro Ldsma

    pois é… era o receio que eu tinha, que o filme fosse diferente do que os trailers vendiam. mas vou assistir do mesmo jeito, so queria mesmo que a DC acertasse uma vez, so uma… e gostei da critica real, falando o que voce achou de verdade, mesmo sendo convidado pela warner.

    • Flavio Batista

      Cara, e nao ta dificil de fazer o melhor filme do universo DC. os caras tem os direitos de todos os personagens, ta no começo ainda e nao tem nenhum grande filme (da DC, pelo menos), pra ficar sendo comparado.
      Alguma hora alguem vai acertar, nao é possivel!

  • Mariane

    O Pablo Villaça definiu o filme como bosta. É, parece que ele tem mesmo razão.

  • Mariane

    O Pablo Villaça definiu o filme como bosta. É, parece que ele tem mesmo razão.

  • matheus

    Mesmo com o resultado de BvS não esperava isso de Esquadrão Suicida…

  • matheus

    Mesmo com o resultado de BvS não esperava isso de Esquadrão Suicida…

  • Ranoel

    Está virando moda os filmes mostrarem o que tem de melhor nos seus trailers, o que nos faz passar todo o filme esperando aquela sensação que tivemos no trailer (the boy; BvS). Infelizmente os trailers têm vendido um produto que não é entregue pela produção.

  • Ranoel

    Está virando moda os filmes mostrarem o que tem de melhor nos seus trailers, o que nos faz passar todo o filme esperando aquela sensação que tivemos no trailer (the boy; BvS). Infelizmente os trailers têm vendido um produto que não é entregue pela produção.

  • Marcos Bastos

    Esse era meu filme de herói mais esperado do ano. Agora não sei o que pensar. Deposito minhas esperanças em Doutor Estranho.

    • vinland

      Amigo, essa nao passa de uma opiniao de outra pessoa que assistiu ao filme. Nao deixe se influenciar. Eu estou super empolgado ainda, com meu ingresso guardado na carteira, louco pra chegar sabado logo.

  • Marcos Bastos

    Esse era meu filme de herói mais esperado do ano. Agora não sei o que pensar. Deposito minhas esperanças em Doutor Estranho.

    • vinland

      Amigo, essa nao passa de uma opiniao de outra pessoa que assistiu ao filme. Nao deixe se influenciar. Eu estou super empolgado ainda, com meu ingresso guardado na carteira, louco pra chegar sabado logo.

  • vinland

    Gente eu li os comentarios das pessoas aqui. Vcs nem viram o filme ainda pra achar ele ruim. O lucas como qualquer outra pessoa, apenas deu a opiniao dele sobre o filme, com essa critica. Deixem de ser influenciados e vao assistir o filme. Estou super ansioso pra que sabado chegue logo.

  • vinland

    Gente eu li os comentarios das pessoas aqui. Vcs nem viram o filme ainda pra achar ele ruim. O lucas como qualquer outra pessoa, apenas deu a opiniao dele sobre o filme, com essa critica. Deixem de ser influenciados e vao assistir o filme. Estou super ansioso pra que sabado chegue logo.

  • Michelle

    A equipe de marketing fez um ótimo trabalho, me deixaram super empolgada pra assistir o filme e o resultado foi eu saindo do cinema decepcionada.

  • Michelle

    A equipe de marketing fez um ótimo trabalho, me deixaram super empolgada pra assistir o filme e o resultado foi eu saindo do cinema decepcionada.

  • Guigo Rocha

    O grande problema do cinema hoje é pasteurização. Não se aceita mais que coisas diferentes sejam feitas de forma diferentes e sejam apresentadas de forma diferentes. Diria até que o cinema foi atingido pelo politicamente correto: esse é o padrão, siga.
    Esquadrão suicida sofre sim de alguma muletas criativas, como por exemplo a redenção forçada de 2 vilões e o final que destoa do restante do filme.
    Mas, vamos aos argumentos:
    1. O povo está reclamando da montagem do filme, dizendo que é confuso e que fragmenta a narrativa. Não vi pessoas reclamando da montagem do Homem Formiga, que é fragmentada todo tempo pelas gags ou de Deadpool, que é amarrado pura e unicamente com a quebra da 4º parede a cada 2 cenas;
    2. Vi muitas reclamações pela falta de uso/impacto dos vilões. thanos está sendo cozido por quanto filmes mesmo? E o que foi o Ultron? Malekith? Não vamos nem falar do Destruidor do Thor 1, não é mesmo? Ou então do vilão de HdF 3?
    3. Percebi um ranço proveniente de BvsS em muitas críticas, dizendo que o tom do filme não é o que prometeu. Sério, pessoal: Guerra Civil também prometeu um filme que ia mudar o Status Quo dos heróis, prometendo inclusive uma morte impactante. Cadê?
    4. Nota-se uma má vontade em relação ao universo DC. Tenho certeza de que se Esquadrão Suicida, sendo o filme que é, tivesse o selo Marvel Studios, com certeza teria: +90% no Rotten Tomatoes, recorde de bilheteria e os críticos estariam em polvorosa babando ovo do diretor. Guardiões da Galáxia com seu final Ursinho Carinhoso e sua lógica totalmente ilógica foi ovacionado por público e crítica, e ninguém se pergunta se era mesmo necessário explicações tão repetitivas e expositivas sobre o que estava sendo mostrado;
    5. Algum dos que está reclamando da forma de apresentação de personagens já parou pra se perguntar que o filme fez EXATAMENTE a mesma coisa que foi feita em Guardiões da Galáxia e Deadpool, 2 filmes totalmente adulados pela crítica?

    Sim, eu usei exemplos da Marvel pra provar que no fundo, por mais qualidades que tenha um filme da DC, ele sempre vai estar à sobra da Marvel porque as pessoas querem que ele assim esteja. As pessoas querem que ele respeite um padrão, uma forma e um conteúdo.

    E eu já temo pela Mulher Maravilha que mesmo vindo antes, vai ser comparada e subestimada ao que a Marvel fará com a Capitã Marvel.

    • Euron_Greyjoy

      Até aqui os fãs da DC vem reclamar, conspiração contra a DC blá blá blá

      • Guigo Rocha

        Não sou fã da DC, fera. Sou fã de filmes de super heróis.
        O que você pode estar confundindo é o fato de eu defender filmes de super heróis e que esses sofram de críticas coerentes com o fato de eu poder ser um fã xiita em sua visão.
        Cara, se toca: tem crítico recriminando o argumento de Esquadrão suicida que elogiou o roteiro de Need for Speed e Transformers.

        • Euron_Greyjoy

          O que estou percebendo é que a minoria tá aliviando o filme, mas ainda sim irei assistir. E o meu comentário foi em cima disso que tu escreveu: “Nota-se uma má vontade em relação ao universo DC”
          Deu a entender que se a crítica detona o filme é pq é da Warner/DC e não pq o filme é ruim

          • Guigo Rocha

            Mas há sim uma má vontade da crítica com a DC. Isso é notório. Tanto que vários pontos dos filmes da DC são execrados e, quando ocorrem nos filmes da Marvel são ignorados.
            Como a ler as críticas com mais sendo crítico que você vai ver que a má edição nos filmes da DC são sinônimo de bagunça e desorganização. Nos filmes da Marvel são uma maneira de dar dinamismo e agilidade na narrativa.

          • Andre Ramos

            Nao concordo com voce. Sou super fã da DC, adoro os seriados da CW que são um lixo mas entretém, mas nao da pra defender os filmes. BvS eh uma chatice de 2hs de duracao mas que fica legal na última hora enquanto os filmes da Marvel divertem. Essa eh a diferença. Como falou o amigo acima – se TODOS os criticos, inclusive o Diego daqui da qual respeito bastante suas opinioes criticam, eh porque a DC nao sabe utilizar o enorme potencial que tem para criar suas historias na telona.

        • Carolina Alvarenga

          Pois é.

    • Flavio Batista

      Pra vc ver… e nem com esse “padrão” q vc tanto fala, os caras da DC conseguem copiar direito…
      Concordo com vc de que essa pasteurizaçao enche o saco. os caras deveriam ter continuado na pegada q estava desde o primeiro trailer.

    • Kico Moraes

      Então a reclamação é pq a Marvel fez ANTES, tudo o que a DC hoje tenta copiar… Concordo!

      • Guigo Rocha

        Com certeza cara, tem que concordar mesmo.
        O filme da Capitã Marvel que o diga.
        Thanos então… nem se fala…

    • Junior Silva

      “Nota-se uma má vontade em relação ao universo DC.”

      Estava indo bem, até começar esse papo genérico de perseguição. Até parece que a crítica mundial teria perseguição com o maior estúdio de hollywood, que é a warner.

      • Carolina Alvarenga

        E desde quando algum vilão da Marvel tem bons motivos de ser vilões, o ultron foi bom vilao? A personagem feiticeira foi boa? Eu achei horrível esse ultron nem sei que argumento ele tinha pra ser vilão

        • Junior Silva

          E eu falei por acaso da marvel? Estou falando desse conto de fadas de perseguição a DC/warner.

          • Carolina Alvarenga

            Eu não vejo toda essa má vontade dos críticos com os filmes da Marvel, na DC os vilões são ruins, tem ma edição, desde quando o ultron teve uma excelente motivação ou desce a lenha em todos ou em nenhum crítica é subjetiva e opiniões pessoais, cade imparcialidade desses críticos sem contar que tem milhares de filmes 10x pior com excelente nota

          • Junior Silva

            Mas Avengers 2 foi criticado, não tanto quanto esses dois filmes recentes da DC.

            Mas se analisar bem, BvS e esquadrão tem muito mais problemas que avenges 2.

          • Carolina Alvarenga

            Batfamily carrega a DC nas costas

          • Junior Silva

            Até que não. É falta de planejamento da DC mesmo. Dá para a DC fazer um puta sucesso com o seu universo. Dá para fazer até mais do que a marvel. Os seus personagens são melhores, na minha opinião. O problema foi que eles começaram o universo deles de forma muito errada.

    • Kin Jordan

      Praticamente todos os filmes da Marvel que você citou foram bem criticados, então o argumento de “perseguição à DC” já perde todo sentido. Depois que a DC começar a lançar filmes bons, como a Marvel já conseguiu com alguns, e a própria DC com outros, a crítica deixa de cair em cima. O problema é que engatou uma sequência de filmes medianos, aí fica complicado defender mesmo.

      • Guigo Rocha

        Me assusta perceber que os problemas de Thor 1 e 2, HdF 2 e 3 sejam “esquecidos”, dizendo que o filme “é bom, entretém e representa o heróis da maneira mais completa”.

        Sério, Thor 1 e 2 são dois dos filmes mais constrangedores de super heróis já feito.
        Eu não vou dar continuidade nessa discussão. Só entende quem quer entender, mas gostaria muito de ler um texto onde, com argumentação sólida, alguém explicasse porque:
        1. A descaracterização que a Marvel fez do Thor é tão superior à que a DC fez do Superman?
        2. A trama de HdF 2 e 3 e ambos os Hulks (onde o último é um fiapo de argumento, que nada tem de original) não foram massacrados como BvsS e ES?
        3. As tentativas da DC de fazer algo diferente são sempre nulas, nunca são consideradas como pelo menos uma tentativa e são vistas como erro, e as tentativas da Marvel sempre são interessantes, ovacionadas e valorizadas?
        4. Tem gente falando mal da Vilã do filme. Da vilã cara. Que ela não é uma ameaça real para o esquadrão suicida. Cara, o Malekith foi derrotado por uma invenção da Jane Foster. Malekith, o maldito… o elfo negro supremo da porra toda foi derrotado por uma engenhoca saída do jogo Portal. O que falar então do Jaqueta Amarela, que era um menino mimado revoltado por não ser o preferido do papai Pym?

        Sério cara, eu não estou dizendo que os filmes da DC são perfeitos. Eles tem MUITO defeitos. Mas eu digo que os filmes da Marvel tem tantos ou mais e ninguém dá bola, todo mundo consome sem questionar… ESSE é o problema.

        • uma pergunta: apontar os erros dos filmes da marvel torna esquadrao um filme menos desastroso? não to entendendo bem qual o objetivo

          • Guigo Rocha

            O objetivo é que não se use “dois pesos, duas medidas”.
            O erro de uma não exime o erro da outra, mas a partir do momento que “maquiamos” o erro de um e explicitamos o de outro, estamos sim sendo imparciais.

            Digamos que é o mesmo que meter o pau na Dilma e puxar o saco do Temer, do Aécio, do Renan, do Sarney…

        • se vc acha que um critico é hipocrita: criticou algo q existe em esquadrao e não criticou a mesma coisa q existe em filmes da Marvel, irreleve a opinao desse critico. tipo, supera cara kkkk

        • E assim, eu acompanho vários criticos q considero imparciais. procure o seu e seja feliz. ou viva sem ler criticas, tanto faz. só get over it.

        • Carolina Alvarenga

          Eu concordo com vc é quem é mais velho não vê graça em nenhum filme Marvel/ Disney o único que ri de fato foi o deadpoll que tem uma história bem rasa e batida com aquele final ” salvar a Lois Lane” Vanessa no caso

        • Kin Jordan

          Cara, você se assusta com receptividade de filme? Ainda mais blockbusters? Parece que é bem mais pessoal do que você quer aparentar, huehuehue.

          Como assim as críticas foram esquecidas? São filmes lançados há alguns anos, mas continuam com os mesmos problemas ué. Diferente de BvS e ES, ambos lançados bem recentemente. Daqui a alguns anos, as críticas destes também serão “esquecidas”, pois existirão filmes recém-lançados para serem criticados (seja da Marvel, seja da DC). Alguém ainda fica pincelando os problemas de Catwoman ou Superman Returns? Acho que não, né?!

