Australian Survivor 3×12-14: Devil Finds Work For Idol Hands/Size Of The Fight In The Tribe/I Can Play Her Better

20
334

O fechamento de um ciclo que destronou uma excelente jogadora para dar o espaço necessário para que outra pudesse brilhar.

Eu comecei assistindo ao episódio dessa semana pensando: “Essa semana é da Phoebe”. Acho que eu nunca torci tanto para o sucesso de um participante quanto torci para ela. O fato dela ter conseguido se salvar inúmeras vezes, mesmo com tudo conspirando contra, é admirável. Phoebe tem características ideais, que todo espectador espera em um participante: seu tato para lidar com as situações, sua maneira impiedosa de jogar, a forma como ela se desdobra em meio as adversidades, sua coragem de trair e mentir, sua força física e mental, a fazem dela a melhor jogadora dessa fase tribal, e tenho certeza que para sempre será lembrada por qualquer fã do programa. Sua saída por mais dolorosa que tenha sido, foi poética, fechando até então um ciclo – que apesar de sérios problemas por parte da produção – conseguiu entregar a todos nós um entretenimento semanal competente.

Apesar de tudo isso, tenho que admitir, não foi ela quem mais chamou atenção essa semana, mas sim, sua principal aliada. Já sabíamos que Phoebe era uma excelente jogadora, mas eu não tinha a mínima noção de que Kristie era também. Não tem como comparar as duas, até porque fazem linhas de jogo completamente diferentes, porém em Devil Finds Work For Idol Hands ficou provado que para que a jogada de ambas pudesse funcionar, uma precisava da outra naquele momento. Kristie merece um Oscar pela atuação brilhante, seu choro falso, suas caras de tristeza e de surpresa no conselho tribal, e por continuar mentindo até depois de tudo ter passado. As duas juntas me lembraram muito Amanda em Micronésia quando deu um blindside épico em Alexis. Enquanto uma fazia a linha sofrida a outra saia rodando um ídolo na fuça de todo mundo. Foi um ótimo momento, que ainda garantiu um excelente discurso de entrega de ídolo:

“The tribe decided who was going home tonight, but I didn’t really get to weigh in on that decision. So I’m just going to weigh in on it now. “

 Phoebe Timmins

Comecei falando desse episódio pelo desfecho dele, mas tudo aquilo que culminou na eliminação de Craig foi fruto de uma burrice sem tamanhos por parte de Conner. Survivor é um jogo aparentemente sem regras, contudo existem princípios que devem ser seguidos, um deles é: Nunca conte a pessoa que vai ser eliminada, que ela será eliminada. Quando um jogador se vê contra a parede, é aí que ele arranca forças para poder lutar, e nesse caso, Phoebe conseguiu a informação mais valiosa para ela no momento, se ela deveria usar um ídolo da imunidade em si mesma ou em Kristie.

Não tinha outra opção, alguém da antiga Vavau iria sair ali, e foi OK não cogitarem a existência de um ídolo de imunidade (apesar de Craig saber da existência de um), pois dividir os votos naquele momento também era complicado, pois qualquer um poderia flipar, como já havia acontecido na eliminação de Andrew.

A saída de Craig foi bastante difícil. Fazia tempo que eu não me divertia tanto com um participante, seja pelos confessionais, os flertes com JLP, as tiradas ácidas, e comparado com os participantes gays que já passaram por Survivor US, Craig definitivamente está na lista dos melhores já vistos no show.

Em Size Of The Fight In The Tribe, novamente Vavau perde o desafio. E a produção me inventa uma vantagem no desafio de imunidade para a tribo vencedora (porque 9 contra 5 não é uma vantagem valiosa), colocando um membro de Saanapu para ouvir o conselho tribal, e dando a ele a chance de abduzir um membro para sua tribo. Tenho minhas teorias para essa twist:

A produção criou isso para tentar ajudar Vavau, ou Phoebe, vocês escolhem. Nos desafios desse episódio, a força física (até então, o elo mais fraco de Vavau) pouco se foi necessário. Imaginem só se Vavau tivesse ganho, alguém aleatório sairia de Saanapu, e provavelmente iria para o bottom de Vavau, deixando as coisas mais justas e comprando o tempo necessário para que uma merge ocorresse.

