Big Brother US 18×41/42: Week 13 [Season Finale]

10
338

And the winner is…

Previously on Biiiiiig Brother: A primeira dupla já havia sido desfeita com a eliminação de Natalie e, com o poder nas mãos, Nicorey decidiu atacar Paul e Victor, o que culminou com a terceira eliminação da sensação porto-riquenha. Mas a vingança veio a galope e Paul colocou o último casal na berlinda, cabendo a James eliminar Corey, definindo assim o final 3 da temporada.

Chegamos ao final 3 com três houseguests que, de uma forma ou de outra, foram indispensáveis para o jogo. Paul e Nicole foram, junto com Paulie, Da’Vonne, Frank e Victor, o fio condutor da temporada, com todos os outros participantes orbitando entre eles, enquanto James, ahn, James estava lá.

Ok. Temos que admitir que em um ou dois momentos do jogo James teve sua função, mas sempre buscou não se comprometer, enquanto Paul e Nicole sempre estiveram no meio da ação. E é bom ver que Paul nota isso ainda antes de a disputa pelo último HoH começar e, apesar de ter um acordo de final 2 com ele, deixar claro que Nicole merece mais.

Não podemos dizer que os resultados das provas que coroaram Paul último HoH foram injustos. Ele e Nicole fizeram por onde e chegaram na disputa final e, qualquer um deles que vencesse resultaria em um bom HoH. Mas Paul é o vencedor e cabe a ele decidir quem quer enfrentar perante o júri.

Júri que se mostra bastante dividido. Neste ponto do episódio já está claro que James jamais ganharia o prêmio caso chegasse no fim, pois sua atitude de não jogar pegou mais mal do que bem. Quanto à posição em relação aos outros dois, os jurados estavam bem mais divididos. Todos concordavam que Paul e Nicole haviam feito um belo jogo e que ambos tinham seus méritos, apesar do chilique de Michelle ao querer diminuir o jogo de Nicole. Até Victor chegou a defender a loira em certo ponto.

Com essas informações, podemos considerar que a escolha de Paul lhe custou o prêmio, pois ao levar Nicole ele acaba por escolher enfrentar o inimigo com mais méritos, arriscando jogar tudo por água abaixo. Apesar de a atitude ser boa, estamos falando de Big Brother, e uma bela atitude não significa nada se ela não lhe ajuda a vencer.

A partir do enfrentamento diante do júri, podemos traçar um paralelo entre as jornadas dos dois finalistas:

  • Paul foi seis vezes ao Block, enquanto Nicole não foi indicada até a penúltima semana de jogo. Paul usou suas inúmeras idas ao Block como argumento de que fez um bom jogo. Mas temos que lembrar que dessas idas, em apenas uma ou duas ele corria algum tipo de risco, enquanto nas outras era um peão que estava lá só para ocupar assento. Mais impressionante e o feito de Nicole por ter se mantido longe de qualquer indicação até o penúltimo Block.
  • Paul afirma ter se exposto mais no jogo. Verdade, porém, ser barulhento e sobreviver não faz um bom jogo sozinho. Nicole teve que sair para o jogo bem mais cedo ao ver seu time em uma prova de eliminação no segundo dia de Big Brother e ainda tendo que convencer dois novatos de que um retornante deveria ser HoH na primeira semana de jogo onde os novatos eram maioria esmagadora.
  • Paul diz que sempre manteve um alvo mais forte que ele na casa, logo, quando alguém tinha que ser eliminado não era ele. Mas Nicole fez melhor, ela conseguiu sequer ser considerada alvo o suficiente para ser indicada, apesar de estar jogando o tempo todo.

Nestes três pontos podemos ver que onde o jogo de Paul foi bom, o de Nicole foi melhor e que ela por isso já mereceria mais o prêmio. Mas ainda há três momentos que fazem Nicole merecer mais ainda os US$ 500.000: ter sobrevivido intacta ao HoH de Michelle, ter eliminado Michelle sem que suas duas opções de aliança se desfizessem e ter mirado em Victor e Paul quando Natalie saiu. Estas três jogadas solidificaram a vitória dela certamente.

Mas isto é minha opinião e quem vota é o júri. Alguns votos como Victor, Corey e Michelle (que não consegue aceitar que Nicole foi, sim, uma ótima jogadora) eram previsíveis, enquanto Da’Vonne dava dicas de que iria votar por Paul, mas no fim, em uma apuração mais que emocionante, foi o voto de Mama Da’ que premiou Nicole.

Por este texto vocês já devem ter entendido que adorei a vencedora. Quanto à temporada que se encerra, pode não ter sido a melhor de todas, mas posso afirmar que foi uma temporada sólida, com bons twists e ótimos personagens. Certamente um ótimo ano para quem embarcou nessa nave louca agora pegar gosto e virar fã.