          Existe algo chamado hype, e quando uma produtora decide fazer um filme trazendo um duelo entre os dois heróis mais populares que existem, não tem como o hype não ir para a estratosfera. Por isso a decepção é muito maior em casos como esse. E por isso a crítica cai em cima sim. Um filme com hype grande potencializa isso. Homem Formiga por exemplo, apesar de possuir alguns problemas, chegou sem qualquer expectativa. Nesse caso é comum as qualidades serem mais citadas do que os defeitos. A crítica costuma ser assim com TUDO, e não apenas por ser DC.

          Sobre questões como vilões, cara a Marvel já foi bem criticada por isso. Foi a maior crítica para Vingadores 2 inclusive. Eu tenho a impressão de que as pessoas que tentam defender a DC com comparações à Marvel é que fingem que os filmes da Marvel são imunes à críticas, quando não foram/são.

          Por isso continuo não concordando com esse argumento de “perseguição à DC”. Do mesmo jeito que também poderia afirmar que “só vê perseguição quem quer”.

          Simplesmente não consigo imaginar motivos para críticos perseguirem uma ou outra editora, quando a maioria deles estão analisando o filme como sendo um filme, e cagando pra rivalidade que existem mais por causa dos fãs do que por qualquer outra coisa.

          • Ane

            Rivalidade é coisa bem de fanboy tosco, mas a galera acha que todo mundo tem que ser ou preto ou branco, para poder brigar com o branco se tu for do preto e etc.
            Aqui existe cagadas repetidas pelas duas produtoras em seus filmes que são simplesmente fruto do trabalho viciado de tais profissionais e só por isso sai um “perfil”. E se a empresa segue mantendo o que foi escrachado antes, vai levar mais bomba ainda, simples.
            Mulher gato é uma das piores coisas que eu já vi e Superman Returns é tão fraco que nem impressão para eu manifestar agora tenho, assim como os Hulk solo que lançaram antes, e como tu disse ninguém nem lembra deles mais. Existe o que chama público no momento, e os caras acabam dando ainda mais moral para isso, mas logo passa. Com exceção de Civil War, que foi consistente e forte mas nada de perfeito, essa fase da Marvel foi bem blergh eu acho, e só quem trata como se fosse maravilha é só quem quer dizer que é super ruim. Tipo, oi? Simplesmente não faz o mínimo sentido essa lógica.

        • Junior Silva

          Engraçado que a crítica paga um pau do caralho para a trilogia do nolan, que são baitas filmes, diga-se de passagem. Só nisso o seu argumento cai por terra.

          • Kin Jordan

            Pois é, quando a crítica fala bem tá tudo de boas, quando fala mal, é perseguição da mídia.

          • Junior Silva

            Esses caras são malucos. Veem conspiração em tudo.

        • Ane

          Sabe que eu pendo bastante para o lado da Marvel Marvel mesmo no cinema por um único motivo: edição.
          Falhas TODOS têm, mas que a história faça sentido.
          Acho GdG superestimado de mais, simplesmente não posso com Deadpool, até que gostei muito de Homem de Aço para uma história em que efetivamente muito pouco acontece e provavelmente sou a única pessoa que gostou um pouco de homem de ferro 2, mas ao menos todos eles tem uma ordem. A história começa no ponto a, passa pelos b e c e finaliza no d, tudo progredindo encaixado. Isso é a principal falha da Warner agora, e não tom diferente nem nível de vilão. Tanto que o de BvS acho extremamente precipitado para aparecer, mas né.
          Sendo sincera, não entendi absolutamente porra nenhuma de BvS: aparentemente Lex mexeu tão bem seus pauzinhos que nem o público conseguiu ver o que ele fez para manipular todo mundo. Não quero ter que entender gastando ainda mais e perdendo uma noite inteira vendo extras, quero entender o filme oficial que eu paguei para ver. Henry Cavill é limitadinho mas acho ridículo deixar o cara com umas duas falas no filme para dar destaque para o Batman do Ben Affleck, que é o Ben Affleck. Ainda mais que uma dessas falas é a coisa ridícula do Marta. Se dois dos caras mais fodas do universo de super heróis peleiam, o mínimo que se pode pedir é que seja plausível e que termine plausível. Não um deles dizer para não matar a fulana do nome sagrado e pronto, nasceu a broderagem do século. Fora mais muitos detalhes pequenos como o papel da Lois de salvar a pátria e fazer cagadas em níveis que sempre aparecem mais do que o Superhomem. E o excesso de CGI que dá agonia. Se fossem só por trailers, HdA, BvS e já JdL seriam épicos, mas os dois que já foram lançados não tem sequência lógica para dar sustentação. E arrisco dizer que em ES aconteceu a mesma coisa, e por isso pegaram mais pesado, por que é de novo isso.
          Filme assim não se sustenta, não importa muito das outras características. Não consigo achar que as críticas pegaram pesado demais se entregam isso aí.
          DC entrou com alguns nomes de peso em ES, e Margot e Will Smith amor eterno se seguraram tranquilamente unânimes. Marvel vai responder entrando mais pesado na fase IV do que na III, com elencos excepcionais como em Doutor Estranho e Pantera Negra. E assim a banda toca. Se vai prestar ou não enquanto história, só no corte final da edição e não nos trailers.

    • Carolina Alvarenga

      Assino embaixo

  • Guigo Rocha

    O grande problema do cinema hoje é pasteurização. Não se aceita mais que coisas diferentes sejam feitas de forma diferentes e sejam apresentadas de forma diferentes. Diria até que o cinema foi atingido pelo politicamente correto: esse é o padrão, siga.
    Esquadrão suicida sofre sim de alguma muletas criativas, como por exemplo a redenção forçada de 2 vilões e o final que destoa do restante do filme.
    Mas, vamos aos argumentos:
    1. O povo está reclamando da montagem do filme, dizendo que é confuso e que fragmenta a narrativa. Não vi pessoas reclamando da montagem do Homem Formiga, que é fragmentada todo tempo pelas gags ou de Deadpool, que é amarrado pura e unicamente com a quebra da 4º parede a cada 2 cenas;
    2. Vi muitas reclamações pela falta de uso/impacto dos vilões. thanos está sendo cozido por quanto filmes mesmo? E o que foi o Ultron? Malekith? Não vamos nem falar do Destruidor do Thor 1, não é mesmo? Ou então do vilão de HdF 3?
    3. Percebi um ranço proveniente de BvsS em muitas críticas, dizendo que o tom do filme não é o que prometeu. Sério, pessoal: Guerra Civil também prometeu um filme que ia mudar o Status Quo dos heróis, prometendo inclusive uma morte impactante. Cadê?
    4. Nota-se uma má vontade em relação ao universo DC. Tenho certeza de que se Esquadrão Suicida, sendo o filme que é, tivesse o selo Marvel Studios, com certeza teria: +90% no Rotten Tomatoes, recorde de bilheteria e os críticos estariam em polvorosa babando ovo do diretor. Guardiões da Galáxia com seu final Ursinho Carinhoso e sua lógica totalmente ilógica foi ovacionado por público e crítica, e ninguém se pergunta se era mesmo necessário explicações tão repetitivas e expositivas sobre o que estava sendo mostrado;
    5. Algum dos que está reclamando da forma de apresentação de personagens já parou pra se perguntar que o filme fez EXATAMENTE a mesma coisa que foi feita em Guardiões da Galáxia e Deadpool, 2 filmes totalmente adulados pela crítica?

    Sim, eu usei exemplos da Marvel pra provar que no fundo, por mais qualidades que tenha um filme da DC, ele sempre vai estar à sobra da Marvel porque as pessoas querem que ele assim esteja. As pessoas querem que ele respeite um padrão, uma forma e um conteúdo.

    E eu já temo pela Mulher Maravilha que mesmo vindo antes, vai ser comparada e subestimada ao que a Marvel fará com a Capitã Marvel.

    • Euron_Greyjoy

      Até aqui os fãs da DC vem reclamar, conspiração contra a DC blá blá blá

      • Guigo Rocha

        Não sou fã da DC, fera. Sou fã de filmes de super heróis.
        O que você pode estar confundindo é o fato de eu defender filmes de super heróis e que esses sofram de críticas coerentes com o fato de eu poder ser um fã xiita em sua visão.
        Cara, se toca: tem crítico recriminando o argumento de Esquadrão suicida que elogiou o roteiro de Need for Speed e Transformers.

        • Euron_Greyjoy

          O que estou percebendo é que a minoria tá aliviando o filme, mas ainda sim irei assistir. E o meu comentário foi em cima disso que tu escreveu: “Nota-se uma má vontade em relação ao universo DC”
          Deu a entender que se a crítica detona o filme é pq é da Warner/DC e não pq o filme é ruim

          • Guigo Rocha

            Mas há sim uma má vontade da crítica com a DC. Isso é notório. Tanto que vários pontos dos filmes da DC são execrados e, quando ocorrem nos filmes da Marvel são ignorados.
            Como a ler as críticas com mais sendo crítico que você vai ver que a má edição nos filmes da DC são sinônimo de bagunça e desorganização. Nos filmes da Marvel são uma maneira de dar dinamismo e agilidade na narrativa.

          • Andre Ramos

            Nao concordo com voce. Sou super fã da DC, adoro os seriados da CW que são um lixo mas entretém, mas nao da pra defender os filmes. BvS eh uma chatice de 2hs de duracao mas que fica legal na última hora enquanto os filmes da Marvel divertem. Essa eh a diferença. Como falou o amigo acima – se TODOS os criticos, inclusive o Diego daqui da qual respeito bastante suas opinioes criticam, eh porque a DC nao sabe utilizar o enorme potencial que tem para criar suas historias na telona.

        • Carolina Alvarenga

          Pois é.

    • Flavio Batista

      Pra vc ver… e nem com esse “padrão” q vc tanto fala, os caras da DC conseguem copiar direito…
      Concordo com vc de que essa pasteurizaçao enche o saco. os caras deveriam ter continuado na pegada q estava desde o primeiro trailer.

    • Kico Moraes

      Então a reclamação é pq a Marvel fez ANTES, tudo o que a DC hoje tenta copiar… Concordo!

      • Guigo Rocha

        Com certeza cara, tem que concordar mesmo.
        O filme da Capitã Marvel que o diga.
        Thanos então… nem se fala…

    • Junior Silva

      “Nota-se uma má vontade em relação ao universo DC.”

      Estava indo bem, até começar esse papo genérico de perseguição. Até parece que a crítica mundial teria perseguição com o maior estúdio de hollywood, que é a warner.

      Quando é uma ou outra crítica que dá nota baixa a um filme, até que vai. Agora, quando é UNANIMIDADE, todas as críticas falarem mal de um filme, é porque tem alguma coisa errada, cara.

      • Carolina Alvarenga

        E desde quando algum vilão da Marvel tem bons motivos de ser vilões, o ultron foi bom vilao? A personagem feiticeira foi boa? Eu achei horrível esse ultron nem sei que argumento ele tinha pra ser vilão

        • Junior Silva

          E eu falei por acaso da marvel? Estou falando desse conto de fadas de perseguição a DC/warner.

          • Carolina Alvarenga

            Eu não vejo toda essa má vontade dos críticos com os filmes da Marvel, na DC os vilões são ruins, tem ma edição, desde quando o ultron teve uma excelente motivação ou desce a lenha em todos ou em nenhum crítica é subjetiva e opiniões pessoais, cade imparcialidade desses críticos sem contar que tem milhares de filmes 10x pior com excelente nota

          • Junior Silva

            Mas Avengers 2 foi criticado, não tanto quanto esses dois filmes recentes da DC.

            Mas se analisar bem, BvS e esquadrão tem muito mais problemas que avenges 2.

          • Carolina Alvarenga

            Batfamily carrega a DC nas costas

          • Junior Silva

            Até que não. É falta de planejamento da DC mesmo. Dá para a DC fazer um puta sucesso com o seu universo. Dá para fazer até mais do que a marvel. Os seus personagens são melhores, na minha opinião. O problema foi que eles começaram o universo deles de forma muito errada.

    • Kin Jordan

      Praticamente todos os filmes da Marvel que você citou foram bem criticados, então o argumento de “perseguição à DC” já perde sentido. Depois que a DC começar a lançar filmes bons, como a Marvel já conseguiu com alguns, e a própria DC com outros, a crítica deixa de cair em cima. O problema é que engatou uma sequência de filmes medianos, aí fica complicado defender mesmo.

      • Guigo Rocha

        Me assusta perceber que os problemas de Thor 1 e 2, HdF 2 e 3 sejam “esquecidos”, dizendo que o filme “é bom, entretém e representa o heróis da maneira mais completa”.

        Sério, Thor 1 e 2 são dois dos filmes mais constrangedores de super heróis já feito.
        Eu não vou dar continuidade nessa discussão. Só entende quem quer entender, mas gostaria muito de ler um texto onde, com argumentação sólida, alguém explicasse porque:
        1. A descaracterização que a Marvel fez do Thor é tão superior à que a DC fez do Superman?
        2. A trama de HdF 2 e 3 e ambos os Hulks (onde o último é um fiapo de argumento, que nada tem de original) não foram massacrados como BvsS e ES?
        3. As tentativas da DC de fazer algo diferente são sempre nulas, nunca são consideradas como pelo menos uma tentativa e são vistas como erro, e as tentativas da Marvel sempre são interessantes, ovacionadas e valorizadas?
        4. Tem gente falando mal da Vilã do filme. Da vilã cara. Que ela não é uma ameaça real para o esquadrão suicida. Cara, o Malekith foi derrotado por uma invenção da Jane Foster. Malekith, o maldito… o elfo negro supremo da porra toda foi derrotado por uma engenhoca saída do jogo Portal. O que falar então do Jaqueta Amarela, que era um menino mimado revoltado por não ser o preferido do papai Pym?