Vavau tentou, mas não conseguiu, e assim Brooke resolveu raptar Sue e desfalcar a outra tribo mais uma vez. Mais alguns parágrafos de especulações e reclamações:

Com a vitória de Saanapu, a twist não serviu para NADA, e afundou mais ainda o barco furado de Phoebe. Três possibilidades me vem a cabeça:

  • Se não tivesse existido nada daquilo, Kristie teria sido eliminada, teríamos 13 participantes e a merge ocorreria logo em seguida, salvando Phoebe que ao meu ver, era a intenção da produção.
  • Se não tivesse existido nada daquilo, e nem merge com 13 participantes, Kristie teria sido eliminada, Vavau (como ocorreu) perderia o desafio de imunidade seguinte, e Phoebe seria eliminada.
  • 14 pessoas, mais uma swap, divisão de tribos com 7 e merge com 10 (claramente nem passou pela cabeça dos produtores), mas acredito que teria sido o ideal.

É aquela coisa, nada que já não está ruim que a produção não possa piorar. Isso aí JLP, estou falando de você. Não estou tendo paciência de ver os conselhos tribais conduzidos por ele. Simplesmente porque ele não sabe conduzi-los. Eu venho reclamando disso desde as minhas primeiras reviews, mas nesse episódio e no seguinte as coisas excederam um pouco a lógica. Com uma twist dessa, cabe a tribo ou não entregar o que quiser para o participante que está assistindo ao conselho tribal, entretanto quem escancarou tudo para Brooke foi o próprio apresentador, e claramente custou a salvação de Phoebe, que foi a primeira cogitada a ser levada para outra tribo pela mesma. Acho JLP em termos de apresentação e narração de provas uma ótima escolha, mas quando se trata de conselhos tribais Jeff Probst dá um banho. JLP não faz perguntas coerentes, não deixa nada aberto a subjetividade e influencia demais os rumos da votação, e com isso sou obrigado a dar cartão vermelho.

Voltando aos episódios, e fugindo um pouco das minhas teorias e reclamações, vemos em I Can Play Her Better que a não eliminação anterior, massacrou mais uma vez Vavau. Todavia, esse episódio foi intenso, e junto com ele tive a certeza clara que a temporada havia recomeçado.

Kate vem se mostrando cada dia mais e parece ser um ser humano incrível. Sua força física e mental é coisa de outro mundo. Apesar de não apresentar um jogo muito atrativo, vem me conquistando a cada frase ou palavra que diz a quem está e não está com ela, garantindo ótimos momentos, como aquele entre ela e Conner, e ela e Kristie. Survivor é um jogo que mexe muito com a mente, e deixa as pessoas meio malucas, e ver Kate em plena sanidade, jogando de maneira simples, porém eficaz, faz com que ela tenha grandes chances de vencer se chegar a uma final.

Kristie nesse episódio, provou que não foi salva pela twist por acaso, e não só teve culhões de se virar contra sua principal “aliada”, mas também de usar seu próprio veneno contra ela, deixando-a bastante confortável e segura, para no fim eliminá-la com um blindside esplêndido, contando ainda com aquela encenação que só ela sabe fazer, provando para Phoebe que por mais que ela tenha um excelente jogo em mãos, um participante nunca deve ser subestimado. Além disso, Kristie teve uma presença e uma força que ainda não tinha sido vista por nenhum participante durante o conselho tribal, se recusando a responder perguntas que tirariam a subjetividade da eliminação, deixando inclusive JLP bastante desconfortável, e o que eu posso dizer disso? Ganhou meu total respeito ali. Que todos os participantes façam isso ou que JLP aprenda o seu lugar.

