Chicago PD 4×06: Some Friend

5
800

Que interpretação do Elias Koteas!

Finalmente um episódio maravilhoso com o Olinsky. Desde o início ficou claro que Al teria problemas com a equipe por acharem que ele estaria envolvido emocionalmente com o caso por ser amigo de Jake McCoy, mas o detetive é o personagem mais misterioso que temos no elenco da série. Pela primeira vez eu fiquei realmente animada com o destaque que deram ao personagem porque deu para sentir o conflito no início do episódio e como ele foi sendo trabalhado até ser resolvido.

Achei uma hipocrisia Voight falar com o Al como se ao continuar na investigação ele fosse mexer os pauzinhos para livrar a cara do amigo, então fiquei satisfeita com a resposta que o detetive deu ao sargento. Consigo entender os dois lados, mas se alguém fosse falar isso que fosse o Antonio já que é o todo correto do departamento. Falando em Antonio achei bem insistente e cansativo ele ficar o tempo todo dando umas cutucadas, mas beleza…

Sobre o caso, eu esperava que o desfecho fosse outro, mas acabou sendo justificado como um acidente e tudo bem, o modo como fizeram o Olinsky conduzir o encerramento do caso, arrancando realmente o que aconteceu do Jake foi o que acabou contando. Achei sensato sim o recolhimento do distintivo do detetive, afinal ele foi contra as ordens da comandante, apesar de ter feito o que fez para conseguir o que a Inteligência certamente demoraria mais tempo para conseguir: juntar todas as peças até chegar na confissão do Jake. Foi muito bom mesmo ver a dor nos olhos do detetive, saber que ele se importava com a Maya e até repensar as atitudes que ele tomou no passado em relação ao Jake.

O caso secundário apesar de ter sido bem curto foi bem relevante para vermos como a Kim é uma policial maravilhosa. Essa temporada vai ser uma temporada de bastante crescimento para a personagem até que ela esteja realmente pronta para assumir um cargo na Inteligência. A maneira como ela se importa e tem a sensibilidade correta sobre com quem se importar é o que faz a personagem ser tão única dentro da série. Ela poderia ter agido igual ao parceiro e deixado a ex-policial pra lá, mas resolveu mostrar que ela se importa com o que aconteceu. Pessoas como a Kim ainda me dão esperança de que pessoas assim podem realmente fazer a diferença no mundo, apesar de ser um trabalho de formiguinha e acredito que policiais como a Kim existem, mas como ela são uma minoria, infelizmente.

Enfim, foi um bom episódio da série e espero que mantenham esse desenvolvimento de um determinado personagem por episódio e que os plots possam ser desenvolvidos ao longo da temporada e não apenas no início da temporada e depois deixados de lado como sempre fazem. Porque sinceramente, se fizerem isso nessa quarta temporada eu vou ficar bem frustrada.

O próximo episódio será “300.000 likes”, e como eles sempre gostam de tombar a gente na promo, a única coisa que eu posso dizer é que preparem o fôlego para o episódio duplo da série:

  • Lays Araújo

    Ótima review, Bruna!!!

    Eu gosto muito do Al e senti a dor que a decepção o trouxe!!!
    Outra coisa, vc nem comentou sobre as flores pra Lindsey

    • João Carlos

      Ja vem sofrimento para a Lindsey

  • João Carlos

    Alvin. Meu personagem secundario favorito. Uma pena a serie dar destaques a um personagem e depois esquecer.

  • Libriane

    TB GOSTEI DO CHEGA PRA LÁ QUE O Olinsky DEU NO SARGENTO… QUE MORAL O SUJEITO TEM, NÉ? APESAR DE TUDO, ANTONIO FOI O ANTONIO… SACO FOI O NAMORADINHO DA ERIN FAZENDO A COBRANÇA. O CARA SAIU DAS FRALDAS ONTEM E QUER DAR UMA DE DONO DA VERDADE HJ… NÃO GOSTO DO PERSONAGEM E CLARO, A Lindsey TINHA QUE TER, AO MENOS, UMA HISTORINHA QUE FOSSE DELA. NÃO BASTAVA A EMOÇÃO DE Olinsky, NÃO BASTAVA A EMOÇÃO DE KIM, TINHAM QUE MONTAR ALGUMA COISINHA PRA ELA.
    NA BOA, TÔ PEGANDO BIRRA DA SÉRIE SÓ POR CAUSA DISSO. PQ QUE O PERSONAGEM DELA TEM TANTO DESTAQUE ASSIM?

  • Luana

    Ai meu coração… ainda bem que abri essa promo só hoje…kkk…