        Sério cara, eu não estou dizendo que os filmes da DC são perfeitos. Eles tem MUITO defeitos. Mas eu digo que os filmes da Marvel tem tantos ou mais e ninguém dá bola, todo mundo consome sem questionar… ESSE é o problema.

        • uma pergunta: apontar os erros dos filmes da marvel torna esquadrao um filme menos desastroso? não to entendendo bem qual o objetivo

          • Guigo Rocha

            O objetivo é que não se use “dois pesos, duas medidas”.
            O erro de uma não exime o erro da outra, mas a partir do momento que “maquiamos” o erro de um e explicitamos o de outro, estamos sim sendo imparciais.

            Digamos que é o mesmo que meter o pau na Dilma e puxar o saco do Temer, do Aécio, do Renan, do Sarney…

        • se vc acha que um critico é hipocrita: criticou algo q existe em esquadrao e não criticou a mesma coisa q existe em filmes da Marvel, irreleve a opinao desse critico. tipo, supera cara kkkk

        • E assim, eu acompanho vários criticos q considero imparciais. procure o seu e seja feliz. ou viva sem ler criticas, tanto faz. só get over it.

        • Carolina Alvarenga

          Eu concordo com vc é quem é mais velho não vê graça em nenhum filme Marvel/ Disney o único que ri de fato foi o deadpoll que tem uma história bem rasa e batida com aquele final ” salvar a Lois Lane” Vanessa no caso

        • Kin Jordan

          Cara, você se assusta com receptividade de filme? Ainda mais blockbusters? Parece que é bem mais pessoal do que você quer aparentar, huehuehue.

          Como assim as críticas foram esquecidas? São filmes lançados há alguns anos, mas continuam com os mesmos problemas ué. Diferente de BvS e ES, ambos lançados bem recentemente. Daqui a alguns anos, as críticas destes também serão “esquecidas”, pois existirão filmes recém-lançados para serem criticados (seja da Marvel, seja da DC). Alguém ainda fica pincelando os problemas de Catwoman ou Superman Returns? Acho que não, né?!

          Existe algo chamado hype, e quando uma produtora decide fazer um filme trazendo um duelo entre os dois heróis mais populares que existem, não tem como o hype não ir para a estratosfera. Por isso a decepção é muito maior em casos como esse. E por isso a crítica cai em cima sim. Um filme com hype grande potencializa isso. Homem Formiga por exemplo, apesar de possuir alguns problemas, chegou sem qualquer expectativa. Nesse caso é comum as qualidades serem mais citadas do que os defeitos. A crítica costuma ser assim com TUDO, e não apenas por ser DC.

          Sobre questões como vilões, cara a Marvel já foi bem criticada por isso. Foi a maior crítica para Vingadores 2 inclusive. Eu tenho a impressão de que as pessoas que tentam defender a DC com comparações à Marvel é que fingem que os filmes da Marvel são imunes à críticas, quando não foram/são.

          Por isso continuo não concordando com esse argumento de “perseguição à DC”. Do mesmo jeito que também poderia afirmar que “só vê perseguição quem quer”.

          Simplesmente não consigo imaginar motivos para críticos perseguirem uma ou outra editora, quando a maioria deles estão analisando o filme como sendo um filme, e cagando pra rivalidade que existem mais por causa dos fãs do que por qualquer outra coisa.

          • Ane

            Rivalidade é coisa bem de fanboy tosco, mas a galera acha que todo mundo tem que ser ou preto ou branco, para poder brigar com o branco se tu for do preto e etc.
            Aqui existe cagadas repetidas pelas duas produtoras em seus filmes que são simplesmente fruto do trabalho viciado de tais profissionais e só por isso sai um “perfil”. E se a empresa segue mantendo o que foi escrachado antes, vai levar mais bomba ainda, simples.
            Mulher gato é uma das piores coisas que eu já vi e Superman Returns é tão fraco que nem impressão para eu manifestar agora tenho, assim como os Hulk solo que lançaram antes, e como tu disse ninguém nem lembra deles mais. Existe o que chama público no momento, e os caras acabam dando ainda mais moral para isso, mas logo passa. Com exceção de Civil War, que foi consistente e forte mas nada de perfeito, essa fase da Marvel foi bem blergh eu acho, e só quem trata como se fosse maravilha é só quem quer dizer que é super ruim. Tipo, oi? Simplesmente não faz o mínimo sentido essa lógica.

        • Junior Silva

          Engraçado que a crítica paga um pau do caralho para a trilogia do nolan, que são baitas filmes, diga-se de passagem. Só nisso o seu argumento cai por terra.

          • Kin Jordan

            Pois é, quando a crítica fala bem tá tudo de boas, quando fala mal, é perseguição da mídia.

          • Junior Silva

            Esses caras são malucos. Veem conspiração em tudo.

        • Ane

          Sabe que eu pendo bastante para o lado da Marvel Marvel mesmo no cinema por um único motivo: edição.
          Falhas TODOS têm, mas que a história faça sentido.
          Acho GdG superestimado de mais, simplesmente não posso com Deadpool, até que gostei muito de Homem de Aço para uma história em que efetivamente muito pouco acontece e provavelmente sou a única pessoa que gostou um pouco de homem de ferro 2, mas ao menos todos eles tem uma ordem. A história começa no ponto a, passa pelos b e c e finaliza no d, tudo progredindo encaixado. Isso é a principal falha da Warner agora, e não tom diferente nem nível de vilão. Tanto que o de BvS acho extremamente precipitado para aparecer, mas né.
          Sendo sincera, não entendi absolutamente porra nenhuma de BvS: aparentemente Lex mexeu tão bem seus pauzinhos que nem o público conseguiu ver o que ele fez para manipular todo mundo. Não quero ter que entender gastando ainda mais e perdendo uma noite inteira vendo extras, quero entender o filme oficial que eu paguei para ver. Henry Cavill é limitadinho mas acho ridículo deixar o cara com umas duas falas no filme para dar destaque para o Batman do Ben Affleck, que é o Ben Affleck. Ainda mais que uma dessas falas é a coisa ridícula do Marta. Se dois dos caras mais fodas do universo de super heróis peleiam, o mínimo que se pode pedir é que seja plausível e que termine plausível. Não um deles dizer para não matar a fulana do nome sagrado e pronto, nasceu a broderagem do século. Fora mais muitos detalhes pequenos como o papel da Lois de salvar a pátria e fazer cagadas em níveis que sempre aparecem mais do que o Superhomem. E o excesso de CGI que dá agonia. Se fossem só por trailers, HdA, BvS e já JdL seriam épicos, mas os dois que já foram lançados não tem sequência lógica para dar sustentação. E arrisco dizer que em ES aconteceu a mesma coisa, e por isso pegaram mais pesado, por que é de novo isso.
          Filme assim não se sustenta, não importa muito das outras características. Não consigo achar que as críticas pegaram pesado demais se entregam isso aí.
          DC entrou com alguns nomes de peso em ES, e Margot e Will Smith amor eterno se seguraram tranquilamente unânimes. Marvel vai responder entrando mais pesado na fase IV do que na III, com elencos excepcionais como em Doutor Estranho e Pantera Negra. E assim a banda toca. Se vai prestar ou não enquanto história, só no corte final da edição e não nos trailers.

    • Carolina Alvarenga

      Assino embaixo

  • Leonardo Lourenço Tavares

    Isso é bom pra eu abaixar minhas expectativas. Talvez eu aproveite mais quando for assistir. Infelizmente a DC mudou de direção e vai passar a fazer mais filmes com toques de humor pq por algum motivo a culpa dos filmes da DC estarem saindo estranho não tem nada a ver com o tom mais sério de seus filmes. Sempre é o roteiro ou a edição e parece que refilmaram alguns trechos desse filme pra colocar mais humor nele e essas mudanças constantes de direção, assim como aconteceu com BvS que no inicio seria Homem de aço 2 e no fim saiu um trailer de 3 horas de liga da justiça, é que estão estragando esse começo do seus filmes. Agora é esperar pra ver se Mulher Maravilha e Liga da Justiça se saem bem, já que foram filmados depois dessa confusão toda

  • Leonardo Lourenço Tavares

    Isso é bom pra eu abaixar minhas expectativas. Talvez eu aproveite mais quando for assistir. Infelizmente a DC mudou de direção e vai passar a fazer mais filmes com toques de humor pq por algum motivo a culpa dos filmes da DC estarem saindo estranho não tem nada a ver com o tom mais sério de seus filmes. Sempre é o roteiro ou a edição e parece que refilmaram alguns trechos desse filme pra colocar mais humor nele e essas mudanças constantes de direção, assim como aconteceu com BvS que no inicio seria Homem de aço 2 e no fim saiu um trailer de 3 horas de liga da justiça, é que estão estragando esse começo do seus filmes. Agora é esperar pra ver se Mulher Maravilha e Liga da Justiça se saem bem, já que foram filmados depois dessa confusão toda

  • Igor Lisboa

    Eu vi o filme ontem. E tudo o que eu posso concluir é que ele não é a bomba que muitos críticos pintaram. É inegável que ele tem diversos erros, aliás nessa review a Magia é elogiada, sendo que pra mim, ELA É O PIOR ERRO DO FILME, uma vilã genérica, clichê, enfim é desastroso, outras coisas me incomodam como a fotografia extremamente escura do final, o uso exagerado de recursos como o “slow motion”, alguns personagens extremamente subaproveitados (Katana já era um personagem esperado que fosse assim, mas o Rick Flat é extremamente mal desenvolvido e um tanto avulso). Arlequina e Pistoleiro cumprem expectativas, já a Viola rouba a cena, de longe a personagem mais interessante do filme. Já o Coringa, sofreu com a produção do filme que gritou o nome dele aos quatro ventos, pintou ele como um personagem de destaque no filme, mas não fim, ele aparece de forma pontual e não deve passar de 15 minutos de tela. Ainda assim, eu gostei do trabalho do Jared e estou ansioso por mais do Coringa dele. Em suma, Esquadrão é um bom entretenimento vale a pena ir no cinema assistir, eu consegui me divertir.
    PS: Eu discordo totalmente que o Batman do Ben esteja saturado, e a participação dele no fim é uma boa forma de amarrar as pontas desse universo compartilhado da DC.
    PS2: Um aviso pra quem dizer responder ao meu comentário, na boa, não usem filme da Marvel como parâmetro ou argumento EM QUALQUER QUE SEJA O CASO (Elogio ou Crítica) eu não preciso de usar um filme da Marvel pra saber se um filme da DC é bom ou ruim, E VICE VERSA.

    • Lucas Fernandes

      Os elogios a Magia na crítica foram em relação aos efeitos visuais envolvidos na trama da personagem. Delevigne, como citado no texto, é muito limitada no campo da atuação. Outra atriz faria um trabalho muito melhor no lugar dela. A saturação do Batman é a respeito do personagem, não do ator que o faz.

      • Igor Lisboa

        Então, quanto a efeitos, eu fico um tanto dividido, enquanto em algumas cenas eu gostei (vide a cena da transformação no Pentágono) outros efeitos dela me desagradaram (vide a cena final). Já sobre o Batman eu falava do personagem mesmo (apesar de ter mencionado o nome do ator) eu achei uma decisão acertada do roteiro de colocar ele como o ponto de ligação dos outros filmes do universo DC.

  • Igor Lisboa

    Eu vi o filme ontem. E tudo o que eu posso concluir é que ele não é a bomba que muitos críticos pintaram. É inegável que ele tem diversos erros, aliás nessa review a Magia é elogiada, sendo que pra mim, ELA É O PIOR ERRO DO FILME, uma vilã genérica, clichê, enfim é desastroso, outras coisas me incomodam são a fotografia extremamente escura do final, o uso exagerado de recursos como o “slow motion”, alguns personagens extremamente subaproveitados (Katana já era um personagem esperado que fosse assim, mas o Rick Flag é extremamente mal desenvolvido e um tanto avulso). Arlequina e Pistoleiro cumprem expectativas, já a Viola rouba a cena, de longe a personagem mais interessante do filme.
    Já o Coringa, sofreu com a produção do filme que gritou o nome dele aos quatro ventos, pintou ele como um personagem de destaque no filme, mas no fim, ele aparece de forma pontual e não deve passar de 15 minutos de tela. Ainda assim, eu gostei do trabalho do Jared e estou ansioso por mais do Coringa dele. Em suma, Esquadrão é um bom entretenimento, vale a pena ir no cinema assistir, eu consegui me divertir.
    PS: Eu discordo totalmente que o Batman do Ben esteja saturado, e a participação dele no fim é uma boa forma de amarrar as pontas desse universo compartilhado da DC.
    PS2: Um aviso pra quem quiser responder ao meu comentário, na boa, não usem filme da Marvel como parâmetro ou argumento EM QUALQUER QUE SEJA O CASO (Elogio ou Crítica) eu não preciso de usar um filme da Marvel pra saber se um filme da DC é bom ou ruim, E VICE VERSA.

    • Lucas Fernandes

      Os elogios a Magia na crítica foram em relação aos efeitos visuais envolvidos na trama da personagem. Delevigne, como citado no texto, é muito limitada no campo da atuação. Outra atriz faria um trabalho muito melhor no lugar dela. A saturação do Batman é a respeito do personagem, não do ator que o faz.

      • Igor Lisboa

        Então, quanto a efeitos, eu fico um tanto dividido, enquanto em algumas cenas eu gostei (vide a cena da transformação no Pentágono) outros efeitos dela me desagradaram (vide a cena final). Já sobre o Batman eu falava do personagem mesmo (apesar de ter mencionado o nome do ator) eu achei uma decisão acertada do roteiro de colocar ele como o ponto de ligação dos outros filmes do universo DC.