Sobre Saanapu resolvi deixar para comentar tudo no final, pois simplesmente não tem nada de relevante que valha a pena comentar ali. Uma tribo que passa muito tempo sem lavar a roupa suja no conselho tribal se irrita facilmente por pouca coisa, ou começa a criar problema onde não tem. Como a história da cama, os ciúmes de Matt, a aliança feminina (tudo bem que Kylie deu uma forçada legal né), Nick atacando Sue (achei totalmente desnecessário da parte dele, assim como tudo que ele faz). Estou me importando pouco com as pessoas dessa tribo exatamente por não terem tido desenvolvimento nenhum nesses episódios finais, entretanto Jennah de todos ali ainda me cativa bastante, e espero que ela se junte a Vavau novamente e meu blindside em Nick finalmente aconteça.

Australian Survivor veio essa semana com eliminações difíceis e twists duvidosas juntamente com a incerteza em relação ao futuro da temporada e dos jogadores, mas encerra um ciclo poderoso na sua história. Com a saída de Phoebe e Craig (minhas apostas) ficou difícil escolher um vencedor por agora, pois parece que o jogo passou por um reset, teremos que ver como as interações e alianças se darão nos próximos episódios. E para vocês, para quem vai a sua torcida?

PS: Cadê a twist dos outcasts? Phoebe e Craig descendo de uma pirâmide? Um All-Stars adiantado? Ajuda ae produção! RIP Craig, RIP Phoebe.

australian-survivor-img2

PS2: Semana que vem vou finalmente fazer um ranking, e eu achando que ia melhorar para o meu lado, ficou mais difícil ainda.

PS3: Uma coisa que vem me fazendo gostar bastante de AS é o reconhecimento das jogadas pelos participantes. Tanto Craig quanto Phoebe, em seus confessionais pós-eliminação reconheceram que suas saídas foram inteligentes por parte de quem as arquitetou. Isso prova que a produção fez uma boa escolha de participantes, que não são apenas fãs, mas que também sabem valorizar o espírito esportivo. Parabéns!

PS4: Lembrando também que Survivor US volta hoje, e aí estão animados? (:

  • Leo

    Essa twist horrível só conseguiu eliminar os dois melhores jogadores da fase tribal. A pagong se instaurou de uma forma pior do que todos esperavam.
    Craig e Phoebe vão fazer muita falta e uma possível vingança em cima do Nick vai ficar nas mãos da JL.
    Que a Vavau se una e consiga eliminar todos os desnecessários da Saanapu.

    • Comecei torcendo contra Vavau, mas nesse estágio do jogo não tem como, que façam da vida de Nick um inferno!

  • Marcos Gouvêa

    Phoebe brilhou, uma das melhores participantes pre merge de todos os Survivor, foi lindo ver ela jogar, e agora é torcer por Kristie virar o jogo, e usar todo esse potencial maravilhoso na real merge.
    To muito ansioso pra saber como a Saanapu vai jogar, acho que todo esses poder que tiveram vai acabar atrapalhando Flick, Brooke e Matt, pq não tenho certeza se Sam está 100% com ele, e acho que El e Lee, podem muito bem se juntar a Sam e ir com Vavau, mas ta tudo muito incerto. Farei meu ranking sabendo que posso flopar horrores.
    1. Brooke (Se Saanapu se manter unida ela é a que mais se beneficiará com isso, dos 3 poderosos da Saanapu ela é a menos visada)
    2. Flick (Mesmo motivo acima)
    3. Sam (Dos homens eu acho ele o mais forte e com mais chances de trabalhar com os dois lados)
    4. El (Não tem ninguém atrás dela, e tenho certeza que todos correrão atrás dela pra ser um número)
    5. Jenna Louise (Na merge não vai ser alvo de ninguém, e tenho certeza que na guerra contra Nick ela vence)
    6. Lee (Vai ficar confortável nos primeiros episódios mas logo vira alvo pela força física)
    7. Kate (É a mais forte da Vavau, seu jeito pode conquistar aliados como Kylie, se sobreviver aos primeiros votos pode ir longe)
    8. Kristie (Independente de como as alianças fiquem eu não acredito que ela seja o primeiro alvo, mas tem que trabalhar muito pra se manter fixa em uma aliança)
    9. Matt (Sinto muito cheiro de blindside vindo pro seu lado, mas se conseguir controlar seu ego e suas duas principais aliadas (Flick e Brooke) pode ir longe)
    10. Kylie (Tenho certeza que vai ser uma das primeiras a querer flipar, por isso não a vejo indo muito longe).
    11. Sue (Não vimos muito do jogo dela, mas acho muito difícil levarem ela pra final)
    12. Nick (Tenho vibes fortes que Nick será o primeiro eliminado da merge, por um blind com Vavau + Lee, El e Sam)
    13. Conner (Você não era nem pra ta aqui linda)

