Doutor Estranho é um filme corajoso como a maioria não consegue ser

21
2695

O roteiro de Doutor Estranho é seguro e não guarda muitas reviravoltas. Vá assistir sabendo que você está indo ver um filme de super-herói. Não existem spoilers que possam estragar sua experiência, principalmente se você já assistiu ao Homem de Ferro. É a história de um playboy milionário, que possui um QI tão elevado quanto sua arrogância e se vê diante de uma situação que o leva a um despertar espiritual e tem sua redenção como super-herói.

Isso não significa que a história seja ruim ou construída de maneira desleixada, pelo contrario, o filme diverte com boas piadas de bom humor inseridas em momentos certos e não cansa nos momentos de reflexão sobre a morte e a fragilidade do mal e do bem. Em um certo momento da história, enquanto o Doutor Estranho conversa com a Anciã em uma cena longa e desapressada sobre o fim, que o filme começa a mostrar a relevância que terá na história da Marvel.

Mas se Doutor Estranho apresenta um estrutura segura, ele também se mostra impressionantemente corajoso. O visual é uma força incrível do longa, apesar de ter uma forte inspiração em Inception do Nolan. O filme eleva o uso dos efeitos especiais a um outro nível e é muito difícil, em Hollywood, um filme te oferecer coisas que você nunca viu antes, principalmente a maneira como o caleidoscópio te conduz. É surpreendente. A sensação transmitida é perfeita, como se você estivesse naquela viagem no lugar dele. Aliás, fica aqui minha recomendação: se você puder, assista em 3D IMAX.

Doutor Estranho
Doutor Estranho

Benedict Cumberbatch é a única escolha para o papel. Ele é a alma da película e junto com Tilda Swinton dão sentido a jornada do Doutor Estranho. Eles não permitem que as coisas descambem para o ridículo, isso porque existe uma grande sequência de destruição de uma metrópole, mas o caminho não é clichê e nem repete as formulas comuns ao gênero. O vilão é derrotado de maneira divertida, econômica e criativa, poderia bem ser um final de episódio de Doctor Who, o que é ótimo.

É discutindo sobre a finitude das coisas e a fragilidade do sucesso, que a Marvel fala sobre si mesma. A capacidade de olhar para dentro das suas limitações é um grande segredo pra agir certo. É definitivamente um ponto de virada, talvez um dos maiores passos dados pela Casa das Ideias até aqui.

Doutor Estranho é um grande risco e poderia ter dado muito errado, mas assim como Guardiões da Galáxia, é uma grande e boa surpresa. A Marvel prova, que aprendeu o macete de transpor a mídia HQ para o cinema e Doutor Estranho trás fôlego em um tempo de saturação de filmes de super-heróis. A figura do relógio quebrado é forte e mostra como o tempo e o que eles aprenderam com os erros, está fazendo bem ao Universo Cinematográfico da Marvel.

> O que deu errado em Esquadrão Suicida! 

Doutor Estranho chega aos cinemas brasileiros nessa quinta-feira, dia 3 de novembro.

  • ricardo

    Sherlock X Hannibal

    • Gabriel

      E em Vingadores 3 teremos Sherlock & Sherlock.

      Fico imaginando se no dia que Hannibal cair no domínio público alguém fará um livro ou filme em cima deste confronto.

  • Mirellinha

    mal posso esperar pra ver esse filme.

    Poderiam fazer uma comparação entre as séries Sherlock x Elementary /

  • Carcosa, the Yellow

    “O visual é uma força incrível do longa, apesar de ter uma forte inspiração em Inception do Nolan.”
    E o A Origem é uma cópia de Paprika. Só pra quem não sabe e acha q o Nolan é descobridor do fogo ou alguma coisa parecida, saber.

  • André

    Um texto inteiro falando bem de um filme Marvel e no fim um link falando o que tem de errado com Esquadrao Suicida.

    Ces tao recebendo dinheiro da Marvel neh?

    • Flavio Batista

      Se estao, bom pra eles. Mas pra nós, deboistas, o q vale é esses pitis dos DCnautas.
      Velho, aceitem, o fime é ruim. Não é tao horrivel como um Homem de Ferro 3 mas é ruim.
      Simples assim.

      • André

        Olha, não sei se você percebeu mas eu fui irônico. E concordo que o filme é ruim, pra mim, é o pior dessa nova leva pós Nolan, talvez dispute com Wolverine Imortal e HF3, que mesmo eu gostando, é bem ruinzinho

        • Flavio Batista

          Não percebi nao… é q acho q to mal acostumado com os comentarios do Omelete. La o mimimi de DCnautas e Marvelistas é uma coisa absurda.
          Caracas é verdade, Wolverine Imortal é dureza mesmo… consegue ser pior q o primeiro

    • kkkk seria lindo. Apenas coloquei o link do único SM Play que falamos de cinema por enquanto. Mas pior que o vídeo nem fala mal do filme, é mais uma conversa sobre algumas decisões equivocadas da produção.