  • Roberto Aprigio

    Acabei de assistir o filme e achei bom. Se o objetivo era entreter, o filme cumpre bem o papel. Acho que a crítica em geral pegou pesado com o filme, mas a comparação com a Trilogia de Nolan acaba elevando o padrão. Fizeram um filme bem mais próximo estilo “Marvel” e pra mim só não é melhor que os 3 Capitão América, Vingadores 1 e talvez o 2. A edição com certeza comprometeu, e o outro desenvolvimento dos personagens não foram tão profundos. Mas é dificil tentar fazero um filme comercial, com a sombra da Marvel e seu estilo divertido e ainda desenvolver meia dúzia de personagens complexos. Era melhor fazerem uma seria com a Netflix ou focar só 2 ou 3 personagens. Bem, a DC tem que buscar o tom da trilogia Nolan,Watchemen e uma hora eles acertam.

  • Roberto Aprigio

    Acabei de assistir o filme e achei bom. Se o objetivo era entreter, o filme cumpre bem o papel. Acho que a crítica em geral pegou pesado com o filme, mas a comparação com a Trilogia de Nolan acaba elevando o padrão. Fizeram um filme bem mais próximo do estilo “Marvel” e pra mim só não é melhor que os 3 Capitão América, Vingadores 1 e talvez o 2. A edição com certeza comprometeu, e o desenvolvimento dos personagens não foram tão profundos de fato. Mas é dificil tentar fazer um filme comercial, com a sombra da Marvel e seu estilo divertido e ainda desenvolver meia dúzia de personagens complexos. Melhor seria fazerem uma serie com a Netflix ou focar só 2 ou 3 personagens. Bem, a DC tem que buscar o tom da trilogia Nolan,Watchmen e uma hora eles acertam.

  • João

    E ainda tinha gente dizendo q esse Coringa do Leto superaria o do Ledger kkkkkkkkkkkkkkkk!!!!!

    • marcelo

      Coringa do Ledger teve um filme inteiro pra se desenvolver, já o do Leto teve no máximo 10 minutos de aparição, acho que a comparação não é válida.

      • João

        O leto nas cenas q tem com a arquelina é totalmente ofuscado por ela!!! E quando o Coringa é ofuscado por outro personagem é prova de q algo não está certo.

        Podia ter ele por duas horas no filme q ele continuaria sendo ofuscado!!! O coringa do Ledger foi o contrário!!!

        Não é questão de tempo em tela, mas de atuação msm!!! Leto é um ótimo ator, mas o coringa dele não foi bom!!!!

      • Caraca, a participação dele é tão pequena assim? :O

    • Eu acho injusto comparar, justamente pelo o que já comentaram: ele não teve tempo suficiente de tela. Se um dia chegarmos a ver ele ganhando mais espaço, aí sim fica mais… justo avaliar quem é melhor ou pior.

    • Mateus Pereira

      Ledger foi bom, mas o melhor foi Jack Nicholson.

  • João

    E ainda tinha gente dizendo q esse Coringa do Leto superaria o do Ledger kkkkkkkkkkkkkkkk!!!!!

    • marcelo

      Coringa do Ledger teve um filme inteiro pra se desenvolver, já o do Leto teve no máximo 10 minutos de aparição, acho que a comparação não é válida.

      • João

        O leto nas cenas q tem com a arquelina é totalmente ofuscado por ela!!! E quando o Coringa é ofuscado por outro personagem é prova de q algo não está certo.

        Podia ter ele por duas horas no filme q ele continuaria sendo ofuscado!!! O coringa do Ledger foi o contrário!!!

        Não é questão de tempo em tela, mas de atuação msm!!! Leto é um ótimo ator, mas o coringa dele não foi bom!!!!

      • Caraca, a participação dele é tão pequena assim? :O

    • Eu acho injusto comparar, justamente pelo o que já comentaram: ele não teve tempo suficiente de tela. Se um dia chegarmos a ver ele ganhando mais espaço, aí sim fica mais… justo avaliar quem é melhor ou pior.

    • Mateus Pereira

      Ledger foi bom, mas o melhor foi Jack Nicholson.

  • marcelo

    Gostei do filme, achei até redondinho e realmente com o roteiro raso, mas já vi isso em vários outros filmes baseados em comics então relevo, fiquei sentindo falta do tom épico (no caso seria a alma do filme) que a DC Comics sempre traz pros fãs, mas valeu meu ingresso. Aliás, ótima crítica, bem construtiva e sem os exageros que li pela internet.

  • marcelo

    Gostei do filme, achei até redondinho e realmente com o roteiro raso, mas já vi isso em vários outros filmes baseados em comics então relevo, fiquei sentindo falta do tom épico (no caso seria a alma do filme) que a DC Comics sempre traz pros fãs, mas valeu meu ingresso. Aliás, ótima crítica, bem construtiva e sem os exageros que li pela internet.

  • matheus

    Eu gostei do filme, o estilo bem diferente de BvS (q eu gostei pra caramba) mais leve e engraçado, tomara q a DC vá por esse cominho de cada filme ter um estilo diferente. E q Esquadrão Suicida faço uma boa bilheteria pra ter continuação!!

  • matheus

    Eu gostei do filme, o estilo bem diferente de BvS (q eu gostei pra caramba) mais leve e engraçado, tomara q a DC vá por esse caminho de cada filme ter um estilo diferente. E q Esquadrão Suicida faço uma boa bilheteria pra ter continuação!!

  • matheus

    minhas notas de filme de HQ que saiu esse ano:
    – Deadpool = 7,5
    – Batman vs superman = 8,0
    – civil war = 6,5
    – x men apocalipse = 7,5
    – Suicide Squad = 7,0

    • – Deadpool – 8,5
      – Batman V Superman – 6,0 no cinema e 7,0 na versão do Blu-ray.
      – Civil War – 9,0
      – Esquadrão Suicida – 7,0
      – X-Men: Apocalipse – 5,5

  • matheus

    minhas notas de filme de HQ que saiu esse ano:
    – Deadpool = 7,5
    – Batman vs superman = 8,0
    – civil war = 6,5
    – x men apocalipse = 7,5
    – Suicide Squad = 7,0

    • – Deadpool – 8,5
      – Batman V Superman – 6,0 no cinema e 7,0 na versão do Blu-ray.
      – Civil War – 9,0
      – Esquadrão Suicida – 7,0
      – X-Men: Apocalipse – 5,5

  • Juliano Guilherme

    Esquadrão Mimimi.

    Por toda a internet rondam os falatórios sobre o fiasco de Esquadrão Suicida, filme da parceria Warner e DC Comics que coloca um grupo de vilões para salvar o mundo de uma ameaça a vida na Terra.
    De falta de temática, erro em edição até total incompetência da empresa fui ao cinema bombardeado de críticas negativas e esperando o mesmo fiasco de Batman Vc Superman.
    E assim que o filme começou pude notar que eles estavam completamente ERRADOS.
    O filme não é brilhante mas sem sombra de dúvidas é o melhor da DC Comics até agora. Músicas Oitentistas fantásticas, química entre as personagens, situações trágicas, cômicas e pé na realidade mesmo em meio a muita magia e efeitos especiais.
    Sem sombra de dúvidas Arlequina rouba o filme (e nem digo pela beleza da atriz) e toda vez que ela aparece você fica feliz e estático em frente a tela esperando qual perola ela irá dizer. Você torce por ela… assim como torce pelo Pistoleiro (que está muito bem com Will Smith), Bumerangue, Katana e Crocodilo.
    Não podemos esquecer de o Diablo que dá um show.
    Viola Daves novamente se destaca porém não chega ao pés da Arlequina. E por falar da doidinha, temos o contraponto de seu pudinzinho Coringa.
    Não, não é ruim, mas está longe de ser o Coringa de Heath Ledger. Faltou algo nele que não sei se atribuo ao ator ou ao filme. Sua psicopatia não encaixou como necessária e não se encaixava na loucura, parecendo simplesmente vazia. Espero muito que com o próximo filme do Batman possam explorar o ator melhor e ver se algo sai dali.
    Por fim, foram 2 horas e cinco minutos que passaram voando e trouxeram entretenimento que é a proposta de um filme.
    Entendo que os críticos coloquem o filme como ruim se levarmos em consideração que o filme não lhe coloca para pensar, não tem profundidade artística e blá blá blá mas estou pouco me lixando para usar o cérebro quando tenho que usar o coração.

    • Carolina Alvarenga

      Sim o tempo que deram ao ator do diablo foi bom.

    • o melhor da DC comics até agora? vc provavelmente não viu a trilogia do Nolan ne kkkk tem nem comparação com esse desastre q ta passando nos cinemas

      • Juliano Guilherme

        Concordo que A trilogia de Nolan foi fantástica mas me refiro após o Boom da Marvel e conto após o primeiro filme do Superman quando passou a se pensar nos filmes como um único grande evento assim como a Marvel e seu universo.

  • Juliano Guilherme

    Esquadrão Mimimi.

    Por toda a internet rondam os falatórios sobre o fiasco de Esquadrão Suicida, filme da parceria Warner e DC Comics que coloca um grupo de vilões para salvar o mundo de uma ameaça a vida na Terra.
    De falta de temática, erro em edição até total incompetência da empresa fui ao cinema bombardeado de críticas negativas e esperando o mesmo fiasco de Batman Vc Superman.
    E assim que o filme começou pude notar que eles estavam completamente ERRADOS.
    O filme não é brilhante mas sem sombra de dúvidas é o melhor da DC Comics até agora. Músicas Oitentistas fantásticas, química entre as personagens, situações trágicas, cômicas e pé na realidade mesmo em meio a muita magia e efeitos especiais.
    Sem sombra de dúvidas Arlequina rouba o filme (e nem digo pela beleza da atriz) e toda vez que ela aparece você fica feliz e estático em frente a tela esperando qual perola ela irá dizer. Você torce por ela… assim como torce pelo Pistoleiro (que está muito bem com Will Smith), Bumerangue, Katana e Crocodilo.
    Não podemos esquecer de o Diablo que dá um show.
    Viola Daves novamente se destaca porém não chega ao pés da Arlequina. E por falar da doidinha, temos o contraponto de seu pudinzinho Coringa.
    Não, não é ruim, mas está longe de ser o Coringa de Heath Ledger. Faltou algo nele que não sei se atribuo ao ator ou ao filme. Sua psicopatia não encaixou como necessária e não se encaixava na loucura, parecendo simplesmente vazia. Espero muito que com o próximo filme do Batman possam explorar o ator melhor e ver se algo sai dali.
    Por fim, foram 2 horas e cinco minutos que passaram voando e trouxeram entretenimento que é a proposta de um filme.
    Entendo que os críticos coloquem o filme como ruim se levarmos em consideração que o filme não lhe coloca para pensar, não tem profundidade artística e blá blá blá mas estou pouco me lixando para usar o cérebro quando tenho que usar o coração.

    • Carolina Alvarenga

      Sim o tempo que deram ao ator do diablo foi bom.

    • o melhor da DC comics até agora? vc provavelmente não viu a trilogia do Nolan ne kkkk tem nem comparação com esse desastre q ta passando nos cinemas

      • Juliano Guilherme

        Concordo que A trilogia de Nolan foi fantástica mas me refiro após o Boom da Marvel e conto após o primeiro filme do Superman quando passou a se pensar nos filmes como um único grande evento assim como a Marvel e seu universo.

  • Já passou da hora da galera aceitar que os filmes da Warner/DC vão continuar dando errado enquanto os executivos estiverem mandando e desmandando em tudo o que acontece, incluindo as decisões criativas. Esquadrão Suicida teve o roteiro pronto em seis meses porque a Warner queria lançar o filme logo, antes de um potencial Guardiões da Galáxia 2. E fizeram. Depois perceberam que o tom de Batman V Superman não estava agradando, mas que o trailer mais cômico havia sido muito bem aceito pelo público. Resultado: regravações. E aí me lançam um filme estruturalmente ruim, repetindo o que aconteceu com Batman V Superman.

    Só o fã muito cego vê perseguição. A realidade é outra. Liberaram cena extra de Batman V Superman enquanto o filme ainda estava em exibição. Precisaram enfiar mais 30 minutos no Blu-ray/DVD para o filme ter sentido. Isso acontece porque você tem um produto apressado nas mãos. Não é o tom. Não é o estilo. É a base que está quebrada.

    A DC inventou a DLC do filme – você assiste hoje, mas só vai fazer sentido mesmo após a compra de um DVD.

    • Ah, eu acho que a crítica especializada pega desnecessáriamente pesado com os filmes da DC sim. Parece que eles tem uma boa vontade de relevar erros nos filmes da Marvel que não existe com os filmes da DC. Mas eu concordo contigo que a interferência dos chefões da Warner tá prejudicando o DCEU — e logo ela que tanto se gaba de dar liberdade criativa aos diretores dos filmes.

      • Mas é a proposta, Dudu. Pensa comigo: Se a Marvel tivesse colocado na cabeça a ideia de desenvolver um tom mais sombrio para seus personagens, você acha que iriam criticar da mesma maneira? A diferença entre as críticas da Marvel e da DC é que cada uma escolheu abraçar um tipo de público diferente. A Marvel está fazendo filme família, com piada, com cenas de ação, com muletas simples e saídas descomplicadas, ao passo que a DC esta(va) tentando vender algo mais introspectivo, bem mais sisudo. Então não tem como a crítica avaliar os dois materiais da mesma maneira, é impossível. E o pior, dentro dessa proposta, a DC não está estruturalmente boa, e isso é muito mais evidente quando você está em um filme com petulância filosófica do que em um Homem Formiga da vida, né?