    • Não vou arriscar debater o seu ranking, porque sou triste em previsões, mas de uma eu tenho que concordar, Conner hahahah. Semana que vem a gente

      Phoebe <3

  • Rafael Tietz

    “A produção criou isso para tentar ajudar Vavau, ou Phoebe, vocês escolhem. ”
    A impressão que eu tive na verdade é que eles fecharam o plano da temporada e seguiram ele. Só que esse plano foi uma merda desde o ponto em que deixaram aberta a escolha da Tribo (Saanapu).
    Vibrei muito com Phoebe na eliminação de Craig, confesso que tive altos e baixos com o amor por ela, porém, agora no fim, ela era a melhor jogadora da temporada e iria brilhar muito nessa merge. R.I.P

    Me apeguei muito ao resto da Vavau, vejo Kate fazendo um social muito bom, tanto que nem foi cogitada como opção de voto. Conner realmente não precisava ter contado a Phoebe que ela seria eliminada, mas acredito que se não fosse ele, alguém da Vavau teria falado com ela, então não dei muita bola pra isso.
    Quem diria que a doida dos primeiros episódios daria uma ótima jogadora nessa fase tribal. Save Kristie.

    O que eu espero agora?
    Que o restante da Vavau tombe lindamente toda a Saanapu. Pra isso infelizmente Phoebe seria bem mais útil, pois poderia conseguir Lee e El de volta na aliança da Agonia, Kristie não tem esse poder.

    Espero também que o próximo episódio (A Merge) tenha eliminação. Vai ser difícil aguentar mais um episódio de 1 hora de pura contemplação depois dessa sequência de episódio meia boca.

    Mas estamos aí pra isso. kkk

    • É o que eu disse em comentários anteriores, mesmo que tenham criado isso pra acontecer lá no inicio, eu duvido que no momento agora não pensaram no beneficio de Vavau. Porque a ida de Sue para Saanapu não teve impacto nenhum no jogo, ai JLP viu que a Vavau ja tava fudida mesmo, e resolveu terminar de colocar mais um prego no caixao de Phoebe frente a Brooke.

      A narrativa da temporada basicamente transformou Vavau nos underdogs, e acho dificil muita gente não ter se apegado a eles. Não tenho torcida definida por agora, mas estou ansioso para ver Kristie e JL na merge.

      • Rafael Tietz

        Teoricamente a ida de Sue para Saanapu pode fazer a diferença agora na merge. Ela teve a oportunidade de conhecer a dinâmica da outra tribo e pode influenciar o planos da Vavau agora na merge. Maaaaaaassss, de qualquer forma a twist foi horrível.

  • Lybio Jeffersom

    Eu pessoalmente curti esses episódios, sim, a Phoebe foi o nome dessa pré merge e curti ver ela tombando a galera da Vavau, mas Kristie provou ser boa ( apesar de q ela iria sair naquele TC do twist) concordo com o Tietz abaixo achando que a produção tinha feito o plano pra toda a temp, é o que faz mais sentido depois de tudo que a gente viu ( o masacre da Vavau). Tô animado pela merge, mesmo Phoebe fora, a temporada ainda tem bons nomes que podem render bem nessa parte decisiva de AS, no aguardo.