Considerações Finais no Diary Room:

  • Se um dia eu tiver um gato vai se chamar Michelle.
  • Ou talvez se eu adotar um pé de manjericão.
  • Diferente dos americanos, o prêmio de favorito para mim vai para Da’Vonne. Ela pode ser se perdido no jogo, mas foi quem de longe mais me divertiu antes e depois de ser eliminada e me deu ótimos GIFs pra usar no Telegram.
  • O Big Brother Over The Top começa semana que vem, mas a cobertura ainda está incerta por conta do acesso ao programa. Se alguma novidade surgir vocês serão os primeiros a saber!
  • Foi uma ótima experiência comentar o Big Brother aqui com vocês e espero ter feito uma cobertura à altura do programa. Fico feliz em saber que muitas pessoas passaram a acompanhar o programa por causa das reviews. Quem quiser continuar me aturando é só dar uma passadinha nas reviews de Dancing With The Stars!
  • Felipe Jerez

    Pedrooo!!!! Adorei acompanhar essa temporada e seus textos (você foi o culpado por eu ter assistido e te agradeço por isso, principalmente por eu ter conhecido esse furacão divo chamado Da’Vonne)!!!

    Sobre a final quando o James saiu eu já estava feliz demais, qualquer um dos outros dois que ganhassem seria muito merecido, e lendo seu texto acabei concordando que foi mais do justa a vitória da Nicole!!!

    Pra completar o que já estava ótimo o James não ganhou nem como favorito do público, queria muito que fosse a Da’, mas tinha certeza que o público daria o prêmio para o mala insuportável, então já fiquei satisfeito de ter sido o Victor e não ele.

    Parabéns pelo trabalho e Obrigado pela indicação, me diverti muito!!

    PS: Vou sentir muita saudade da Da’ e da Julie divíssima!

  • dan_atwood

    Dizer q Nicole foi mais efetiva q Paul é qse dizer q Princesa do ídolo rotatório é mais merecedora que a Rainha da brigada em FxF.

  • dan_atwood

    e pq não foi comentado q mtas das meninas foram na nicole pq qriam uma vitória feminina ? isso ficou claro e nem comentado vai ser ?

  • Lybio Jeffersom

    Curti o F2, e gosto da Nicole vencendo, essa foi minha primeira temporada vendo BBus e apesar dos altos e baixos, eu gostei muito, e já tô esperando ansioso pelo próximo verão americano!

  • diogopacheco

    Pedro, concordo mto com td dito na review. A temporada foi mto boa e foi ótimo ter as suas impressões aqui. Tivemos a minha final dos sonhos e foi lindo ver a melhor jogadora da temporada sendo uma mulher, num jogo tão machista.

    Para coroar a noite, Victor tombou James como favorito do público e achei lindo, mas o melhor foi ter o voto da diva Da’Vonne decidindo td.

  • Sarah

    Paul foi muito mais jogador que Nicole isso é inquestionável.

    • Leo

      Totalmente questinavel, Pq paul é melhor que Nicole?

  • Leo

    Primeiramente parabéns pela cobertura, gostei bastante dessa temporada, o f2 realmente mereceu chegar lá, Nicole e day eram minhas torcidas desde o dia 1 então fiquei mais do que feliz com o resultado, mais é foda ainda ver o quanto as pessoas são machistas ainda, principalmente no bbus, ao meu ver Nicole fez a mesma coisa que paul, Pq ela é considera uma cobra e ele um ótimo jogador ?

  • Thiago

    É o questionamento do Paulie (nunca achei que fosse citar esse babaca): “Votar em quem escapou do paredão tantas vezes ou quem evitou ou paredão tantas vezes?”

    É fácil falar que a trajetória do Paul foi mais difícil, até pq quem não ama um underdog? Mas parece que, todo mundo que o defende, esquece que a Nicole lutou desde o começo do jogo pra tirar seu alvo por ser uma veterana, até pq já era conhecida como uma jogadora sorrateira desde o BB16.

    Jozea, Da’, Frank, Michelle…(perdi até a conta) repetiram diversas vezes que a Nicole era uma pessoa de quem deveriam ter cuidado e ela, ainda assim, conseguia todas as vezes fazer com que a casa focasse em um alvo maior e a esquecesse.

    Ela se aliou às pessoas certas, em especial ao Corey, a quem foi fiel até o final, e com quem controlou quase todas as eliminações da temporada.

    Nunca desmerecerei o jogo estratégico do Paul, ele foi um verdadeiro survivor (rs), mas tinha um jogo social péssimo, era mal educado, machista e arrogante ao extremo. Não é surpresa que os votos que ele recebeu foram de Michelle (a pragra mais mimada que já passou pelo BB), James (bitter), Bridgette (who?) e Victor (bff dele, único voto compreensível).

  • Germano

    Vibrei muito quando Nicole se consagrou como vencedora! Finalmente uma mulher vencendo, desde o BB13. Eu quero muito assistir BBOTT, tomara que saia nos torrents!