        • Carolina Alvarenga

          Isso é verdade

        • Peraí, acho que não entendi. Você tá dizendo que os filmes da Marvel ganham um passe-livre dos críticos porque eles são mais descompromissados?

          • Não disse isso, mas vou explicar de uma maneira mais simples: a DC está criando filmes que prezam por uma pegada mais “filosófica”, mais obscura, menos “alegre” e está sendo analisada através dessa ótica. A Marvel não. Por isso a maioria não pega um açoite para julgar, por exemplo, o desfecho de Guardiões da Galáxia, porque o conjunto da obra justifica a saída.

            A análise, a crítica, está analisando estes filmes da DC de acordo com a proposta deles. Você não pode pegar a teoria do Jesus espacial, colocar no seu filme e depois resolver tudo com o nome da mãe dos dois personagens centrais e esperar que ninguém vai dizer que o tom não está condizente com o material entregue.

            Resumindo: ambos os estúdios tem propostas diferentes e estão sendo criticados de acordo com aquilo que apresentam.

            O grande, massivo, estrondoso problema está no fã da DC que insiste em ficar comparando com a Marvel. Tirando a adaptação de uma história em quadrinhos, os dois são bem diferentes. Cobrar que eles sejam analisados da mesma forma é de uma inocência muito grande.

      • Junior Silva

        “Ah, eu acho que a crítica especializada pega desnecessáriamente pesado com os filmes da DC sim.”

        Amigão, porque eles fariam isso, cara? Eles estão lá para ver filme e analisar, é o trabalho deles. Os caras avaliam uma porrada de filme, de diretores renomados. Porque teriam “implicância” com filmes de super herói da DC? É tão difícil aceitar que os problemas dos filmes?

        • Não é. Meus amigos decenecos sabem que eu sou o primeiro a reconhecer que Batman v Superman é um filme fraco. O que eu não é porque ninguém reconhece que boa parte dos filmes da Marvel também são.

          • Está errado novamente, Dudu. Existem sim críticas aos filmes da Marvel, e como existem. Vou dar alguns exemplos de filmes da Marvel que não receberam boas críticas:

            Incrível Hulk
            Homem de Ferro 2
            Thor 1
            Homem de Ferro 3
            Thor 2

            A gritante diferença entre estes filmes e os da DC, e aí está o abismo que separa as críticas bem mais agressivas em cima dos filmes da DC, é que nenhum destes veio com a proposta de ser o livro de filosofia moderna dos super-heróis. Tão pouco precisaram de um vídeo com cena extra liberada durante a exibição no cinema para fazer sentido, ou um blu-ray com 30 minutos a mais em cima de um filme de duas horas e meia para mostrar a que veio. Entende porque a crítica destes não é a mesma?

          • Não, ainda não entendo. Não acho que um filme possa ter seus defeitos ignorados pela crítica profissional só porque ele é descompromissado. Eu acho desonesto. E mesmo que esse fosse o caso, fica a questão do porque os filmes do Michael Bay que são tão ou mais descompromissados que os da Marvel são detonados
            pelos críticos.

            E você que tá errado aí, nenhum desses filmes que você citou tem uma média
            tão baixa quanto Homem de Aço, nem porcarias como Thor e Homem de Ferro 2.

          • Novamente, não foi o que eu disse. Mas vou usar um exemplo mais simples: digamos que estejamos nós dois em um concurso de bolos. Eu faço um bolo simples, sem cobertura, mas muito gostoso. Você faz um bolo de casamento, três andares, com recheio complexo que leva uns seis ingredientes, além da cobertura. Enquanto o jurado está avaliando o meu bolo, o seu desmorona, o recheio está ruim e a cobertura começa a se desfazer. Você acha que os nossos bolos serão julgados da mesma maneira? O jurado com certeza irá avaliar a sua técnica (faltante), seu deslize na hora de fazer o recheio, o erro de cálculo na estrutura que não aguentou o peso do bolo e por fim a cobertura que não estava boa. Enquanto no meu caso ele só vai analisar se foi bem feito. É um exemplo meio ruim, mas se encaixa perfeitamente nessa história.

            E BTW, Thor e Homem de Ferro 2 são filmes ruins da Marvel, mas que são coesos e não precisam de 30 minutos de extras para você entender. Capisce?

          • O problema é que a maior parte dos bolos da Marvel não simples e gostosos, são ruins mesmo, mas a crítica come até o final lambe os dedos e pergunta porque a DC não faz igual. Mas enfim, valeu pelo papo, Diego <3

          • Os bolos da Marvel são uma delícia. hahahahaha Valeu, Dudu.

          • Pathricia

            Diego, melhor pessoa. ❤

          • Junior Silva

            Como você disse, boa parte. Mas HF1, CAP2, AVENGERS1, GdG e guerra civil, por exemplo, os problemas são bem poucos e merecem a grande crítica que tem.

            Os outros filmes do universo são criticados também.

            Tem vários filmes da marvel com média nível homem de aço na crítica, só isso já quebra o argumento de que não reconhecem os erros do filme da marvel.

    • Andre Ramos

      Eh incrivel como a DC nao consegue ter competência para desenvolver um bom filme com o enorme material criativo que eles tem a disposição. BvS eh uma chatice sem tamanho que soh fica legal no ultimo ato, MoS a mesma coisa… E critico porque os desenhos sao otimos. Vide Piada Mortal lancado recentemente. O primeiro ato da Batgirl com o Batman eh show de bola e tem uma história ateh simples, sem inventar. Porque os diretores nao fazem o feijao com arroz. Bota cada heroi na sua , naquilo que todo mundo conhece e pronto. Veja a Arlequina – todo mundo esta elogiando porque a colocaram naquilo que o povo gosta – divertida, cinica e sexy. O Coringa era soh copiar da serie Arkham que seria fantastico. Po, custa a DC fazer o basico??

      • Ana

        André do céu, aquele primeiro ato da Piada Mortal animado é a coisa mais nojenta e ofensiva do mundo, para as mulheres em geral e para os personagens do Batman e da Batgirl que nunca agiram daquela maneira. Ninguém elogiou aquilo, a crítica (chamado de filme horroroso e fiasco por Forbes, NYT) e o público ( na CC San Diego e site da DC) cairam de pau, o roteirista do filme apelou na San Diego CC quando foi muito criticado e usou xingamentos misogenos, teve gente depois das exibições do cinema cancelou o DVD na Amazon. Isso é exaramente o que o que não se deve fazer.

        • Andre Ramos

          Nossa!! Acho que fui muito inocente e nao percebi. Me refiro ao primeiro ato a parte que ela combate os bandidos com a ajuda do Batman. Que parte eh essa que o povo reclamou… Ah, voce se refere ao pega do Batman e Batgirl no telhado ? Se for isso realmente foge da historia deles. Eu quis elogiar foi a cena de acao – o basico.

          • Ana

            Misógino*
            Não só aquilo. Eles fazem até piadinha com a capacidade profissional dela e a TPM e ela gosta de ser assediada por um psicopata. Tudo errado.
            A ação é boa mesmo. Mas a DC erra sim em inventar demais, vc tá certo.

          • Ana

            O problema André além desses aí que citei e que ela é o amor da vida do ” filho” favorito do Batman, ele enxerga ela como prole dele também é a trata do mesmo jeito que os Robins. E ela é Batgirl pq ela queria ser um Batman. Ali ela só queria ser a namorada dele. E isso para o roteirista foi o jeito de explicar melhor pq o Batman ficaria chateado com o Coringa no caso. Pq claro, homens não podem sentir respeito e amor por mulheres se eles não transarem com elas.
            Um desastre. Mereceu todas as criticas que levou.

          • Andre Ramos

            Nada como alguem que entende replicar. Olhando por esse lado, concordo plenamente com você. Por ser uma animacao 18 anos e por nao conhecer exatamente quem eh a Batgirl acaba relevando essas piadas mais adultas e passa batido, tanto que nem percebi essas questoes que voce levantou.

          • Ana

            E tem o problema de montagem e roteiro que o Diego falou… pois é… Eu sou meio suspeita pq tirando o Homem-Aranha, sou mais DC. Difícil entender como não existe uma mente criativa ( numa empresa que tem Sandman, Joker, Watchmen) para interferir e dar um jeito nisso.

      • Concordo com a ineficácia da DC em criar bons filmes, mas discordo totalmente do fato de ‘Piada Mortal’ ter sido algo bom. O que vi foi uma animação seguindo os moldes da DC no cinema, com estrutura estranha e desconexa, além de terem feito um desserviço com a Bárbara/Batgirl.

        • Andre Ramos

          Bom… Como nao conheco a fundo a historia da Batgirl, talvez devesse ter ficado quieto, eheh… Soh curti a aventura, eles lutarem com os bandidos. De repente, mudaram totalmente a história para começar a do Coringa – este sim era o ponto que eu havia lido na HQ piada mortal. Nao entendi o comeco da.batgirl mas achei q puseram aquela aventura dela para dar mais dramaticidade quando o Coringa faz aquilo. Enfim, longe de mim polemizar.

          • Mas é exatamente esse começo que eu vejo como problema, porque mesmo cobrindo os olhos para o tratamento que eles deram para a Batgirl, essa montagem não “casa” com o resto do filme, que é a parte baseada na HQ. Parece que começaram a fazer um filme, pegaram a cena e a colaram como prólogo. Ficou uma estrutura estranha, tipo o que está acontecendo com Batman V Superman e Esquadrão Suicida.

    • Junior Silva

      A desculpa mais esfarrapada dos fãs malucos dá DC é que ninguém mais quer filmes de herói com o tom semelhante de BvS. Legal que em 2012, o último filme da trilogia batman estava sendo lançado, e foi sucesso de público e de crítica. Ai você vê o qual as pessoas são patéticas em acreditar em conspiração de crítico de cinema, PQP.

  • Já passou da hora da galera aceitar que os filmes da Warner/DC vão continuar dando errado enquanto os executivos estiverem mandando e desmandando em tudo o que acontece, incluindo as decisões criativas. Esquadrão Suicida teve o roteiro pronto em seis meses porque a Warner queria lançar o filme logo, antes de um potencial Guardiões da Galáxia 2. E fizeram. Depois perceberam que o tom de Batman V Superman não estava agradando, mas que o trailer mais cômico havia sido muito bem aceito pelo público. Resultado: regravações. E aí me lançam um filme estruturalmente ruim, repetindo o que aconteceu com Batman V Superman.

    Só o fã muito cego vê perseguição. A realidade é outra. Liberaram cena extra de Batman V Superman enquanto o filme ainda estava em exibição. Precisaram enfiar mais 30 minutos no Blu-ray/DVD para o filme ter sentido. Isso acontece porque você tem um produto apressado nas mãos. Não é o tom. Não é o estilo. É a base que está quebrada.

    A DC inventou a DLC do filme – você assiste hoje, mas só vai fazer sentido mesmo após a compra de um DVD.

    • Ah, eu acho que a crítica especializada pega desnecessáriamente pesado com os filmes da DC sim. Parece que eles tem uma boa vontade de relevar erros nos filmes da Marvel que não existe com os filmes da DC. Mas eu concordo contigo que a interferência dos chefões da Warner tá prejudicando o DCEU — e logo ela que tanto se gaba de dar liberdade criativa aos diretores dos filmes.

      • Mas é a proposta, Dudu. Pensa comigo: Se a Marvel tivesse colocado na cabeça a ideia de desenvolver um tom mais sombrio para seus personagens, você acha que iriam criticar da mesma maneira? A diferença entre as críticas da Marvel e da DC é que cada uma escolheu abraçar um tipo de público diferente. A Marvel está fazendo filme família, com piada, com cenas de ação, com muletas simples e saídas descomplicadas, ao passo que a DC esta(va) tentando vender algo mais introspectivo, bem mais sisudo. Então não tem como a crítica avaliar os dois materiais da mesma maneira, é impossível. E o pior, dentro dessa proposta, a DC não está estruturalmente boa, e isso é muito mais evidente quando você está em um filme com petulância filosófica do que em um Homem Formiga da vida, né?

        • Carolina Alvarenga

          Isso é verdade

        • Peraí, acho que não entendi. Você tá dizendo que os filmes da Marvel ganham um passe-livre dos críticos porque eles são mais descompromissados?

          • Não disse isso, mas vou explicar de uma maneira mais simples: a DC está criando filmes que prezam por uma pegada mais “filosófica”, mais obscura, menos “alegre” e está sendo analisada através dessa ótica. A Marvel não. Por isso a maioria não pega um açoite para julgar, por exemplo, o desfecho de Guardiões da Galáxia, porque o conjunto da obra justifica a saída.

            A análise, a crítica, está analisando estes filmes da DC de acordo com a proposta deles. Você não pode pegar a teoria do Jesus espacial, colocar no seu filme e depois resolver tudo com o nome da mãe dos dois personagens centrais e esperar que ninguém vai dizer que o tom não está condizente com o material entregue.

            Resumindo: ambos os estúdios tem propostas diferentes e estão sendo criticados de acordo com aquilo que apresentam.

            O grande, massivo, estrondoso problema está no fã da DC que insiste em ficar comparando com a Marvel. Tirando a adaptação de uma história em quadrinhos, os dois são bem diferentes. Cobrar que eles sejam analisados da mesma forma é de uma inocência muito grande.

      • Junior Silva

        “Ah, eu acho que a crítica especializada pega desnecessáriamente pesado com os filmes da DC sim.”

        Amigão, porque eles fariam isso, cara? Eles estão lá para ver filme e analisar, é o trabalho deles. Os caras avaliam uma porrada de filme, de diretores renomados. Porque teriam “implicância” com filmes de super herói da DC? É tão difícil aceitar que os problemas dos filmes?