    Obs1: Jeff bem que podia chamar a Phoebe pra uma temp de survivor US não é? hahaha
    Obs2: As promos tão entregando tudo no ep, a partir de agora, não vou ver mais não hahaha
    Obs3: Top Players: Brooke, Matt, JL, Kate e Kristie

    • Eu também curti os episódios, mas não dá pra ignorar certo problemas. Sobre o plano da temporada, eu realmente não sei se já estava tudo premeditado, na verdade acho que essas 1001 twists formaram uma bola de neve de merdas, porque nenhuma delas me agradou 100%. Mexer com o rumo do jogo é importante, e acho que apesar de bem inseridas, essas mudanças foram mal executadas.

      Eu fico pensando assim: OK, Sue foi para Saanapu, ao menos que isso tivesse algum impacto no jogo, o que não teve, qual a finalidade dessa twist? Acho que ela foi jogada pela produção com 50% de chance de acertar no alvo que eles queriam, que era realmente dar uma chance para Vavau sobreviver, não deu certo.

      JLP ainda sabotou o jogo de Phoebe, entregando de mão beijada para Brooke tudo que ela fez. Fiquei imaginando ele pensando, já que a gente tentou ajudar vocês e vocês não se ajudaram, deixa eu acabar de ferrar vocês então. 10×4 foi covardia!

      Sobre a merge também estou animado, esse reset no jogo foi positivo, vamos ver o que vem por ai!

  • Débora Albuquerque

    Como eu amo fazer a do contra…
    Gostava do jogo de Phoebe e acredito no que Tietz falou: A temporada já tinha sido fechada anteriormente e eles seguiram a risca a programação. Mas eu não entendo como eles fazem duas vezes uma loucura dessas. Pra mim, a única Twist tão bosta quanto essa foi em Fiji que deu uma vantagem absurda para uma tribo disparar na merge. E com isso, o nome da melhor jogadora pré merge foi instinto do jogo. Fiquei triste por um lado e feliz por outro. Kristie me parece demais uma Abi que está dando certo e tem muito para conseguir ir pra final e argumentar seu jogo. Ela vive no bottom desde Agonia (me recuso a dar outro nome) e conseguiu chegar na merge de forma louvável. Sabemos que algumas pessoas são consideradas goats e vencem lindamente na final, e se ela souber montar a cama dela, podemos ter uma nova versão da winner de HvsV vindo por ai. Não vou negar, acharei lindo!
    Já na Saanapu, apesar dos pesares, eu amo Nick, Sei que ele é overplay demais, mas mantenho torcida por ele, Matt e agora Kristie, que realmente me encantou nesse final da pré merge. Ela falando que Phoebe sabe jogar bem mas ela sabe fazer esse jogo melhor ainda com cara de malvada sonsiane ganhou Emmy! Enfim, ainda temos uma penca de ep sem eliminação e espero que não seja o caso aki, pq nada é mais brochante do que merge sem eliminado (Sim KR, estou falando de vc). Parabéns pela review e finalmente: HOJE É DIA DE SURVIVOR DE VERDADE!!!!!!!!!!!

    • Eu fico meio em duvida se o plano da temporada estava realmente traçado, pois mesmo que essa twist tenha sido criada lá no inicio para acontecer, eu duvido que no momento agora não pensaram “Poxa, isso pode ajudar Vavau mesmo que indiretamente.” Porque se pararmos para pensar, de que adiantou Sue ir para Saanapu? O que impactou isso no jogo? NADA. Até porque a merge vem logo em seguida. Só ganhou mais tempo por um overflood de episódios e dias :/
      Eu tenho sempre um pé atras com a produção, porque ainda não me esqueço daquela merge as pressas em SC para salvar Savage –‘, aqui eu não reclamo tanto até porque Phoebe era entretenimento puro.
      To rezando para não ser mais uma hora sem eliminação, mas eles adoram fazer isso em episódios importante.

