Dragon Ball Super 1×59: Protejam o Kaioshin Gowasu, Destruam Zamasu!

13
1214

O presente foi salvo de uma maneira espetacular, agora será que o futuro está seguro também?!

Depois de uma longa semana de hiato, Dragon Ball Super está de volta e mostrou que toda a espera por esse episódio até que valeu a pena. Finalmente Zamasu foi desmascarado no presente e pego antes (ou depois, se lembrarmos que Whis usou aquele velho truque de voltar no tempo para impedir as intenções malignas de Zamasu) que pudesse cometer a atrocidade de matar seu mestre Gowasu para executar os seus cruéis ideais de ‘justiça’.

E o que eu realmente amei nesse episódio foi ver o nosso Bills entrando em ação novamente e mostrando porque é um Deus da destruição. Com apenas cinco letras, uma palavra ele simplesmente desintegrou Zamasu e erradicou sua existência do universo. Convenhamos que foi uma cena linda de se ver:

Repetindo a foto de capa pois muito incrível.

Outro plot muito bem explorado nesse episódio foi o dos Trunks! Quando Trunks do futuro estava se afogando em lamúrias e se culpando por ter deixado a Mai no futuro, o Trunks do presente que mais parecia o próprio pai Vegeta disfarçado resolve confrontá-lo e acabar com essa postura de perdedor, mostrando que o sangue de Vegeta corre mesmo em suas veias e orgulhando os fãs do seu pai ao desafiar o seu eu do futuro para uma luta, luta essa que inclusive já foi uma batalha real da saga What-If do jogo Dragon Ball Raging Blast para PS3/X360. Uma pena que por causa do plot principal do episódio não pudemos ver a luta completa dos dois que certamente deve ter sido boa, mas deu para ver que isso fez alguns favores ao Trunks do futuro e eles terminaram a luta numa cumplicidade bonita de se ver.

Só o que achei estranho da parte de Bills e Whis foi terem tanta certeza de que por terem matado Zamasu no presente, as coisas também mudariam no futuro, pois como Trunks explicou, quando os androides foram mortos no presente, no futuro eles ainda estavam vivos e certamente não ia ser diferente com Zamasu e Black. Portanto, ainda temos muita emoção pela frente e mal posso esperar pelo próximo episódio onde a ação voltará a acontecer de verdade. E como vimos na prévia, parece que o Black não é uma cópia ou um falso Goku, portanto a expectativa para descobrir sua verdadeira identidade agora é real e Vegeta pelo visto agora consegue lutar equilibradamente com o mesmo em sua forma Super Saiyajin Rose.

Foi um episódio bem simples, mas teve as suas qualidades. E quanto a vocês, pessoal, o que acharam do episódio? Muitas expectativas para o próximo?! Digam nos comentários para debatermos e até a próxima semana!

  • Ronaldo

    Essa fase do DB super está muito boa, mas acho engraçado o zamasu sair lá do universo 10 pra causar no 7 e ainda num futuro que o Goku morreu lá trás contra os andróides.

    • Gabriel

      Verdade. Eu também acho estranho que o universo 10 ficou com os anéis do tempo do universo 7.

      • Junior Silva

        São coisas que você tem que abstrair, não tem jeito. Quando uma obra mexe com linha do tempo, viagens temporais, sempre causa erro.

        • Ronaldo

          É só ver como Heroes cagou tudo.

          • Junior Silva

            Lost é o maior exemplo de se perder numa história.

    • Eduardo

      Essa parte de universos/linhas do tempo vem sendo algo nebuloso nas histórias do Toriyama. Primeiro que não fez sentido na saga do Cell o Trunks voltar pro futuro e encontrar a mesma situação que deixou e agora na nova saga os personagens tratam o “futuro” desse Trunks como algo que realmente irá acontecer na linha do tempo onde estão.

      • Gabriel

        Acho que o único erro do Toriyama foi vir com estes universos alternativos sem ter, no mínimo, o do Trunks do futuro (e os outros causados pelos Trunks alternativos). Na saga de Cell a linha alternativa de Trunks poderia muito bem existir num universo alternativo e isto explicaria como o eventos do passado não a afetaram. Foi “Super” que estragou esta teoria.

        E não estão considerando aquele futuro como certo na linha do tempo principal. Quando Beerus foi para o universo 10 e esperou pacientemente que Zamasu matasse Gowasu foi para se certificar que aquele Zamasu se tornaria o vilão do futuro.

  • Gabriel

    “Só o que achei estranho da parte de Bills e Whis foi terem tanta certeza de que por terem matado Zamasu no presente, as coisas também mudariam no futuro (…)”.

    Também estranhei esta cena. Como são duas linhas do tempo diferentes não vejo motivos para a série tentar explicar que elas existem independentemente. Vieram com a afirmação que a morte de um deus não passa despercebida no continuum espaço-tempo desnecessariamente visto que Zamasu ainda existe no futuro. Aposto que nos próximos episódios dirão que seu pedido de um corpo indestrutível também o fez imune à alterações no passado.

    “E como vimos na prévia, parece que o Black não é uma cópia ou um falso Goku (…)”.

    Spoiler mangá:

    E ficou provado no último capítulo do mangá que saiyajin de verdade ele não é. Seria uma vergonha para a raça guerreira ter um de seus integrantes preferindo sacrificar os Supremos Senhores Kaioh dos vários universos na linha do tempo alternativa ao invés de enfrentar os deuses da destruição.

  • Eduardo

    Infalível chegar no ouvido daquela gata e dizer “HAKAI”

  • Junito Hartley

    Tem como sair a review mais cedo nao parça?

    • Rodrigo Flavio

      Oh Junito confesso que to esforçando, mas é que com 3 séries na bagagem (The Voice, The X Factor UK e Dragon Ball Super) que acontecem praticamente juntas fica difícil, mas eu vou me esforçar para sempre entregar o mais cedo possível! Valeu por continuar acompanhando apesar dos atrasos!!

      • Junito Hartley

        Tranquilidade, falou.

  • Leonardo Ferreira

    Muito foda. Bills simplesmente arrasou!!!!!!!!!!!