        • Não é. Meus amigos decenecos sabem que eu sou o primeiro a reconhecer que Batman v Superman é um filme fraco. O que eu não é porque ninguém reconhece que boa parte dos filmes da Marvel também são.

          • Está errado novamente, Dudu. Existem sim críticas aos filmes da Marvel, e como existem. Vou dar alguns exemplos de filmes da Marvel que não receberam boas críticas:

            Incrível Hulk
            Homem de Ferro 2
            Thor 1
            Homem de Ferro 3
            Thor 2

            A gritante diferença entre estes filmes e os da DC, e aí está o abismo que separa as críticas bem mais agressivas em cima dos filmes da DC, é que nenhum destes veio com a proposta de ser o livro de filosofia moderna dos super-heróis. Tão pouco precisaram de um vídeo com cena extra liberada durante a exibição no cinema para fazer sentido, ou um blu-ray com 30 minutos a mais em cima de um filme de duas horas e meia para mostrar a que veio. Entende porque a crítica destes não é a mesma?

          • Não, ainda não entendo. Não acho que um filme possa ter seus defeitos ignorados pela crítica profissional só porque ele é descompromissado. Eu acho desonesto. E mesmo que esse fosse o caso, fica a questão do porque um filme como Guerra Civil que tem um tom bem mais sério que os outros filmes do MCU foi tratado como uma obra-prima pelos críticos mesmo sendo tão meh quando BvS.

            E você que tá errado aí, nenhum desses filmes que você citou tem uma média
            tão baixa quanto Homem de Aço, nem porcarias como Thor e Homem de Ferro 2.

          • Novamente, não foi o que eu disse. Mas vou usar um exemplo mais simples: digamos que estejamos nós dois em um concurso de bolos. Eu faço um bolo simples, sem cobertura, mas muito gostoso. Você faz um bolo de casamento, três andares, com recheio complexo que leva uns seis ingredientes, além da cobertura. Enquanto o jurado está avaliando o meu bolo, o seu desmorona, o recheio está ruim e a cobertura começa a se desfazer. Você acha que os nossos bolos serão julgados da mesma maneira? O jurado com certeza irá avaliar a sua técnica (faltante), seu deslize na hora de fazer o recheio, o erro de cálculo na estrutura que não aguentou o peso do bolo e por fim a cobertura que não estava boa. Enquanto no meu caso ele só vai analisar se foi bem feito. É um exemplo meio ruim, mas se encaixa perfeitamente nessa história.

            E BTW, Thor e Homem de Ferro 2 são filmes ruins da Marvel, mas que são coesos e não precisam de 30 minutos de extras para você entender. Capisce?

          • O problema é que a maior parte dos bolos da Marvel não simples e gostosos, são ruins mesmo, mas a crítica come até o final lambe os dedos e pergunta porque a DC não faz igual. Mas enfim, valeu pelo papo, Diego <3

          • Os bolos da Marvel são uma delícia. hahahahaha Valeu, Dudu.

          • Pathricia

            Diego, melhor pessoa. ❤

          • Junior Silva

            Como você disse, boa parte. Mas HF1, CAP2, AVENGERS1, GdG e guerra civil, por exemplo, os problemas são bem poucos e merecem a grande crítica que tem.

            Os outros filmes do universo são criticados também.

            Tem vários filmes da marvel com média nível homem de aço na crítica, só isso já quebra o argumento de que não reconhecem os erros do filme da marvel.

    • Andre Ramos

      Eh incrivel como a DC nao consegue ter competência para desenvolver um bom filme com o enorme material criativo que eles tem a disposição. BvS eh uma chatice sem tamanho que soh fica legal no ultimo ato, MoS a mesma coisa… E critico porque os desenhos sao otimos. Vide Piada Mortal lancado recentemente. O primeiro ato da Batgirl com o Batman eh show de bola e tem uma história ateh simples, sem inventar. Porque os diretores nao fazem o feijao com arroz. Bota cada heroi na sua , naquilo que todo mundo conhece e pronto. Veja a Arlequina – todo mundo esta elogiando porque a colocaram naquilo que o povo gosta – divertida, cinica e sexy. O Coringa era soh copiar da serie Arkham que seria fantastico. Po, custa a DC fazer o basico??

      • Ana

        André do céu, aquele primeiro ato da Piada Mortal animado é a coisa mais nojenta e ofensiva do mundo, para as mulheres em geral e para os personagens do Batman e da Batgirl que nunca agiram daquela maneira. Ninguém elogiou aquilo, a crítica (chamado de filme horroroso e fiasco por Forbes, NYT) e o público ( na CC San Diego e site da DC) cairam de pau, o roteirista do filme apelou na San Diego CC quando foi muito criticado e usou xingamentos misogenos, teve gente depois das exibições do cinema cancelou o DVD na Amazon. Isso é exaramente o que o que não se deve fazer.

        • Andre Ramos

          Nossa!! Acho que fui muito inocente e nao percebi. Me refiro ao primeiro ato a parte que ela combate os bandidos com a ajuda do Batman. Que parte eh essa que o povo reclamou… Ah, voce se refere ao pega do Batman e Batgirl no telhado ? Se for isso realmente foge da historia deles. Eu quis elogiar foi a cena de acao – o basico.

          • Ana

            Misógino*
            Não só aquilo. Eles fazem até piadinha com a capacidade profissional dela e a TPM e ela gosta de ser assediada por um psicopata. Tudo errado.
            A ação é boa mesmo. Mas a DC erra sim em inventar demais, vc tá certo.

          • Ana

            O problema André além desses aí que citei e que ela é o amor da vida do ” filho” favorito do Batman, ele enxerga ela como prole dele também é a trata do mesmo jeito que os Robins. E ela é Batgirl pq ela queria ser um Batman. Ali ela só queria ser a namorada dele. E isso para o roteirista foi o jeito de explicar melhor pq o Batman ficaria chateado com o Coringa no caso. Pq claro, homens não podem sentir respeito e amor por mulheres se eles não transarem com elas.
            Um desastre. Mereceu todas as criticas que levou.

          • Andre Ramos

            Nada como alguem que entende replicar. Olhando por esse lado, concordo plenamente com você. Por ser uma animacao 18 anos e por nao conhecer exatamente quem eh a Batgirl acaba relevando essas piadas mais adultas e passa batido, tanto que nem percebi essas questoes que voce levantou.

          • Ana

            E tem o problema de montagem e roteiro que o Diego falou… pois é… Eu sou meio suspeita pq tirando o Homem-Aranha, sou mais DC. Difícil entender como não existe uma mente criativa ( numa empresa que tem Sandman, Joker, Watchmen) para interferir e dar um jeito nisso.

      • Concordo com a ineficácia da DC em criar bons filmes, mas discordo totalmente do fato de ‘Piada Mortal’ ter sido algo bom. O que vi foi uma animação seguindo os moldes da DC no cinema, com estrutura estranha e desconexa, além de terem feito um desserviço com a Bárbara/Batgirl.

        • Andre Ramos

          Bom… Como nao conheco a fundo a historia da Batgirl, talvez devesse ter ficado quieto, eheh… Soh curti a aventura, eles lutarem com os bandidos. De repente, mudaram totalmente a história para começar a do Coringa – este sim era o ponto que eu havia lido na HQ piada mortal. Nao entendi o comeco da.batgirl mas achei q puseram aquela aventura dela para dar mais dramaticidade quando o Coringa faz aquilo. Enfim, longe de mim polemizar.

          • Mas é exatamente esse começo que eu vejo como problema, porque mesmo cobrindo os olhos para o tratamento que eles deram para a Batgirl, essa montagem não “casa” com o resto do filme, que é a parte baseada na HQ. Parece que começaram a fazer um filme, pegaram a cena e a colaram como prólogo. Ficou uma estrutura estranha, tipo o que está acontecendo com Batman V Superman e Esquadrão Suicida.

    • Junior Silva

      A desculpa mais esfarrapada dos fãs malucos dá DC é que ninguém mais quer filmes de herói com o tom semelhante de BvS. Legal que em 2012, o último filme da trilogia batman estava sendo lançado, e foi sucesso de público e de crítica. Ai você vê o qual as pessoas são patéticas em acreditar em conspiração de crítico de cinema, PQP.

  • Ana

    Vi o filme. Não achei o horror todo quealguns críticos estão pintando. Mas não é nem de longe um filme muito excelente. É legalzinho. Os atores são bons, a trilha sonora e os efeitos também. Tão ok que nem tem muito o que falar. Mas eu fiquei chateada com todo o marketing pra me apresentar quase nada de Coringa.
    A DC realmente não encontrou o tom dos filmes. Não sei se é porque os filmes do Nolan elevaram muito o padrão quando se pensa em DC, ou se é mesmo vontade de copiar Marvel. E verdade seja dita os personagens da DC incluindo o selo Vertigo são muito, muito, muito melhores Eu acho incrível como eles não conseguiram ainda acertar o tom nos cinemas. A DC andava em baixa nos quadrinhos também e está fazendo um Rebirth, que eles dizem que servirá para recuperar o tom otimista, mas realista, que a DC perdeu e o resultado são coisas originais e lindas. Deveriam ter o mesmo pensamento para o cinema, as coisas que caracterizam a DC. Eu realmente não consigo entender o que está faltando.
    Sobre a saturação do Batman, discordo. Pode ser até que aqui a gente encare assim, mas os americanos (publico alvo desses filmes) não se cansam dele, do Spiderman nem do Superman. Vide os números de vendas que eles tem nas outras mídias e de produtos licenciados. Cada um dos três são os únicos heróis que fazem por ano o bilhão que esses filmes fazem quando são lançados . Por isso coisas sobre eles sempre terão espaço e público. Estamos vendo 70 anos de Batman e vamos ver mais 70. O problema é que o público parece estar mais exigente. Só o Batman e seus vilões em cena não são mais garantia de sucesso.

    • Carolina Alvarenga

      Eu acho muito mais fácil fazer um filme do Batman porque ele é humano, o vilão pode ser outro humano ele tem os defeitos dos humanos, agora o superman já complica, porque ele é perfeito e muita gente acha chato.

      • Ana

        Verdade Carol. Mas o Superman é o espelho do que os americanos pensam das qualidades que tem. Mas eu tb gosto mais do Batman e do Aranha. Eles falham e se questionam. Fica mais próximo da gente.

        • Carolina Alvarenga

          Com certeza é falei superman pra dar um exemplo, todos esses com superpoderes.

    • Carolina Alvarenga

      Eu concordo com você o brasileiro gosta muito do Batman também mesmo quando a moda acabar semlre vai ter filmes do Batman

  • Ana

    Vi o filme. Não achei o horror todo quealguns críticos estão pintando. Mas não é nem de longe um filme muito excelente. É legalzinho. Os atores são bons, a trilha sonora e os efeitos também. Tão ok que nem tem muito o que falar. Mas eu fiquei chateada com todo o marketing pra me apresentar quase nada de Coringa.
    A DC realmente não encontrou o tom dos filmes. Não sei se é porque os filmes do Nolan elevaram muito o padrão quando se pensa em DC, ou se é mesmo vontade de copiar Marvel. E verdade seja dita os personagens da DC incluindo o selo Vertigo são muito, muito, muito melhores Eu acho incrível como eles não conseguiram ainda acertar o tom nos cinemas. A DC andava em baixa nos quadrinhos também e está fazendo um Rebirth, que eles dizem que servirá para recuperar o tom otimista, mas realista, que a DC perdeu e o resultado são coisas originais e lindas. Deveriam ter o mesmo pensamento para o cinema, as coisas que caracterizam a DC. Eu realmente não consigo entender o que está faltando.
    Sobre a saturação do Batman, discordo. Pode ser até que aqui a gente encare assim, mas os americanos (publico alvo desses filmes) não se cansam dele, do Spiderman nem do Superman. Vide os números de vendas que eles tem nas outras mídias e de produtos licenciados. Cada um dos três são os únicos heróis que fazem por ano o bilhão que esses filmes fazem quando são lançados . Por isso coisas sobre eles sempre terão espaço e público. Estamos vendo 70 anos de Batman e vamos ver mais 70. O problema é que o público parece estar mais exigente. Só o Batman e seus vilões em cena não são mais garantia de sucesso.

    • Carolina Alvarenga

      Eu acho muito mais fácil fazer um filme do Batman porque ele é humano, o vilão pode ser outro humano ele tem os defeitos dos humanos, agora o superman já complica, porque ele é perfeito e muita gente acha chato.

      • Ana

        Verdade Carol. Mas o Superman é o espelho do que os americanos pensam das qualidades que tem. Mas eu tb gosto mais do Batman e do Aranha. Eles falham e se questionam. Fica mais próximo da gente.

        • Carolina Alvarenga

          Com certeza é falei superman pra dar um exemplo, todos esses com superpoderes.

    • Carolina Alvarenga

      Eu concordo com você o brasileiro gosta muito do Batman também mesmo quando a moda acabar semlre vai ter filmes do Batman

  • Carolina Alvarenga

    Eu vi o filme não achei tão ruim quanto os críticos do rotten tomatos pintaram, os destaques vão para will Smith, o cara exala carisma por todos os poros, viola daves, e Margot, o coringa não gostei e ele aparece bastante ao contrário do que falam porque no hq ele não é to esquadrão. O Scott Stewood faz um figurante não entendi porque ele quis fazer esse papel. Outros até tem destaque em momentos pontuais, o el diablo, e o bumerangue a katana ta bem apagada. O roteiro é simples e óbvio juntar um grupo para acabar com um mau maior

  • Carolina Alvarenga

    Eu vi o filme não achei tão ruim quanto os críticos do rotten tomatos pintaram, os destaques vão para will Smith, o cara exala carisma por todos os poros, viola daves, e Margot, o coringa não gostei e ele aparece bastante ao contrário do que falam porque no hq ele não é to esquadrão. O Scott Stewood faz um figurante não entendi porque ele quis fazer esse papel. Outros até tem destaque em momentos pontuais, o el diablo, e o bumerangue a katana ta bem apagada. O roteiro é simples e óbvio juntar um grupo para acabar com um mau maior

  • Carolina Alvarenga

    Por mim fariam um filme com a Harley Quinn

  • Carolina Alvarenga

    Por mim fariam um filme com a Harley Quinn, eu sei que analisar trailer é sempre complicado mas gostei do que vi no trailer da mulher maravilha eu gosto da Warner porque eles se arriscam mais a Disney com milhares de filmes nenhum de heroína, e na maioria é homem loiro de olhos azuis.