  • Estevão Nascimento

    Onde encontro download legendado? Se tiver rsrsrsrsrs

  • Alisson

    KKKKK quero eles descendo da pirâmide agora mesmo. Azarei meus dois faves colocando eles no topo do ranking. Mas fazer o quê, né. Também acredito que o formato da temporada já tava fechado e ao contrário do US, eles não são tão flexíveis a ponto de mudar as coisas quando percebem que não tá tão bom. Por outro lado nunca teremos um Savage sendo salvo, então menos mal (se bem que aí também não teríamos aquele blindside insano da Kelley, é um dilema).

    Por mais que tenha me doído, Phoebe foi certíssima em eliminar o Craig, assim como Kristie em eliminar a Phoebe. Agora não tenho como fazer ranking porque só Deus sabe o que vem pela frente. Acho que semana que vem fica mais fácil (assim espero).

  • Marcus

    Olha, fique tão decepcionado com os rumos desses último episódios que mal tenho forças para comentar kkkkkkkkk vou economizar o raciocínio e dizer que mais uma vez concordo com tudo que o Tietz disse. No fim das contas, apesar de termos perdido a incrível Phoebe, foram ótimos episódios. O que me desmotivou um pouco com o programa é o fato das promos entregarem demais; o JLP ser um bosta no TC e ter entregado tudo pra Brooke (me pergunto o que ele ainda vai aprontar, gzuis) e a injustiça de terem deixado acontecer um 10-4… ah vai se fuder! Eu critiquei tanto no twitter essa semana, essas twists foram muito mal executadas.
    O que fica agora é torcer pra que Kristie (que eu sempre gostei e cresceu demais no jogo), JL, Sue, e Conner (que a essa altura nem odeio mais) deem a volta por cima.
    Eu odeio toda a Saanapu e oro toda noite pedindo pra Deus um blind em Nick o mais rápido possível ahuauhauhauha Só ainda tolero Sam por motivos de *-*.
    Agora é esperar pra ver o que esse primeiro episódio de merge vai nos trazer com relação às alianças. GO KRISTIE GO JENNAH LOUISE GO SUE!!

    • 1. Não assista as promos.
      2. Tenta adiantar um pouco o conselho tribal (para ignorar a presença do JLP por lá) hahahah
      3. Que aprendam com os erros visiveis dessas twists a nunca mais influenciarem no jogo desse jeito.

      Eu não odeio a Saanapu (por inteira), e em todos as reviews peço o blindside em Nick.

  • Lucas

    Acabei de assistir o episódio 14 e… Sinceramente? Larguei essa temporada. No começo estava tudo indo muito bem, alguns jogadores se destacando e a produção acertando em manter a fórmula. Começaram algumas twists loucas (não aceitei muito bem duas tribos irem pro TC e ninguém ser eliminado) e um JLP que não sabia o que falar ou falava demais, mas como alguns participantes eram muito bons, estava tudo aceitável. Mas a partir do episódio da falsa “merge”, eu comecei a desacreditar na produção. Sim, excelente, vamos dar a chance de escolherem quais jogadores eles querem na equipe… Tudo bem, foi injusto aí, mas pensei que logo eles iriam mudar e reorganizar as tribos. CARACA, chegar a 10 x 4? Com uma tribo escolhida a dedo? Alguém lá dentro tem noção do absurdo? Sem contar nessas pessoas que estariam exaustas de tanto participar de challenges enquanto outros podem nem participar e desfrutar das maravilhosas rewards e de não precisar ir pro TC. Também encaro como se a produção já tivesse isso em mente desde o começo, só que já tinha passado da hora de alguém se tocar e ver que não tava dando certo. E as cagadas não param por aí. No décimo terceiro episódio eles aplicam a fórmula de não eliminar ninguém novamente com a nova twist e o JLP abre o bocão pra expor o jogo de alguém daquela forma? É lógico que Phoebe seria eliminada no décimo quarto episódio. Não tinha nada que ela pudesse fazer. Ela não foi selecionada por Brooke graças ao apresentador, ela teve que se manter ao lado da pessoa que ia eliminar e sobraram apenas duas pessoas que, como o próprio JLP enalteceu, sabiam do seu jogo maravilhoso. É UM ABSURDO. Algumas mudanças em Survivor existem porque jogadores começam a ficar visado demais, quantas merges não salvaram bons jogadores? Agora quando tudo num jogo culmina em uma saída prematura da, sim, melhor jogadora da temporada, fica desmotivador continuar. Não tinha nada que Phoebe pudesse fazer ali, ninguém iria querer manter ela e não é nem por um “jogo excelente da Kristie”. Kristie é, como comentaram ali embaixo, alguém que deu certo, não alguém que necessariamente é uma excelente jogadora.
    Respeito Survivor envolver o fator sorte, mas quando isso prevalece no lugar de boas jogadas, é sinal que estão fazendo errado.
    Enfim, muitas injustiças e um jogo que demorou demais pra chegar na sua fase mais importante. Não me interesso por ninguém pra continuar assistindo e torcendo (pouca coisa pela El e pela Brooke). Ver jogadores ruins como Lee, Sam, Nick, Matt (nem precisaram fazer nada por 6 episódios) e Conner continuarem e eliminações injustas como de Craig e Phoebe fizeram eu perceber que Survivor AU ainda tem muito o que crescer pra valer a pena assistir.
    Enalteço teu excelente trabalho Igor, parabéns! Dá pra ver que você se dedica elaborando as reviews e que faz análises muito boas. Boa sorte com o resto da temporada (talvez eu continue lendo as reviews ou veja a lista da posição final dos jogadores).
    Abraços!