      • “seria lindo” hahahaha, melhor resposta.

      • Ane

        Fui ver doutor estranho só no feriado agora, então não peguei a crítica antes para não dar spoiler (o que nem daria no fim das contas) e hoje vi o vídeo que vocês fizeram sobre ele. Ficou muito legal, me surpreendi bastante com a tua naturalidade falando e a abertura é sensacional.
        Óbvio que vídeo é bem mais complicado de fazer do que resenhas, mas é um campo que é legal de vocês expandirem mais. Ficou curto, para quem não tem tanto tempo assim, e ainda assim informativo e divertido. Parabéns.

  • Duh

    Resumindo a crítica: o filme é bem clichê, vc sabe tudo oq vai acontecer mas como é da Marvel vamos falar que é ótimo sendo que no máximo é regular.

    • Karllos Silva

      Já ia postar algo assim. É geral suavizando coisas da Marvel por ser da Marvel. Mas nao vejo essa preocupação em suavizar as coisas quando se trata da DC, já dão nota baixa mesmo e falam horrores do filme, aí qdo vc vai ver não é nada daquilo. Acho tão besta essa guerrinha de interesse. Melhor ser honesto e falar logo q o filme nao presta ou é apenas regular.

      • Aaa bobagem. Capitão América 1, Hulk, Homem de Ferro 3, Era de Ultron por exemplo, não foram unanimidade, e receberam muitas críticas negativas, para muitos esses filmes não prestam. Enquanto o Batman do Nolan é considerado por muitos a melhor adaptação de super-heróis para o cinema.

  • Jordison Francisco

    Suicide Squad começa muito forte, mas logo vira uma bagunça previsível toda remendada, que se sustenta apenas pelo carisma de seu elenco. nota 6,0.

  • Su

    Já vi o filme e adorei. Fui sem expectativas e me surpreendi pela positiva 🙂

  • Ulisses Silva
  • Luciano Ferreira

    O filme é cheio de clichês e o vilão…os dois vilões…têm a profundidade de um “prato de papa”!
    Mas vale por Cumberbatch. que aparenta estar se divertindo muito é ainda é um grande ator!

  • Jord Son

    Doctor Strange tem exposição demais, e uma estrutura narrativa formulaica. Mas o filme é engraçado, tem um protagonista cativante, e efeitos visuais muito impressionantes. Nota de 0 a 10 resultou em 7,4

  • Clichês, são clichês por uma razão, eles funcionam quando bem empregados. Não que Doutor Estranho seja um puro clichê, ele possuí alguns elementos que são bem utilizados, mas também tem identidade própria. E isso graças ao Benedict Cumberbatch, ele acrescenta muito carisma e identidade própria ao filme. O elenco em si é muito bom, do protagonista, ao coadjuvante Benedict Wong. O principal ponto negativo, é um ator do nível do Mads Mikkelsen ser tão subaproveitado, seu vilão é bem raso. Não que comprometa, mas é um vilão totalmente esquecível, o que é bem abaixo do que Mikkelsen poderia ter feito. Por outro lado, a resolução da treta com o vilão foi bem criativa, e inesperada.

  • Jord Son

    Que Doutor Estranho é um sucesso nós já sabemos, e como uma aventura isolada o filme funciona muito bem, apresentando personagens bacanas e abusando dos efeitos especiais mais incríveis da franquia. Uma área em que o filme não ajudou muito a reputação da Marvel, no entanto, foi o roteiro.
    Aqui vão 7 problemas com o universo Marvel que Doutor Estranho não resolveu:
    1) O artefato que salva o dia – do Tesseract ao cetro de Loki fechando o portal, e agora o Olho de Agamotto, está ficando recorrente demais.
    2) A ausência dos Vingadores não pode ser explicada quando eventos enormes estão acontecendo no planeta.
    3) O humor excessivo em certos diálogos, especialmente com a Anciã, não funcionou – ainda bem que a Capa da Levitação salvou o dia.
    4) A falta de desenvolvimento do interesse romântico também é um problema sério e recorrente.
    5) A semelhança das jornadas de descobrimento dos heróis do estúdio – de Tony Stark a Thor a Doutor Estranho – está cansando.
    6) Por falar naquele probleminha dos Vingadores, porque o planeta todo tem que estar em risco SEMPRE? Homem-Formiga mostrou que não precisa ser assim.
    7) Claro, o maior problema de todos: mais um vilão pouco desenvolvido e nada convincente..