  • Gente, na boinha. Achei o filme praticamente um desastre completo.
    O principal culpado é o roteiro porco. Já começa no fato de que a história não faz sentido se você pensar nela por mais de 5 minutos. É só reparar que a própria criação do Esquadrão é o que leva ao surgimento da antagonista e não o contrário, mostrando uma fragilidade que não só atrapalha o envolvimento do espectador com a história, mas coloca em cheque a urgência da situação que os protagonistas enfrentam.
    E como levar a sério, ficar tenso ou torcer pelos protagonistas quando as ameças que eles enfrentam são basicamente uns monstrinhos do visual sem graça e nada criativo? Não tem tensão, eles não passam por nenhum perrengue, matam os monstrinhos na maior facilidade e ja era.
    E ai não dá pra esquecer também que a direção das cenas de ação é pavorosa. Cheias de cortes rapidos, planos detalhes, cortes abruptos q não fazem sentido. Além disso, elas são genéricas e 3 delas praticamente iguais (tiroteio e luta contra os monstrinhos kk) e a última, que era pra ser diferente, é cheia daquele CGI mediano em uma luta com uma vilã patética. E quando digo patética vai desde as motivações ridiculas, passando pelo visual e pela atuação desastrosa de Cara Delevingne.
    Das atuações, gosto do Will Smith (unico personagem q tem um arco completo com inicio, meio e fim), da Margot Robbie (mesmo sabotada pelo roteiro com diálogos ridiculos) e da Viola Davis (que confere sua força habitual pra uma personagem unidimensional).
    O destaque negativo, infelizmente, fica por conta da atuação desastrosa de Jared Leto como Coringa. Mesmo reciclando o tom de voz e o sotaque da inesquecível versão de Heath Ledger no impecável O Cavaleiro das Trevas, Leto não chega aos pés de seu antecessor e falha completamente em todas as tentativas de conferir qualquer tom ameaçador ao personagem, tornando-o simplesmente aborrecido.
    O filme ainda conta com um clímax que trai a própria natureza dos supervilões (o roteiro os transforma em superamigos sem qualquer transição orgânica). Esquadrão Suicida é um longa que só não é um desastre completo devido ao carisma de parte do elenco, mas que com certeza está fadado a ser uma mancha no currículo do universo da DC nos cinemas.

    • Os fãs tem que entender que o motivo da critica estar falando mal do filme não é um complô e sim porque é um filme ruim mesmo. É bem complicado defender. Sai do cinema tão decepcionado que só eu sei.
      Até mesmo BvS (q é um filme cheio defeitos, mas q me agradou) é infinitamente superior. Ta complicada a situação da DC no cinema.
      Mas ainda boto fé no filme da Mulher Maravilha.

      • Carolina Alvarenga

        Pior que o ultron não é até hoje não entendi aquele vilão

        • Junior Silva

          hahahahahaha

          Se for comparar o ultron com o vilão porco de esquadrão suicida, ultron dá de 10 a zero fácil. E olha que o ultron nem é grande coisa, para você ver o nível do vilão de esquadrão.

          • Carolina Alvarenga

            Discordo.

        • desculpa, mas não tem nem comparação. Ultron é um vilão fraco devido ao roteiro de Os Vingadores 2 que é igualmente fraco. Mas pelo menos tem um visual bom e uma dublagem absurdamente fantastica do James Spader.
          A de Esqudrão é patética em absolutamente TODOS OS PONTOS. desde suas motivações, suas falas, o visual, a atuação da Cara. tudo. é tudo MUITO ruim, uma das piores antagonistas da história dos filmes de super herói.

          • Carolina Alvarenga

            Eu comparo se quiser e achei ruim o ultron

          • eu não to falando que vc nao pode comparar oO.
            eu acho que não há comparação entre ultron e magia. ultron é fraco, mas magia é uma das piores vilãs que o cinema de super heróis ja viu, bem simples

  • Gente, na boinha. Achei o filme praticamente um desastre completo.
    O principal culpado é o roteiro porco. Já começa no fato de que a história não faz sentido se você pensar nela por mais de 5 minutos. É só reparar que a própria criação do Esquadrão é o que leva ao surgimento da antagonista e não o contrário, mostrando uma fragilidade que não só atrapalha o envolvimento do espectador com a história, mas coloca em cheque a urgência da situação que os protagonistas enfrentam.
    E como levar a sério, ficar tenso ou torcer pelos protagonistas quando as ameças que eles enfrentam são basicamente uns monstrinhos do visual sem graça e nada criativo? Não tem tensão, eles não passam por nenhum perrengue, matam os monstrinhos na maior facilidade e ja era.
    E ai não dá pra esquecer também que a direção das cenas de ação é pavorosa. Cheias de cortes rapidos, planos detalhes, cortes abruptos q não fazem sentido. Além disso, elas são genéricas e 3 delas praticamente iguais (tiroteio e luta contra os monstrinhos kk) e a última, que era pra ser diferente, é cheia daquele CGI mediano em uma luta com uma vilã patética. E quando digo patética vai desde as motivações ridiculas, passando pelo visual e pela atuação desastrosa de Cara Delevingne.
    Das atuações, gosto do Will Smith (unico personagem q tem um arco completo com inicio, meio e fim), da Margot Robbie (mesmo sabotada pelo roteiro com diálogos ridiculos) e da Viola Davis (que confere sua força habitual pra uma personagem unidimensional).
    O destaque negativo, infelizmente, fica por conta da atuação desastrosa de Jared Leto como Coringa. Mesmo reciclando o tom de voz e o sotaque da inesquecível versão de Heath Ledger no impecável O Cavaleiro das Trevas, Leto não chega aos pés de seu antecessor e falha completamente em todas as tentativas de conferir qualquer tom ameaçador ao personagem, tornando-o simplesmente aborrecido.
    O filme ainda conta com um clímax que trai a própria natureza dos supervilões (o roteiro os transforma em superamigos sem qualquer transição orgânica). Esquadrão Suicida é um longa que só não é um desastre completo devido ao carisma de parte do elenco, mas que com certeza está fadado a ser uma mancha no currículo do universo da DC nos cinemas.

    • Os fãs tem que entender que o motivo da critica estar falando mal do filme não é um complô e sim porque é um filme ruim mesmo. É bem complicado defender. Sai do cinema tão decepcionado que só eu sei.
      Até mesmo BvS (q é um filme cheio defeitos, mas q me agradou) é infinitamente superior. Ta complicada a situação da DC no cinema.
      Mas ainda boto fé no filme da Mulher Maravilha.

      • Carolina Alvarenga

        Pior que o ultron não é até hoje não entendi aquele vilão

        • Junior Silva

          hahahahahaha

          Se for comparar o ultron com o vilão porco de esquadrão suicida, ultron dá de 10 a zero fácil. E olha que o ultron nem é grande coisa, para você ver o nível do vilão de esquadrão.

          • Carolina Alvarenga

            Discordo.

        • desculpa, mas não tem nem comparação. Ultron é um vilão fraco devido ao roteiro de Os Vingadores 2 que é igualmente fraco. Mas pelo menos tem um visual bom e uma dublagem absurdamente fantastica do James Spader.
          A de Esqudrão é patética em absolutamente TODOS OS PONTOS. desde suas motivações, suas falas, o visual, a atuação da Cara. tudo. é tudo MUITO ruim, uma das piores antagonistas da história dos filmes de super herói.

          • Carolina Alvarenga

            Eu comparo se quiser e achei ruim o ultron

          • eu não to falando que vc nao pode comparar oO.
            eu acho que não há comparação entre ultron e magia. ultron é fraco, mas magia é uma das piores vilãs que o cinema de super heróis ja viu, bem simples

  • Carolina Alvarenga

    Sobre romantizar a Arlequina com o coringa, até tem umas ceninhas assim, mas acho que a maioria percebe que não é um relacionamento bom.

  • Carolina Alvarenga

    Sobre romantizar a Arlequina com o coringa, até tem umas ceninhas assim, mas acho que a maioria percebe que não é um relacionamento bom.

  • Carolina Alvarenga

    Todo mundo criticando a atuação da cara de fato ela é a pior mas eles foram inteligentes o papel dela não exige nada de interpretação. Não era necessário uma Natalie Portman. Porque tem muitos efeitos especiais, cabelos no rosto.

  • Carolina Alvarenga

    Todo mundo criticando a atuação da cara de fato ela é a pior mas eles foram inteligentes o papel dela não exige nada de interpretação. Não era necessário uma Natalie Portman. Porque tem muitos efeitos especiais, cabelos no rosto.

  • vitor

    o filme merece no máximo uma nota 4 de 10
    os problemas de roteiro são GRITANTES
    e no final do filme eu fiquei pensando o quanto era fácil ter eliminado a vilã principal(que dança tosca)

    se tivessem colocado um vilão menos apelão o filme teria sido melhor(nos HQs o esquadrão suicida enfrenta vilões menos “complicados” e que condizem com o nível de poder deles)

    Eu até achei bom que não colocaram tanto do Coringa no filme, porque ele tá bem chato nesse filme

  • vitor

    o filme merece no máximo uma nota 4 de 10
    os problemas de roteiro são GRITANTES
    e no final do filme eu fiquei pensando o quanto era fácil ter eliminado a vilã principal(que dança tosca)

    se tivessem colocado um vilão menos apelão o filme teria sido melhor(nos HQs o esquadrão suicida enfrenta vilões menos “complicados” e que condizem com o nível de poder deles)

    Eu até achei bom que não colocaram tanto do Coringa no filme, porque ele tá bem chato nesse filme

  • O Onisciente

    Cara. Tão ruim qnt BvS. Sério. Pelo amor de Deus.
    Direção fraca, roteiro horroroso. Montagem e edição pífias.
    Não sei oq raios hiper-sexualizaram a Arlequina.
    As cenas mais legais dos trailers e comerciais são cenas flashbacks. Cenas pontuais, curtas q nem chegam a ser uma sequência. Principalmente as cenas onde envolviam os tiroteios com os capangas do Coringa. Eu me senti traído. Sério. Duas fugas de prisão num msm filme e ambas foram completamente horríveis. Nem mostra preparo e execução, só a resolução. Fracas. É um filme de prisão. Tem q ter fuga.
    Vilões mais mocinhos impossível. Sério?? O cara destrói o comando das bombas e nego ainda vai ajudá-lo?? Principalmente a Arlequina, o Killer Croc e o Bumerangue??
    Q filme lixo. Li-xo.
    A única coisa q não concordo com a maioria dos críticos é criticarem o Coringa. O Leto pegou Nicholson, Ledger e os coringas de qnd ele surgiu e o do Azzarello. Um gângster q gosta de se vestir bem e q é insanamente louco, mas não anárquico. Eu gostei dele. Não tenho nada contra o Leto. Q inclusive tá puto da vida. Chegou até falar em morte pra ver se lançam o material completo do filme.
    Enfim. É um filme ruim em q vc não se diverte em nenhum momento. E se vc gosta desse filme, vc tem um péssimo gosto. Vai fazer curso na área.
    Aaaaaaaaahhhhhhhh duas coisas.
    Primeiro: quero os haters da Marvel q falam mal da dancinha do Peter Quill virem aq e defender a dancinha da Magia no filme. Vem aq e defendem seus putos.
    E segundo: eu, juntamente com outros críticos, q metem pau nos filmes da DC somos todos pagos pela Marvel. Uhum. Tanto crítico famoso qnt gnt q vai nos comentários falar mal do filme.
    Lembra da época em q os críticos gostavam do Superman do Donner e do Batman do Burton, q eram a essência dos quadrinhos em tela? Então. Não existia Marvel naquela época. Até msm os dois primeiros Batman do Nolan. Não existia Marvel. A DC era quem pagava os críticos na época. Agora o jogo virou. Então…. fuck you haters q acham q a DC da algo bom.

  • O Onisciente

    Cara. Tão ruim qnt BvS. Sério. Pelo amor de Deus.
    Direção fraca, roteiro horroroso. Montagem e edição pífias.
    Não sei oq raios hiper-sexualizaram a Arlequina.
    As cenas mais legais dos trailers e comerciais são cenas flashbacks. Cenas pontuais, curtas q nem chegam a ser uma sequência. Principalmente as cenas onde envolviam os tiroteios com os capangas do Coringa. Eu me senti traído. Sério. Duas fugas de prisão num msm filme e ambas foram completamente horríveis. Nem mostra preparo e execução, só a resolução. Fracas. É um filme de prisão. Tem q ter fuga.
    Vilões mais mocinhos impossível. Sério?? O cara destrói o comando das bombas e nego ainda vai ajudá-lo?? Principalmente a Arlequina, o Killer Croc e o Bumerangue??
    Q filme lixo. Li-xo.
    A única coisa q não concordo com a maioria dos críticos é criticarem o Coringa. O Leto pegou Nicholson, Ledger e os coringas de qnd ele surgiu e o do Azzarello. Um gângster q gosta de se vestir bem e q é insanamente louco, mas não anárquico. Eu gostei dele. Não tenho nada contra o Leto. Q inclusive tá puto da vida. Chegou até falar em morte pra ver se lançam o material completo do filme.
    Enfim. É um filme ruim em q vc não se diverte em nenhum momento. E se vc gosta desse filme, vc tem um péssimo gosto. Vai fazer curso na área.
    Aaaaaaaaahhhhhhhh duas coisas.
    Primeiro: quero os haters da Marvel q falam mal da dancinha do Peter Quill virem aq e defender a dancinha da Magia no filme. Vem aq e defendem seus putos.
    E segundo: eu, juntamente com outros críticos, q metem pau nos filmes da DC somos todos pagos pela Marvel. Uhum. Tanto crítico famoso qnt gnt q vai nos comentários falar mal do filme.
    Lembra da época em q os críticos gostavam do Superman do Donner e do Batman do Burton, q eram a essência dos quadrinhos em tela? Então. Não existia Marvel naquela época. Até msm os dois primeiros Batman do Nolan. Não existia Marvel. A DC era quem pagava os críticos na época. Agora o jogo virou. Então…. fuck you haters q acham q a DC da algo bom.