    • Você conseguiu traduzir em palavras tudo aquilo que eu venho sentindo e basicamente reclamando review após review, mas diferente de você vou continuar (porque 1- tenho que escrever as reviews ahahaha, 2- dei um voto de confiança por ser a primeira temporada promovida pelo canal). O problema de Australian Survivor não está nos participantes, porque todos tem potencial, mas a produção vem anulando a chance de que muitos se destaquem e puxando o tapete daqueles que efetivamente tiveram o air-time necessário.

      Twists são necessárias? São. Mas elas devem ser executadas de forma justa. 10×4 foi realmente covardia. Mas pensa pelo lado positivo, o jogo passou por um reset e o fato de você não esperar nada dos jogadores que sobraram, faça você ser surpreendido.

      De qualquer forma, que bom que tem gostado das reviews! Vlw

      • Lucas

        Então, até tentei pensar assim, no reset, o jogo como começando agora… Mas eu conheço os participantes que sobraram e não tô tão animado. Craig e Phoebe eram a graça desse programa pra mim. Não aguento muito Nick (cara, supera que tentaram te eliminar) e Conner (sem estratégia alguma), ainda mais sabendo que eles já estariam eliminados (pode ser que não fosse Conner). Sam e Lee querendo convencer que são as melhores e mais leais pessoas do mundo e Matt sendo forçado em tudo que faz (aquele drama da galinha não engana ninguém amigo). As meninas ainda são agradáveis, talvez Jennah surpreenda e acho que Brooke é bem inteligente. A El apareceu pouco, mas pode render também. Só que carisma como a Phoebe, não sinto. :/
        Pior que você não tem muita escolha, né hehe tem que fazer essas reviews. Mas vou ficar na torcida pra que a galera mostre que eu estava enganado e que o jogo seja bom. Talvez até dê pra voltar a assistir de onde parei.
        Essa semana vou ler sua review e repensar.

        Gostei mesmo, de todas, um abraço!

  • Fernando Castelo

    Craig, pra mim, tá na lista dos meus competidores preferidos de todos os tempos. Phoebe também era uma boa jogadora, apesar de não ter tido minha torcida. De longe, ambos foram os melhores dessa temporada. Fico me perguntando como seria se eles tivessem participado da versão americana. Com toda a certeza, a produção teria feito o possível pra mantê-los o máximo de tempo possível justamente por serem tão carismáticos. Tbm concordo que o JLP é péssimo conduzindo os tribal council. Ele fica entregando o jogo do povo e sendo extremamente invasivo. Dá vontade de dizer: miga, para que tá feio.