  • gabix

    É o risco assumido quando se “terceiriza” porcamente a edição e montagem de um filme…

    • Carolina Alvarenga

      Agora todo mundo virou especialista nisso.

      • Nao precisa ser especialista pra ver que a montagem do filme é ridicula kkkkkkk qualquer pessoa dã enxerga.

        • Carolina Alvarenga

          Eu não sou especialista nisso por isso nunca vou opinar de filme nenhum

  • gabix

    É o risco assumido quando se “terceiriza” porcamente a edição e montagem de um filme…

    • Carolina Alvarenga

      Agora todo mundo virou especialista nisso.

      • Nao precisa ser especialista pra ver que a montagem do filme é ridicula kkkkkkk qualquer pessoa dã enxerga.

        • Carolina Alvarenga

          Eu não sou especialista nisso por isso nunca vou opinar de filme nenhum

  • Fábio Santos

    Até o momento que estou escrevendo, ainda não vi ao filme, então talvez eu fale bobagem, mas vamos lá… Antes eu era da turma que falava que os trailers não entregavam o filme todo, mas hoje sou do time que diz que trailers, fotos e vídeos demais estragam a experiência. Eu sei, eu sei que ninguém é obrigado a assistir. Eu, depois da experiência frustrante com Batman vs. Superman (gostei do filme, mas os trailers entregaram as cenas mais legais e o impacto não foi tão grande se tivesse sido surpresa), passei a ver apenas um trailer por filme. Já vi aquele da Liga e não verei mais nada, vou valorizar mais a surpresa de ir ao cinema e ser surpreendido, mesmo que todo mundo já saiba de detalhes do filme pelo trailer e fique comentando sobre, eu vou me abster (pelo menos tentar) de saber. Sei lá, talvez isso ajude a gente a curtir mais os filmes. Não ficar vendo tudo quanto é informação antes.

    • kathy

      É uma das regras que criei pra vida, informação demais acaba com toda a experiência, visto que normalmente o melhor do filme esta copilado no trailer. Pega e assiste um trailer de um filme de comédia e depois vá ver o filme, não rola mais, a piada já foi. Assisti o trailer de ES pelo fato de que eu estava no cinema, então fui obrigada, mas foi nítido que as piadas que já haviam sido expostas (e detalhe, riram delas no trailer) foram totalmente ignoradas na sessão do filme propriamente dito. Eu me limito a sinopses, premissas e atores que costumo gostar, porque a divulgação massiva não favorece em nada a experiência do espectador, pelo menos pra mim sempre foi assim.

  • Fábio Santos

    Até o momento que estou escrevendo, ainda não vi ao filme, então talvez eu fale bobagem, mas vamos lá… Antes eu era da turma que falava que os trailers não entregavam o filme todo, mas hoje sou do time que diz que trailers, fotos e vídeos demais estragam a experiência. Eu sei, eu sei que ninguém é obrigado a assistir. Eu, depois da experiência frustrante com Batman vs. Superman (gostei do filme, mas os trailers entregaram as cenas mais legais e o impacto não foi tão grande se tivesse sido surpresa), passei a ver apenas um trailer por filme. Já vi aquele da Liga e não verei mais nada, vou valorizar mais a surpresa de ir ao cinema e ser surpreendido, mesmo que todo mundo já saiba de detalhes do filme pelo trailer e fique comentando sobre, eu vou me abster (pelo menos tentar) de saber. Sei lá, talvez isso ajude a gente a curtir mais os filmes. Não ficar vendo tudo quanto é informação antes.

    • kathy

      É uma das regras que criei pra vida, informação demais acaba com toda a experiência, visto que normalmente o melhor do filme esta copilado no trailer. Pega e assiste um trailer de um filme de comédia e depois vá ver o filme, não rola mais, a piada já foi. Assisti o trailer de ES pelo fato de que eu estava no cinema, então fui obrigada, mas foi nítido que as piadas que já haviam sido expostas (e detalhe, riram delas no trailer) foram totalmente ignoradas na sessão do filme propriamente dito. Eu me limito a sinopses, premissas e atores que costumo gostar, porque a divulgação massiva não favorece em nada a experiência do espectador, pelo menos pra mim sempre foi assim.

  • vinland

    Acabei de ver o filme. Achei super fraco. Roteiro que se perde a todo momento. Flashbacks desnecessarios. As piadas, arrancam uma ou duas risadas bem fraquinhas, mas eles a usam com tanta frequencia que acaba ficando muito chato. A maioria dos personagens nao tem destaque, e isso inclui ( custei a acreditar ) o Coringa. O filme poderia se chamar a Dupla Suicida, ja que apenas Margot Robbie, e Will Smith tem destaque no filme. O restante do grupo, parece que esta la, apenas pra criar volume.

    A forma como o filme foi finalizado, foi totalmente idiota e sem sentido. Nao vou falar como foi, pra nao soltar Spoiler, mas quem assistiu sabe do que estou falando.

    Margot Robbie esta bem no papel, mas ate ela, chega uma hora que cansa, de ver ela fazer uma piada, bem ao estilo ninfeta toda vez que abria a boca. O coringa de Jared Leto nao vingou. Alem de ter super pouco tempo de tela, parecia que o ator estava sendo obrigado a interpretar o personagem.

    A galeria de inimigos do esquadrao, chega a ser ridicula de tao boba e sem graça. Parecia vilao de filme infantil. E sinceramente achei desnecessario, fazer uma ponte ligaçao com os outros filmes da DC, simplesmente porque ficou fora do contexto e da proposta do filme, dando a impressao, que fizeram isso, apenas pra dizer que os filmes se passam no mesmo universo.

    Uma dica, evitem assistir em Imax 3D, porque o filme tem uma fotografia muito escura, e o 3D acaba mais atrapalhando do que divertindo. Sem falar que os efeitos de profundidade e Pop Up nao sao bons.

  • vinland

    Acabei de ver o filme. Achei super fraco. Roteiro que se perde a todo momento. Flashbacks desnecessarios. As piadas, arrancam uma ou duas risadas bem fraquinhas, mas eles a usam com tanta frequencia que acaba ficando muito chato. A maioria dos personagens nao tem destaque, e isso inclui ( custei a acreditar ) o Coringa. O filme poderia se chamar a Dupla Suicida, ja que apenas Margot Robbie, e Will Smith tem destaque no filme. O restante do grupo, parece que esta la, apenas pra criar volume.

    A forma como o filme foi finalizado, foi totalmente idiota e sem sentido. Nao vou falar como foi, pra nao soltar Spoiler, mas quem assistiu sabe do que estou falando.

    Margot Robbie esta bem no papel, mas ate ela cansa, de tanta piada, bem ao estilo ninfeta, toda vez que abria a boca. O coringa de Jared Leto nao vingou. Alem de ter super pouco tempo de tela, parecia que o ator estava sendo obrigado a interpretar o personagem de tao generico e artificial que ficou seu coringa.

    A galeria de inimigos do esquadrao, chega a ser ridicula de tao boba e sem graça. Parecia vilao de filme infantil. E na verdade estava esperando viloes, igual ao que vemos em filmes do batman, ou seja, nada de super poderosos, mas viloes equivalentes ao poder do gupo.

    Sem falar que o CG da luta final foi muito Mediano, e as cenas de açao pareciam algo reciclado uma da outra, ja que em si, todas eram iguais.

    E sinceramente achei desnecessario, fazer uma ponte ligaçao com os outros filmes da DC, simplesmente porque ficou fora do contexto e da proposta do filme, dando a impressao, que fizeram isso, apenas pra dizer que os filmes se passam no mesmo universo.

    Uma dica, evitem assistir em Imax 3D, porque o filme tem uma fotografia muito escura, e o 3D acaba mais atrapalhando do que divertindo. Sem falar que os efeitos de profundidade e Pop Up nao sao bons.

    Espero sinceramente ( e torço muito pra isso) que mulher maravilha, e LDJ nos surpreendam, e que a DC e a Warner percebam os erros que estao cometendo.

    Nao foi o pior filme de HQ que ja vi, existe muita porcaria pior, como por exemplo Homem de ferro 3, Homem formiga, X men 3, Thor 1 e 2, X men Apocalipse, Capitao America 1. Mas esse esta longe de agradar tambem, e esperava muitoooooo mais pelo tanto de Marketing que fizeram.

  • Carolina Alvarenga

    O filme de fato não é o melhor de todos os tempos, mas também não é pior que os filmes mulher gato, lanterna verde, Elektra, e os batmen do Schumacher.

  • Carolina Alvarenga

    O filme de fato não é o melhor de todos os tempos, mas também não é pior que os filmes mulher gato, lanterna verde, Elektra, e os batmen do Schumacher.

  • jorte

    critica honesta de Esquadrão Suicida http://bit.ly/2aFcCK6
    um dos melhores do ano

  • Eu gostei do filme mas também entendi porque ele foi massacrado pela crítica.
    Cumpre o papel de ser um bom entretenimento, porém não está nem próximo de fazer jus ao hype que a própria Warner criou com suas ações de marketing.
    O principal problema é que a Warner-DC é uma adolescente tentando encontrar sua identidade, ela não sabe se será gótica ou uma diva pop. O filme assume um tom e na metade muda pra outro, a edição é pior o defeito, ela não sabe qual estilo assumir, não sei se é um cabo de guerra entre diretor e estúdio, ou se simplesmente querem agradar todos e se esquecem de adotar a identidade que melhor combina com o produto

    Outro grande defeito é o Coringa, ele foi o carro chefe do marketing,ator premiado interpretando o vilão mais popular das HQs, é o personagem mais lucrativo comercialmente falando, e é totalmente irrelevante para o filme, se tirassem ele não faria falta, extremamente mal aproveitado. Concluindo, o filme não é um desastre, entretém, mas não faz jus ao hype, e não será ele que irá consolidar a DC no cinema.

  • Eu gostei do filme mas também entendi porque ele foi massacrado pela crítica.
    Cumpre o papel de ser um bom entretenimento, porém não está nem próximo de fazer jus ao hype que a própria Warner criou com suas ações de marketing.
    O principal problema é que a Warner-DC é uma adolescente tentando encontrar sua identidade, ela não sabe se será gótica ou uma diva pop. O filme assume um tom e na metade muda pra outro, a edição é o pior defeito, ela não sabe qual estilo assumir, não sei se é um cabo de guerra entre diretor e estúdio, ou se simplesmente querem agradar todos e se esquecem de adotar a identidade que melhor combina com o produto

    Outro grande defeito é o Coringa, ele foi o carro chefe do marketing,ator premiado interpretando o vilão mais popular das HQs, é o personagem mais lucrativo comercialmente falando, e é totalmente irrelevante para o filme, se tirassem ele não faria falta, extremamente mal aproveitado. Concluindo, o filme não é um desastre, entretém, mas não faz jus ao hype, e não será ele que irá consolidar a DC no cinema.

  • Gabo

    Eu acho que nem achei tão ruim porque já fui pro cinema com as expectativas lá embaixo. No entanto, quanto mais penso sobre o filme, ele se torna pior. Tô até agora tentando descobrir o que diabos a Witch estava fazendo. “Vou construir uma supermáquina, porque os humanos as idolatram. Muahahahaha” A gente não viu essa “arma”, não sabe pra que serve, nem como ela tá criando. Ela só aparece no final como uma luzes esquisitas enquanto os “heróis” lutam. O roteiro é muito fraco. As motivações dos personagens são ridículas. Coisas que salvo desse filme: Harley quinn e a trilha sonora.

  • Gabo

    Eu acho que nem achei tão ruim porque já fui pro cinema com as expectativas lá embaixo. No entanto, quanto mais penso sobre o filme, ele se torna pior. Tô até agora tentando descobrir o que diabos a Witch estava fazendo. “Vou construir uma supermáquina, porque os humanos as idolatram. Muahahahaha” A gente não viu essa “arma”, não sabe pra que serve, nem como ela tá criando. Ela só aparece no final como uma luzes esquisitas enquanto os “heróis” lutam. O roteiro é muito fraco. As motivações dos personagens são ridículas. Coisas que salvo desse filme: Harley quinn e a trilha sonora.

  • Fernando Marley

    O filme é muito bacana, não senti essa “falta de alma”, a Viola Davis dá um show de interpretação,e a Arlequina é a louca mais linda desse mundo. Pontos negativos o Coringa, talvez pelo fato de não mostrá-lo como o palhaço do crime e sim como um gangster rapper. E revendo alguns outros filmes de super herói, Esquadrão é bem superior aos: Homem-Formiga, Thor 1 e 2, X-Men 1ª classe e Apocalipse, quarteto fantástico e Homem de Ferro 2 e 3.

  • edujakel

    Filminho fraco demais. Acho que a DC já pode desistir do cinema.